5 principais medos das mulheres em relacionamentos

inseguranca-feminina

Os medos fazem parte de nossa vida. Desde o nascimento temos o medo como um mecanismos de defesa para a nossa sobrevivência, entre outras funções. A medida que vamos nos desenvolvendo, os medos vão se aprimorando e se modificando. Alguns perduram enquanto outros deixam de existir. No relacionamento isto não é diferente. Existem alguns medos que são mais comuns do que outros em um relação e é sobre eles que vamos falar aqui, focando no medo das mulheres, que pode diferenciar um pouco do medo dos homens. Existem alguns medos que são particulares, com motivos e origens singulares, enquanto outro medos acontecem naturalmente em algumas relações.

1) Medo de ser enganada

Acredito que este seja um dos principais medos que surgem em uma relação. Eles podem existir tanto no homem quanto na mulher. O medo de ser enganada envolve também o medo da traição, o medo de o homem não ser verdadeiro com ela e o medo de o homem fingir ser o que na verdade não é, entre outros. Este medo pode surgir tanto por uma experiência vivenciada quanto por observação de comportamentos negativos do outro.

Para evitar que a mulher sinta este tipo de medo, ou amenizá-lo, é possível que o homem tente ser o mais verdadeiro possível com ela, mesmo nos momentos mais difíceis. Ser sincero requer também comunicar os problemas, não sendo apenas positivo sobre o futuro da relação e sobre seus sentimentos por ela. Quanto menos verdadeiro você for, maiores as chances de desencadear este tipo de medo em sua parceira ou futura parceira.

2) Medo do futuro do relacionamento

Este medo é mais comum no início do relacionamento e em momentos de crise. Ele envolve também o medo de perder o parceiro e até o medo de ficar solteira. Este tipo de medo é mais subjetivo e reflete ao modo como a mulher encara o “ficar solteira” e a própria perda de um relacionamento. Este medo pode surgir também quando a mulher sente dúvidas sobre seu parceiro, tendo incertezas perante a qualidade e longevidade da relação. Estas dúvidas podem levar ao término do relacionamento, dependendo da qualidade e do entrosamento do casal.

Ele pode ser percebido pelo homem ao observar as mudanças de comportamento da mulher, perceber como andam os planejamentos dela sobre o futuro, percebendo se você está encaixado nestes planos e etc. O interessante é conversar com ela sobre isto, a comunicação das incertezas dela podem servir para uma futura reflexão sobre a continuação ou não da relação.

3) Medo de arrepender-se

Este é o medo de arrepender-se quanto a escolha do atual parceiro. É mais comum em novos relacionamentos, podendo surgir a incerteza de ter feito a escolha certa para esta nova relação. Geralmente origina-se das frustrações quanto ao parceiro, da mudança repentina dos comportamentos dele ou da incerteza de sua fidelidade. Este medo pode surgir também quando a mulher conhece a história regressa do parceiro, principalmente os relacionamentos amorosos passados.

A melhor maneira de amenizar este medo quando percebido é conversando sobre o futuro, reconhecendo os erros e garantindo mudanças de comportamentos futuras. É possível mostrar que aprendeu com os erros passados e que não pretende cometê-los novamente.

4) Medo de não ser levada a sério

Este medo diz respeito a vontade de a mulher ser levada a sério como parceira e como pessoa. Ele está ligado ao desejo de reconhecimento pelo outro. É a vontade que temos que o outro reconheça nossos esforços, principalmente para coisas que fazemos para ele. Ser levada a sério envolve também ser aceita e respeitada.

O surgimento deste medo pode ocorrer em qualquer momento da relação, principalmente em relações mais gastas, onde o respeito começa a se perder e um trata o outro de qualquer maneira, podendo surgir o sentimento de desprezo. É preciso tentar perceber e entender os sentimentos da parceira, principalmente os sentimentos que surgem por consequência de nossos próprios comportamentos.

5) Medo de ser trocada

Este medo é clássico e envolve também o medo de ser enganada e traída, como já comentamos. Pode ser o medo de ser trocada por outra mulher, ou de ser trocada por outras atividades, por amigos do parceiro e assim por diante. Este medo está presente quando a mulher sente-se deixada de lado, acreditando que o parceiro deixou de ter interesse nela, sentindo-se uma “segunda opção”. Ele pode estar relacionado também às inseguranças da mulher, perante seu corpo, suas atitudes e até mesmo sobre o próprio relacionamento.

É interessante tentar perceber os medos nos relacionamentos para que seja possível compreendê-los e amenizá-los. Esta é uma tarefa dos integrantes do relacionamento, tendo em vista de esses medos podem ocorrer em ambos. Comunicar os medos e inseguranças para a parceira também é uma forma de trabalhá-los.

clique e confira!


Tudo Para Homens770 Posts

Um portal sobre tudo que o homem gosta e mais um pouco: Automobilismo, Comportamento, Relacionamento, Entretenimento, Estilo, Gastronomia, Bebida, Mulheres, Tecnologia e muito mais.

0 Comentários

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register