Conto Erótico: À flor da pele | Tudo Para Homens

Conto Erótico: À flor da pele

conto

O relógio marcava oito e meia da noite. Danielle estava deitada, totalmente entregue à sua cama. O ninho de amor deles. Havia tomado um banho quente e demorado, o que relaxara o seu corpo, que ela acariciava enquanto lia um dos contos eróticos do seu atual livro de cabeceira, de uma escritora francesa que, com a sua literatura, conseguia fazer seus leitores umedecerem apenas fantasiando, sem sequer chegarem a se tocar.

Ela ouviu Matheus chegar e abrir a porta. Ele tinha a chave do apartamento dela. Ela havia dado. Seu corpo, enrolado em uma toalha rosa, vibrou ao ouvir os passos dele no corredor. Ele deslizou a porta de correr do quarto. Vestia uma calça preta e apertada que deixava Danielle excitada só de olhar para aquele homem cuja imagem a derretia por inteira.

– Oi! – ela sussurrou ao vê-lo, com sua voz rouca e deliciosamente apetitosa.

Matheus se aproximou da cama e sentou junto ao seu corpo, olhando-a, deixando com que os seus olhos encontrassem o deleite de percorrer o corpo da mulher que esperava pelo homem que tinha fome dela. A comia com os olhos. Sua expressão, ao olhá-la, ali, com o seu desejo de entregar-se a ele à flor da pele, era a de um homem prestes a tomar posse de um corpo que grita: Quero sentir você dentro de mim! Com força!

Ele chegou perto dela e sentiu a sua respiração ofegante. Olhou para o seu colo que subia e descia em um ritmo acelerado. E, totalmente tomado pelo desejo de tê-la, abriu a toalha com a agressividade de um homem selvagem e dominado pela sensualidade da SUA mulher, aberta para ele.

– Não… – ela disse. – Eu te falei que hoje não dá… Eu tô dolorida… – Danielle encarnava a Lolita que diz não com os lábios entreabertos e provocantes, sedentos de desejo.

Ela adorava fazer esta cena para ele. Adiar o encontro dos corpos dos dois. Queria que ele ficasse com cada vez mais fome. Dela. Gozava ao vê-lo prendê-la com as suas mãos, deixando-a sem saída e obrigada a dar, com o seu corpo, o prazer que Matheus tinha ao penetrá-la com todo o seu tesão.

Ele chegou perto do seu ouvido e sussurrou:

– Amanhã. Me espera. Aqui.

Ela fechou os olhos e deslizou a língua nos seus lábios secos e sedentos.

– Tá bom…

Ela disse, sem mais nenhum controle sobre a sua voz trêmula e o seu olhar perdido dentro dos olhos dele.


Tudo Para Homens800 Posts

Um portal sobre tudo que o homem gosta e mais um pouco: Automobilismo, Comportamento, Relacionamento, Entretenimento, Estilo, Gastronomia, Bebida, Mulheres, Tecnologia e muito mais.

0 Comentários

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register