Sequências de terror: Brinquedo Assassino

Sequências de terror: Brinquedo Assassino

O boneco Chucky, hoje em dia, é símbolo de um cinema trash e protagonista de uma das sequências mais bizarras do terror. Imagine um serial killer, no caso Charles Lee Ray (o nome verdadeiro de Chucky), transportar a sua alma para dentro de um brinquedo de criança através de um ritual vodu. Depois de descobrir que a única forma de voltar a ser humano é se transportando de volta para o corpo da primeira pessoa para quem se revelou, Chucky persegue o pequeno Andy Barclay para se apossar de seu corpo.

Bem, essa é basicamente a premissa do filme e a história que guia os três primeiros que envolvem o boneco, uma fórmula que fez sucesso. Brinquedo Assassino (ou Child’s Play em seu nome original) foi uma ideia de Don Mancini, que é o único membro da produção que participou de todos os 6 filmes em que Chucky é o protagonista, inclusive assumindo a direção nos últimos longas do boneco.

Mas se o boneco virou uma espécie de clássico cult dos anos 80, sua imagem foi sendo deteriorada aos poucos com o passar dos anos. As críticas não foram poucas quando em “A noiva de Chucky” (1997), o tom do filme mudou de um terror sarcástico para uma comédia sanguinolenta – que ainda que cometa seus excessos, conta com boas piadas -, o que definitivamente não foi repetido na sequência “O filho de Chucky” (2005) onde nem as piadas e muito menos o terror conseguem segurar as pontas.

Depois de perceber as críticas e uma certa rejeição pelos seus filmes, Don Mancini tentou voltar ao estilo clássico do boneco em “A maldição de Chucky (2013)”, que, com um roteiro lamentável, acabou apenas piorando a situação.

Antes do lançamento de seu último filme, falava-se muito em um remake do clássico de 1988, que poderia ganhar uma cara nova, em uma época de efeitos visuais muito mais realistas. Tal boato nunca foi confirmado e então vimos “A maldição de Chucky” ser lançada diretamente para DVD, o que já deixou muitos com um pé atrás. Mas para os mais esperançosos, Don Mancini já disse que uma sequência está por vir e pode corrigir os erros que seus últimos filmes cometeram.

Quem foi criança nos anos 90, com certeza já teve pesadelos com o boneco, responsável por fazer muitos amarem ou odiarem o cinema de terror. A série conta com bons filmes, principalmente os dois primeiros considerados os mais assustadores e filmados no final dos anos 80, quando as grandes sequências como “A Hora do Pesadelo” e “Sexta-Feira 13” já estavam muito saturados, “Brinquedo Assassino” apareceu como um último suspiro de um estilo que fechava um ciclo na história do cinema de terror.


Tudo Para Homens529 Posts

Um portal sobre tudo que o homem gosta e mais um pouco: Automobilismo, Comportamento, Relacionamento, Entretenimento, Estilo, Gastronomia, Bebida, Mulheres, Tecnologia e muito mais.

0 Comentários

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register