Conheça os setores que estão investindo em eSports

eSports

Quem de nós, que cresceu dos anos 80 jogando games antigos, poderia imaginar que um dia um de nossos maiores hobbies pudesse virar uma competição esportiva? O fato é que não há mais maneira de contornar isso, os eSports estão em constante ascensão. O jogo competitivo podia até ser um conceito estranho há alguns anos e ainda soar meio esquisito aos mais conservadoras mas agora está se tornando uma indústria de bilhões de dólares. O crescimento dos eSports tem sido excepcional e, com a crescente popularidade, vem o investimento pesado. Da Amazon ao Facebook, empresas multibilionárias estão colocando grandes somas de dinheiro nesse setor relativamente novo.

Todo setor esportivo tem suas próprias marcas dominantes na comercialização de equipamentos. O futebol e o basquete tem a Nike e adidas, o tênis e o futebol americano a Wilson e os eSports também tem suas próprias marcas. A BenQ e a Razer, por exemplo, são algumas das principais marcas em que os jogadores confiam, sendo que esta última se tornou uma empresa bilionária. A Alienware se tornou popular para computadores, enquanto empresas como a Logitech estão tomando a dianteira em teclados para jogos e outros acessórios.

Os eSports são uma oportunidade única para os investidores chegarem a um público específico: os jovens. Cerca de dois terços dos fãs de eSports tem entre 18 e 34 anos e surpreendentes 43% têm uma renda média de pelo menos US $ 75.000 anuais, de acordo com uma pesquisa de 2016. Esta é a principal razão pela qual as empresas estão tão ansiosas para investir nesse setor.

Há obviamente muito dinheiro a ser gerado neste setor incrivelmente rápido. Em 2011, o valor global dos eSports como indústria era de aproximadamente US $ 100 milhões. Em 2019, estima-se que esse valor ultrapasse US $ 1 bilhão e, em 2022, ultrapasse US $ 2 bilhões. É um crescimento assustador como este que atrai tantas empresas para lutar por uma fatia desse bolo. Vamos observar abaixo alguns dos diversos setores que investem em eSports no momento.

Mídias tradicionais e Sociais

O Facebook é uma das maiores empresas que vem investindo em jogos competitivos. Depois de vários anos de especulação, a empresa de mídia social montou seu próprio serviço de streaming de eSports no Facebook Live, além de assinar um acordo exclusivo de streaming com um novo torneio de jogos, o Paladins Premier League. O popular jogo de tiro em primeira pessoa da Hi-Rez, Paladins, tem dezenas de milhões de jogadores em todo o mundo e o Facebook espera uma história de sucesso.

A gigante do esporte ESPN assinou um acordo exclusivo de US $ 300 milhões com a Riot Games para os direitos de transmissão de League of Legends, enquanto empresas como a Paramount optaram por investir seu dinheiro em patrocínio de equipes.

league_of_legends_world_championship

Apostas

Um setor de sucesso construído em torno de esportes tradicionais como futebol, basquete, lutas e outros é a indústria de apostas online. Em 2015, a Betway Casino tornou-se a primeira casa de apostas tradicional a oferecer o seu próprio portal de eSports, com fãs se tornando capazes de apostar em tudo, desde Counter-Strike (Valve) a Dota 2.

É obviamente uma nova área para apostar que as empresas investem, portanto, há poucos precedentes para as quais as equipes e os jogadores devem ficar de olho. Como resultado, empresas como a UltraPlay são solicitadas a fornecer informações especializadas sobre o mundo dos eSports.

Finanças e Serviços ao Consumidor

Para a maioria das empresas deste setor, o investimento assume a forma de patrocínio direcionado. A CenturyLink e a Visa investiram em acordos de patrocínio de eSports com marcas ansiosas por atingir os jovens.

Uma empresa que adota uma abordagem mais prática é a gigante do varejo, a Amazon. A empresa fez um dos primeiros grandes negócios de eSports em 2015 com a compra do site de streaming online, Twitch. Desde então, tomaram medidas para ter um papel ainda maior nos jogos competitivos. Eles montaram seus próprios estúdios de jogos, desenvolvendo títulos voltados para eSports, bem como uma moeda virtual, “Steam +”.

twitch

Comida e bebida

Poucas indústrias adotaram investimentos em eSports como o setor de alimentos e bebidas. Um clichê que os eSports podem ter dificuldade em se livrar é que seus atletas estão mais acostumados a fast food e doces do que dietas com controle de calorias e academia. O investimento em comida e bebida é importante para isso

Bebidas energéticas são consumidas por muitos jogadores ansiosos para obter aquela explosão extra de cafeína em uma sessão particularmente cansativa. A Redbull está fortemente investindo no setor. Empresas de fast food também estão entrando em cena. Grandes marcas globais como o Mc Donald’s e o Burger King investiram dinheiro.

Do “rídiculo” a indústria bilionária

O jogo competitivo cresceu muito nos últimos anos. De quase ser ridicularizado pelo resto da sociedade, os eSports passaram das sombras para o centro das atenções e as empresas em todo o mundo estão ansiosas para se envolver. Hoje é possível ganhar dinheiro jogando games e o investimento nesse setor é uma oportunidade para muitas empresas ansiosas por atingir esse público alvo. Não é de surpreender que algumas das maiores empresas do mundo estejam investindo em jogos competitivos. Com financiamentos como esses, talvez os eSports se tornem uma indústria de bilhões de dólares mais cedo do que se possa imaginar.


Tudo Para Homens638 Posts

Um portal sobre tudo que o homem gosta e mais um pouco: Automobilismo, Comportamento, Relacionamento, Entretenimento, Estilo, Gastronomia, Bebida, Mulheres, Tecnologia e muito mais.

1 Comentário

  • Oliver Reply

    15 de outubro de 2018 at 06:25

    Além disso, grandes investidores do mercado brasileiro de eSports são sites de venda e compra de skins CS: GO e Dota 2, como este – https://skins.cash/pt

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register