Americano cria lista de motivos pelos quais odiou ter morado no Brasil

americano

Um americano, casado com uma brasileira, morou em São Paulo por 3 anos. Depois dessa árdua experiência, ele voltou para sua terra natal e fez questão de criar uma lista de 20 motivos pelos quais odeia viver no Brasil. Um fórum gringo resolveu continuar essa lista e trouxe mais itens que os gringos odeiam no país. Confira:

1. Os brasileiros não têm consideração com as pessoas fora do seu círculo de amizades e muitas vezes são simplesmente rudes. Por exemplo, um vizinho que toca música alta durante toda a noite… E mesmo se você vá pedir-lhe educadamente para abaixar o volume, ele diz-lhe para você “ir se fud**”. E educação básica? Um simples “desculpe-me “, quando alguém esbarra com tudo em você na rua simplesmente não existe.

2. Os brasileiros são agressivos e oportunistas, e, geralmente, à custa de outras pessoas. É como um “instinto de sobrevivência” em alta velocidade, o tempo todo. O melhor exemplo é o transporte público. Se eles vêem uma maneira de passar por você e furar a fila, eles o farão, mesmo que isso signifique quase matá-lo, e mesmo se eles não estiverem com pressa. Então, por que eles fazem isso? É só porque eles podem, porque eles vêem a oportunidade, por que eles querem ganhar vantagem em tudo. Eles sentem que precisam sempre de tomar tudo o que podem, sempre que possível, independentemente de quem é prejudicado como resultado.

3. Os brasileiros não têm respeito por seu ambiente. Eles despejam grandes cargas de lixo em qualquer lugar e em todos os lugares, e o lixo é inacreditável. As ruas são muito sujas. Os recursos naturais abundantes, como são, estão sendo desperdiçados em uma velocidade surpreendente, com pouco ou nenhum recurso.

4. Brasileiros toleram uma quantidade incrível de corrupção nos negócios e governo. Enquanto todos os governos têm funcionários corruptos, é mais comum e desenfreado no Brasil do que na maioria dos outros países, e ainda assim a população continua a reeleger as mesmas pessoas.

5. As mulheres brasileiras são excessivamente obcecadas com seus corpos e são muito críticas (e competitivas com) as outras.

6. Os brasileiros, principalmente os homens, são altamente propensos a casos extraconjugais. A menos que o homem nunca saia de casa, as chances de que ele tenha uma amante são enormes.

7. Os brasileiros são muito expressivos de suas opiniões negativas a respeito de outras pessoas, com total desrespeito sobre a possibilidade de ferir os sentimentos de alguém.

8. Brasileiros, especialmente as pessoas que realizam serviços, são geralmente malandras, preguiçosas e quase sempre atrasadas.

9. Os brasileiros têm um sistema de classes muito proeminente. Os ricos têm um senso de direito que está além do imaginável. Eles acham que as regras não se aplicam a eles, que eles estão acima do sistema, e são muito arrogantes e insensíveis, especialmente com o próximo.

10. Brasileiros constantemente interrompem o outro para poder falar. Tentar ter uma conversa é como uma competição para ser ouvido, uma competição de gritos.

11. A polícia brasileira é essencialmente inexistente quando se trata de fazer cumprir as leis para proteger a população, como fazer cumprir as leis de trânsito, encontrar e prender os ladrões, etc. Existem Leis, mas ninguém as aplica, o sistema judicial é uma piada e não há normalmente nenhum recurso para o cidadão que é roubado, enganado ou prejudicado. As pessoas vivem com medo e constroem muros em torno de suas casas ou pagam taxas elevadas para viver em comunidades fechadas.

12. Os brasileiros fazem tudo inconveniente e difícil. Nada é simplificado ou concebido com a conveniência do cliente em mente, e os brasileiros têm uma alta tolerância para níveis surpreendentes de burocracia desnecessária e redundante.

13. Brasileiros pagam impostos altos e taxas de importação que fazem tudo, especialmente produtos para o lar, eletrônicos e carros, incrivelmente caros. E para os empresários, seguindo as regras e pagando todos os seus impostos faz com que seja quase impossível de ser rentável. Como resultado, a corrupção e subornos em empresas e governo são comuns.

14. Está quente como o inferno durante nove meses do ano, e ar condicionado nas casas não existe aqui, porque as casas não são construídas para ser herméticamente isoladas ou incluir dutos de ar.

15. A comida pode ser mais fresca, menos processada e, geralmente, mais saudável do que o alimento americano ou europeu, mas é sem graça, repetitivo e muito inconveniente. Alimentos processados, congelados ou prontos no supermercado são poucos, caros e geralmente terríveis.

16. Os brasileiros são super sociais e raramente passam algum tempo sozinho, especialmente nas refeições e fins de semana. Isso não é necessariamente uma má qualidade, mas, pessoalmente, eu odeio isso porque eu gosto do meu espaço e privacidade, mas a expectativa cultural é que você vai assistir (ou pior, convidar amigos e família) para cada refeição e você é criticado por não se comportar “normalmente” se você optar por ficar sozinho.

17. Brasileiros ficam muito perto, emocionalmente e geograficamente, de suas famílias de origem durante toda a vida. Como no #16, isso não é necessariamente uma má qualidade, mas pessoalmente eu odeio porque me deixa desconfortável e afeta meu casamento. Adultos brasileiros nunca “cortam o cordão” emocional e sua família de origem (especialmente as mães) continuam a se envolvido em suas vidas diariamente, nos problemas, decisões, atividades, etc. Como você pode imaginar, este é um item difícil para o cônjuge de outra cultura onde geralmente vivemos em famílias nucleares e temos uma dinâmica diferente com as nossas famílias de origem.

18. Eletricidade e serviços de internet são absurdamente caros e ruins.

19. A qualidade da água é questionável. Os brasileiros bebem, mas não morrem, com certeza, mas com base na total falta de aplicação de leis e a abundância de corrupção, eu não confio no governo que diz que é totalmente seguro e não vai te fazer mal a longo prazo.

20. E, finalmente, os brasileiros só tem um tipo de cerveja (aguada) e realmente é uma porcaria, e claro, cervejas importadas são extremamente caras.

— Do Fórum —

21. A maioria dos motoristas de ônibus dirigem como se eles estivessem tentando quebrar o ônibus e todos dentro dele.

22. Calçadas no meu bairro são cobertos com mijo e coco de cães que latem dia e noite.

23. Engarrafamentos de Três horas e meia toda vez que chove .

24. Raramente as coisas são feitas corretamente da primeira vez. Você tem que voltar para o banco, consulado, escritório, mandar e-mail ou telefonar 2-10 vezes para as pessoas a fazerem o seu trabalho.

25. Qualidade do ar muito ruim. O ar muitas vezes cheira a plástico queimado.

26. Ir a Shoppings e restaurantes são as principais atividades. Não há nada pra fazer se você não gastar. Há um parque principal e está horrivelmente lotado.

27. O acabamento das casas é péssimo. Janelas, portas , dobradiças , tubos, energia elétrica, calçadas, são todos construídos com o menor esforço possível.

28. Árvores, postes, telefones, plantas e caixas de lixo são colocados no centro das calçadas, tornando-as intransitáveis.

29. Você paga o triplo para os produtos que vão quebrar dentro de 1-2 anos, talvez ais.

30. Os brasileiros amam estar bem no seu caminho. Eles não dão espaço para você passar.

31. A melhor maneira de inspirar ódio no Brasil? Educadamente recusar-se a comer alimentos oferecidos a você. Não importa o quão válida é a sua razão, este é considerado um pecado imperdoável aos olhos dos brasileiros e eles vão continuar agressivamente incomodando você para comê-lo.

32. As pessoas vão apertar e empurrar você sem pedir desculpas. No transporte público você vai tão apertado que você é incapaz de mover qualquer coisa, além da sua cabeça.

33 . O Brasil é um país de 3° mundo com preços ridiculamente inflacionados para itens de qualidade. Para se ter uma idéia, São Paulo é classificada como a 10ª cidade mais cara do mundo. (New York é a 32ª).

34. A infidelidade galopante. Este não é apenas um estereótipo, tanto quanto eu gostaria que fosse. Homens na sociedade brasileira são condicionados a acreditar que eles são mais ” virís ” por sairem com várias mulheres .

35. Zero respeito aos pedestres. Sim, eles não param para você passar. Na melhor das hipóteses, eles vão buzinar.

36. Quando calçadas estão em construção espera-se que você ande na rua. Alguns motoristas se recusam a fazer o menor desvio a sua presença, acelerando a poucos centímetros de você, mesmo quando a pista ao lado está livre.

37. Nem pense em dizer a alguém quando você estiver viajando para o EUA. Todo mundo vai pedir para você trazer iPods, X-Box, laptops, roupas, itens de mercearia, etc. em sua mala, porque eles são muito caros ou não disponíveis no Brasil.

38. A menos que você goste muito de futebol ou reality shows (ou seja, do Big Brother), não há nada muito o que conversar com os brasileiros em geral. Você pode aprender fluentemente Português, mas no final, a conversa fica muito limitada, muito rapidamente.

39. Tudo é construído para carros e motoristas, mesmo os carros sendo 3x o preço de qualquer outro país. Os ônibus intermunicipais de luxo são eficientes, mas o transporte público é inconveniente, caro e desconfortável para andar. Consequentemente, o tráfego em São Paulo e Rio é hoje considerado um dos piores da Terra (SP, possivelmente, o pior). Mesmo ao meio-dia podem ter engarrafamentos enormes que torna impossível você andar mesmo em um pequeno trajeto limitado, a menos que você tenha uma motocicleta.

40. Todas as cidades brasileiras (com exceção talvez do Rio e o antigo bairro do Pelourinho em Salvador), são feias, cheias de concreto, hiper-modernas e desprovidas de arquitetura, árvores ou charme. A maioria é monótona e completamente idênticas na aparência. Qualquer história colonial ou bela mansão antiga é rapidamente demolida para dar lugar a um estacionamento ou um shopping center.

27 anos, blogueiro, publicitário e músico. Formado em Propaganda & MKT, é blogueiro há mais de 10 anos. Atualmente mantém uma consultoria de mídias sociais para grandes empresas e se aventura no mundo musical.

Comente com o seu perfil do Facebook:

663 Comentários

  1. Regina Correa

    18 de dezembro de 2013 at 17:08

    Triste, mas absolutamente verdadeiro.

    • PAULO

      20 de dezembro de 2013 at 16:26

      Send this American son of a bitch take it up the ass!

      • flavio

        8 de abril de 2014 at 15:48

        É desse tipo de pessoa escrota q ele ta falando… VC que devia tomar no seu cu filho da puta sem educação

        • Lucas Silva

          15 de setembro de 2014 at 13:56

          Qual a logica de chamar uma pessoa de escrota e sem educação , se referindo a ela como filho da puta e mandando tomar no cu ??

          • brasileiro

            28 de setembro de 2014 at 13:51

            Vocês me envergonham. Ogros.

    • shirley

      22 de dezembro de 2013 at 10:12

      este cara tem medo de ser chifrado e nunca veio ao rio de janeiro,se viesse escreveria 50 laudas mais e saberia que o papa disse que DEUS É BRASILEIRO,,, AMERICANO É DESPEITADO…SE ACHA E NÃO É MAIS….KIKKKK

      • Joao Vitor

        23 de dezembro de 2013 at 08:43

        Com esse seu comentário você demostrou ser BEM diferente do que o americano citou… Só que não!

