Categorias: Cuidado PessoalGastronomiaSaúde

Você tem lido os rótulos dos produtos que ingere?

Desde que criei o costume de ler o rótulo dos produtos, comecei a ser mais rigoroso com o tipo de alimento ou bebida que eu vou ingerir. E você, tem lido os rótulos daquilo que você coloca pra dentro do seu corpo?

Apesar de parecer básico, logo que todo produto que se encontra no mercado tem todas as informações impressas no rótulo, muita gente ainda não tem o costume de ler!

E o grande problema disso é que muitas dessas pessoas, com pouco conhecimento de nutrição, estão se enganando pela mensagem presente na frente das embalagens.

Quer um exemplo? Existem embalagens que usam mensagens como “0% gordura trans”. E acredite, ou não, mas existem pessoas que, pela embalagem dizer isso, acreditam que o produto não tenha gordura alguma! É sério, pensam que o produto é totalmente isento de gordura, só porque na capa existe a mensagem falando sobre “0% gordura”.

Quer saber o pior? Alguns produtos falam que não tem, mas nos ingredientes do rótulo existe a “gordura hidrogenada”, que nada mais é do que “trans”!

Se você assistir o documentário “Muito Além do Peso”, vai ver que isso é uma realidade no Brasil.

Muitas pessoas não sabem nem ler, quem dirá entender sobre ingredientes nutricionais! 🙁

Bom, mas pode ser que você mesmo esteja sendo enganado pela indústria. Eu mesmo já fui (e muito por sinal). Por isso, resolvi ir para um supermercado e fotografar alguns produtos que podem ter te enganado alguma vez na vida. Principalmente aqueles “falsos saudáveis”.

Antes de tudo gostaria de ensinar uma coisa sobre a tabela de ingredientes! A ordem dos itens dispostos na lista segue o padrão de grandeza. Isso é, do maior para o menor.

Isso faz a diferença quando, por exemplo, você for comprar um suco. Você paga caro no produto pela fruta e não pela água, correto?

Esse suco “premium” que vi no mercado é um bom exemplo. Olha o preço desse néctar dos deuses!

Porém, dá uma olhada em qual é o ingrediente em maior quantidade:

Sim, se você comprar essa garrafa de 1L de suco que custa R$20,50, vai estar levando água filtrada com umas frutas vermelhas batidas. Nem preciso falar que os caras ainda colocam açúcar no meio, pra ficar “docim”, né? E na frente eles se vendem como “Premium”, “Produto Natural”, etc… tsc, tsc, tsc.

Bom, mas isso é bastante comum no universo do suco néctar de supermercado.

Mais um exemplo… Essa grande empresa usa água como primeiro ingrediente e ainda lança um suco concentrado de maçã no suco de manga. Parece maluco, mas eles defendem que é para usar menos açúcar na receita… Porém o açúcar vem em 3º lugar. É muito confuso, não? Melhor nem comprar!

Quer saber um outro produto que muita gente nunca leu ingrediente e fica naquela discussão de “engorda” x “não engorda”, “toma antes da academia” x “toma depois da academia”?

Quando resolvi ler os ingredientes do açaí que vendem por aí (e isso inclui essas lanchonetes “saudáveis”), fiquei abismado com o tanto de açúcar que é adicionado no produto!

O açaí, puro, é coisa de deus! É bom para a saúde. Mas com tudo isso de porcaria é melhor evitar!

Falando em açúcar, parece que ele virou um ingrediente fundamental para a indústria, né? Parece que tudo que você vê com um código de barra e não for diet, tem açúcar. Se não é “açúcar” em si, eles usam variantes com nomes que muita gente não conhece, como maltodextrina, dextrose, glicose, glucose, invertido, etc.

Confira alguns produtos que usam açúcar só pra ficar “gotosimmmm”:

Tem até aveia no mercado com açúcar! Pra ficar gotosinha, lógico.

Eu imagino o cabrahomi que compra a aveia dessa marca e não sabe ler o rótulo… Deve experimentar pela primeira vez e falar: “OMG! Essa aveia é de Deus! Nossa que docinha que ela é. Nunca mais compro aquelas que vem naqueles sacos estranhos com a embalagem feita no Corel Draw! Coisa sem gosto e seca da peste. Daqui pra frente só essa! TOP TOP TOP!”

