O relacionamento aberto funciona?

relacionamento-aberto

Relacionamento amoroso geralmente é um tema complexo, principalmente quando falamos de relacionamento aberto. O relacionamento aberto geralmente é aquele em que os integrantes praticam o ato sexual (e até mesmo amoroso), mas ao mesmo tempo estão livres (ou abertos) para relacionar-se com outras pessoas.

Existe ainda muita fantasia e misticismo sobre esse tema e pretendo com esse artigo acabar com os mesmos, refletindo sobre os relacionamentos abertos e na possibilidade ou não desses relacionamentos funcionarem corretamente.

Este artigo tem como finalidade, portanto, refletir acerca dos relacionamentos amorosos e sexuais, seja em relacionamentos convencionais ou abertos. Essa reflexão irá possibilitar a resolução da questão principal e primordial deste artigo que é: O relacionamento aberto realmente funciona?

Todos os tipos de relacionamento são, em sua origem, um “contrato firmado” entre as duas partes. No relacionamento convencional e monogâmico, o homem e a mulher concordam em dar exclusividade um para o outro, trocar afeto e prazeres sexuais apenas entre si, ficando assim, restritos. Essa é a forma mais comum de relacionar-se amorosamente atualmente. No relacionamento aberto, no entanto, não existe esse contrato de exclusividade, e, como foi dito, ambos os parceiros ficam “livres” para buscar outras relações.

Nesses contratos (que podem ser explícitos ou implícitos), há regras que variam de acordo com a vontade e necessidade de cada um. Comumente, no relacionamento monogâmico, o contrato já é socialmente aceito e explicito, de forma que os integrantes dificilmente conversam sobre os limites, diretos e deveres na relação. Porém, no relacionamento aberto, esse contrato e essas regras não estão tão claros assim (principalmente por não ser um tipo de relacionamento tão comum). Por esse fato é que o “contrato” deve ser algo muito bem conversado e refletido entre as pessoas que decidirem por um relacionamento aberto.

Lembrando que esse contrato é na verdade as limitações e imposições existentes em um relacionamento, ou seja, tudo o que pode ou não ser feito. Conversar sobre isso é uma das principais maneiras de ter um relacionamento aberto funcional e prazeroso.

the-dreamers

Como o relacionamento aberto não é algo tão comum, muitas pessoas podem acreditar que eles não darão certo, podendo até mesmo ter pensamentos negativos a respeito dessa modalidade de relacionamento. Por isso, outra maneira de fazer com que o relacionamento aberto funcione de fato é ter certeza que você está pronto e deseja um relacionamento dessa natureza. A sua parceira também precisa estar segura disso para que os benefícios desse relacionamento sejam alcançados.

Quando ambos os integrantes do relacionamento estão seguros e desejam ter um relacionamento aberto realizam a conversa acerca das regras da relação, mais provável será que o relacionamento funcione. Mas é preciso lembrar ainda que ter um relacionamento aberto difere de ser solteiro, afinal. Como todo relacionamento, no aberto o integrante também têm suas responsabilidades, que devem ser seguidas e mantidas. Por isso não devemos ver o relacionamento aberto como apenas uma forma de ter uma parceira sexual, mas sim, como uma forma diferente de relacionamento que pode ou não transformar-se em um relacionamento convencional, isso dependerá apenas de seus integrantes.

Lembrando que o relacionamento convencional também pode virar um relacionamento aberto quando os integrantes concordam e percebem os benefícios que podem ter com essa mudança.

relacionamento-aberto

Como todo relacionamento, nessa modalidade também existe alguns pontos negativos e outros positivos, que devem ser refletidos e percebidos antes de optar por ele. Mas como em muitos aspectos da vida, às vezes apenas conseguimos aprender quando vivenciamos as experiências. E é experimentando que encontramos o tipo certo de relacionamento para nós. Por isso, se você já se interessa por essa modalidade, você pode conversar com sua parceira ou buscar uma parceira que também tenha esse interesse. Somente assim você terá certeza se deseja isso ou não para a sua vida.


Leonardo Luchetta481 Posts

É psicólogo e redator de conteúdos. Escreve, reflete e pesquisa sobre os mais variados temas. Não considera a escrita como trabalho, mas uma necessidade da alma.

1 Comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register