        • Paloma

          27 de dezembro de 2013 at 14:36

          E é por essa Shirley e tantos outros “shirleys” que somos rotulados dessa forma. Triste.

          • Fabio

            31 de dezembro de 2013 at 07:04

            É verdade mesmo viu Paloma, triste muito triste mesmo….

      • Kadija

        23 de dezembro de 2013 at 15:57

        Se você pensa assim, você esta incluída no meio desses “brasileiros” ruins ou ainda não abriu os olhos de verdade. A verdade que deus não ajuda ninguém e se ele existe ele nós da a oportunidade de nós ajudarmos.
        E a minoria desse pais os “bons brasileiros”, são os que não são muito notados, sendo ele de qualquer classe.

        (Se deus é brasileiro com certeza ele mora numa cidade calma ou ja foi para outro pais)

        • Rosalva Rocha

          8 de janeiro de 2014 at 12:12

          Triste imagem do Brasil feito por este Americano que só olhou o lado ruim do Brasil.Sabemos de todos os problemas que enfrentamos, mas está longe de ser verdadeiro tudo o que ele falou. E o que podemos falar dos EUA.
          Eu poderia simplesmente falar do grande desrrespeito que eles tem com os estrangeiros, principalmente Sul Americanos, tratados feito lixo como sub raça. E o preconceito não vou nem falar,vou citar Martin Luter King. “Há de chegar o dia que o povo americano há de ser tratado pelo seu caráter não pela cor da sua pele” Caro amigo americano nos sabemos que nesses 50 anos nada mudou no seu País. Nós brasileiros temos calor humano, sim, temos defeito não vou negar, mas quem não tem que atire a primeira pedra, e de atirar pedra vcs são realmente bons.

          • romeu

            18 de janeiro de 2014 at 19:08

            tudo isso que este sujeito falou, deve está referindo á cidade de s. paulo. sou de minas,onde existe várias cidades tranquilas,pacatas e hospitaleiras.eu citaria outras tantas para se viver aqui e outras ,tantas para que ele não volte mais aqui e fique em seu paraiso de atentados e que causa o exterminio de inocentes

          • romeu

            18 de janeiro de 2014 at 19:08

            tudo isso que este sujeito falou, deve está referindo á cidade de s. paulo. sou de minas,onde existe várias cidades tranquilas,pacatas e hospitaleiras.eu citaria outras tantas para se viver aqui e outras ,tantas para que ele não volte mais aqui e fique em seu paraiso de atentados e que causa o exterminio de inocentes

          • cristiano

            23 de janeiro de 2014 at 19:17

            Concordo com você em partes Rosalva rocha, Mas o que esse Americano falou INFELIZMENTE, é verdade sim!!!

          • Jadair

            24 de janeiro de 2014 at 12:20

            Temos toda razão do mundo em ficar Puto com esse cara…
            Mesmo assim sou imparcial, pois sabemos que o Brasil possui todos esses defeitos que o jornalista citou essas mazelas esta arraigada em nossa cultura desde os primórdios, e às vezes sofrer uma critica e melhor que um elogio, pois nos faz refletir em qual posição nos encontramos e nos força a melhorar.

            Acho que o Erro desse cara foi não destacar as coisas boas que existem em nossos Brasil.
            Mas acho que acabou desabafando tenho que respeitar.
            Tenho certeza que se eu fosse morar em EUA, também encontraria pontos negativos e iria comentar com certeza, e esse e um direito de todos.

            Abraço a todos

          • NELSON

            3 de fevereiro de 2014 at 16:43

            ESTE AMERICANO É UM SER DESPREZIVEL , ELE VIVE NUM PAIS DE OBESOS , SÓ COMEM PORCARIA , SAO FANATICOS POR UM FUTEBOL DE HOMENS SE AGREDINDO , TODA HORA TEM LOUCO ATIRANDO EM ESCOLA DE CRIANÇA , SE OS BRASILEIROS SAO INFIEIS , O PRESIDENTE DELES TENTOU TRAIR A MULHER EM PUBLICO , EM UM FUNERAL , VAI SE CATAR GRINGO INVEJOSO

          • Eduardo Brum

            24 de fevereiro de 2014 at 15:03

            É realmente ele poderia ter falado bem do Brasil, nossa saúde é maravilhosa, tudo de graça, segurança total, educação fantástica Imposto maravilhoso e vai… é tinha muita coisa boa que ele não falou.

          • Nathalia

            16 de abril de 2014 at 14:31

            me fala um lado bom do brasil ? ;/

        • DEMOSTHENES JUNIOR

          8 de janeiro de 2014 at 12:27

          ha ha ha BANDO DE TROUXAS QUE NAO TEM AMOR A SUA PATRIA, VAI MORAR EM OUTRO PAIS PARA TENTAR SER FELIZ, VOCES SAO INCAPAZES DE AMAR ATÉ A PRÓPRIA FAMILIA, POR ISSO QUE TEMOS ESTES BOSTAS DE GOVERNANTES POR PESSOAS QUE PENSAM DESTA MANEIRA, NAO TEMOS QUE MUDAR DO NOSSO PAIS E SIM MUDAR QUE O GOVERNA…

      • Daniel Alves

        25 de dezembro de 2013 at 11:37

        Se Deus é Brasileiro, todos os brasileiros são filho de LUCIFER!

        • Paula

          28 de dezembro de 2013 at 22:57

          Eu concordyo com muita coisa que esta ai, principalmente relacionada à sujeira e infraestrutura em centros urbanos. Mas ele fala de pontos que nao tem nada a ver, e sinceramente nós somos muito mais politizados e conscientes do que ocorre no mundo do que eles. Não olhamos pro nosso proprio umbigo como eles fazem, e nao devemos nos colocar pra baixo. O Brasil tem sim muitos problemas, mas os EUA tem problemas serios tambem, alem de internos, problemas com muitos paises no mundo. Não somos filhos de Lucifer! Somos um povo lutador, que consegue sobreviver com todas as adversidades sociais com um sorriso no rosto!

          • FATIMA

            7 de janeiro de 2014 at 23:53

            Eu acho que poucos de nos temos nocao, somos um povo sem nocao, porque elegemos pela beleza,por favores, nao temos cultura,somos imediatistas a medida que que aceitamos um saco de cimento em troca do nosso voto e pq dizemos ele rouba mas faz, pior eh aquele que rouba e nao faz. temos um sorriso no rosto pq naoo nos importamos com o future dos nossos filhos e netos so com o nosso agora…assim penso

        • Cauã

          28 de agosto de 2014 at 20:38

          Deus e americano brasileiro tudo

      • Rose

        28 de dezembro de 2013 at 15:21

        Coitado de Deus! Nascer no Brasil é um castigo com certeza!

        • Daiane

          7 de março de 2014 at 14:42

          CONCORDO CONCERTEZA , OS PECADORES SOMOS NOS NÃO DEUS , DEUS É DEUS E ATÉ ONDE EU SEI ELE É JUDEU .. AGR BRASILEIRO K’ TA OSSO .

        • raphael

          15 de maio de 2014 at 09:16

          Olá, tenho percebido opiniões adversas aqui, a primeira pergunta que me faço sobre pessoas que fazem apenas chacotas sobre o brasil é se elas vivem no brasil ou fora dele ? Pois se vivem no brasil são pessoas que não tem atitudes de acordo com seus pensamentos, pois apenas criticar o pais onde vive é fácil, tem que ver se ela mesmo faz uma coleta seletiva em sua residência, se ela não faz um pré julgamento dos outras pessoas pela raça. Alguns tópicos levantados como infra estrutura , politica e impostos são extremamente bem vindas como pontos para melhorarmos como uma critica construtiva , agora uma pessoa que vem para o brasil mora três anos aqui e reclama que gostamos de estarmos juntos com nossas famílias eh porque ela simplesmente despreza a cultura de um outro pais !UMa dica que eu dou quando voce for viajar para outros países leia um pouco mais sobre a cultura do pais de destino e aprenda a respeita-la, os estados unidos não tem 26 defeitos como levantados no fórum tem muito mais com certeza , porem seria perda de tempo levantar apenas pontos negativos de seu pais , pois minha preocupação é com o mundo e principalmente com o brasil, os estados unidos eh mais um pais como todos os outros ! Cheios de defeitos e qualidades!criticar eh fácil , da próxima vez levante pontos negativos com alguma ideia de como melhorarmos que vc será mais respeitado ! Não se esqueça que você ganhou o pão de cada dia durante 3 anos esse pais sustentou sua família lhe fornecendo trabalho e com certeza pessoas de bom coração, cultas fizeram parte desse momento ! desejo a você uma boa sorte em seu pais de origem com toda educação que o brasil me forneceu, e o brasil estará de portas abertas para receber gringos ingratos como você , pois somos inferiores a vocês nas questões econômica (dinheiro) mas somos muitos superiores quanto a dignidade uns aos outros apesar de nossos defeitos! Abraços

      • Puta que pariu

        28 de dezembro de 2013 at 21:32

        Comentário típico de carioca…por isso estamos nessa merda…

        • Fabiane

          30 de dezembro de 2013 at 15:40

          falou a ariana …. me poupa

      • Puta que pariu

        28 de dezembro de 2013 at 21:32

        Comentário típico de carioca…por isso estamos nessa merda…

        • AL

          29 de dezembro de 2013 at 15:36

          Tipico do PAULISTA e auxiliado por sua vibora ‘ESPOSA’. Aqui nos states roubam ate igrejas. Gostaria de saber a cor deste (condenado) e tb de que estado ele e, com certeza NY, PA, CA ou TX onde so tem americano deste TIPO. AL (Florida)

      • marcelo lima

        4 de janeiro de 2014 at 14:47

        kkkkkkkkkkkkkk…americano é lixo…escória do mundo…fez bem ter ido embora do Brasil.Povinho sem cultura e caráter.É o típico norte-merda-americano.

        • marco brum

          7 de junho de 2014 at 19:21

          vce que e um merda

      • Gabriel Medeiros

        5 de janeiro de 2014 at 08:50

        Eu ia fazer uma defesa educada. Falar como ele estava nos círculos sociais errados…Como nós não somos propensos à traição… Mas depois de ler esses comentários, parabéns americano! Você desvendou 90% da população brasileira!

        • Elsbeth

          7 de janeiro de 2014 at 12:03

          Sou totalmente de acordo com vc Gabriel Medeiros. Eu vivo em Roma já fazem 20 anos e cada vez que vou à São Paulo encontro essa situação caótica que quando eu ero criança/jovem (1950/1965) não existia. E eu encontro uma dificuldade enorme em estar ai. Mas aqui em Roma, com a imigração dos últimos 15 anos, estamos indo a uma situação assim. E aqui todos gostam de tirar vantagem dos outros tambem e os politicos tambem são corruptos e ladrões. Parece que è uma herança do imperio romano que os latinos não querem deixar de seguir. Os povos do norte da Europa são diferentes e lá tudo è mais sério e correto.

