Porque eu defendo a “Lei do Farol Baixo” durante o dia

farol-luz-baixa

Recentemente tivemos a promulgação da lei 13.290/2016, conhecida como a “Lei do Farol Baixo”, que entrou em vigor no dia 8 de Julho e determina que o farol baixo deve ser usado em todas as rodovias, mesmo durante o dia.

Muitas pessoas não gostaram da lei, principalmente por causa da multa que é cobrada aos motoristas que esquecerem o farol desligado. Atualmente a multa parou de ser dada devido a uma suspensão da justiça federal que afirma que a multa só pode ser aplicada quando as rodovias forem sinalizadas que o farol precisa estar aceso.

Mas deixando a multa e a suspensão da lei de lado, eu gostaria de propor uma reflexão voltada para os motivos dessa lei ser positiva para os motoristas e pedestres.

Particularmente eu acho essa medida muito interessante e acrescento que o farol baixo do carro deveria ficar ligado em todas as ocasiões, dentro das cidades e a qualquer momento. Pretendo explicar melhor essa minha posição ao longo do texto.

Para começar, vejamos alguns benefícios do farol baixo ligado durante o dia.

farol-aceso

A luz nos chama a atenção.

A luz acesa nos carros nos chama mais a atenção, facilitando para que vejamos o carro vindo em nossa direção. Isso serve tanto para os motoristas como para os pedestres.

Muitos acidentes ocorrem porque estamos distraídos ou porque não olhamos com atenção para os carros que estão vindo. Quando olhamos para um lugar já esperando que não esteja vindo carro, o nosso cérebro pode nos enganar, fazendo com que acreditemos que realmente não está vindo carro algum (quando na verdade está).

O farol aceso, mesmo de dia, faz com que seja mais difícil de esse “engano” ocorrer, afinal, nós iremos olhar diretamente para o farol do carro e, automaticamente, saberemos que o carro está vindo e está em movimento. Assim, saberemos que o carro não está parado, não o confundindo com um carro estacionado por exemplo.

Esse é um dos motivos pelo qual os motoristas de motos são obrigados a andar com o farol ligado o tempo todo. Alguns acidentes envolvendo motoristas de carro e de moto, ocorrem porque o motorista do carro olha para o lado esperando ver um carro e não uma moto, fazendo com que o cérebro dele ignore a informação de que tem uma moto vindo em direção a ele.

Portanto, esse mesmo conceito pode ser aplicar aos carros.

É mais fácil perceber a distância do carro pelo farol.

Quando o farol está ligado, além de melhorar a visualização do carro, fica mais fácil, devido a luz, para o nosso cérebro calcular a distância e a velocidade do carro, para sabermos se devemos esperar o carro passar ou se dá para ir tranquilamente.

Dessa forma, muitos acidentes seriam evitados, afinal, os motoristas e pedestres não iriam calcular errado a trajetória e a distância em que o carro está, fazendo com que fiquemos mais seguros.

Fica mais fácil identificar os carros parados e os carros em movimento.

Outro ponto importante é que o carro com farol ligado irá se destacar dos carros que estão parados e, consequentemente, com farol desligado, fazendo com que não aja erro em saber os que estão se locomovendo e os que não estão.

Mas para isso, é importante que os motoristas sempre fiquem com os faróis acesos. Digamos que todos nós nos acostumemos a ficar com o farol ligado e a ver os carros dessa maneira. Se daqui um tempo alguém esquecer de ligar o farol, é possível que alguns acidentes aconteçam.

Por isso a importância de seguir a lei e de manter o farol acesso durante o dia.

lei-farol-baixo

Mas para que serve a lei?

A lei serve como medida que obriga as pessoas a mudarem seus comportamentos. Por isso, no começo nós temos muitas pessoas que acabam esquecendo o farol desligado. Com o tempo, ligar o farol do carro irá se tornar um habito comum entre os condutores, que irão se acostumar a dirigir com o farol ligado.

Essa é uma medida para o futuro. Mas para alguns é difícil se acostumar a ela.

Particularmente, eu ando com o farol baixo ligado em todas as ocasiões, principalmente por saber essas informações e porque o meu carro se destaca dos demais (que andam com eles apagados), tanto para os pedestres como para os outros condutores.

Portanto, mesmo que a lei não esteja mais multando os motoristas, seria interessante que cultivássemos o habito de manter o farol baixo do carro em todas as ocasiões, para evitar acidentes e melhorar o transito do nosso dia a dia.


Leonardo Luchetta452 Posts

É psicólogo e redator de conteúdos. Escreve, reflete e pesquisa sobre os mais variados temas. Não considera a escrita como trabalho, mas uma necessidade da alma. Também está no <a href="http://https://twitter.com/LeonardoLealPsi">twitter</a>.

0 Comentários

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register