Clique para conferir!

Categorias: Viagem

Fizemos a ‘Trilha do Pai Zé’ que leva ao Pico do Jaraguá

Muita gente não sabe, mas existem algumas opções de trilhas bem bacanas para se fazer em São Paulo para ver a cidade de uma perspectiva diferente.

A primeira trilha que fiz nesse estilo, em São Paulo, foi a da Pedra Grande, na Serra da Cantareira, que inclusive já fiz um post aqui no TPH (clique aqui para conferir).

Recentemente eu e a Deisi nos aventuramos mais uma vez, dessa vez na “Trilha do Pai Zé” que fica no Parque Estadual do Jaraguá e te leva até o Pico do Jaraguá.

Sobre o Parque Estadual do Jaraguá e o Pico

O Parque Estadual do Jaraguá abriga um dos últimos remanescentes de Mata Atlântica da região metropolitana de São Paulo. É representado pelo icônico morro do Jaraguá, onde está localizado o Pico do Jaraguá, o ponto mais alto da cidade de São Paulo com 1.135 metros de altitude.

Localizado na região noroeste da cidade de São Paulo, mais precisamente no bairro do Jaraguá, tem como vizinhos os bairros de Perus, Pirituba e Parque São Domingos, além do município de Osasco.

A entrada do parque é gratuita e é feita pela Rua Antônio Cardoso Nogueira, n° 539.

Dias e horários de visitação:

Todos os dias com inicio das atividades de visitação pública às 7h e encerramento às 17h. No horário de verão o funcionamento é estendido até às 18h00. Trilhas possuem acesso permitido até as 16h, e no horário de verão às 17h.

As Trilhas

O parque oferece 4 opções de trilhas: Trilha da Bica (1,5km), Trilha do Lago (800m), Trilha do Silêncio (828m) e a Trilha do Pai Zé (3,6km).

Nós fizemos a “Trilha do Pai Zé”, que tem a maior distância (3,6km totais) e que leva até o alto da montanha, onde existe o acesso ao Pico do Jaraguá.

A trilha já começa com uma subida bem íngrime, seguindo em uma rua de paralelepípedo. Depois de alguns metros começa uma trilha bem diferente, com o terreno clássico de mata fechada.

É bom fazer um belo café da manhã e acordar bem disposto, pois confesso que é uma trilha bem pesada! São quase 2 km de subida constante.

E também é importante levar uma garrafa grande de água e passar protetor solar, porque o calor é extremo. E prepare-se para os últimos 400m, onde você sai da mata fechada e anda com o sol te torrando.

O prêmio desse esforço, além de passar algumas horas no meio da natureza, é se deparar com essa vista:

Aproveite o visual para tirar boas fotos e dar uma descansada. Mas não esqueça: você ainda tem mais uma descida de quase 2km! E não se engane pensando que “para descer todo santo ajuda”, porque na descida é quando você mais força as pernas, os joelhos e os dedos dos pés.

Mas vale a pena cada km percorrido.

Até a próxima trilha!

Guilherme Cury

30 anos, blogueiro, publicitário e músico. Formado em Propaganda & MKT, é blogueiro há mais de 10 anos. Atualmente trabalha com conteúdo para internet e se aventura no mundo musical.

Veja os Comentários

Novos Posts

  • Viagem

Os 7 melhores hotéis do mundo (2019)

Saiba quais são os set melhores hotéis do mundo em 2019, segundo o guia Travel + Leisure.

% dias atrás
  • Mulheres

Bom dia, Ceci Minazzoli [+18]

Nesse belo ensaio você vai ter a oportunidade de acompanhar o ritual matinal da linda modelo Ceci Minazzoli acordando e…

% dias atrás
  • Comportamento

Como saber se ela está querendo receber elogios

Descubra alguns comportamentos femininos que demonstram que ela está querendo ser elogiada.

% dias atrás
  • Beleza
  • Cuidado Pessoal

Onde aplicar o perfume no corpo e como fazer durar mais tempo

Saiba quais são os pontos certos para passar o perfume no corpo e como fazer durar mais tempo.

% dias atrás
  • Comportamento
  • Cultura

A história das alianças

Conheça a origem do uso de anéis para ilustrar a aliança de um casal.

% dias atrás
  • Comportamento

As vantagens e as desvantagens de trabalhar em casa

Entenda as vantagens e as desvantagens de trabalhar em casa e descubra se esta modalidade serve para você.

% dias atrás