          • edna

            9 de janeiro de 2014 at 13:15

            O povo é igual ao povo,em qualquer lugar do mundo,afinal ,Deus fez o ser humano com a mesma essencia,independente do pais onde ele vive.sso de criticar o pais onde passou 3 anos usufruindo de tudo que pode desfrutar,é só balela.Porque não foi embora no outro dia?Ah!Poupem de ta defendendo um tipo de comentários desse.

        • Pardo

          7 de janeiro de 2014 at 22:51

          Gabriel, realmente muito do que esse americano fala é verdade, mas eles também não são exemplos para o mundo, veja isso:

          http://operamundi.uol.com.br/conteudo/opiniao/22466/dez+fatos+chocantes+sobre+os+estados+unidos.shtml

          Logo, ele não pode atirar pedras no telhado dos outros se o dele também for de vidro.

      • METAL

        4 de fevereiro de 2014 at 11:50

        Shirley e esse Paulo aí também, são exatamente tudo que o cara escreveu sobre brasileiros por isso o Brasil nunca vai para frente, por causa de pessoas que nem vc que se importa só com o ter e não com o ser alguém que se importe com o próximo…..

    • Osmar Costa

      22 de dezembro de 2013 at 18:20

      Concordo plenamente com as opiniões dos estrangeiros. Basta você viver algum tempo nos países deles, então você poderá enxergar o que eles estão dizendo. Por isso é que precisamos de Educação e acabar com a corrupção no Brasil.

      • sirlene

        7 de janeiro de 2014 at 19:16

        olha, não sei quem é o autor do triste comentário sobre nós brasileiros neste blog, mas se esta resposta puder ser encaminhada a ele, agradeço…Primeiro, ninguém mandou ele vir morar em nosso país, se ele não gosta de nós brasileiros e de nosso estilo de vida, e muito menos se casar com uma brasileira, segundo se ele veio, deveria como pessoa oriunda de um país com princípios de boa educação, respeitar nosso sistema, pois muitas coisas não dependem de nós e sim da má administração do poder público e ele não pode medir todos os 200 milhões de brasileiros pelos poucos exemplos que ele observou quando aqui esteve, afinal em nosso país existem pessoas educadas, de princípios, de boa família e principalmente pessoas que sabem respeitar o próximo…Penso que a maior qualidade de uma pessoa é saber respeitar as pessoas e o lugar onde ela está vivendo, pois também ouço muitas informações dos Estados \Unidos, de pessoas amigas minhas que já viveram ou ainda vivem lá…Uma cultura totalmente diferente da nossa mas que merece respeito…todos os lugares e pessoas tem seus pontos negativos e positivos,isto é uma realidade ..Agora vir para a Internet e expressar sua opinião rude sobre o país que recebeu este cidadão sem desrespeitá-lo é uma atitude infeliz….Espero que toda a estrutura de educação que o seu país de origem lhe proporciona lhe ensine isto…Boa noite

    • Tiago Fernandes

      23 de dezembro de 2013 at 16:39

      Verdadeiro aonde minha filha. Para de ver televisao e idolatrar americanos.
      Sai de casa, vai pra NYC e me fala se o país dele é lindo. A maioria das coisas que ele falou eu vejo nos EUA e até pior.

      • Michelle

        5 de janeiro de 2014 at 22:30

        Exatamente!!!! Esta é a questão!!!! Eu amo os EUA! Amo o fato de tudo ser barato! Amo o transporte público que funciona e amo o fato de, pelo onde morei, todas as pessoas serem educadas.
        No Rio, de onde sou, as pessoas que prestam serviço são mal educadas mesmo! No entanto, em vários estados, como Santa Catarina, por exemplo, as pessoas são muito educadas e amáveis! Então, acho injusto generalizar. E até aqui no Rio mesmo, temos pessoas de todos os tipos. Não só as mal educadas.
        E apesar de muita coisa ruim que eu já vi nos EUA, continuo gostando do país e não saio falando mal dele por aí. Isto se chama respeito com a cultura alheia! A cultura é diferente da minha e eu respeito, mesmo não entendendo, muitas vezes.
        Já visitei países que eu odiei, mas fiquei na minha!!! Quem quis visitar fui eu!!!! Acho ridículo sair falando mal da cultura do outro.

    • Vitirssuh

      23 de dezembro de 2013 at 21:03

      O cara se mete no meio da periferia se SP, não uma periferia descente mas a pior que existe e ainda quer reclamar ? Aaa para né, aposto q se qualquer um de nós formos pra aqueles cortiços nos EUA tbm vamos achar uma merda ! Valorizem seu pais e sejam a mudança que querem ver nele, não fique sentado no seu sofá bem confortável reclamando que tá tudo um lixo, que só tem corrupto, “imagina na copa”, levanta e faz alguma coisa com o país, pq aquele que não se esforça pra mudar tbm é um grande colaborador

      • Odete

        8 de janeiro de 2014 at 20:48

        Ainda bem que existem pessoas sensatas. Ahhh “o povo brasileiro”… Como se ninguém aqui fosse brasileiro. Hipocrisia é pouco para descrever o tamanho da insanidade que essas pessoas dizem ao concordar com tudo isso. Sejamos coerentes, é claro… Não é perfeito, existem MUITOS problemas sim, infelizmente. Mas ficar babando ovo de americano, dizer que aqui tudo é uma merda e jogar lixo pela janela do ônibus não vai resolver muita coisa né. Mudem! E o restante mudará também.

    • Anilton Moccio

      27 de dezembro de 2013 at 23:20

      Os vira-latas se assanham todo.

    • Augusto

      5 de janeiro de 2014 at 09:05

      Morei em Detroit, EUA, e, com exceção da Internet, deparava-me com todos estes mesmos problemas listados aqui..Então os americanos também seriam assim ?

      • Rubens

        20 de maio de 2014 at 10:07

        se esse americano ñ gostou do Brasil pq ñ voltou para aquele estados unidos e deixa a gente em paz eu sei q o Brasil tem muitos problemas sim mais pq vc não vai cuidar do seu pais e deixa o nosso em paz pelo menos a maioria das pessoas q vivem no Brasil são felizes ignorante
        concordo plenamente

    • Anderson

      5 de janeiro de 2014 at 13:49

      Gostaria de saber quantos Brasileiros gostaria de deixar o Brasil para morar nos EUA? acho que ninguem né este cara que publicou isso é um coitado,veadinho e frustrado!!! totalmente desinformado!!! ignorante…

      • Renato Moura

        7 de janeiro de 2014 at 17:00

        Eu moraria Facil.

        • Fabio

          12 de janeiro de 2014 at 11:10

          Eu moraria.

    • Bruno

      13 de janeiro de 2014 at 01:00

      Incrivelmente nós Brasileiros somos tão ignorantes e Burros desprovidos de humildade, que preferimos mentir para nós mesmos, fingindo que vivemos num pais bom e repleto de gente “boa” … Tudo o que o Americano escreveu é real, verdadeiro e muito sério, deveríamos sim aproveitar para olhar e resolver os Graves problemas que temos neste triste país, e parar de querer bancar de bonzões e evoluídos, pois continuando assim, como se vê em diversos comentários por aqui postados, nunca seremos um país de 1 mundo de gente respeitada e respeitadora… Infelizmente ainda somos um povo muito atrasado e ignorante … Triste Brasil que é o de hoje …

      • Nathalia

        16 de abril de 2014 at 15:01

        falou tudo, eles não tem a mente aberta o suficiente para aceitar uma crítica…

    • edrues

      19 de janeiro de 2014 at 01:05

      É verdade. Mas não são todos!

    • mariamaria.1992@yahoo.com.br

      4 de março de 2014 at 12:56

      nao sou chegada à americanos, mas infelizmente sou obrigada a concordar com ele. E acho que ele esqueceu muitos outros ítens, a lista poderia ser muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiito maior.

    • Mara Passos Ribeiro

      30 de março de 2014 at 18:20

      Concordo com você. Muito triste, mas é verdade, música alta há qualquer hora, “prédios históricos sendo destruídos, falta de educa cão … Etc….

    • Brasileiro

      27 de julho de 2014 at 16:37

      Fou a coisa mais ridícula que já li. Concordo com dois ou três principalmente sobre a corrupção. Agora não me parece que um ESTADUNIDENSE, e não americano pois americano até eu sou, escreveu isso. Eu tive muito contato com americanos e claro se gabam até demais mas a maioria respeita outras culturas e povos. Experiência sofrida são os brasileiros iludidos que saem do Brasil achando que terão uma vida melhor e não tem. Como turista é uma beleza, mas viver é uma realidade totalmente oposta. Bom não vale a pena discutir mais sobre isso. Fiquem iludidos, iludam-se com os Estados Unidos da Merda e se dêem ao respeito e respeitem seu país. Uma coisa eu digo, de lá de fora o mundo ama mais o Brasil do que os próprios brasileiros e quando alguém sai do país passa a amar e dar mais valor assim como eu.

  2. hernani gatto

    18 de dezembro de 2013 at 18:30

    Este comentário tem muitas verdades não há como negar> Por outro lado vem de um americano tipico que talvez conheça muito pouco o seu próprio pais os EUA….principalmente sobre como os americanos acreditam que devem e tem a supremacia mundial> Que são o melhor e mais avançado povo do planeta. Esqueceu de dizer de como o americano é um povo belicoso e de pouca cultura

    • Régis

      18 de dezembro de 2013 at 20:21

      Como assim ele se “Esqueceu” de dizer algo sobre o povo americano numa lista sobre o Brasil?
      Igualmente acho estranho dizer que o “americano é um povo de pouca cultura” num comparativo entre esse povo e o brasileiro. Sei que índices de educação não medem cultura, mas é um indicativo claro de conhecimento e a educação do US ocupa a 17º posição no ranking da ONU, uma posição nada confortável, mas que não se pode comparar com nossa 88º posição.
      A crítica que o povo americano é mal informado e tem pouca cultura é uma crítica interna, que eles fazem contra eles mesmo em seus programas televisivos e documentários. Um discurso que algumas pessoas que se encontram em situação muito pior tendem a imitar para se sentirem superiores.

      • HAAA TÁÁÁÁÁÁ!!!!!!!!!!!!!!

