Os principais comportamentos disfuncionais dos homens

reflexão

Nós executamos diversos comportamentos disfuncionais durante a nossa vida. Esses comportamentos são aprendidos e repetidos de diversas maneiras. A principal característica do comportamento disfuncional é que ele traz apenas prejuízos para nós, não trazendo nada de bom, tampouco agregando coisas positivas em nossas vidas.

Pensando nisso, resolvi trazer uma lista com os principais comportamentos disfuncionais que os homem realizam durante a vida. Entender esses comportamentos faz com que consigamos repensar a forma como estamos nos comportando diante de várias situações.

Ter um relacionamento amoroso abusivo.

briga-de-casal

O relacionamento em si não é o comportamento disfuncional, o problema mesmo é a forma como o homem se comporta no relacionamento abusivo. Podemos pensar em relacionamento abusivo como aqueles relacionamentos onde existem muitas brigas e problemas conjugais (desde ciúme excessivo até agressões).

A forma como o homem se comporta com a sua parceira pode ser completamente disfuncional, fazendo com que o relacionamento seja abusivo, controlador e problemático, trazendo muitos problemas tanto para ele quanto para ela. Por isso o relacionamento entrou nessa lista. Dessa forma, é interessante refletir sobre como nos comportamos e se estamos fazendo bem ou não para a nossa parceira.

Comportamentos agressivos.

Os comportamentos agressivos são muito comuns nos homens e podem serem vistos como comportamentos disfuncionais. Independente de como seja a agressividade ou com quem seja, ela tende a trazer apenas prejuízos para nossa vida, fazendo com que não consigamos ter boas relações com o outro.

A agressividade não está relacionada somente a brigar com o outro, mas sim, da forma como tratamos o outro, refletindo assim em como somos tratados. Por isso, é importante perceber como lidamos com nossas frustrações e com o nosso lado agressivo. Escrevi um pouco sobre isso aqui.

Comportamentos compulsivos.

compulsivo

Os comportamentos compulsivos também entram na categoria de comportamentos disfuncionais, afinal, a compulsão pode levar ao exagero. Esse exagero pode estar relacionado com o beber demais ou comer demais, ou seja, fazer tudo de uma forma exagerada e compulsória.

Esses comportamentos trazem mais prejuízos a saúde do que com o outro, ou seja, são comportamentos onde a pessoa acaba agredindo ela mesma. Por trazerem problemas tão sérios à saúde, os comportamentos compulsivos entram também na nossa lista. Eles precisam de muita atenção, logo que o quanto antes forem percebidos, mais fácil será de modifica-los, evitando assim que tragam maiores problemas a nossa vida.

O grande problema dos comportamentos compulsivos é que geralmente eles trazem algum tipo de prazer, ficando mais difícil de modificá-los.

Além de beber e comer exageradamente, os comportamentos compulsivos incluem ainda: fumar muito, comprar exageradamente, dar pouca ou muita importância para as coisas, não conseguir ser razoável, dificuldade em lidar com problemas e assim por diante.

A busca incessante por prazer.

busca-por-prazer

Outro comportamento disfuncional muito comum é a busca desenfreada por prazer. Nessa busca pelo prazer imediato, alguns homens acabam agindo das mais variadas formas e acabam prejudicando a si mesmos e aos outros. Essa busca ou vício por prazer pode prejudicar tanto a saúde quanto o relacionamento com os outros, trazendo apenas prejuízos. O único benefício é o prazer imediato, que acaba tornando insatisfatório, aumentando cada vez mais essa busca.

Dessa forma, é interessante perceber como estamos lidando com a nossa forma de ter prazer e até onde somos capazes de ir para conseguí-lo.

Vícios!

cigarro-whiskey

Qualquer tipo de vício acaba se transformando em um comportamento disfuncional, pois ele faz com que percamos a controle de nós mesmos e de nossos atos, levando-os até as ultimas consequências. Por isso, o vício é a forma mais perigosa e preocupante de comportamento disfuncional, estando presente na vida de muitos homens.

Perceber e tratar os próprios vícios é diminuir os comportamentos disfuncionais, aprendendo a ter limites. E, principalmente, evitar as consequências negativas desses comportamentos. Refletir sobre isso faz com que sejamos pessoas melhores, modificando nossos comportamentos e melhorando os vários aspectos de nossas vidas.


Leonardo Luchetta400 Posts

Escreve artigos para a internet na metade do tempo. Na outra metade se prepara para tornar-se psicólogo clínico. Nas horas vagas, vaga!

0 Comentários

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register