Agora prepare o coração… Tá ligado o peito de peru? Sim, aquele que a galera usa no lanche “light”, que era pra ser o peito de um peru fatiado e vendido no mercado, né?

A realidade é que é uma mistura de milhares de coisas. Tem até soja no meio! É tipo uma salsicha gourmet:

Bom, o que esperar dessa indústria que fala que o produto é integral ou feito de algum produto, mas o ingrediente principal é outro? Geralmente o mais barato… No caso de pães e massas, a “farinha de trigo enriquecida com ferro e ácido fólico”. Sabe quem é essa bandida? Sim, a farinha branca.

Duvida? Dá um look…

Pão de milho, certo? Olha o ingrediente que vem primeiro…

Mais um exemplo… Esse fala que a massa é integral:

E olha qual é o primeiro ingrediente dessa massa “integral”:

Tá foda! Até o cookie todo mundo gosta:

Brincadeiras à parte, mas fala que é cookie integral porém tem farinha branca como principal:

Aliás, o açúcar vem em segundo lugar, depois vem a aveia (que pode ser considerada integral)… E o pior é que alguns ingredientes depois aparece mais uma vez o açúcar, dessa vez invertido. Jesus, Maria, José! Praquê tanto açúcar?

Essa eu confesso que me enganou bastante (quando eu era moleque e não sabia ver rótulo). Sempre que comia me achava um cara “fit” e totalmente saudável. Aliás, até meus amigos da faculdade me zoavam porque eu tava comendo esse biscoito “integral”…

Olha o Cury, todo saudável!”

Mal sabíamos…

Bom, tem produtos que nem o Diabo consegue consumir e vejo gente jogando aos montes no carrinho!

Quer um exemplo? Então toma-lhe dois:

Esse ainda tem apelo infantil na embalagem!

Pra finalizar esse rolê no mercado, não poderia esquecer da nossa querida cerveja.

Eu sei que muitos rapazes já sabem que a maioria das cervejarias nacionais (que produzem cervejas baratas) usam até 45% de milho (transgênico) e até arroz na formulação da bebida. Se você está por fora, vale a pena ler esse post.

Mas uma vez parei para ler o rótulo de uma das cervejas mais vendidas do país e fiquei impressionado com o número de ingredientes. Olha isso:

Água (tudo bem, mas de onde?), malte (de boa), cereais não malteados (deve ser o milho transgênico), carboidratos (açúquinha, pra ficar gotosinha?), lúpulo (até que enfim!), antioxidantes (usam 2 pra não ter rolo) e estabilizantes (pra regular o gosto dessa gororoba?).

Mas não é só ela que usa esses ingredientes, tem várias no mercado!

É assim que eu me sinto quando resolvo ler os rótulos dos produtos!

Experimente fazer o mesmo. Sua saúde agradece!

Guilherme Cury

30 anos, blogueiro, publicitário e músico. Formado em Propaganda & MKT, é blogueiro há mais de 10 anos. Atualmente trabalha com conteúdo para internet e se aventura no mundo musical.

Novos Posts

  • Mulheres

Belas Coelhinhas, pra você entrar no clima de Páscoa!

Confira um acervo de belas Coelhinhas que vão te fazer entrar no clima de Páscoa!

% dias atrás
  • Comportamento

Resolvendo um problema: Teoria psicológica da resolução de problemas

Descubra como um problema funciona na nossa mente e veja estratégias interessantes para resolver um problema.

% dias atrás
  • Viagem

Os 10 melhores destinos para visitar em 2019

A Lonely Planet lançou sua lista anual de melhores destinos, tendências, jornadas e experiências para 2019.

% dias atrás
  • Comida
  • Cultura
  • Gastronomia

Chocolate deixa você mais inteligente, segundo estudo

Saiba mais sobre esse estudo realizado em Harvard que mostra que comer chocolate pode te ajudar a ficar mais inteligente.

% dias atrás
  • Comportamento

A vontade de transar com todas

5 reflexões que você deve fazer para saber se o desejo de transar com todas as mulheres está sendo negativo…

% dias atrás
  • Comida
  • Gastronomia

Aprenda a fazer o “Croque Monsieur”

Aprenda a fazer essa receita tradicional da gastronomia francesa, o "Croque Monsieur".

% dias atrás