        19 de dezembro de 2013 at 04:30

        É ENGRAÇADO COMO O POVO BRASILEIRO QUE É COLÔNIA DOS EUA, TENDEM A CONCORDAR COM TUDO QUE VEM DE LÁ. LÁ AS RUAS SÃO REALMENTE LIMPAS MAS NÃO PQ O POVO É SUPER HIGIÊNICO E SIM PQ TEM SERVIÇO DE QUALIDADE PARA LIMPA-LA , JÁ DENTRO DE CASA NÃO É BEM ASSIM, SÃO UNS PORCOS E PREGUIÇOSOS NÃO LAVAM UMA COLHER A SEMANA TODA ESPERANDO A FAXINA SEMANAL PARA FAZE-LA E SE ACABAR O TALHER OU OS PRATOS, ETC, NÃO TEM PROBLEMA ELES COMPRAM MAIS SÓ PARA NÃO LAVAR, LÁ O SÍMBOLO DA MAIOR EMPRESA DE ENTRETENIMENTO É UM RATO , SABE PQ, PQ RATOS LÁ SÃO TÃO COMUNS QUE SE TEM UM CONTATO ÍNTIMO, NÃO SENDO MAIS MOTIVO DE ALARDE. LÁ É DESACONSELHÁVEL POR VÁRIOS ÓRGÃOS GOVERNAMENTAIS QUE A TROCA DE FRALDAS DOS BEBES SEJAM FEITAS POR PESSOAS DO SEXO FEMININO , PELO MOTIVO DE SE TER ALTÍSSIMO NUMERO DE ABUSOS SEXUAIS POR HOMENS A BEBES. LÁ ADOLESCENTE JÁ É MUITAS DAS VEZES INTIMADO PELOS PAIS A PROCURAREM UM EMPREGO E LOCAL PARA MORAR, E QUANDO POR ALGUM MOTIVO SENTIR SAUDADE DE CASA, LIGUE E PERGUNTE SEUS PAIS SE PODE IR VISITA-LOS POIS CORRE-SE GRANDE RISCO DE SER MAL RECEBIDO OU ATÉ MESMO NÃO RECEBE-LO SE APARECER DE SURPRESA, ISSO É SÓ UMA PEQUENA AMOSTRA DE QUE LÁ TBM NÃO É ESSA MARAVILHA DE QUE LÁ TAMBÉM TEM SUAS MAZELAS QUE MUITAS VEZES PASSAM DESPERCEBIDA DA GRANDE MAIORIA. E TIRA A BOCA DO SACO DO OBAMA,RAPAZ!KKKKKKKKK

        • HAAA TÁÁÁÁÁÁ!!!!!!!!!!!!!!

          19 de dezembro de 2013 at 04:35

          ERRATA:
          * ….”TÃO COMUNS QUE SE TEM UM CONTATO ÍNTIMO, NÃO SENDO MAIS MOTIVO DE ALARDE. LÁ É DESACONSELHÁVEL POR VÁRIOS ÓRGÃOS GOVERNAMENTAIS QUE A TROCA DE FRALDAS DOS BEBES SEJAM FEITAS POR PESSOAS DO SEXO *MASCULINO”*…

          • M

            24 de dezembro de 2013 at 03:45

            Você é burro hein amiguinho

        • Olha a prova aí

          19 de dezembro de 2013 at 16:35

          “Brasileiros constantemente interrompem o outro para poder falar. Tentar ter uma conversa é como uma competição para ser ouvido, uma competição de gritos.”

          • William

            8 de março de 2014 at 21:23

            Concordo plenamente.(também com 90% dos pontos do ‘Yankee Gringo’ mencionados no início deste forum.)
            Não sou Americano, sou Europeu e moro no Brasil profissinialmente já 30 anos e conheço quase tudo o país do Norte ao Sul.
            Não pode generalisar, claro!
            Mais a coisa mais irritante em geral quando vc está conversando em grupo ou turma com Brasileiros é a constante interrupçaõ em voz bastante alta e de um tom ‘arrogante’ (especialmente as mulheres)! Na Europa seria considerado extremamante ‘mal-educado’ou pior (poderia até levar um soco na boca…dá, Kkkk!). Aqui no Brasil não dá para ter uma conversa civilisada e com respeito um para outro em grupo. É o que os Brasileiros falam (ou gritam) é são em geral normalmente igüalmente extremamente ‘burros’ e sem argumentos sérios – seja de classe alta ‘chique’ de SP ou a baixa favelada do Rio…É o mesmo nível triste de ‘blá-bla-blá’ e ‘cri-cri-cri’…Frases como ‘Cala boca, porra…É isso aí…’ etc. Veja o Congresso Nacional ou qualquer botequim ou barzinho por aí!
            O tempo tudo, mesmo em faculdades!!
            *E não me fala do horrível empurre-empurre e xingamentos em filas de banco ou supermercados, seja em Ipanema ou no Morumbi ou numa cidadinha fudida do interior do Sertão ou em Salvador da Bahia, a cidade mais suja e fedendo do Brasil que já conheci.
            Tem muita coisa para fazer pelos jovens corajozos deste país, para finalmente contrariar as palavras do grande ex-presidente francês Charles de Gaulle depois de uma visita ao Brasil nos anos 60: ‘Isso realmente não é um país sério…’
            Vá lá juventude!
            Força!

        • Rafael

          20 de dezembro de 2013 at 00:40

          “LÁ AS RUAS SÃO REALMENTE LIMPAS MAS NÃO PQ O POVO É SUPER HIGIÊNICO E SIM PQ TEM SERVIÇO DE QUALIDADE PARA LIMPA-LA ”

          Como assim? Você tem certeza disso? Pq é impossivel as ruas ficarem limpas com todos sujando e apenas um “serviço” limpando. Imagina o tamanho e qualidade de “serviço” de limpeza que deve existir em Chicago ou Nova York para limpar a cada minuto o lixo jogado pelas pessoas na rua?
          Acredito que por este trecho já fica claro a falta de argumentação concreta no que você diz, a limpeza do ambiente publico é claramente responsabilidade de quem frequenta esse ambiente, no caso do ambiente publico o responsável é o povo, que no Brasil é tudo isso citado no texto e mais um pouco.

          • ademar

            21 de dezembro de 2013 at 02:51

            So fala isso quem nao conhece o mundo…
            Ja fui a Argentina, os rios sao tao poluidos o piores que os do Brazil, e o subway e o mais sujo que ja vi na minha vida, toda a sua linha!

            A Irlanda e uma terra de gente bebada, arrogante, mal educada e suja, mijam e fazem coco na rua, nao so os cachorros, gatos e gaivotas, qualquer ser humano bebado sente se no direito de tal.

            Reino Unido nao fica tao longe disso, mas tem a discricao de respeitar a cultura dos outros e nao serem tao “judgmental”, como esse rapaz!

            Esse e um ponto de vista unico e isolado, ele teve pessima experiencia, com pessimas pessoas, e pessimas situacoes, mas nao lhe da ao direito de se expressar em relacao a nossa cultura, como em quase metadae do que foi dito dessa forma.

            Como Brasileiro nao tenho a minima vontade de voltar a morar no
            Brasil, mas vejo que esses problemas nao sao exclusivos nossos, e muito menos deve ser tratado assim…

          • FATIMA

            7 de janeiro de 2014 at 23:46

            Claro o povo eh responsavel pela limpeza e pela sujeira tb, nao tenha duvida disso.Conheco bairros em Salvador que o povo vive dentro do lixo e feliz quero dizer isso nao os incomoda.OMG

        • Joao Vitor

          20 de dezembro de 2013 at 08:39

          Rapaz, vc só corrobora tudo que o cara disse…rs
          Caixa alta na internet significa que vc está gritando. E ao invés de vc simplesmente discordar dele e citar ps seus argumentos, vc preferiu atacar o país dele. Por essas e outras que o Brasil está perdido mesmo… Não é apenas EUROPA e USA que está a nossa frente. Alguns países da América do Sul estão BEM a nossa frente também…

          • Ricardo Barros

            21 de dezembro de 2013 at 06:00

            Muito bom, João Vitor

          • Nana Magalhaes

            1 de janeiro de 2014 at 15:19

            Temos que concordar com o americano, principalmente lendo os comentários.É triste ,mas é verdade.

          • Fabio

            12 de janeiro de 2014 at 11:14

            Concordo, João Vitor. E não dá para sair defendendo os nossos defeitos com os defeitos dos outros. Se for assim, justifica-se o Pinochet pela simples existência do Sharon, o massacre de Sabra e Chatila pelo massacre de Acosta Ñu. Os 40 itens levantados pelo norte-americano são tristes, pois sabemos que são reais.

          • Erika Andrade

            23 de julho de 2014 at 11:05

            Eu tenho 13 anos, e vou falar a real
            Crie vergonha nessa sua cara Americano, vc falo tanto do Brasil e das mulheres brasileiras e pq entao se casou com uma brasileira nao sei q cara e esse q nao tem respeito nem pela patria da sua mulher; entao fique la no seu pais mesmo q e morte todo dia e ainda matao pessoas inocentes, E vc foi ainda em SP sem quere ofender, mais SP nao he um exemplo do Brasil perfeito, mais mesmo assis gosto muito de SP. E esse americano e um idiota abestado q seria melhor olhor pro seu proprio nariz antes de falar dos outros….

        • Ahh, mano

          27 de dezembro de 2013 at 13:21

          Ah, mano. De boa. Vá se catar.

        • WASCHINGTON

          10 de janeiro de 2014 at 13:16

          M A R A V I L H A!!! KKKKK

      • Jonas

        21 de dezembro de 2013 at 16:58

        Olha, na verdade o povo americano é visto como um povo sem cultura e grosseiro tanto por europeus como por asiáticos. Só por aqui eles têm mais prestígio. Talvez na Índia também.

        • igor santos

          23 de dezembro de 2013 at 02:39

          Um povo tão sem cultura, que os brasileiro constantemente , imitam datas comemorativas, ofertas como a black friday e usa como em seu linguajar diariamente palavras de influencia inglesa.

      • Caio

        23 de dezembro de 2013 at 21:12

        Me desculpa mas, o povo estadunidense (porque americanos somos todos nós) é sim um país bem pior que o nosso. É só observar a ideologia deles. Querer passar por cima do outro é algo que eles sempre fizeram e continuam fazendo. E também não somos nós que devemos nos incluir na cultura deles, estando no nosso país. Portanto muitos dos comentários deles são sem fundamento. E tristemente, outros tantos são verdadeiros…

        • Fabio

          12 de janeiro de 2014 at 12:40

          Nossa, que comentário pobre. Todos os comentários que foi feito, os 40, têm sim muito fundamento e se não conseguimos enxergar isso, estaremos perdidos para sempre.

        • Fabio

          13 de janeiro de 2014 at 11:43

          Alguns pontos mencionados pelo americano fazem sentido. Outros foram exagerados. Eu acho que o Brasil não é o país retratado por ele mas não está também muito longe. O fato do governo americano não respeitar a cultura e a soberania alheia não significa que todos os americanos sejam iguais. Fui aos EUA e tive uma ótima experiência. Há locais no Brasil que são tão bons ou melhores que cidades americanas. Só que os EUA apesar da crise estão se recuperando rapidamente. Estão preocupado em melhorar sua educação. E o Brasil? Bom, nós encontramos desculpas (nosso governo e o povo é conivente) para deixar tudo como está.

      • Nathalia

        16 de abril de 2014 at 16:06

        falou tudo !!! e educação é como se fosse cultura sim, porque pode ver as pessoas que não tem educação não tem cultura, são criados como animais, se usam como objetos , para ganhar alguma coisa. sempre para ganhar alguma coisa

    • Alexander Gieg

      18 de dezembro de 2013 at 20:57

      Pouca cultura? Lá eles têm bibliotecas em praticamente todos os bairros, e são bibliotecas ativamente frequentadas. O mesmo vale pras escolas. E todas as cidades têm teatro. E os soldados são quase todos gente com faculdade. É um dos povos mais cultos do mundo, que só perde para alguns países europeus.

      • Alexandre Labatut

        18 de dezembro de 2013 at 22:17

        Nunca vi afirmação tão equivocada. Americanos moram em si mesmos e para isso deveriam engolir cada palavra proferida aos outros. Proporcionalmente, a estatística mostra que, pela cultura ofertada no país, como universidades e escolas de ensino médio, além dos meios que as mesmas provém para o ensino, não há nações tão ignorantes relacionadas com as de “1º mundo” acerca da própria política interna como da externa como os norte americanos. Cultura geral? Esta é nula.

