Categorias: Comportamento

Um conselho aos pais sobre a criação dos filhos

Eu tenho consciência de como é difícil criar uma criança sem cometer alguns (ou muitos) erros. Apesar de não ter filhos, convivo diariamente com crianças na clínica de psicologia.

É claro que a minha relação com as crianças é de “médico” para “paciente”, ou de “professor” (é incrível como as crianças sentem dificuldade em separar a figura do psicólogo com a do professor), mas, para algumas crianças, o psicólogo é um “médico diferente”.

Veja bem, não estou falando aqui das crianças com “dificuldades”, estou falando de crianças “comuns”, como todas as outras (sim, crianças “comuns” também vão ao psicólogo e isso é muito bom para elas).

Por causa dessa minha convivência, sinto a necessidade de dar algumas dicas para os pais, que normalmente demonstram grande insegurança na hora de criar os seus filhos, principalmente quando eles têm comportamentos indesejados.

Mas minha principal dica que irei focar hoje, é essa: A criança é exatamente aquilo que você diz que ela é.

Calma que eu explico.

As crianças não sabem o que elas são. Elas não sabem como elas devem agir, elas estão aprendendo a todo momento. Elas aprendem quando fazem coisas certas e quando fazem coisas erradas. Elas estão apenas explorando as possibilidades.

Elas aprendem também quando você briga (ou até xinga) elas, e esse é o problema. Quando você fala que uma criança é chata (e ela escuta), ou quando você diz que ela nunca te obedece (ou que ela é tímida, que ela não sabe falar, que ela não escuta, etc.), é como se você estivesse dizendo para essa criança que ela é assim, e que ela pode agir assim, afinal, esse é o jeito dela. Ou seja, ela se torna o que você diz que ela é.

Por mais que você fale isso brigando com ela, ou fale isso para outra pessoa (e por azar ela escute), ela irá acreditar. Ela não sabe direito quem realmente é, e você, seja o pai ou a mãe dela, está dizendo que ela é chata. No que será que ela vai começar a acreditar?

Mesmo se você costuma elogiar a criança com frequência, quando você diz que ela é determinada coisa negativa, ela passa a agir dessa maneira.

Com o tempo, a criança passa a acreditar que ela é assim. Algumas crianças até mesmo repetem isso. “Eu sou chata”, “Eu não respeito ninguém”, “Ninguém gosta de mim porque sou assim” (isso já demonstra o que elas acreditam que são).

Muitos pais não pensam em como isso pode ser prejudicial para as crianças, afinal, elas começam e pensar que tem algo ruim nelas, que não vão mudar, pois os pais dizem que elas são assim.

Portanto, é muito importante refletir sobre como estamos tratando as nossas crianças e o que estamos falando para elas. Estamos dizendo coisas negativas? Estamos fazendo elas acreditarem que são coisas, que na verdade não são?

Os pais desempenham um papel muito importante no amadurecimento e no desenvolvimento das crianças. São eles que ditam o que essas crianças são, ou no que elas devem acreditar que são.

Você acha que o seu filho está acreditando que é uma boa pessoa, ou ele está apenas ouvindo coisas negativas sobre ele? Será possível fazer com que nossas crianças acreditem que são melhores? Que podem conquistar coisas novas?

Tornar-se pai se refere também a refletir em como fazer com que nossas crianças se tornem adultos diferenciados e bem resolvidos.

Leonardo Luchetta

É psicólogo e redator de conteúdos. Escreve, reflete e pesquisa sobre os mais variados temas. Não considera a escrita como trabalho, mas uma necessidade da alma.

Compartilhe
Publicado por
Leonardo Luchetta

Novos Posts

  • Mulheres

Bom dia, Torrie Blake [+18]

Quando a música acabar, acenda as luzes e tome um café preto com esta boneca tatuada do sul...

% dias atrás
  • Comportamento
  • Saúde

Como aprendi a lidar com minha ansiedade

Aprenda a lidar com a sua ansiedade seguindo o exemplo de um homem que já foi muito ansioso.

% dias atrás
  • Viagem

7 viagens para fazer a dois

Confira destinos nacionais e internacionais que oferecem muito romance para casais viajantes.

% dias atrás
  • Cinema & Séries
  • Comportamento
  • Entretenimento

Diferenças entre o sexo nos filmes e na vida real

Série de tirinhas brinca com a diferença entre a romantização do sexo nos filmes, em comparação com o momento na…

% dias atrás
  • Comportamento

Como ter mais intimidade no seu relacionamento

Independente da duração do relacionamento, é sempre possível aumentar a intimidade.

% dias atrás
  • Beleza
  • Cuidado Pessoal
  • Estilo

10 investimentos no visual que valem a pena

Confira 10 investimentos no visual que todo homem deveria seguir.

% dias atrás