É possível ter uma separação saudável?

termino

A separação é algo muito temível em um relacionamento de longo prazo, principalmente nos mais estruturados, com casamento formal e em relações que já perduram por anos.

É muito comum que a separação seja um momento muito conflituoso entre as pessoas, fazendo com que uma não queira ver a outra para o resto da vida. Principalmente quando ocorrem graves problemas no relacionamento.

Mas será que é possível ter uma separação saudável e continuar respeitando a parceira, independente dos acontecimentos? Veja algumas reflexões importantes que podem modificar a forma como nós vemos a separação:

O respeito deve continuar.

Algo que está cada vez mais raro nos relacionamentos é o respeito. Quando se trata de relacionamento amoroso então, o respeito deixa de existir.

Mas é preciso ter em mente que no momento que ocorre a separação, a mulher deixa de ser sua parceira e deve ser respeitada sempre. Ou seja, independente do que aconteceu no relacionamento, é necessário continuar respeitando o outro.

Na separação o respeito é ainda mais importante, pois agora você não tem nenhum tipo de vínculo, fazendo com que ele seja ainda mais necessário.

A separação somente será satisfatória, quando o respeito entre os integrantes da relação perdurar.

casal-conversando

Perceba a parceira como alguém que te trouxe bons momentos.

Um relacionamento não é feito apenas de momentos ruis. Geralmente, os últimos anos da relação são mais conturbados e cheios de problemas. Por isso é comum que as pessoas apenas vejam a parceira de uma forma negativa.

Mas é preciso pensar que essa pessoa, com a qual você se separou, também já te trouxe bons momentos, te fez crescer e te ajudou. Por mais que isso tenha mudado nos últimos tempos.

Portanto, para manter o respeito com a parceira e conseguir ter um contato social saudável com ela, é preciso também pensar no passado.

Depois de separados não devem ocorrer brigas.

Um acontecimento muito comum é que as pessoas que se separam, quando param para conversar, acabam também brigando (como faziam no passado).

Por isso, é fundamental que não ocorram brigas depois da separação, pois as brigas se tornam muito mais graves depois da separação de um casal.

Mantenha em mente que brigar com a ex-parceira após a separação apenas influencia para que ela se distancie e, em alguns casos, a relação de vocês deve continuar, principalmente se vocês tiverem filhos.

Não exija mais nada dela.

Depois da separação, não deve ocorrer nenhum tipo de exigência, nem sua, nem dela.

Em alguns casos, mesmo depois de separados, as pessoas se importam com quem a ex está conversando, se ela está saindo com alguém e assim por diante.

Esse tipo de exigência não condiz com a nova relação de vocês, seja pelo convívio social, seja pela obrigação de pai e mãe e assim por diante. Se essa exigência ocorrer por parte dela, tente impor limites, demonstrando a realidade da nova relação de vocês.

Término de namoro

Compreenda os papéis de cada um.

Se mesmo depois da separação você seja obrigado a conviver com a sua ex, é interessante compreender qual é o papel de cada um. Afinal, o momento da separação é muito confuso, pois os papéis mudam completamente.

Por isso, tenha em mente qual é o seu papel, se você é pai, a sua relação com ela será de pai, com a mãe do seu filho, e esse deve ser o assunto principal de vocês.

Se forem outras obrigações, como negócios, convívio social e assim por diante, os papéis também precisam estar bem delimitados entre vocês.

Conviver não significa querer voltar.

Existe uma confusão muito grande em relação a convivência entre duas pessoas que já tiveram uma relação amorosa, em que há sempre essa dúvida se o outro deseja ou não voltar a ter uma relação.

Veja bem, ser obrigado a conviver com a ex-parceira não significa que vocês vão voltar um dia. É muito importante que cada um siga a sua vida e tente se desenvolver, independente do parceiro.

Sem ter a esperança de voltar ou ficar pensando que tudo o que a parceira faz é por ainda ter sentimentos amorosos por vocês. Afinal, a chance de você estar errado é muito grande.

Tente realmente colocar um fim no relacionamento amoroso e siga com essa nova relação (que pode ser de amizade, de parceria, por serem pais e assim por diante), tendo em mente que a relação amorosa ficou para trás.

Buscar por uma separação saudável também é uma forma de melhorar o convívio social e ter um futuro melhor, focando na melhora da qualidade de vida, tanto da sua quanto das pessoas ao seu redor.


Leonardo Luchetta527 Posts

É psicólogo e redator de conteúdos. Escreve, reflete e pesquisa sobre os mais variados temas. Não considera a escrita como trabalho, mas uma necessidade da alma.

0 Comentários

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register