Guia de Viagem: O que fazer em Verona (Itália)

Verona-Italia

Verona é uma cidade que vale uma visita se você estiver na região do Vêneto (norte da Itália).

Tive a oportunidade de ficar dois dias nessa bela cidade e resolvi fazer um guia do que você não pode deixar de conhecer quando estiver por lá.

História

A cidade de Verona, segundo historiadores, foi fundada pelos Celtas. Mais tarde, foi uma colônia romana em 89 a.C., com o nome de “Augusta”. Foi capital de ducados durante a Reino Lombardo. Em 145 foi uma colônia de monges Benedetinos.

Verona chegou a ostentar a supremacia artística de toda a Itália, sendo sede de uma escola pictórica onde se destacou Paolo Veronese. A cidade foi incorporada ao Reino de Itália, em 1866, com a Terceira Guerra de Independência Italiana.

A cidade foi declarada como patrimônio da humanidade pela UNESCO devido sua estrutura urbana e arquitetura. Verona é um maravilhoso exemplo de cidade que se desenvolveu progressivamente e sem interrupções durante dois mil anos, integrando elementos artísticos de altíssima qualidade dos diversos períodos que se seguiram, representa também, em um modo excepcional o conceito de uma cidade fortificada em etapas determinantes da história europeia.

verona-cidade-italia-historia

O que fazer em Verona:

Casa di Giulietta

CasaDiGiulietta

Não tem como ir para Verona e deixar de conhecer a Casa di Giulietta.

Dizem que o local foi onde William Shakespeare se inspirou para escrever a famosa história de Romeu e Julieta. Então por lá existe uma estátua de Julita e ao lado o que seria sua casa, que atualmente é um museu dedicado à ela, com uma grande coleção de fotografias, artefatos históricos e até sua tumba!

Para entrar no museu, acessar a famosa sacada onde Julieta aparecia para Romeu e também sua tumba existe um ingresso que custa €7,00 (entrada no museu + tumba).

Na praça, que tem acesso gratuito para turistas, casais apaixonados deixam suas declarações românticas através do clássico costume prender um cadeado com seus nomes em um local especial.

Também existe um costume que diverte turistas do mundo inteiro… Colocar a mão no seio da estátua de Julieta. Acredita-se que isso vai trazer boa sorte!

Não sei se é verdade, mas na dúvida eu participei da brincadeira:

mao-seio-giulietta

A Casa di Giulietta fica no centro de Verona e a melhor forma de chegar ao local é a pé. Existem várias placas informando o local exato (ou jogue no Google Maps e vai seguindo o trajeto).

Arena di Verona

arena-verona

A Arena de Verona foi construída pelos Romanos entre os séculos I e III e, assim como o Coliseu, também era palco para combates de gladiadores, que começavam com o raiar do sol e terminavam tarde da noite.

Atualmente ela ainda funciona para atrair o público, não mais para ver gladiadores duelando mas sim apresentações de música e arte.

Você pode fazer uma visita na arena de forma turística, que acontece durante o dia e custa €6,00. O ingresso pode ser comprado na hora na bilheteria e permite o acesso completo da Arena.

Uma outra experiência que é possível viver na Arena é comprar um ingresso para conferir alguma apresentação, como opera, teatro ou mesmo apresentação de DJs internacionais.

arena-di-verona-espetaculo

A Arena de Verona também fica no centro histórica da cidade, mais precisamente na Piazza Bra.

Castel San Pietro

castel-san-pietro

Um outro lugar que merece uma visita em Verona é o Castelo de San Pietro, um edifício militar que fica na colina de San Pietro, um lugar que era estratégico para controlar o rio e toda a cidade, à direita e à esquerda do rio Adige.

O castelo em si é fechado e não tem visitação, mas você pode ir até o topo (em seus gramados) gratuitamente e a qualquer horário do dia.

É uma bela subida, com várias escadas. Mas o prêmio desse esforço é poder ver essa incrível cidade do alto!

castel-san-pietro-vista

Uma dica: Leve taças, um bom vinho e vá conferir o pôr do sol de lá de cima. Depois você me agradece!

Eu fiz isso, lógico!

Castel Vecchio

castelvecchio-verona

O Castel Vecchio originariamente era chamado de Castello di San Martino in Aquaro. É um outro castelo localizado em Verona e o mais importante monumento militar da signoria Scaligera.

Dentro do castelo hoje existe um museu com relíquias e artefatos históricos importantes do século XIV que ajudam a contar o passado de Verona. As exposições incluem vasos, facas e estátuas da era medieval, sendo que muitos desses objetos pertenceram à nobre família Della Scala, que construiu o castelo.

O ingresso para visitar o museu custa €6,00.

museu-castelvecchio

Endereço: Corso Castelvecchio, 2, 37121 Verona VR, Itália.

Museo Archeologico al Teatro Romano

Museo-Archeologico-al-Teatro-Romano

O teatro romano foi construído nas encostas da colina de San Pietro no final do século I a.C., durante o principado de Ottaviano Augusto. O edifício, de grandeza espetacular, se estendia da margem esquerda do rio Adige até o topo da colina. Ao longo dos séculos, edifícios civis e religiosos foram erguidos nas ruínas do teatro. Em 1834, Andrea Monga, um rico comerciante veronês, comprou parte das casas construídas na área para realizar escavações, o que levou à recuperação de restos consideráveis.

