Como saber o momento de desistir

desistindo

Nós fomos criados ouvindo que não devemos desistir nunca, que devemos ser persistentes para alcançarmos nossos objetivos. Aprendemos que quem desiste é fraco e que a vitória somente existirá se persistirmos em tentar. Associamos a falha e a desistência com a derrota e ninguém quer ser um derrotado.

O que não nos damos conta é que na desistência existe também muita coragem. Dificilmente o homem desiste por motivos banais! E a desistência geralmente tem suas consequências, principalmente as psicológicas. Essas consequências são decorrentes dessas nossas crenças negativas a respeito do desistir. Por isso, elaborei essa lista para que seja mais fácil saber o momento de desistir de algo. Para isso é preciso repensar esse conceito de desistência, tendo em mente que muitas vezes é preciso desistir para poder continuar a mudar.

Quando muitas tentativas levam ao fracasso.

Mesmo fracassando, alguns homens sentem a necessidade de continuar tentado para que seja possível “vencer” e não ser um perdedor, ou seja desistir. Assim continuam sempre cometendo os mesmo erros e insistem em algo que não existe possibilidade de funcionar. Isso serve para qualquer aspecto da vida, seja em um relacionamento fracassado, em um emprego sem futuro, em um negócio ou investimento e assim por diante.

É interessante começar a mensurar a quantidade de vitórias e de fracassos referente a um mesmo tema, para assim saber se devemos ou não desistir. É claro que o fracassos é mais comum que a vitória, mas em alguns casos, é preciso mudar o foco para conseguirmos alcançar nossas realizações.

Mesmo alterando as variáveis ainda existe o fracasso.

Existem diversas formas de realizarmos as coisas, ou seja, existem diversos caminhos que podemos ir para chegarmos a um mesmo objetivo. Quando você sentir que já trilhou todos os caminhos necessários, mas ainda não conseguiu nenhum resultado positivo, talvez seja hora de mudar o objetivo.

Veja bem, é importante ter em mente que isso deve ser feito caso você não tenha conseguido encontrar nenhuma perspectiva de vitória, encontrando apenas o fracasso. Assim fica mais fácil saber que você realmente não irá conseguir alcançar seus objetivos, sendo necessário até mesmo encontrar outro objetivo que seja mais plausível de ser alcançado (isso não que dizer que seja mais fácil).

failed-you-have

Quando existe mais desmotivação do que a motivação.

O fracasso geralmente traz consigo a desmotivação. Geralmente é uma desmotivação passageira, afinal, a recompensa de conseguir alcançar seu objetivo pode trazer a motivação necessária. Por outro lado, quando existe somente a desmotivação, mas você acredita que não pode desistir (justamente pela crença negativa a respeito da desistência), talvez seja realmente o momento de desistir.

Se motivado já estava difícil de alcançar suas realizações, com a desmotivação pode ser mais difícil ainda. É claro que isso não serve para todos os aspectos da vida, em alguns casos nós devemos realmente persistir para alcançar alguns objetivos. O problema é quando isso nos traz apenas dificuldades e nenhuma recompensa.

É importante saber mudar de objetivo.

As vezes, mesmo com a possibilidade de alcançamos os nossos objetivos atuais, nós sentimos que esses objetivos não nos trazem tanto prazer ou não fazem mas sentido para nós, como um dia o fez. Por exemplo, quando você decide que deseja ter uma determinada profissão, começa a estudar para isso, mas com o tempo percebe que essa profissão nada tem a ver com você e que será muito infeliz nela.

Nesses casos, mesmo com possibilidade de “vitória”, talvez seja necessário desistir e modificar os seus objetivos. Isso não deve ser visto como um fracasso, mas sim como uma possibilidade de um novo começo, buscando a sua felicidade futura.

plano b

Quando a infelicidade torna-se constante.

Nem sempre devemos buscar a felicidade, ou tê-la como parâmetro para nossas realizações. Em alguns momentos é preciso lidar com a infelicidade para alcançarmos um objetivo maior. O problema é quando esse objetivo é alcançado mas sentimos que encontramos apenas a infelicidade, que passa a ser uma constante em nossas vidas. Pode ser então que você perceba que optou pelo caminho (ou objetivo) errado e seja hora realmente de desistir.

Nesses casos é preciso procurar por uma escolha mais consciente e perceber qual é a hora certa de desistir ou de insistir para modificar a sua realidade. Isso pode ser feito através de um processo de autoconhecimento e modificação de percepções, que irá depende apenas de você.

Mas e como ter a coragem para desistir?

Não pretendo com esse texto dizer que precisamos desistir de tudo, apenas demonstrar que a desistência também é uma opção, não sendo uma opção negativa, mas em muitos casos pode ser a opção certa e até mesmo necessária. Para conseguir lidar com a desistência de uma forma mais natural, é interessante compreender suas crenças a respeito desse tema para que seja possível modificá-la.

frase-bob-marley

É interessante buscar por um momento em que você desistiu e percebeu que isso foi melhor para você, assim como, é importante buscar meios para modificar a forma como você pensar sobre a desistência e como isso pode ser importante em sua vida. Lidar adequadamente com esse tema é uma maneira de desenvolver-se como pessoa, aprendendo assim a lidar melhor com as questões normativas da vida.


Leonardo Luchetta530 Posts

É psicólogo e redator de conteúdos. Escreve, reflete e pesquisa sobre os mais variados temas. Não considera a escrita como trabalho, mas uma necessidade da alma.

0 Comentários

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register