Aprendendo a dizer não

Dizendo Não

É comum que muitos homens não saibam dizer o “não”. Ou que pelo menos, tenham muita dificuldade em fazê-lo e assim acabam aceitando muitas coisas que não deveriam ou até mesmo fazendo tudo para o outro, que acaba se aproveitando disso. É claro que não devemos dizer NÃO para tudo, assim como, não devemos dizer SIM para tudo. O “não” é bem vindo sempre que você acreditar que para realizar o que lhe foi pedido, isto custará muito de você e fará com que você tenha mais desvantagens do que vantagens ou até mesmo te tragam problemas futuros.

Pensando nisto, refletimos sobre algumas formas para que seja possível e, até mesmo, mais fácil dizer o não com mais naturalidade.

Entenda o motivo de dizer o não.

Para dizer o não para alguém é preciso que tenhamos em mente o porque de querermos dizer esse não. As vezes quando alguém nos pede algo, automaticamente já pensamos em dizer não, mesmo que digamos sim. É preciso então analisar este pedido, entendendo o porque da pessoa pedir e a probabilidade de conseguirmos realizar o pedido. Caso você perceba que isto te deixará cansado, que você não terá condições de fazer ou até mesmo que para fazer isto você terá que abrir mão de muitas coisas, talvez seja a hora de dizer o não e isto nos leva a próxima etapa.

Não é preciso que você responda na hora, você pode pedir um tempo para refletir sobre isto, assim ficará mais fácil para você decidir e poder mostrar para o outro que não lhe parece uma tarefa tão fácil assim.

Saiba como dizer o não.

O não pode ser dito de um forma que não seja visto pelo outro como uma coisa totalmente negativa. Para isso é preciso que você negue o pedido do outro de uma forma sutil, sempre tendo em mente que o não pode magoar, mas a forma de dizer pode amenizar. Começar a frase com palavras como “infelizmente..”, “eu gostaria, mas..”, ajuda que esse “não” seja amenizado. Por exemplo, quando alguém lhe pede algo, você pode dizer; “infelizmente não terei condições de fazer isto”, ou “eu gostaria de fazê-lo, mas infelizmente não conseguirei a tempo”. Dessa maneira, fica mais provável que o outro entenda de uma forma menos negativa o não.

Explique o motivo do não para a pessoa.

Não que você precise se justificar com a pessoa, mas você pode elencar os motivos que você pensou para dizer o não. Independente do motivo, seja porque você deseja dormir até mais tarde, porque estará passando algo na televisão que você quer ver, ou algo mais sério, você pode compartilhá-lo. Quando falamos a verdade, a probabilidade da pessoa entender é muito maior do que quando inventamos desculpas mirabolantes que podem fazer com que a pessoa desconfie que seja mentira e que possam demonstrar que você não o fará por estar de má vontade. Explicar o motivo é deixar que isso não aconteça.

Deixe aberto para momentos futuros.

Depois de explicar o motivo, de uma forma verdadeira, você pode comunicar à pessoa que neste momento você não irá conseguir realizar o que ela lhe pede, mas que em outro momento, no futuro, talvez você o possa. Deixe claro que este NÃO não significa que você nunca irá fazer algo para esta pessoa, mas que neste momento não é possível que isto aconteça, talvez no futuro seja mais provável de acontecer.

Demonstre alternativas para que seja resolvido.

Você pode dizer não, mas isto não significa que você não tentará ajudar de outras maneiras a pessoa. Por isto, se alguém lhe pedir algo e você sabe que não pode fazer mas talvez tenha como ajudar, ou até mesmo auxiliar o outro de outras maneiras, você pode propor isto. Até mesmo se você conhece alguém que consiga resolver o problema da pessoa de forma mais rápida, você pode recomendá-lo para esta pessoas. “Talvez eu não seja a melhor pessoa para isto, você poderia pedira para o…” ou “tem uma maneira mais fácil de fazer isto..” e etc., são ótimas maneiras do outro entender que você é muito eficiente, mesmo não ajudando-o diretamente.


Leonardo Luchetta547 Posts

É psicólogo e redator de conteúdos. Escreve, reflete e pesquisa sobre os mais variados temas. Não considera a escrita como trabalho, mas uma necessidade da alma.

2 Comentários

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register