Guia de Viagem: O que fazer em Sevilha (Espanha) | Tudo Para Homens

Guia de Viagem: O que fazer em Sevilha (Espanha)

sevilha-andaluzia

Em uma viagem para a Espanha, vale a pena colocar Sevilha na lista de cidades para se visitar.

É a capital da região da Andaluzia, no sul da Espanha, e considerada a “Terra do Flamenco” e da “Tourada”.

A cidade tem uma história bem antiga… Foi fundada pelos turdetanos (cerca do século XIII a.C.), depois foi ocupada pelos fenícios, cartagineses, romanos, vândalos, visigodos (com destaque para o reinado de Recaredo) e até pelos mouros.

Foram os mouros que lhe deram o nome de Ishbiliya (em árabe: أشبيليّة), que derivou depois em Shbiya, para terminar no nome atual, Sevilha (Sevilla).

Os cristãos reconquistaram a cidade no século XIII durante o reinado de Fernando III de Castela.

O resultado dessa grande passagem de diferentes povos é uma cidade rica em cultura, gastronomia e uma arquitetura que traz elementos muçulmanos, com um toque romano e o clássico design europeu.

sevilha-turismo

Confira algumas dicas do que fazer nessa bela cidade:

Praça da Espanha

praca-espanha-sevilha

Não tem como ir para Sevilha e não visitar a Praça da Espanha. Fica no Parque de María Luisa e foi construída em 1928 para a Exposição Ibero-Americana de 1929. É um exemplo marcante do regionalismo na arquitetura, que mistura elementos da Neorrenascença, Moura Revival (Neo-Mudéjar) e estilos de arquitetura espanhola.

A praça tem formato semicircular, conta com um belo lago e 4 pontes (que fazem referência aos 4 reinos que se juntaram para criar a Espanha: Castela, Aragão, Navarra e Leon).

É possível alugar um barco a remo e “navegar” nesse belo cenário.

praca-espanha-guicury

OBS: O local foi usado como locação para “Star Wars: Episódio II – Ataque dos Clones (2002)”.

Parque de Maria Luisa

parque-maria-luisa

É o grande parque urbano de Sevilha e fica próximo da Praça da Espanha.

O parque foi projetado pelo paisagista francês Forestier, também, para a Exposição Ibero-Americana de 1929. Com ele, renasceu um estilo de jardinagem puramente hispânico que teve grande influência em todos os parques públicos espanhóis do primeiro terço do século. Muitas de suas praças, rotatórias e monumentos são dedicados a figuras da literatura nacional espanhola e, sem dúvida, uma de suas características é a presença de fontes, lagoas e móveis de tijolos e ladrilhos.

Para mais informações, clique aqui.

Alcáceres Reais de Sevilha

real-alcazar-de-sevilla

Os Alcáceres Reais de Sevilha são um complexo palaciano composto por vários edifícios de diferentes épocas. A fortificação original foi construída sobre um antigo assentamento romano, e mais tarde visigodo. Posteriormente passou a ser uma basílica paleocristã (São Vicente Mártir), onde foi enterrado São Isidoro.

O local traz um conjunto extraordinariamente mesclado de arte árabe e cristã.

A visita ao complexo pode ser feita durante o dia e noite, com preços variados. Mas vale a pena comprar online – antecipadamente – para garantir sua entrada. Normalmente existem filas gigantes para a compra dos ingressos (na bilheteria), os quais esgotam rapidamente.

real-alcazar-sevilha-interna

Para mais informações, clique aqui.

Catedral de Sevilha

catedral-sevilha

A Catedral de Sevilha, também conhecida como Catedral de Santa Maria da Sede, é a maior da Espanha e a terceira maior do mundo. É a maior catedral gótica do mundo, com 126m de comprimento, 76m de largura, 42m de altura e 11.520 metros quadrados de área total.

Confesso que quando vi a catedral pela primeira vez, virando a esquina de uma ruela clássica do centro antigo, fiquei arrepiado! Mais do que qualquer outra que vi na vida.

catedral-de-sevilla

Dentro da Catedral de Sevilha encontra-se sepultado o corpo do famoso navegante Cristóvão Colombo e o do rei Fernando III de Castela (1199-1252), o “São Fernando”.

Anexa à Catedral se encontra a “Torre Giralda”, um antigo minarete que foi convertido em torre sineira para a catedral. De longe é possível ver essa belíssima torre.

Existem diferentes tipos de visitas, somente Catedral ou Catedral + Giralda, que é a entrada mais bacana, pois lá de cima da torre você pode ter uma bela vista da cidade.

vista-giralda

Para mais informações sobre preços e horários, clique aqui. Ah, de segunda-feira as visitas são gratuitas!

Museu Arqueológico de Sevilha

museu-arqueologico-sevilha

Museu Arqueológico de Sevilha conta com obras de povos que passaram por lá, desde o período Paleolítico até a Idade Média. É uma atração indispensável pra conhecer a fundo a história da cidade e o seu desenvolvimento no decorrer dos anos.

A entrada custa apenas €1,50. Para mais informações, clique aqui.

Metropol Parasol

metropol-parasol-sevilha

Metropol Parasol, também conhecido como “Setas de Sevilla”, é uma construção de madeira que fica na praça La Encarnación, na zona antiga de Sevilha, Espanha. Foi desenhado pelo arquiteto alemão Jürgen Mayer-Hermann e a sua construção terminou em abril de 2011. Tem 150 por 70 metros e uma altura aproximada de 26 metros. É a maior estrutura de madeira do mundo!

