Como criar as melhores resoluções de Ano Novo

manila ano novo

As resoluções de ano novo são muito comuns, sendo realizadas no fim de um ano, como promessa para o próximo. Elas geralmente acabam não sendo tão respeitadas no durante o ano. Em alguns casos exigem resoluções que são apenas desejos, mas, que no fundo, a pessoa não sente vontade em realmente realizá-las.

Existem também as pessoas que não refletem muito sobre as suas resoluções e acabam fazendo desejos e promessas mais superficiais. Assim, acabam não realizando nenhuma de suas resoluções de fim de ano.

Pensando nisso, separamos algumas dicas para você criar as resoluções de ano novo voltadas para as suas necessidades, fazendo com que seja mais fácil realizar todas elas. Assim você irá evitar as resoluções superficiais. Portanto, veja como criar as melhores resoluções de ano novo:

Desejo vs. Necessidade.

Para criar as suas próprias resoluções de ano novo, é interessante perceber a diferença entre desejo e necessidade. Assim, será mais fácil pautar suas resoluções no que realmente importa.

O desejo pode ser visto como algo um pouco mais superficial. Sendo algo que você quer que aconteça, mas que a princípio não irá melhorar a sua vida se ocorrer. É algo que demanda seu esforço para realizar, mas que não irá te trazer grandes mudanças.

A necessidade já é algo menos superficial. É algo que você precisa ou necessita para melhorar ou facilitar a sua vida. Demanda mais esforço, tempo ou dinheiro para realizar, mas irá trazer mudanças significativas na vida.

Assim, as suas resoluções devem levar em consideração as suas necessidades e nem tanto o seu desejo.

Por exemplo: trocar de carro pode ser um desejo (desejo por mais conforto, por mais comodidade na hora de dirigir). Já o conseguir uma máquina nova para sua empresa (para produzir mais), pode ser visto como uma necessidade (que poderá trazer mais benefício no futuro).

Os dois exemplos envolvem dinheiro, por isso, talvez seja interessante investir seu dinheiro em uma necessidade e não em um desejo. Com isso, será mais fácil de você realmente realizar a sua resolução.

Por isso, as suas resoluções devem levar em consideração as necessidades para o próximo ano e nem tanto os seus desejos. Quanto mais urgente for, mais fácil será para realizar.

Leve em consideração os benefícios para criar uma resolução.

De maneira geral, as resoluções de fim de ano que mais te trouxer benefícios serão as mais fáceis de ser realizadas. Afinal, o benefício irá te trazer um reforço a mais para se esforçar em concluir seus projetos.

Por isso, na hora de criar a sua resolução, será interessante perceber quais delas vão trazer mais benefícios em longo prazo. Assim, será mais fácil criar resoluções por ordem e importância. Com isso, você acaba tendo uma lista com resoluções que será realmente capaz de concluir para o próximo ano.

Divida as resoluções por aspectos da vida.

Nós temos diversos aspectos da vida que podem ser separados. No geral, os principais são: profissional, familiar e lazer. Assim, você também pode dividir as suas resoluções levando em consideração alguns aspectos. Com isso, as suas resoluções vão ter diferentes níveis de importância, mas poderão ser mais facilmente realizadas.

Utilizando o exemplo anterior, o comprar uma máquina para a empresa se encaixa nas resoluções profissionais, enquanto a troca do carro pode estar na questão do lazer (ou profissão também, dependendo do uso do mesmo).

Ao realizar essa divisão, você terá uma lista com resoluções mais completas fazendo com que você possa realizar a maioria delas sem problemas, focando no que realmente é importante.

O importante é a qualidade e não o conteúdo.

Devemos levar em consideração que, quando se trata de resoluções de ano novo, o importante é a qualidade delas e não a quantidade. Ou seja, não adianta ter uma lista com 10 resoluções, sendo que você irá apenas completar duas ou três delas.

Por isso, é fundamental criar uma lista de resoluções com apenas o que for realmente importante para você completar no ano seguinte. Assim, você terá um lista com coisas importantes para fazer, facilitando que você conquiste todas elas.

No fim das contas, as consequências positivas de ter realizado o que for importante serão muito mais benéficas do que completar coisas sem importância no próximo ano.

Essa é uma ótima maneira de criar as suas resoluções de ano novo, voltando-se para as suas reais necessidades, no lugar de apenar criar uma lista que você irá deixar de lado no mês seguinte.


Leonardo Luchetta552 Posts

É psicólogo e redator de conteúdos. Escreve, reflete e pesquisa sobre os mais variados temas. Não considera a escrita como trabalho, mas uma necessidade da alma.

0 Comentários

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register