        • Rafael

          20 de dezembro de 2013 at 00:41

          Parece que você descrever sobre o que não sabe. Me parece que o nível de cultura geral seu é próximo de nulo, uma vez que você não tem argumento algum no que tange a cultura americana, dizendo apenas “achismos” misturados com um pouco de esteriótipos.

      • Edson

        22 de dezembro de 2013 at 00:23

        “E os soldados são quase todos gente com faculdade”
        “É um dos povos mais cultos do mundo”

        Vivi dez anos nos States e dois deles no USArmy e não posso concordar com você, soldados com faculdade e povo mais culto do mundo? Você não tem ideia sobre o que está falando …

      • Rodrigo

        28 de dezembro de 2013 at 07:10

        Nao seja tao equivocado….o fato de existirem varias bibliotecas nao significa que as pessoas que as frequentam estejam la em busca de cultura e informacao. Uso de internet, aluguel de filmes, entre outras atividades, justificam a presenca das pessoas nas bibliotecas. Se for em cidades universitarias, ai sim…pode ser que voce ache alguem que esteja la com esse proposito (e o povo do mundo academico eh minoria…lembre-se disso). Sendo assim, nao generalize falando que sao um povo culto. Pois nao sao….como ex-morador do EUA e atualmente residindo no Canada, posso afirmar que o sistema educacional eh falho, o conhecimento das massas eh limitado a coisas que nao se refiram ao seu proprio pais; as vezes somente a propria cidade.

      • Nana Magalhaes

        1 de janeiro de 2014 at 15:21

        De onde eles estão tirando isso , que o americano não é culto?

      • jaf

        8 de janeiro de 2014 at 05:14

        Alexander depois q passar o porre, vc pode fazer o comentario

    • Jeferson Valdir da Silva

      21 de dezembro de 2013 at 10:38

      Teria mil e um motivos para falar mal dos Norte Americanos, e outros países, pois cada qual tem a sua cultura, e este choque de culturas ninguém gosta.

    • fabio mattos

      21 de dezembro de 2013 at 13:58

      Kkkkkkk, e vc acho nao conhece a esquina da sua casa, outro defeito do brasileiro, principalmente esses como vc, acharem que podem falar isso ou aquilo daquele que e sim, a maior nacao da terra, belicoso, sim e proteje vc e seu modus vivendo a mto tempo, qto aos americanos, pelo menos sao com certeza mais felizes que vc!

      • André

        22 de dezembro de 2013 at 19:50

        Todo contra-argumento de brasileiro começa com um kkk porque brasileiro nunca está dialogando, está sempre tentando provar que você está errado, independente do que seja. O que é surpreendente devido à quantidade gigantesca de concordâncias unânimes no território nacional.
        Outro traço brasileiro é a ausência total de autocrítica. Quando alguém o critica ele jamais pondera a possibilidade de estar errando. Ao contrário, agride quem o critica apontando obsessivamente os erros do outro, reais ou inventados, pois é refém de uma psicologia de inferioridade permanente.
        E crer que o americano é burro ou inculto é… sei lá. Bom mesmo é aqui, onde professores universitários com doutorado não sabem ler uma frase em inglês ou em qualquer outro idioma que não o de Camões, muitos vendo nisso um traço de superioridade.

        • Renato Dias

          28 de dezembro de 2013 at 13:22

          Infelizmente temos a cultura tupiniquim dos títulos, onde só interessa a ostentação, sem conteúdo ou consistência. Começa pela escola, onde a regra é colar, obter nota a qualquer custo, chegar ao final independentemente de haver fraudado ou não um resultado: “tem um babaca que insiste em estudar lá na turma, mas que pode me ser útil na hora dos trabalhos e provas”. O deboche é regra geral, saindo das rodas de brincadeiras para a vida profissional, estudantil, familiar, religiosa, amorosa… Enfim, não há respeito mútuo e nem pelos valores sociais mais enobrecedores (“cada um por si e Deus por todos”). Imediatismo das satisfações de desejos, geralmente egocêntricos, são o caminho natural para tudo, levando todos a crerem que “farinha pouca, meu pirão primeiro”. Neste quesito, dinheiro é tudo (acima de todos os seres viventes e que possam um dia vir a nascer – incluindo seus próprios descendentes). Somos, infelizmente, inconvenientes, pois ainda no campo do egocentrismo, achamos que somos senhores de todas as situações, não respeitando o alheio ou ao outro em nenhuma circunstância (dai não podermos nem manter uma discussão saudável e impessoal). Educação: “não interessa” (pois torna as pessoas melhores do que eu – inadmissível na visão brasileira – “coloco meu filho em escola particular e pronto, dane-se o resto”). Saúde: “eu bebo sim, estou vivendo…”, “não é problema meu, pois não estou precisando de médicos neste momento” ou “azar de quem está na fila do SUS – já está condenado mesmo”. Segurança:”que se dane, pois moro em condomínio” ou “pago segurança na rua”. Idosos: “bando de gente atoa que só serve para furar fila e chorar as pitangas porque não podem mais se divertir tanto quanto eu”, “que se danem, pois ainda sou muito jovem e tudo posso naquele que me sustenta – o dinheiro (e não interessa de onde vem)”. Poderia ficar aqui escrevendo por muitas laudas ainda, mas só isso já dá uma noção do que tantos estão defendendo apaixonadamente.

          • Rodrigo

            30 de dezembro de 2013 at 15:27

            Perfeito Renato. God Bless America.

          • Nana Magalhaes

            1 de janeiro de 2014 at 15:31

            Renato, se alguém discordar do que vc falou,acho impossivel. Provavelmente vai se enxergar cometendo alguma dessas atitudes que vc comentou. Temos que ser realistas e encara os fatos.

          • Angel

            4 de janeiro de 2014 at 21:44

            Concordo com você! Os que se doeram é porque de alguma maneira participam da sacanagem, então dedo na ferida não é para qualquer um, muito menos para um povo ignorante, que mesmo que tenha feito alguma faculdade ou tenha algum estudo, não garante dignidade em nem caráter. O problema da maioria do povo brasileiro é ausência total, de princípios, moral, ética, cidadania e caráter!!!

          • Graciete ;

            7 de janeiro de 2014 at 13:13

            Tocou na ferida aberta do povo brasileira, a verdade é essa e é inquestionavelmente dolorida. Tive uma curta experiência fora do país, mas suficiente para entender que levaremos décadas para inserir conceitos básicos da boa convivência e educação como, pedir licença ou se desculpar ao esbarrar em alguém, e simplesmente não jogar o papel da bala ou picolé na rua.

          • Fabio

            12 de janeiro de 2014 at 12:46

            Perfeito!

          • Hildebrando Rocha dos Santos

            16 de janeiro de 2014 at 05:56

            Parabéns caro Renato Dias, nem precisa e também nem preciso dizer mais nada

  3. mario braz

    18 de dezembro de 2013 at 19:17

    Sim existe muitas verdades nestes tópicos, mas falar que a comida brasileira é sem graça acho muito exagero da parte dele.

    • Rogerio Mello

      21 de dezembro de 2013 at 13:45

      De fato senti um certo exagero por parte dele em relação a nossa culinaria, pois fica provado que o exesso de alimentos processados podem desencadear em inumeros problemas de saude. Alem do mais São Paulo é a capital da grastronomia pelo menos aqui na America do Sul.

      • Anita

        28 de dezembro de 2013 at 20:09

        É, discordo do item gastronomia, mas penso que poderia juntar um outro item: o nativismo exacerbado, uma grande tendência a se achar o melhor em tudo. A mulher brasileira se acha irresistível e o culto à beleza do corpo passa na frente. A gente observa bem esses defeitos quando mora em outro país. O brasileiro, principalmente o mineiro, acha que Minas é o melhor lugar do mundo, mas é o Estado que mais emigra. Nos Estados Unidos o que mais tem é mineiro. De Governador Valadares então… E finalmente eu acho bem feito, pois o brasileiro vive deslumbrado com os americanos e seguem todas as suas tendências. Quando vem a Paris comete gafes e sai falando mal. Bom, não são todos, claro, mas a maioria é só pra mostrar aos amigos.

    • Angel

      4 de janeiro de 2014 at 21:46

      Devemos respeitar a opinião dele, se não gostou é direito dele, ninguém é obrigado a gostar da nossa comida e vice-versa!

  4. Edilson

    18 de dezembro de 2013 at 20:12

    Só li verdades, passei uma semana no Canadá e até hoje sinto saudades, vivo 30 anos no Brasil e essa 1 semana no Canadá abriu meus olhos, brasileiro é um povo semi bestializado, criminoso, vitimista e não esta nem ai para as leis ou o respeito ao próximo não é de se estranhar que bandidos procurados do mundo inteiro mudem para cá e sermos o país mais homicida do mundo.

    • iranildo

      19 de dezembro de 2013 at 11:21

      voce esta coberto de razao,assim como tambem concordo com o americano,vivemos num pais de gente miseraveis que so se importam consigo mesmo,que lutam para fazer o mal ao proximo,que por inveja faz de tudo pra derrubar aquele que esta seguindo em direçao ao seus objetivos,que é capaz de inventar um infamia pra derrubar o outro,emfim…nao vejo a hora e ir embora dessa droga de pais!!!

      • natan

        15 de abril de 2014 at 13:16

        incrivel como os baba ovo de americano aceitam serem chamados de mal educados aceitam que nossa comida e uma merda aceitam que o brasil inteiro e do jeito que o americano falo q nossas casas são horriveis so pra deixa claro EXISTEM PAISES PIORES DOQUE O BRASIL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    • Elisa

      22 de dezembro de 2013 at 18:05

      Meu caro isso inclui você! Engraçado como nós brasileiros gostamos de falar mal do nosso país e do nosso povo como se não fizessemos parte disto.

      • Angel

        4 de janeiro de 2014 at 21:50

        Não é porque somos brasileiros somos iguais… se ele não se encaixa nas sacanagens, se ele é uma pessoa correta, tem todo direito de dizer que concorda ou querer sair daqui, afinal quem não respeita o outro como você, se encaixa na crítica do americano!

  5. Bruno Ernesto

    18 de dezembro de 2013 at 20:33

    Esse cara deve ter morado em uma cidade, ou tem convivido com pessoas mto chatas, ele está certo em qse tudo que disse, mas ele lidou com os piores tipos de pessoas.

    • Paula

      25 de dezembro de 2013 at 01:53

      Concordo! Tem muitas verdades, mas também há uma forte generalização. Com certeza os grupos de pessoas e os locais que ele frequentou não eram os melhores.
      E para quem disse aí nos comentários que brasileiro fala sobre o próprio povo como se não fizesse parte dele, acontece que é mais ou menos isso mesmo o que acontece.
      Há uma elite cultural no país e pessoas bem educadas que também não se conformam com todos essas situações retratadas pelos estrangeiros. Eu vivo várias dessas coisas cotidianamente e não me conformo, da mesma forma que não ajo assim.
      Pelo sim, pelo não, sou contra generalizações. São todas, de alguma forma, burras.

