Selfie de Pau – A Falocracia Nossa de Cada Dia

Selfie de Pau

– “Não saio com homem que usa pau de selfie” – afirmou minha amiga com toda a convicção de uma ereção.

– “Mas com homem que te manda selfie de pau você sai, né?” – perguntei debochando das nossas vidas sexuais tão a la George Owell.

The IPhonekkake – Luis Quiles
The IPhonekkake – Luis Quiles

Há cerca de 5 mil anos o homem descobriu seu papel imprescindível como fertilizador por acaso, sem querer. Foi na tentativa de domesticar os animais que ficou clara a impossibilidade da fecundação sem o sêmen.

O pênis tornou-se um poderoso objeto de adoração e fé religiosa entre diferentes povos e culturas em todo mundo antigo. Monumentos fálicos foram criados para simbolizar o culto a fertilidade humana e a dos campos.

Em Roma o deus do pênis era Baco; no Egito, Osíris; na Índia, Shiva; na Grécia era o pênis de Hermes que ornamentava a fachada das residências; na atualidade, as selfies das picas dos nossos namorados e amigos coloridos que circulam potentemente os nossos celulares todos os dias.

Nunca conheci um único homem que não tivesse ao menos uma foto tirada por ele mesmo de seu próprio pau ereto e pronto para ser enviada pelo seu iPhone.

Os generais vitoriosos da Roma Antiga desfilavam com falos gigantescos sobre seus carros, hoje a tradição é a troca de imagens genitais na nossa moderna dança do acasalamento.

A selfie de pau se tornou parte da nossa cultura: os homens adoram auto – retratar sua potência em pixels e as mulheres se excitam muito em receber tais demonstrações de virilidade afetuosa.

Infelizmente nossa sociedade ainda se esconde em mensagens que requerem anonimato e onde os proprietários dos direitos autorais de tal obra pedem pra que tudo seja deletado após de visto. Em pleno ano de 2015, concluo que mente o homem que nega sentir prazer em mostrar a sua paudurência e hipócrita é a mulher que se diz ofendida ao ver em sua tela uma fascinante pica dura apontando direto pra ela.

Ao meu ver, não há demonstração mais efetiva e genuína do que se esta sentindo que uma selfie de pau – ou de boceta.

mulher

Quem sabe, no decorrer dos anos, não consigamos viver numa sociedade que não isole a genitália do rosto exclusivamente por pudor e não precisemos esperar por tanto tempo para dar rosto a nossas manifestações artísticas e libidinosas.


Rebeca Galabarof2 Posts

Camgirl, atriz, empresária, escritora e aspirante a sexóloga.

1 Comentário

  • Bruno Gabriel Reply

    23 de janeiro de 2015 at 14:45

    Como faço para entrar no grupo do viber?

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register