Treino, treino, treino e não tenho resultado…

treino-academia

Ao começar a treinar regularmente, é comum vermos as pessoas comentarem sobre como passaram a ter mais disciplina em outros aspectos da vida.

Exercícios físicos ensinam isso: sem disciplina, os resultados não vêm.

Mesmo assim, algumas pessoas ainda sofrem pra atingirem suas metas. Tem gente que treina por meses disciplinadamente e não perde aquela barriguinha. Outros levantam pesos cada vez maiores e não conseguem ganhar massa muscular.

2 coisas podem estar acontecendo com essas pessoas:

A 1ª é talvez a mais óbvia: o treino pode estar sendo mal montado pelo seu professor (ou mal executado por você). Mas isso é mais raro. O corpo humano é muito adaptável e mesmo com estímulos não tão eficientes, ele é capaz mudar para melhor.

A 2ª talvez não seja muito clara para as pessoas: seu treino pode estar sendo sabotado pela sua alimentação. Sim. Sua alimentação pode comprometer o seu resultado. Por mais HORAS que você fique correndo na esteira, dificilmente você vai conseguir emagrecer comendo um chocolate depois das refeições. Não vai adiantar fazer 3 AULAS de spinning na academia, se você voltar pra casa e jantar miojo.

Para emagrecer, é fundamental lidar com a sensação de ansiedade e NÃO compensá-la com comida. Da mesma forma, para ganhar massa muscular, é preciso COMER MAIS.

Muitos jovens e adultos reclamam que fazem exercício há tempos e não conseguem se sentir bem usando uma camiseta regata pois o braço ainda não tem o tamanho que ele gostaria.

A resposta muito provavelmente é apenas essa: coma mais.

Um velho mantra de academia old school dizia que para crescer, é preciso treinar como um monstro e comer como dois.

Para ambos os casos, TANTO para EMAGRECER, quanto para GANHAR MASSA, uma coisa funciona muito bem:

Comer com intervalos pequenos. No máximo de 3 em 3 horas. Se conseguir, de 2 em 2 horas.

Pequenos intervalos ajudam a manter seu metabolismo acelerado e diminuem a chance de seu corpo acumular gordura.

Ao mesmo tempo, ter sempre nutrientes disponíveis, impede o seu organismo de destruir a musculatura que você já construiu para obter energia para processos metabólicos. Essa destruição, conhecida como CATABOLISMO, atrasa os seus resultados.

A quantidade de comida em cada refeição deve variar em função do objetivo e do físico de cada pessoa.

Proteínas não podem faltar. Principalmente para quem quer ganhar massa muscular. 2g/kg de peso corporal é uma média de consumo adequada para esse objetivo. Para emagrecer, 0,8 a 1g/kg de peso é o suficiente.

Não entre nessa de demonizar os carboidratos. Eles são necessários para praticar exercícios de maneira eficiente.

Demonize as gorduras. A ingestão diária recomendada de gordura é facilmente conseguida por uma alimentação equilibrada e é muito fácil escorregar e consumir mais do que precisamos.

O excesso de gordura vai ser armazenado justamente naquela parte do seu corpo que você menos gosta, né?

Por isso, se você já treina e não consegue grandes resultados, dê uma olhada na sua alimentação.

Talvez o problema (E A SOLUÇÃO) estejam aí!

E você? Tem tido problemas pra chegar nos seus resultados?


Diego Paladini13 Posts

É mestre em Educação Física e MBA em Marketing. Puto da vida por ver tanta gente sedentária, resolveu pegar tudo o que sabe e espalhar por aí em forma de vídeos e posts, pra ajudar as pessoas a colocarem mais saúde nas suas rotinas. Já ouviu 462 desculpas diferentes para não fazer exercício e riu de todas.

0 Comentários

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register