  6. Angelo Viacava

    18 de dezembro de 2013 at 21:20

    Quero ir embora daqui. Socorro!

  7. Marcel

    18 de dezembro de 2013 at 21:33

    Eu to muito longe de gostar do Brasil, na verdade, não gosto nada e meu sonho era ir embora mas no link postado tem coisas que é pura difamação e invencionice, vejamos:

    62. Os brasileiros tendem a cheirar publicamente seu ranho para trás em suas cavidades nasais, muitas vezes e em voz alta. Eu acho que eles gostam do sabor? Mesmo as mulheres atraentes fazer isso.

    63. Os brasileiros também não cubra a boca quando tossir, mesmo gente de classe alta que deveriam saber melhor. Selado em um elevador lotado? O garçom que serve sua comida? O cara sentado atrás de você no ônibus? Desfrute da TB meu amigo

    • Fabi

      20 de dezembro de 2013 at 08:20

      Sobre o 62: Pro brasileiro, é falta de educacao assoar o nariz em publico. Se uma pessoa realmente precisar assoar e nao tiver como ir ao banheiro, ele funga o catarro. Qual a difamacao ai?

      • sofia

        21 de dezembro de 2013 at 22:20

        não só assoa o nariz no meio da rua, ainda limpa os dedos nas calças e as catarradas na calçadas??? realmente é nojento, mas hoje em dia nenhum homem usa lenço, já até mulher fazem isso.credo!!

        • Mannlopes

          5 de abril de 2014 at 19:32

          Mas no Brasil nao há lenço de papel descartável? Tao brincando….

  8. NATALIA LOURENCO

    18 de dezembro de 2013 at 21:33

    Tem bastante coisas verídicas porém , eu vejo uma pessoa completamente mesquinha que só sabe reclamar de tudo ao invés de fazer algo para melhorar , ele não pode afirmar que todas as cidades do Brasil são feias, provavelmente pq ele não deve ter visitado todas elas , dizer que a comida brasileira é sem graça? Que ridiculo! Se ele prefere comer enlatados é uma opção dele , achei super ignorantes os comentários com relação a várias coisas , é uma opinião dele onde ele não deve generalizar , pois nem todos os brasileiros são assim , em todo país tem gente estúpida e mal educada

  9. Bárbara Rabelo

    18 de dezembro de 2013 at 21:49

    Particularmente, desisti do Brasil há algum tempo. Pra mim, é uma terra de ninguém, onde existem povo/políticos corruptiveis e corruptos, leis obsoletas, violência extrema e gratuita, falta de respeito e sentimento de união, entre outros.

    Mas pra criticar e apontar defeitos, é preciso ser e agir, no mínimo, de forma diferente. Um americano dizendo que não temos respeito pelo meio ambiente sendo que os EUA são uma das nações que mais poluem ar e mares, além de terem destruído todas as suas floretas.

    E falar mal de nossas mulheres e nossa comida não tem muito sentido quando sua população, incluindo mulheres, é em sua maioria obesa, o que já explica o lixo que eles consomem e chamam de comida.

    Apontam como aspecto negativo o fato de amarmos nossas mães e detestam nossa cerveja? Não casem com brasileiras e não venham para cá se embebedar e prostituir nossas crianças. Simples.

    Minha cidade é linda, cheia de praças, a arquitetura é uma graça, preservamos nosso centro histórico, quando me encontro com amigos, o papo é longo e pautado por muitas risadas. E não, eu não moro no Rio de Janeiro, muito menos Salvador. E também não assisto Big Brother, obrigada. Falaram os reis dos reality shows.

    E pra terminar, ninguém, mas ninguém mesmo que eu conheça, jamais sentiu-se ofendido pela recusa de algum alimento oferecido. Acredito que tenham nos confundido com outros povos, o que não seria de se espantar. Porque será que os americanos são mundialmente famosos pelo grande amor que sentem pelo próprio umbigo?

    Vai falar mal de mim? Seja melhor que eu. E tenho dito.

    • cassio do couto

      29 de dezembro de 2013 at 01:16

      De todos os comentários postados, este foi o mais sensato. Parabéns!

    • Lucas

      10 de janeiro de 2014 at 00:35

      Amei, você ponderou cirúrgicamente naquilo que (ao meu ver) deveria levar-se em conta, coitado, não deve ter tido muita sorte aqui…

  10. Ayrton Gil

    18 de dezembro de 2013 at 22:02

    Pior é que é verdade.

  11. Jeanine

    18 de dezembro de 2013 at 22:11

    40. Todas as cidades brasileiras (com exceção talvez do Rio e o antigo bairro do Pelourinho em Salvador), são feias, cheias de concreto, hiper-modernas e desprovidas de arquitetura, árvores ou charme. A maioria é monótona e completamente idênticas na aparência. Qualquer história colonial ou bela mansão antiga é rapidamente demolida para dar lugar a um estacionamento ou um shopping center.
    ????????

    Me desculpe, mas esse foi um dos piores!!!Ele por acaso rodou o Brasil inteiro??? Ah coitadoo, até parece que EUA tem um visual nada monótomo né???

    Ele até tem razão em algumas pequenas coisas, mas generalizou bastante, principalmente ao falar de nossa personalidade e dizer que não temos assunto, q tudo q falamos é futebol e BBB!! caralho, se vc perguntar À quem tem juízo vai saber que não liga nem a TV!!!

    Vá Ser Feliz meu filho, usar do q não gostou e do pouco que conheceu pra falar mal!!Procure o que fazer!!!Volta pra tua terra que só quer ser a dona do universo!!!

    • Eduardo

      22 de dezembro de 2013 at 12:18

      Será que este gringo veio conhecer a Serra Gaúcha? Gramado, Canela? Miserável mortal, abre teu olho!

      • natan

        14 de abril de 2014 at 13:12

        certas coisas que ele disse são verdades mas algumas coisas são muito exageradas e generalizadas os eua são o pais mais rico do mundo sim! são mil vezes melhor do que o brasil sim! mas apesar de todos os problemas ainda somos um bom pais para morar tem paises piores do que o brasil como o haiti por exemplo que é o pais mais pobre do hemisferio ocidental e a economia do pais atualmente esta destroçada nos brasileiros so ficamos reclamando do nosso pais mas nos não fazemos nada para muda-lo fugir dos problemas e muito facil neh! estou defendendo o brasil por patriotismo e não por não aceitar a realidade ja que ele fez uma lista de coisa ruim do nosso brasil tam bem fou fazer uma lista criti cando os merdas unidas da america 1 os estadounidense se acham superiores as outras pessoas culturas e nações e são super frios 2 os eua jogaram duas bombas no japão morreram milhares de pessoas por causa disso 3 os eua usaram pessoas como cobaias humanas na guatemala 4 os eua poluem pra caramba 5 que eua saiba as cidades dos eua são mais hipermodernas e sem charme que as brasileiras 6os eua espionaram a dilma e uma chanceler alema 7

      • natan

        14 de abril de 2014 at 13:22

        certas coisas que ele disse são verdades mas algumas coisas são muito exageradas e generalizadas os eua são o pais mais rico do mundo sim! são mil vezes melhor do que o brasil sim! mas apesar de todos os problemas ainda somos um bom pais para morar tem paises piores do que o brasil como o haiti por exemplo que é o pais mais pobre do hemisferio ocidental e a economia do pais atualmente esta destroçada nos brasileiros so ficamos reclamando do nosso pais mas nos não fazemos nada para muda-lo fugir dos problemas e muito facil neh! estou defendendo o brasil por patriotismo e não por não aceitar a realidade ja que ele fez uma lista de coisa ruim do nosso brasil tam bem fou fazer uma lista criti cando os merdas unidas da america 1 os estadounidense se acham superiores as outras pessoas culturas e nações e são super frios 2 os eua jogaram duas bombas no japão morreram milhares de pessoas por causa disso 3 os eua usaram pessoas como cobaias humanas na guatemala 4 os eua poluem pra caramba 5 que eua saiba as cidades dos eua são mais hipermodernas e sem charme que as brasileiras 6os eua espionaram a dilma e uma chanceler alema 7 a comida brasileira e uma das melhores o mundo é por isso que os eua são paises com mais obesos do mundo !tambem so comem fast-food o rasil tem muitos defeitos sim mas tambem tem muitas qualidades que ele não viu e ninguem ve prque ñ foi morar no sul do pais que e melhor do que outras regiões

  12. Iuri

    18 de dezembro de 2013 at 22:12

    01 Motivo para não gostar de morar nos Estados Unidos da América: Os Americanos!

    • Jeanine

      18 de dezembro de 2013 at 22:41

      pode crer!!!

  13. PV

    18 de dezembro de 2013 at 22:19

    Acho que falar do Brasil é muito fácil. Nós estamos em evidência e muitos outros textos sobre nosso país, cultura, povo, esportes e etc virão nos próximos anos. Sinceramente não entendo o motivo desta lista, por mais que esse americano tenha “odiado morar no Brasil” qual seria a relevância de um texto como esse? Acho que todos nós sabemos os defeitos do nosso país, e também sabemos suas qualidades. Pra falar a verdade fico muito ofendido com esse tipo de matéria e digo que se não gostou amigo, pau no seu cu de tio Sam! Quem você pensa que é para insultar meu país? O país que abrigou você, pelo motivo que fosse. Você não é brasileiro, e nunca será. Se seu país é melhor e seu povo menos agressivo ou oportunista, fique por ai.

    Abraços, um carioca oportunista

    • G

      18 de dezembro de 2013 at 23:10

      de toda essa matéria, o que eu mais gostei de ler foi seu comentário! concordo plenamente com tudo que voce disse e tambem me senti ofendido com afirmaçoes ridiculas como “a cerveja é aguada” ou “a qualidade da água é questionavel” isso se chama viadagem americana, meu amigo! ta acostumado com seu país de primeiro mundo e suas comidas industrializadas(15)!!

    • Carlos

      19 de dezembro de 2013 at 09:30

      É fácil criticar. Até mesmo a “Europa” tem apenas alguns poucos países realmente desenvolvidos (França, Alemanha, Inglaterra e os nórdicos). Itália, Espanha, Portugal, leste europeu são piada, até o Brasil é tecnologicamente mais avançado, na média. As pessoas às vezes não percebem que, na verdade, existem apenas uns 8 ou 9 países no MUNDO INTEIRO realmente bons.

      • Angel

        4 de janeiro de 2014 at 21:55

        Em que??????? Nós somos tecnologicamente avançados em que? Se aqui pouco se desenvolve em tecnologia, nem carros brasileiros existem, somente estrangeiros que são nacionalizados!!!! Me poupe de um comentário pobre como o seu!!!!

        • nicholas santos

          19 de janeiro de 2014 at 17:08

          prezado senhor angelanta devo informalhe que existe uma fabrica brasileira do ceara chamada troller que um dos melhores carros anfibios de rali do mundo por tanto sim ele tem muita razao

          • Angel

            21 de janeiro de 2014 at 00:01

            Primeiramente seu mal educado (por isso o americano tem razão em criar a lista, e você certamente deve ser incluso em muitos quesitos!), grande bosta um carro anfíbio, pega e compra um e aproveita para usar nas enchentes que você deve enfrentar em algum bairro chinfrim que você mora!

