Resolvendo um problema: Teoria psicológica da resolução de problemas

resolvendo-problema

Resolver um problema não é uma tarefa fácil. Em alguns casos, parece que é mais fácil resolver os problemas dos outros do que o nosso próprio problema. E existem diversas maneiras para que esse sentimento ocorra. Afinal, não somos nós que estamos na pele do outro.

Mas, quando o problema é com a gente, aí a coisa fica um pouco mais difícil (e interessante). Porém, talvez seja mais fácil resolver um problema, levando em consideração algumas teorias psicológicas.

De acordo com a psicologia cognitiva, um problema pode ser definido como uma questão ou situação que envolve uma dificuldade, incerteza ou dúvida. Assim, existe todo um processo mental quando se trata de um problema. Seja para percebê-lo e/ou para resolvê-lo.

Assim, é possível descobrir o que fazer para lidar com o problema de uma maneira mais racional, além de aprender estratégias para resolver um problema. Isso pode ser utilizado em muitos problemas diários, diminuindo o sofrimento. Confira:

O ciclo utilizado para resolver um problema.

Existem algumas etapas que podem te auxiliar a resolver um problema. Vou listar essas etapas de maneira sequencial, mas elas geralmente ocorrem de modo aleatório em nossa mente.

Veja quais são as etapas da resolução de um problema:

Identificação do problema.

Primeiramente precisamos perceber que o problema existe e descobrir a sua origem. Pode parecer fácil, mas, ao tirar conclusões precipitadas ou erradas, isso poderá dificultar a resolução de um problema.

Definir o problema e as sua limitações:

Nesse momento em que o problema é percebido, passa a ser interessante defini-lo completamente. Isso inclui perceber a sua origem (quando começou), como ele está afetando a vida e como poderá afetar no futuro.

Assim, será possível perceber a real necessidade de resolução desse problema. O intuito é tornar o problema o mais claro possível, para que seja possível enfrentá-lo da maneira correta.

homem-pensando

Elaborar uma estratégia de solução.

Para resolver um problema, após sua identificação e compreensão, passa a ser importante elaborar estratégias para que ele seja resolvido. Isso irá depender da situação e do problema, além das características de cada pessoa.

Mas, para nossa sorte, existem também algumas estratégias cognitivas para resolver um problema. Dentre essas estratégias, pode-se destacar:

Brainstorm: realizar uma lista com as opções de resolução e analisar qual delas melhor se encaixa na situação.

Analogia: perceber como problemas semelhantes foram resolvidos no futuro.

Divisão do problema: com um problema complexo e grande passa a ser importante dividi-lo em problemas menores e mais simples, os resolvendo aos poucos.

Tentativa e erro: testar soluções aleatórias até encontrar a solução correta.

Testar hipóteses: criar uma hipótese com base na causa do problema e reunir informações para testá-la, até resolver o problema.

Organizar as informações.

Para resolver um problema é importante organizar todas as informações a respeito dele, assim você estará preparado para lidar com esse problema, encontrando uma solução mais adequada.

Utilizar os recursos para a resolução.

É preciso ter em mente que, de acordo com a importância do problema, será preciso alocar recursos para resolvê-lo. Esses recursos podem ser financeiros, de tempo, esforço e assim por diante. Assim, quanto maior o problema, mais recursos serão utilizados.

Para a resolução de problemas mais simples, não será necessário utilizar tantos recursos. Mas, o importante é encontrar os recursos adequados para que seja possível resolver um problema.

homem-inteligente

Perceber e monitorar o progresso.

Além disso, você precisará passar a monitorar o seu progresso na resolução desse problema. Afinal, um problema dificilmente será resolvido do dia para a noite. Assim, passa a perceber se a sua abordagem para resolver o problema está realmente trazendo resultados.

Há diversas maneiras de realizar isso, mas, o mais importante, é perceber se estão ocorrendo mudanças significativas para que o problema deixe de existir.

Avaliar os resultados.

A única maneira de ter certeza que você encontrou a solução correta para o seu problema é avaliando os resultados. Isso pode ser realizado ao longo do tempo, percebendo se o problema foi realmente resolvido ou parcialmente resolvido.

Esse é um processo que irá auxiliar para que seja possível realmente resolver um problema. Mas, é preciso ter em mente que, para isso, será preciso compreender e buscar maneiras de resolver os seus problemas.

Portanto, independente do tipo de problema, esse ciclo ocorre. Ao aplicá-lo de maneira adequada, será possível encontrar as soluções para os mais diferentes problemas do cortinado.

Fonte: KLEINMAN, PAUL. Tudo o que você precisa saber sobre psicologia: um livro prático sobre o estudo da mente humana. 1a. Ed. São Paulo: Editora Gente, 2015.


Leonardo Luchetta549 Posts

É psicólogo e redator de conteúdos. Escreve, reflete e pesquisa sobre os mais variados temas. Não considera a escrita como trabalho, mas uma necessidade da alma.

0 Comentários

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register