O que os homens mais buscam no Google?

pesquisa-google

Já divulgamos, aqui, os termos que os brasileiros mais pesquisaram no Google em 2019. No universo do futebol, por exemplo, as buscas mais frequentes foram sobre a “Copa América” e a “Tabela do Brasileirão”, enquanto os clubes mais buscados foram o Flamengo e o Palmeiras. Já no mundo das séries, “Game of Thrones”, que exibiu sua temporada final este ano, saiu na frente, enquanto “Vingadores: Ultimato” ficou na dianteira no quesito cinema.

Na categoria de sites mais pesquisados, de acordo com a Alexa, as redes sociais e canais de streaming saíram na frente, estando entre as principais buscas realizadas por brasileiros em 2019. A surpresa, aqui, ficou por conta da presença do Twitch, um site de streaming cujo principal foco é a transmissão de videogames, mostrando a força do mercado de eSports no Brasil. Em paralelo, também foi possível notar o crescimento nas buscas pelos melhores sites de apostas com bônus sem depósito, que passaram a figurar na mira dos brasileiros nos últimos anos.

No entanto, foi outra a temática que mais chamou a atenção da Axe/Lynx: a insegurança masculina. Essa preocupação foi revelada pela empresa em uma de suas peças publicitárias, que apresenta algumas das dúvidas mais buscadas por homens de todo o mundo.

É ok ser magrelo?

Tudo bem não gostar de esportes?

É ok ser virgem? Experimentar (a sexualidade) com outros caras?

Tá tudo bem caras usarem rosa?

É normal ficar nervoso? Ter cabelo comprido? Gostar de gatos? Tirar selfies? se depilar?

É ok para o homem se sentir depressivo?

Ter medo?

As perguntas apresentadas acima são reais, feitas por homens reais. É palpável como, por trás de cada um desses questionamentos, muitas vezes suprimidos pela vergonha, existem problemáticas ligadas ao machismo que está enraizado em nossa sociedade. É necessário fugir desse padrão e já existem grupos que buscam reverter esse quadro.

Homens que combatem a masculinidade tóxica

Falar sobre masculina tóxica deixa, cada vez mais, de ser um tabu, fazendo com que muitos homens passem a adotar uma postura combativa frente a essa questão. Prova disso é o surgimento de diversos grupos em todo o Brasil que se reúnem para discutir sobre como suas ações são fruto de uma sociedade machista e o que pode ser feito para transformar essa realidade.

Um grupo, que se reúne semanalmente em uma bar da capital paulista, inicia seus encontros com a pergunta: “de que forma a masculinidade tóxica afetou a sua semana?”. A partir disso, conversam sobre como podem desconstruir padrões que carregaram ao longo de toda a sua vida, mas que agora percebem como nocivos.

Pedro*, um dos participantes do grupo, relata que os principais tópicos abordados nos encontros estão relacionados a questões familiares, sexuais e afetivas. Além disso, conta que eles também falam sobre como lidam e combatem o machismo que percebem em si mesmos.

O grupo é diverso: homens da classe B e C, dos 20 aos 50 anos de idade. Alguns ainda no início de sua juventude, enquanto outros já são pais de família. Pedro conta que buscou as reuniões ao perceber que os homens não conversavam entre si sobre o que os incomodava, o que nos leva a perceber o quão secretas são as buscas que culminaram na peça publicitária da Axe/Lynx.

Já para Caio César Santos, 24 anos, que ministrou o minicurso “Entendendo as masculinidades” no Rio de Janeiro, é necessário que o fardo da desconstrução não mais recaia apenas sobre as costas das mulheres. Com esse objetivo, ele criou um curso com quatro aulas que busca repensar e transformar os conceitos de masculinidade dos participantes

“Os homens precisam começar a falar sobre comportamentos tóxicos associados à masculinidade, e como podemos mudá-los. Tanto internamente como no mundo. Por isso, precisamos nos sentir à vontade para lidar com nossos sentimentos e emoções. Só assim podemos sair das nossas zonas de conforto e criar redes de apoio”, afirmou.

* Nome fictício.


Tudo Para Homens828 Posts

Um portal sobre tudo que o homem gosta e mais um pouco: Automobilismo, Comportamento, Relacionamento, Entretenimento, Estilo, Gastronomia, Bebida, Mulheres, Tecnologia e muito mais.

0 Comentários

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register