        • natan

          15 de abril de 2014 at 13:25

          o sua arrogante a tecnologia brasileira da de ponta na argentina e no mexico e nos temos onico acelerador de particulas da america latina foi um brasileiro q invento a avião e o relogio de pulso

      • Mannlopes

        5 de abril de 2014 at 19:47

        Carlos tem a certeza do que diz? Penso q não… Claro que todos os países têm defeitos e virtudes. Mas acho que desconhece a Europa. Portugal por exemplo… Todo o ser humano tem acesso a hospital e excelente atendimento público. A taxa a pagar é de 5 euros.12 reais. e nao é por nao pagar que não vai ser atendido. O ensino é obrigatório 12 anos. Excelente parque escolar. Por falta de. Crianças muitas escolas estão a encerrar. A qualidade do ensino é muito boa. O ensino público ronda os 90% da população. Seria inadmissível um professor doutorado nao saber inglês.

    • Bernardo

      21 de dezembro de 2013 at 04:56

      Carioca oportunista, é redundante.

      • Lucas

        10 de janeiro de 2014 at 00:40

        Boa !!!

    • I

      28 de dezembro de 2013 at 00:17

      Realmente, descreveu todo o meu pensamento sobre essa lista totalmente inútil. Hipocrisia reclamar que não cuidamos de nosso ambiente, enquanto eles distribuem fábricas em outros países e poluem outros ares, sem ao menos deixar sua sujeira somente em seu país. Já foi tarde.

  14. G

    18 de dezembro de 2013 at 22:57

    a 4 é claramente falsa, já que o individuo não morou tempo suficiente para viver dois mandatos, então seu direito de criticar a nossa politica (mesmo que esteja correto) é zero. E os numeros 14 e 15 são evidentemente viadagem. A 17 é muito pessoal para ser generalizada a todos os brasileiros, e na minha opinião ofendeu a minha cultura. A 18 é inquestionável. A 19 é novamente, além de viadagem, repulsa ao Brasil em si, pois o individuo se baseia na politica para justificar a qualidade da água, que biologicamente falando, não é ruim. E por fim, a 20 eu nem comento.

  15. carol

    18 de dezembro de 2013 at 23:52

    algumas coisas sao verdades, mas tudo isto faz parte da nossa cultura. é como se nós não concordasse com os chineses que comem cachorro. o que vejo eh apenas um americano arrogante e sem tolerância se achando melhor que os outros. desculpa gente, não é vergonhoso não gostar do pais, vergonha é cuspir no prato que se come todo dia.

  16. Wilson

    19 de dezembro de 2013 at 00:10

    Um parecer um pouco crítico , mas muito REAL

  17. Marcia Cordeiro

    19 de dezembro de 2013 at 01:01

    Eles tem razão. Basta ir de Curitiba a SP que percebemos tudo isto.

    Os brasileiros negam os fatos os justificando e sem argumentos fundamentados ao invés de corrigir, atentar à crítica e se superarem.

  18. Thiago

    19 de dezembro de 2013 at 01:05

    Realmente, muitas coisas neste texto estão corretas, d todos nós brasileiros sabemos de nossos pro lemas. Os políticos são corruptos na cara de pau, os preços inflacionados, os transportes públicos sem investimento e 90% das vezes lotados. Ok.
    Mas não venha generalizar as pessoas que VOCÊ conbeceu na sua vinda ao Brasil como um estilo de vida igual para todos. Eu posso te afirmar com a maior certeza que as pessoas são muito sociáveis e não falam de BBB, ou outra merda dessas. A comida não sou eu que falo, são as pessoas, é uma das mais saborosas e difersificadas do planeta, e muito gostosa por sinal. Se você comeu todos os dias em algum lugar ruim, não generalize, afinal vocês comem enlatados, congelados e fast food quase sempre. Temos muitas coisas erradas SIM, coisas que nos envergonham como brasileiros, mas eu te aconselho estudar melhor sobre o que você escreve sobre nosso país.

  19. Iara B.

    19 de dezembro de 2013 at 01:29

    Concordo com a maioria dos itens. Deveria ser impresso como manual de convivência para os gringos na Copa, rs! E cara, é nossa cultura sim, mas aí está o erro do povo, se prender a nacionalismos, regionalismos e deixar de evoluir, se limitar nesta desculpinha cômoda… O cara falou bem,e não importa a nacionalidade dele. Concordo como concordei com o discurso do Stalone quando veio ao Brasil… que foi sim arogante, porém não deixou de ser verdadeiro.

    • Lara

      22 de dezembro de 2013 at 07:08

      Adorei seu comentário, Iara. Concordo com tudo. Temos que evoluir e nao ficarmos ofendidos com a descrição do que acontece no dia a dia!

    • Ferreira

      6 de maio de 2014 at 09:56

      Comentário mais preciso é impossível. É lamentável, só que é a mais pura verdade da realidade brasileira.

  20. Fábio Silva

    19 de dezembro de 2013 at 01:32

    Americano cria lista? Nossa! Aplausos para tamanha criatividade e dubialidade. É muito fácil enumerar defeitos alheios veja só: 1 EUA país que mais polue o meio ambiente. 2 o mais racista com, lá preto como o atual presidente em previas de sua primeira eleição fora ameaçado inumeras vezes de morte por conta de sua cor. 3 Lá eles querem copiar um sistema de saúde que pouco funciona no Brasil como o SUS. 4 lá seus presidentes tem costumes de trairem suas esposas com estagiárias. 5 Lá todo mundo odeia o Cris, se é que esse americano entenderia essa frase. Enfim dizer que conhece o Brasil porque morou por 3 anos de convivência numa das maiores megalopolis do mundo é dizer: Eu viajei o país via Google Earth porque para conhecer o Brasil caro Americano é necessario se desprender dos seus preconceitos criado em seu proprio país e aprender a respeitar os costumes dos demais. Ou vai me dizer que não ha lixo nas ruas americanas e que todos são educados? Sua mãe não ensinou que ao entrar em casa alheia seria necessário sacudir a poeira dos pés? Cada qual com seus defeitos e qualidades. Ninguém é perfeito e, eu tenho orgulho do meu país, procuro melhorias, mudando os meus atos tanto politicamente quanto educacionalmente. Pronto. Falei.

    • Delubio de paula

      19 de dezembro de 2013 at 10:54

      Ruas sujas nos EUA???? pirou!!! Pode ter um ou outro bairro abandonado em cidades com prefeituras endividadas.é amigo aqui nos EUA não é Brasil não….
      Cidade que não cuida dos seus recursos financeiros, QUEBRA!
      E o governo federal americano pouco faz pura ajudar.
      Só em calamidades é que há recursos.
      Vide Detroit,a cidade mais industrial dos EUA quebrou, por causa de seguidos governos democratas, da um “unionização” dos postos de trabalho na indústria automobilística onde as aposentadorias e altos salários expulsou as grandes montadoras da cidade…. Isso é o resultado de políticas populista do partido democrata, que governou Detroit por várias décadas…. A cidade acabou!!!!
      O BRASIL em comparação de limpeza com os EUA ou até mesmo a europa, é nojento, sujo, imundo mesmo…. Melhor aceitar os fatos e reconhecer a falta de educação do povo….

    • Lucas Melo

      20 de dezembro de 2013 at 11:42

      Olá Fábio;
      Com todo o respeito a sua opinião (por favor não entenda que eu quero brigar) e apenas como autocrítica acho válido pensarmos em quantos desses itens nós não nos encaixamos.
      1) Realmente os EUA são o país mais poluem o meio ambiente, a quantidade de resíduos produzida por uma família média é enorme, mas em compensação a coleta seletiva é amplamente empregada. Enquanto aqui…
      2) “O país mais racista” do mundo teve escravidão por quase 70 anos até o ano de 1863, com quase 394 mil negros “importados”, enquanto que no Brasil durou mais de 300 anos e só terminou em 1888 (o último país da América), totalizando algo em torno de 3,6 milhões de negros. Por fim, enquanto eles tem um presidente negro, o brasileiro (de direita é claro) não suporta ver um negro na universidade (vide as cotas);
      3) Eles copiaram nosso etanol e já são os maiores produtores do mundo (em 10 anos), será que se copiarem o SUS não nos superarão mostrando que o problema é nosso?!
      4) Nem dá pra comentar…
      5) Bem que o cara falou que se o assunto não for futebol ou televisão logo a conversa com os brasileiros acaba.
      Bom 2014 e Sucesso.

      • wes

        21 de dezembro de 2013 at 15:17

        Como é a direita não gosta de negro? Em que universidade voce estuda que não tem ensina a diferença entre idologia, racismo e sistema econômico? Sou liberal de direita e minha esposa é negra.

    • André

      22 de dezembro de 2013 at 20:01

      1- O país que mais polui o ambiente é a China; 2- Racismo dominante e o presidente é negro (e 10% da pop. americana é negra); 3- Comparar o sistema de saúde deles com o nosso é piada de mau gosto; 4- Generalista é pouco…; 5- Exagero, por isso é uma série cômica, baseada no exagero desproporcional dos fatos.
      Aí diz que “viajou o país pelo Google Earth”. Para que continuar lendo?

  21. jhonatan

    19 de dezembro de 2013 at 05:20

    CONCORDO COM TUDO QUE O CARA DISSE…SQN
    MANDOU BEM MESMO…SQN

    SHO ESQUECEU DE FALAR DOS GATOS NO CIO AQUI NA RUA DE CASA…
    PORRA OS BICHOS GRITAM A NOITE TODA… NUM DA PRA DORMIR NESSE PAIS…

    TAMBÉM ESQUECEU DE FALAR DA PROPAGANDA DA TEKPICS AQUELA CÂMERA 200 X DE $10,00reais CHATO PRA CARAL** O CARA FALANDO MEU…

  22. Augusta

    19 de dezembro de 2013 at 08:53

    Não só os americanos. Estou com um hóspede russo e ele está horrorizado com o pouco que viu. É vergonhoso.

  23. Ana Paula

    19 de dezembro de 2013 at 09:04

    Ele generalizou um pouco… mas concordo com todos os pontos abordados por ele. E ainda tem mais. Ele esqueceu de mencionar o sistema de saude e de educacao deste pais que simplesmente é um lixo. Sou brasileira com cidadania europeia e me pergunto todos os dias pq continuo aqui. O Brasil é lindo com recursos naturais fenomenais, mas nao sao aproveitados, pelo contrario, é dominado pelo sistema corrupto.

    • Curtidora

      21 de dezembro de 2013 at 10:41

      Curti!

    • anmaria

      22 de dezembro de 2013 at 18:48

      vai embora então sua idiota. se vc não consegue fazer algo pra melhorar o seu país, cai fora. de gente como vc, que concorda com tantas asneiras ditas nesse texto é que o país não precisa mesmo.

      • Angel

        4 de janeiro de 2014 at 22:00

        Ela pode ir embora e ir para um país melhor e você vai ficar no seu paizinho medíocre como você!

    • Nivaldo

      24 de dezembro de 2013 at 07:48

      Ana Paula, concordo com você, e entendo que muitos de nós deveríamos reconhecer que não temos os direitos básicos garantido pela Constituição Brasileira e cobrar para que estes direitos sejam de fato, preferimos atacar a pessoa é o país do rapaz, pior é que isto não muda nada no Brasil.

