Manual de como assistir e aproveitar o filme “A Árvore da Vida”

a-arvore-da-vida

Esperei passar alguns dias do lançamento para conseguir assistir o filme A Árvore da Vida com sossego. Na verdade o cinema não estava tão vazio quanto eu esperava, o que me fez sentar na primeira fileira. Mas nesse filme, ter sentado na primeira fileira foi sensacional.

E depois de assistir o filme, imergir nessa experiência, ouvir várias críticas e pensar bastante… resolvi, ao invés de fazer um post falando sobre o roteiro, câmeras diferenciadas, direção de arte, etc., criar uma lista de dicas para você que ainda não assistiu esse filme poder apreciar essa obra prima da melhor forma:

Antes

• Fique alguns dias sem assistir filmes Hollywoodianos. Isso te ajudará a desacostumar do esqueleto básico dos filmes de Hollywood. Melhor ainda se puder assistir filmes como: “2001, Uma Odisséia no Espaço”, “Laranja Mecânica”, “Magnólia”, “O Escafandro e a Borboleta”, etc.

• Se não é do seu costume, escute um pouquinho de música erudita. É bom para você se acostumar com esse tipo de composição e vibração musical. (Bach, Brahms, Tchaikovsky, Beethoven, Schumann, etc.)

• Não leia críticas, assista com o pensamento neutro e livre de pré-conceitos.

• Pesquise um pouco sobre A Árvore da Vida no Google. Pois ela é tema de diversas religiões e cultos (Bíblia, Cabala, Hinduismo, etc.) e é a essência desse filme.

• Não esteja cansado e com sono, pois o filme é bem parado e conceitual.

Durante

• Se possível, tente assistir o filme sozinho. Parece estranho ir ao cinema ou assistir um filme em casa sozinho, mas nesse caso pode ser uma ótima opção. Você irá imergir na história e não se prenderá às opiniões de um amigo, familiar ou namorada(o) durante o filme (se a pessoa não está preparada ou não está no mesmo clima, ela poderá estragar todo o seu filme).

• Tente assistir em uma tv com boa qualidade e grande, tente sentar o mais próximo possível para se sentir parte do filme (não se preocupe, o filme tem poucas falas e, consequentemente, legendas).

• Não pense, não tente conceituar, não procure diálogos explicativos. Deixe-se levar pela história e pelas experiências que o filme traz.

• Mantenha o silêncio, interno e externo. Fique longe de coisas que irão te distrair. Desligue o celular.

Depois

• Não deixe a história acabar no fim do filme. Reflita, converse e discuta.

• Assista novamente. Na segunda vez você irá usar o seu lado da “razão” e irá entender alguns detalhes e conceitos que, com certeza, você não tinha notado na primeira vez.

Por fim, tenho certeza que se você realizou todos esses passos, também vai ter assistido um dos melhores filmes já feitos na história do cinema.

Lembre-se: Para quem come todo dia arroz e feijão, o scargot parece esquisito.


Guilherme Cury1497 Posts

30 anos, blogueiro, publicitário e músico. Formado em Propaganda & MKT, é blogueiro há mais de 10 anos. Atualmente trabalha com conteúdo para internet e se aventura no mundo musical.

0 Comentários

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register