Hoje o local é conhecido como Museu Arqueológico e Teatro Romano, que abriga materiais romanos encontrados em Verona e na área circundante, além de alguns objetos de origens distantes pertencentes a coleções feitas, acima de tudo, a partir do século XVIII.

O local é bem grande, contando com andares diferentes e até um teatro romano que pode ser visitado.

O custo do ingresso, para uma visita completa, é de €4,50.

Museo_Archeologico_Verona

Endereço: Rigaste Redentore, 2, 37129 Verona VR, Itália.

Torre dei Lamberti

torre-verona

Uma das torres sobreviventes do Palazzo della Ragione. Á a única torre privada em Verona, construída pela família Lamberti em 1172. Em 1448-64 foram realizadas obras de restauro e a construção do edifício foi aumentada, atingindo os atuais 84 metros. Em 1295 foram colocados dois sinos: o Marangona, que soava no horário do fim de trabalho dos artesãos e dava o alarme em caso de incêndios, enquanto o Rengo que reunia o conselho da cidade e/ou chamava os cidadãos para se armarem em caso de perigo para o cidade.

Do topo da torre (acessível por escadas ou elevador), você pode desfrutar de uma vista espetacular do centro histórico da cidade. A entrada custa €5,00.

vista-torre-verona

Endereço: Via della Costa, 1, 37121 Verona VR, Itália.

Museo Lapidario Maffeiano

Entrata-museo-maffeiano

Entre os mais antigos museus públicos europeus, o Lapidario ostenta uma coleção epigráfica grega, etrusca, paleoléptica e romana. Foi criado em 1745, graças ao trabalho apaixonado de Scipione Maffei, um homem distinto da cultura Veronese.

O museu fica entre as antigas muralhas que ligavam Piazza Bra e Castelvecchio e foi originalmente concebido como um jardim para acessar o teatro da Accademia Filarmonica. Hoje podemos admirar em seu interior as epígrafes que, a partir de 1612, a própria Academia Filarmônica comprou, expondo-as posteriormente ao público.

O museu foi originalmente criado por Scipione Maffei, mais tarde foi comprado pelo Município de Verona em 1883 e finalmente reorganizado de acordo com critérios modernos em 1982.

A entrada custa €4,50.

museo-Lapidario-Maffeiano

Local: Piazza Bra 28 – 37121 Verona.

Onde comer?

Durante o dia:

Piazza Bra

piazza-bra-restaurantes

Do famoso portal da cidade até a arena de verona existe uma praça chamada de Piazza Bra. Parece uma rua, mas como não é permitido circular de carro, transformou-se em uma praça.

Na lateral esquerda existem vários bares, restaurantes e cafés. É só escolher um lugar que te agradar e desfrutar de um bom almoço com vista para a arena!

Se estiver na correria (igual eu estava nesses dias correndo para conhecer todos os cantos de Verona), compre um pedaço de pizza (que lá é bem grande por sinal), sente em algum canto da Piazza ou mesmo nas cadeiras de restaurantes que estiverem fechados e aproveite o momento. Se puder tomar um vinho ou um Aperol Spritz, melhor ainda.

piazza-bra-pizza

Durante a noite também é um local com bons restaurantes funcionando. Mas durante os dias que estive em Verona percebi que o lugar mais frequentado para jantar / beber uns drinks é na:

Piazza delle Erbe

Piazza-delle-Erbe

A “Piazza delle Erbe” foi uma das principais praças romanas de Verona… Era onde acontecia a vida política, econômica e social da cidade.

Atualmente é famosa por abrigar uma feirinha permanente (com barraquinhas de souvenirs, comidas, frutas, bebidas e muito mais) e diversos restaurantes em sua volta.

Durante a noite é o local ideal para jantar, petiscar algo e beber algo.

piazza-verona-night

Foi em um dos restaurante dessa praça que comi uma das melhores pizzas da minha vida e tomei umas boas taças de vinho da casa.

Verona Card: Para quem quer visitar tudo!

verona-card

Se você vai para Verona com tempo e quer visitar os lugares privados (museus, igrejas, torre, castelo e afins), vale a pena adquirir o Verona Card.

Você pode optar pelo cartão de 24h (€20,00) ou 48h (€25). Com esse cartão em mãos, é possível visitar tudo em Verona sem pagar mais nada.

Para conferir todas as atrações e mais informações, clique aqui.

Aproveite Verona!

VERONA-guicury

Verona é uma cidade tão encantadora que mesmo se você for por pouco tempo e não conseguir conhecer muita coisa, já vale a pena. Só de dar um passeio pelo centro histórico, comer uma boa pizza ou um gelato bem preparado, apreciando essa incrível arquitetura medieval, será inesquecível.

Vale a pena incluir essa cidade na sua lista de destinos pra conhecer antes de morrer.

Eu confesso que moraria pra sempre por lá.

Até a próxima! Arrivederci!


Guilherme Cury1801 Posts

30 anos, blogueiro, publicitário e músico. Formado em Propaganda & MKT, é blogueiro há mais de 10 anos. Atualmente trabalha com conteúdo para internet e se aventura no mundo musical.

0 Comentários

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register