Crítica: Assassin’s Creed

assassins-creed-filme

Tive a oportunidade de assistir o filme baseado na famosa série de games “Assassin’s Creed”. Ele foi dirigido por Justin Kurzel e estrelado por Michael Fassbender (X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido, 12 Anos de Escravidão) e Marion Cotillard (Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge, Piaf: Um Hino de Amor).

Sinopse

Através de uma tecnologia revolucionária que desbloqueia as memórias genéticas, Callum Lynch (Michael Fassbender) vivencia as aventuras de seu antepassado Aguilar, na Espanha do século XV. Callum descobre que ele é descendente de uma misteriosa sociedade secreta, os Assassins e acumula incrível conhecimento e habilidades para assumir a organização templária opressiva e poderosa nos dias atuais.

Trailer

Crítica

Não preciso nem dizer que os fãs do game precisam assistir esse filme, certo?

Quem já acompanha a série vai se familiarizar com o personagem e com a história. Mas quem nunca jogou também vai aproveitar bastante o filme.

Ele tem uma fotografia sensacional e uma trilha sonora melhor ainda. É um filme longo, mas que acaba com um “gostinho de quero mais”.

O destaque fica para a excelente montagem do enredo, que explica muito bem os personagens e toda a história em si. Outro ponto positivo foi a ótima solução para mostrar o funcionamento dessa máquina que permite a “regressão” e a vivência do personagem. Deu um toque de “possibilidade” para a história.

O filme estreia nos cinemas do Brasil no dia 12 de janeiro. Vale a pena assistir!

Nota 4


Guilherme Cury1362 Posts

29 anos, blogueiro, publicitário e músico. Formado em Propaganda & MKT, é blogueiro há mais de 10 anos. Atualmente trabalha com conteúdo para internet e se aventura no mundo musical.

0 Comentários

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register