As relações humanas e os aplicativos de relacionamento

men-using-app

Muitos solteiros utilizam de aplicativos de encontros online para encontrar parceiras sexuais casuais e até mesmo para encontrar o tão esperado amor. Mas será que é possível encontrar alguém especial nesses aplicativos? Ou eles reservam-se apenas para encontros de curta duração?

São esses questionamentos, entre outros, que os estudiosos estão tentado revelar. Atualmente está ocorrendo uma mudança social com o advento da tecnologia (e suas peculiaridades), mais especificamente com os aplicativos de paquera online, onde a pessoa conhece a outra pela internet para depois conhecê-la pessoalmente. Isso passou a ser possível recentemente. Portanto, os encontros atualmente estão ocorrendo de forma diferente de como já foram um dia. Os resultados dessas mudanças nós saberemos daqui a alguns anos, no momento nos cabe apenas a reflexão.

Nos encontros comuns (principalmente nos de antigamente), quando as pessoas se conhecem pessoalmente, acontecem algumas alterações químicas no cérebro humano, como, por exemplo, o aumento da dopamina, que faz nos “apaixonarmos” pela pessoa que estamos saindo (possibilitando o início de um relacionamento), continuando ainda nos estágios iniciais do relacionamentos. Esse é o famoso “no início era tudo melhor”.

romance

Era melhor porque os níveis de dopamina estavam altos e você percebia as coisas de uma maneira diferente (entre outras coisas).

Atualmente alguns cientistas estão pesquisando se este efeito também ocorre nos encontros organizados pela internet, quando selecionamos as pessoas apenas pela aparência, fazendo com que o encontro seja mais “superficial” e mais fácil de ser “trocado”.

Nesses encontros online, é mais fácil “bloquear” a pessoa e parar de comunicar-se com ela, isentando-se da responsabilidade de dar explicações e até mesmo de informar o porquê de o encontro não ir adiante.

Não há dúvidas de que ficou mais fácil conseguir encontros com pessoas solteiras e até mesmo ter relações sexuais com mais frequência. Mas é possível que essas mudanças tenham dificultado o relacionamento de longo prazo, tendo em vista que muitas pessoas que utilizam esses aplicativos estão apenas buscando por satisfação rápida e “fácil”. Não que isso seja ruim, mas pensando a longo prazo, pode ser prejudicial.

Esses aplicativos podem estar sendo responsáveis por diminuírem o romantismo no momento da paquera e até mesmo diminuir a quantidade de relacionamentos de longo prazo, tendo em vista que a “fila” é grande, e as possibilidades de encontros são muito maiores.

tinder

Já presenciei casais terminarem o relacionamento por causa de aplicativos desse tipo, pois os integrantes estavam dispostos a encontrar novos parceiros. É claro que a troca de parceiros é natural e até mesmo benéfica, mas será que está nos fazendo bem?

Não tenho o intuito de julgar ou menosprezar esses serviços, meu objetivo é apenas trazer a reflexão acerca de como estão ocorrendo os encontros e relacionamentos na atualidade, pensando ainda em como será para as novas gerações, que já nasceram inseridas nesse meio, vendo tudo isso como algo completamente natural.

Nos resta apenas perceber as mudanças sociais que estão ocorrendo e, principalmente, trabalharmos juntos para diminuir os malefícios e tentar maximizar os benefícios da tecnologia em nossas vidas e em nossos relacionamentos.


Leonardo Luchetta549 Posts

É psicólogo e redator de conteúdos. Escreve, reflete e pesquisa sobre os mais variados temas. Não considera a escrita como trabalho, mas uma necessidade da alma.

0 Comentários

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register