Dicas importantes para ajudar na educação dos seus filhos

pai-conversando-filho

Educar os filhos nunca foi tão difícil. Hoje em dia as crianças já recebem muita informação e nós não podemos seguir os passos de nossos pais (pois já estão defasados), fazendo com que fiquemos um pouco perdidos no que podemos ou não fazer na hora de educar os nossos filhos.

Essa é uma das explicações do porque temos tantas crianças sem limites ultimamente. E todos nós sabemos que o limite é necessário e essencial nas nossas vidas.

Se você está com dificuldade na hora de educar o seu filho, separei quatro dicas importantes que irão te ajudar na hora que você precisar ser mais incisivo e bravo com ele (sabe aquele momento que dá vontade de bater, mas você para e pensa que não deveria fazer isso?).

Essas dicas servem para crianças acima de 3 anos e até uns 11, 12 anos no máximo. A partir daí a criança já pode ser considerada adolescente e a abordagem deve mudar.

Confira o que você deve fazer para melhorar a forma como você educar o seu filho.

Dê 2 avisos e aja no terceiro.

Quando você quer que o seu filho faça algo ou deixe de fazer algo, mas ele não está obedecendo, você deve seguir a regra dos 2 avisos e uma ação.

Funciona da seguinte maneira: Você fala para o seu filho fazer algo, se ele não fizer você avisa que algo irá acontecer; então você pede novamente, se novamente ele recusar, você avisa (“se você não fizer algo irá acontecer”) e então você pede uma última vez, se ele não fizer você faz exatamente o que disse que ia fazer.

É importante que a consequência seja algo que ele irá sentir falta, evite dizer que vai bater nele.

Vou dar um exemplo para ficar mais simples:

Digamos que o seu filho pediu para assistir a um desenho no computador (você deixa). Então ele começa a bater no irmão dele. Você avisa – “para de bater no seu irmão se não eu desligo o desenho”. Ele provavelmente vai parar por um tempo e depois fazer novamente. Você dá o segundo aviso – “Se você bater no seu irmão mais uma vez, eu vou desligar o desenho”.

Na terceira vez que ele bater no irmão dele, você simplesmente desliga o desenho.

Ele irá chorar e resmungar. Espere isso passar e então fale para ele – “Você percebeu o que aconteceu? Eu te pedi para fazer algo e você não respeitou, por isso você perdeu o privilégio de ver o desenho”.

Com o tempo ele irá aprender que você cumpre com o que diz, fazendo com que a sua palavra tenha muito mais valor e fazendo com que ele te obedeça com mais facilidade.

A repetição é necessária!

Uma reclamação muito comum dos pais é que eles precisam falar muitas vezes para os filhos sobre algo e mesmo assim eles cometem os mesmos erros ou fazem sempre as mesmas coisas (como por exemplo, esquecer de baixar a tampa do vaso sanitário ou deixar a pasta de dente aberta).

Isso é muito comum, mas você pode fazer algo a respeito.

A repetição é muito importante para que as crianças realmente aprendam as coisas, por isso, da próxima vez que o seu filho deixar a tampa do vaso levantada, no lugar de brigar com ele, chame ele até o banheiro e diga para ele fechar a tampa (faça o mesmo com qualquer outra coisa).

O importante é não fazer por ele, você deve deixar que ele faça!

Não importa quantas vezes você tenha que fazer isso, quanto mais repetitivo, mais ele irá lembrar. Até que chegará um momento que ele irá fazer isso de forma automática.

pai-cuidando-filho

Faça acordos com antecedência.

Para evitar problemas e choros, você deve fazer acordos com ele e avisá-lo sobre o que está acontecendo.

Por exemplo, digamos que amanhã você irá levar o seu filho em uma festa de aniversário.

Você deve avisar para ele hoje que amanhã ele irá na festa e amanhã, quando você acordar, faça um acordo com ele. Diga – “Agora nós vamos levantar, tomar um banho, depois um café e então nós vamos sair, nós vamos passar no posto de gasolina e depois vamos à casa do seu amigo que está de aniversário, lá vai ter uma festa. Depois da festa nós vamos vir para casa e fazer algo”.

A forma como você irá dizer e independe do que for acontecer, é importante que ele entenda o que está ocorrendo e concorde com o acordo de vocês. Assim será muito mais fácil realizar todas as tarefas do dia.

Demonstre que os atos têm consequências.

A coisa mais importante que você deve fazer para os seus filhos é demonstrar que todos os nossos atos têm consequências. Quanto mais cedo a criança aprender isso, melhor será para ela (e para os pais).

Por isso, sempre que o seu filho fizer algo errado, demonstre para ele o que ele fez e a consequência dos atos dele. Dessa forma ele vai aprendendo que tudo o que ele faz importa e atinge outras pessoas.

Tente ajudá-lo a corrigir os erros dele e demonstre os caminhos corretos.

Isso não significa que ele irá parar de errar (ou deixar de cometer os mesmos erros), mas significa que ele terá uma noção do que é certo e errado e de até onde ele pode ir sem ser punido (limite).

Os pais preparam os filhos para o mundo, mas muito do que ele aprende e de como ele desenvolve a própria personalidade depende do mundo externo (mundo fora do ambiente familiar). Por isso, devemos refletir de como estamos preparando nossos filhos para lidar com esse mundo.


Leonardo Luchetta503 Posts

É psicólogo e redator de conteúdos. Escreve, reflete e pesquisa sobre os mais variados temas. Não considera a escrita como trabalho, mas uma necessidade da alma.

0 Comentários

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register