6 motivos para começar a se exercitar

exercício físico

Confira pesquisas que mostram que, além de ajudar a emagrecer, os exercícios físicos podem ser grandes aliados para uma vida melhor:

1. QUEM SE EXERCITA GANHA MAIS DINHEIRO

Pode parecer estranho, mas essa foi a conclusão de uma pesquisa recente feita pelo economista Vasilios Kosteas, da Cleveland State University. De acordo com ela, pessoas que fazem exercícios físicos pelo menos três vezes por semana ganham 9% mais do que sedentários. Quem malha de uma a três vezes na semana, ganha 5% a mais.

O motivo não está na ideia de que pessoas que malham são mais bonitas ou magras. Na verdade, essa diferença se dá porque, segundo o pesquisador, a ginástica ajuda no foco e na atividade cerebral, liberando endorfinas e melhorando a saúde e as habilidades físicas e emocionais das pessoas. Tudo isso, claro, resulta em um profissional mais produtivo, capacitado e qualificado.

2. EXERCÍCIOS SÃO BONS PARA O DESEMPENHO SEXUAL

O cansaço resultante das atividades físicas não atrapalha em nada a vida sexual das pessoas. Pelo contrário, os treinos podem ser benéficos para prevenir e tratar a disfunção, e, ainda, aumentar o desejo sexual. Pesquisadores da Unicamp conseguiram provar, em 2008, que praticar atividades aeróbicas cinco vezes por semana, por pelo menos meia hora, é um bom tratamento para problemas de ereção.

Já um estudo da University of California mostrou que corridas de 15 a 20 minutos de duração, todos os dias, são suficientes para aumentar a libido de mulheres e homens com problemas de desejo.

3. MALHAR AJUDA NOS ESTUDOS

Para adultos que trabalham e estudam, encaixar um exercício físico na rotina pode ser uma ideia fora da realidade, mas investigações recentes feitas em diversos países revelam que pode valer a pena. Os resultados mostram que a atividade cerebral, a memória e o aprendizado sofrem considerável melhora com o exercício, em comparação com pessoas sedentárias.

Uma pesquisa da University of Illinois, nos Estados Unidos, por exemplo, indicou que os treinos estimulam a produção de neurônios ligados às funções cognitivas, que permitem assimilar e memorizar conteúdos.

4. TREINOS SÃO TRATAMENTO PARA DEPRESSÃO

Os tradicionais remédios contra a depressão nem sempre fazem o efeito desejado e, no lugar deles, os exercícios físicos podem conseguir reverter o quadro. Uma pesquisa de 2011, feita pelo UT Southwestern Medical Center, provou esse fato. Os cientistas analisaram um grupo de pessoas de 18 a 70 anos com quadro de depressão e que não haviam respondido bem ao medicamento dado no início do tratamento.

Depois de fazerem exercícios por 12 semanas – escolhidos de acordo com o perfil de cada um, 30% se recuperaram completamente e 20% tiveram melhora considerável. Resultado que não havia sido alcançado pelas pílulas.

5. FALTA DE EXERCÍCIOS PODE MATAR TANTO QUANTO O TABACO

Se você não fuma, mas não pratica exercícios físicos, o risco de morrer prematuramente é quase tão grande quanto se fosse viciado em tabaco. Um estudo publicado em julho deste ano indicou que a causa da morte precoce de uma em cada dez pessoas está ligada à falta de ginástica.

A pesquisa afirma que, todo ano, 5,3 milhões de pessoas perdem a vida por doenças cardíacas, diabetes, câncer de mama e cólon, além de outros problemas ligados ao sedentarismo.

6. EXERCÍCIOS AJUDAM A TRATAR DIABETES E DOENÇAS DO CORAÇÃO

Além de prevenir doenças, as atividades físicas podem contribuir para a recuperação, de acordo com vários estudos. Um deles, realizado na Universidade de São Paulo – USP, indica que as atividades regulares ajudam no tratamento de diabetes mellitus tipo 1. Além disso, eles são benéficos para melhorar a pressão arterial e a frequência cardíaca, o que também indica a sua contribuição no tratamento de doenças coronarianas.

Fonte: Revista Exame.


Guilherme Cury1522 Posts

30 anos, blogueiro, publicitário e músico. Formado em Propaganda & MKT, é blogueiro há mais de 10 anos. Atualmente trabalha com conteúdo para internet e se aventura no mundo musical.

1 Comentário

  • Marcelo Costa Reply

    27 de agosto de 2014 at 10:44

    Olá,
    Por mais que eu tenha lido que a fonte é da revista exame, e assim não traz muita informação, irei comentar alguns desses beneficios.
    O primeiro, de quem ganha malha ganha mais exercício, não tem estudos que comprovadamente consigam afirmar isso, pois pode ser confundido nos métodos do estudo. Isso fica claro no exemplo que irei passar. Se analisarmos se a quantidade de crime aumenta com o aumento do número de igrejas existentes na cidade, verificaremos isso uma correlação alta e forte, mas será que o número de igreja realmente é o causador do aumento dos crimes ou seria o aumento da população, então no caso da academia e dinheiro não conseguiríamos verificar porque não saberíamos dizer se eles ganham mais e por isso fazer exercícios ou se fazem exercícios e ganham mais.
    O segundo tópico que irei comentar é em respeito de estudo e exercício. Se realmente isso fosse verdade, teríamos que os atletas seriam sempre os com melhores memórias, pois constantemente estão realizando exercícios e quase sempre tem um APTIDÃO FÍSICA invejável.
    E por último, mas não menos importante. Fumar é bem, mas muito, muito muito pior do que ficar sem fazer exercício, oposto aos dois primeiros, esse existe um consenso, pois você pode ter uma boa saúde controlando somente a alimentação, infelizmente é difícil.
    Só para não parecer que sou alguém que é contra a realização de exercícios, sou formado em Educação Física, e acho que devem ter outros motivos para a realização dos exercícios.

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register