O local está organizado em quatro pisos. O piso subterrâneo contém o Antiquarium, onde há vestígios arqueológicos romanos e árabes em exibição.

antiquarium

O piso 1, térreo, é o mercado central. Os pisos 2 e 3 são terraços panorâmicos, havendo num deles um restaurante, com excelentes vistas sobre o centro de Sevilha.

O ingresso para o terraço custa €3,00 e é comprado na hora.

Vale a pena ir no pôr do sol! Foi nesse momento mágico que fiz essa foto:

guicury-sevilha-metropol-parasol

Para mais informações, clique aqui.

Torre del Oro

torre-del-oro

É uma torre abarrã localizada na margem esquerda do rio Guadalquivir, ao lado da praça de touros do Real Maestranza. Sua altura é de 36 metros e é formada por três corpos.

O primeiro corpo, dodecagonal, foi construído entre 1220 e 1221 por ordem do governador Almohad de Sevilha, Abùl-Ulà. O segundo corpo, também dodecagonal, foi ordenado a ser construído por Pedro I, o cruel, no século XIV. A parte superior do corpo, cilíndrica e com cúpula, foi construída em 1760 pelo engenheiro militar Sebastián Van der Borcht. Foi declarado monumento histórico-artístico em 1931.

Segundo historiadores, o nome “Torre del Oro” se deve às reflexões douradas que produziram os azulejos que a cobriam em seu tempo.

A entrada custa €3,00. Dentro você pode conferir um museu naval e também subir até o alto da torre, tendo uma boa visão da cidade e enxergar um pouco mais de Triana (bairro localizado depois do rio).

torre-del-oro

Para mais informações, clique aqui.

Casa de Pilatos

casa-pilatos

A Casa de Pilatos é um palácio pertencente à Casa de Medinaceli. Foi edificado em 1490 mesclando os estilos renascentista italiano e o mudejar espanhol. É considerado como um protótipo de palácio andaluz.

casa-pilatos-interior

OBS: Foi o palco de grandes produções de Hollywood, como “Cruzada” (Kingdom of Heaven) e “Lawrence da Arábia” (1942).

A visita custa  €3,00. Para mais informações, clique aqui.

Real Maestranza de Sevilha (Plaza de Toros)

Plaza_de_Toros_de_la_Maestranza

Construída no século XVIII, Real Maestranza de Sevilha, é a praça de touros mais antiga e de maior tradição de Espanha, sendo apelidada popularmente como Catedral do Toureio. É propriedade da Real Maestranza de Caballería de Sevilla, uma corporação nobiliárquica que integra cavaleiros provenientes das antigas famílias nobres de Sevilha.

Denominada oficialmente “Praça de Touros da Real Maestranza de Caballería de Sevilla”, acolhe anualmente diversos espectáculos tauromáquicos, destacando-se os organizados durante a Feira de Abril.

Caso você seja favorável a esse tipo de espetáculo, a visita pode ser feita internamente com uma visita guiada.

Seville_bullring

Para mais informações, clique aqui.

Palacio de las Dueñas

palacio-duenas

O Palácio Las Dueñas é uma propriedade de 1.900 metros quadrados pertencente à Casa de Alba. Foi construído entre os séculos XV e XVI e foi a residência oficial do Duque de Alba em Sevilha.

Tem uma construção de estilo Gótico-Renascentista, com uma decoração sensacional.

palacio-alba

A entrada custa a partir de €9,00. Para mais informações, clique aqui.

Bairro de Santa Cruz

santa-cruz

Vale a pena se perder no Bairro de Santa Cruz. Fica no centro histórico de Sevilha, em um “miolo” onde estão o Real Alcázar, os Jardins de Murillo, a Catedral de Sevilha e outros pontos de interesse.

Sua rede labiríntica e cheia de ruas estreitas o transportará para outra época.

Tem alguns restaurantes e cafés que garantem um bom descanso.

bairro-santacruz

Show de Flamenco

flamenco-seville

Na cidade conhecida como “Terra do Flamenco”, vale a pena parar para apreciar um espetáculo de flamenco.

É possível ver apresentações de rua em diferentes lugares da cidade, principalmente na Praça da Espanha. Mas também existem casas especializadas no espetáculo que garantem uma experiência completa, podendo jantar e beber um bom vinho enquanto vê o show.

Para conhecer algumas dessas casas e preços, clique aqui.

Aproveite Sevilha!

sevilha-turismo

Passear por Sevilha é uma viagem ao tempo… Aproveite para visitar os parques, se perder pelas ruelas, comer tapas em algum restaurante do centro histórico, tomar uma cerveja ou um vinho da região, assistir um show de tango e muito mais.

As principais dicas estão aqui. Mas também existem outros monumentos e atrações que valem a visita.

Confira um mapa com tudo que você pode ver e visitar em Sevilha:

mapa-turismo-sevilha

Eu já estou com vontade de voltar pra essa bela cidade!


Guilherme Cury1832 Posts

30 anos, blogueiro, publicitário e músico. Formado em Propaganda & MKT, é blogueiro há mais de 10 anos. Atualmente trabalha com conteúdo para internet e se aventura no mundo musical.

0 Comentários

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register