Estresse no trabalho e problemas financeiros afetam a saúde do sono dos brasileiros

homem-dormindo

O número de pessoas na América Latina que possui algum distúrbio do sono continua aumentando, o que implica em um risco para a saúde pública por conta dos efeitos na qualidade de vida, na economia e na produtividade. A Royal Philips faz um chamado à população sobre a importância de compreender as condições que geram estas doenças, conhecer os passos sobre a sua prevenção e buscar o diagnóstico e tratamento adequados.

No mundo, a incidência de pessoas com algum distúrbio do sono é de 46% a 50%. No Brasil, 39% da população alega que preocupações financeiras são um dos principais fatores de uma noite mal dormida, enquanto 33% afirmam que o trabalho é a principal causa deste problema.

Na América Latina, em países como Argentina e Colômbia registram uma alta incidência de pessoas com algum distúrbio do sono, atingindo níveis como 40% e 27%, respectivamente. No México, 35% da população adulta tem dificuldade para dormir.

Os distúrbios do sono são caracterizados por mudanças nos hábitos de dormir atrelado a condições como insônia, ronco e Apneia Obstrutiva do Sono (AOS), uma das condições mais comuns. No âmbito mundial, mais de 100 milhões de pessoas, sofrem de AOS.

Fontes: Sleep Apnea e Stop Bang.


Guilherme Cury1497 Posts

30 anos, blogueiro, publicitário e músico. Formado em Propaganda & MKT, é blogueiro há mais de 10 anos. Atualmente trabalha com conteúdo para internet e se aventura no mundo musical.

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register