  24. Gerson Martins

    19 de dezembro de 2013 at 09:06

    Concordo com quase tudo. Discordo com relação a comida e a cidades bonitas. Acho que ele não passou por Ouro Preto, Olinda, Parati, Belém ou Curitiba. Algumas cidades que já conheci e que tem sim seu charme. Com certeza, há outras. Mas no geral, a respeito do comportamento de brasileiro, estou de acordo!

    • André

      22 de dezembro de 2013 at 20:04

      Belém é feia que dói.

  25. Carla Barbosa

    19 de dezembro de 2013 at 09:07

    Concordo com 99% das colocaçoes. Tenho apenas duvidas em relaçao a alguns poucos itens, como o item 5. (As mulheres brasileiras são excessivamente obcecadas com seus corpos e são muito críticas (e competitivas com) as outras).Nao sei se essa é uma caracteristica essencialmente brasileira ou uma tendencia mundial. De resto, é verdade. Cada coisinha. As vezes, como ele mesmo coloca, nao sao defeitos verdadeiramente. mas um simples choque cultural, como o fato de ele dizer que nossa comida é sem graça. E já que a lista foi feita para estrangeiros faz todo sentido ele colocar seu ponto de vista sobre isso.

  26. Carol

    19 de dezembro de 2013 at 09:36

    Torço todos os dias para que vocês, que tanto odeiam o Brasil, peguem suas malinhas e se explodam por aí… moro em Floripa, cidade que (aposto) nunca foi visitada pelo escritor do texto e estou muito bem… é como a minha vó diz: os incomodados que se retirem! Vocês não fariam a menor falta! =)

    • Robis Delfino da Rosa

      21 de dezembro de 2013 at 19:05

      Carol, Também sou brasileiro e não me sinto bem lendo o que foi exposto. Mas, ao mesmo tempo não sou uma criança ou um cego! Seria bom que todos os estrangeiros que vivem em nosso pais fossem embora, mas veja a grande maioria das grandes empresas neste pais são estrangeiras e, infelizmente, grande parte desta maioria é americana. Estas empresas além de fornecerem tecnologia, pagam impostos e geram empregos e, no mínimo, todos os benefícios que a lei manda. Pois bem se estas empresas saíssem deste país nós não sobreviveríamos, pois não investimos em educação e dependemos deles para acompanhar o resto do mundo. Também vivi nos EUA e conheço bem vida deste povo e posso afirmar que em muitos pontos gostaria que nosso país copiasse pois traria benefícios à todos. A propósito a Florida para mim não é bem um exemplo genuíno do estilo de vida dos americanos, pois tem muita influencia de outras culturas, assim como New York para mim não representa o povo americano, pelos mesmos motivos. Gostaria muito de ter argumentos convincentes, desapaixonados e verdadeiros contra o que o fulano expôs, mas é difícil! não importa se é americano ou de qualquer outra nação o fato é que a maioria do que foi exposto é verdade e ficar revoltado não muda nada! devíamos fazer a nossa parte, contribuindo para minimizar esta situação! Uma coisa é certa, com a nossa cultura atual jamais seremos um pais de primeiro mundo! Precisamos mudar !!!

      • André

        22 de dezembro de 2013 at 20:07

        Gritando xenofobia que seria intolerável e prova de preconceito na boca de um americano. Absurdo!

      • Nivaldo

        24 de dezembro de 2013 at 07:56

        Robis, disse tudo. Esta moça não deve morar no Brasil, ou não assiste telejornais,lê jornais escritos e etc.

      • Angel

        5 de janeiro de 2014 at 00:06

        Até que enfim uma argumentação sensata!

    • Angel

      4 de janeiro de 2014 at 22:04

      Sua sorte de morar em “Floripa” é que ai só é o que é pelos estrangeiros!!! Europeus que construiram o estado e deixaram sua cultura.. senão estava na m*!

  27. Duvleard

    19 de dezembro de 2013 at 10:19

    Eu sou brasileiro, casado com um americano, e nós nos mudamos para Bélgica esse ano, aqui convivemos com poloneses, italianos, franceses e até indianos.

    Essa lista tem muitas verdades sim, e nós brasileiros temos que ter a humildade de ler o texto e saber diferenciar o que é real e o que são só traumas de um americano engomadinho mimado, certo?

    1 – Quem nunca teve problemas com vizinhos? Meu marido já teve na casa onde ele morava nos EUA, eu já tive no apartamento que eu morava em SP e até aqui na Bélgica de vez em quando você escuta um povo gritando a noite, mas gente, e daí? Nós não vivemos em uma jaula, deixa o vizinho gritar, brigar, dançar, cantar, deixa ele ser feliz, se te incomodar muito, põe um bilhete educado na caixa de correio dele e eu tenho certeza que ele não vai mandar você se **** ( Aliás, geralmente a pessoa se sente envergonhada, pede desculpas e para o barulho, nunca tive uma experiência agressiva com nenhum vizinho).

    2 – Passar na frente na fila? Hahaha, aqui na Europa é muito pior Sr. Engomadinho, você piscou entram 10 na sua frente, é tão bizarro que esses dias na Ikea a minha única reação foi rir e ligar para o meu marido para falar da cena.

    3 – Sim, o brasileiro não respeita o meio ambiente.

    4 – Sim, a corrupção é grotesca no Brasil… Mas falar que as pessoas votam nas mesmas pessoas porquê são burras ou não querem o desenvolvimento do próprio país é um comentário raso e ridículo, melhor calar a boca. O problema é maior, é a falta de opção, nenhum partido politico atual se importa com o nosso país, eles querem mais poder e mais dinheiro.

    5 – Até a vaidade da mulher brasileira conseguiu incomodar esse infeliz… Gente, por favor, a mulher ta te pedindo algum favor? Ta te machucando ela ir para academia? Machuca seu estômago quando ela só comer salada? Que cara chato!!! E as mulheres parisienses? Vivem controlando o almoço/jantar/bebida para ficarem magras, e daí?

    6 – Sim, infidelidade é um absurdo no Brasil, mas isso existe em qualquer lugar, talvez mais em países latinos…

    7 – brasileiro, italiano, grego, americano o que for, não importa a raça, fazer o mau, machucar o próximo, é mais uma questão de educação do que cultural, até acho que essa falta de filtro é mais comum com os europeus, a sinceridade e até ingenuidade deles pode ser mal interpretada, eu mesmo já quase odiei umas pessoas aqui.

    8 – Eu não sei se é preguiça, mas se você for amigo, simpático e educado, com certeza o trabalhador brasileiro vai te atender melhor, sem preguiça e com um sorriso no rosto. ;)

    9 – verdade, ricos, políticos e militares podem tudo no Brasil.

    10 – Substituir a palavra “brasileiros” por “latinos”, isso incomoda sim os americanos, mas poxa, eu adoro, não acho falta de educação, a conversa fica mais emocionante! O Sr. Engomadinho precisa viajar para mais países de cultura latina antes de apontar uma característica geral como sendo exclusiva dos brasileiros. Senta em uma mesa de bar com um grupo de italianos que você vai entender!

    11 – É verdade gente, fazer o que… Eu nunca me senti seguro em São Paulo.

    12 – Burocracia não é uma exclusividade do Brasil, para eu conseguir tirar a minha identidade polonesa eu tenho que ir até Varsóvia duas vezes, o consulado local não faz isso… Os Estados Unidos é muito eficiente para quem é cidadão americano, mas se você é estrangeiro as facilidades acabam aí, tudo é burocrático, eu mesmo sendo casado com cidadão americano tive meu visto de turista negado 2 vezes, acredita? Pois é, se quiser entrar no país tenho que pedir o green card, o processo dura quase 1 ano e meio e só posso pedir se tiver intenção de morar com o meu marido lá…
    Taxas? Sim, nos Estados Unidos são baixas, aqui na Belgica são tão altas como no Brasil, a diferença é que você se sente seguro aqui e as cidades são extremamente limpas, tudo funciona. Hoje eu sei que pelos impostos que paguei por tantos anos, o mínimo que o governo deveria dar para o brasileiro é um sistema de saúde, escolas de qualidade mais baratas, um país menos violento e mais limpo.

    13 – não tem treze, pulou pro 14.

    14 – Amor, compra um ar condicionado e relaxa…

    15 – Se você é PREGUIÇOSO a comida vai ser uma merda em qualquer país, você tem feijão, arroz, salada, temperos, carne e etc em qualquer lugar, ou você cozinha ou vai comer em um restaurante bom todo dia, restaurante ruim tem em todo lugar… Com relação a comida congelada ser cara e ruim, esse cara tinha que tomar um tapa na cara para deixar de ser mimado, gente que isso, vai então e enche o rab* de KFC frito querido, pronto, injeta maionese na sua veia então.

    16 – Eu sou brasileiro e não sou super social…

    17 – Até comentei com os meus amigos aqui, como que até isso incomodou o infeliz, estar próximo da família não é algo ruim, eu falo todos os dias com a minha mãe por telefone, era assim quando morava em São Paulo e ainda faço isso…

    18 – Verdade, luz e internet são horríveis… Aqui na bélgica eu pago 15 euros por mês e tenho 3g ilimitado, e a velocidade do 3g é de quase 20mb download e 9mb upload.

    19 – Compra água filtrada, o único problema que esse cara vai ter a longo prazo é mágoa, rancor, vai ficar a cada dia mais feio e ranzinza.

    20 – Cerveja americana e brasileira são iguais, e o preço da cerveja importada nos EUA também é cara. A cerveja brasileira é a cerveja certa para o clima do país.

    Enfim, essa lista não deveria nem ter tido a repercussão que teve, isso porquê, quando você conhece outras culturas e países você pode perceber que a grande maioria desses problemas não são genuinamente brasileiros

    • Ligia

      22 de dezembro de 2013 at 23:15

      Gostei muito dos argumentos! disse coisa semelhante para a amiga que compartilhou esta postagem. A maioria dos problemas apontados pelo gringo existem sim, mas dificilmente se acha um que seja exclusividade nossa. Tente resolver alguma coisa num Comune italiano! tente! só rindo pra aliviar a raiva. Em montevideo, linda, cultural e histórica, a gente tem que andar olhando pro chão pra não levar coco de cachorro pra casa… e ache um francês que tenha boa vontade contigo se estiveres falando outra língua que não a dele? É da vida, é da índole das pessoas, é complicado afirmar “isso é tipicamente brasileiro”. O que não nos exime da responsabilidade de tentar melhorar o possível.

    • Carlos

      24 de dezembro de 2013 at 18:17

      Concordo com muitas opnióes, mas de cerveja vc não entende nada rsrsrs. Nossa cerveja é adequada para nossas indústrias enriquecerem muito às custas do mau gostou do brasileiro que não conhece cerveja e se acostumou com a cerveja feita de milho,
      O Brasil é o país da burocracia sim, burocracia burra, seja exclusividade nossa ou não.
      Vou parar por aqui, pq são tantos itens das quais discordo que perderia minha ceia de Natal…áh, nossa mão de obra realmente é um verdadeiro lixo e nosso povo é desonesto, oportunista, acomodado e conivente com a corrupção que assola nosso país. Fazer o quê? Temos q ser humildes e aceitar que vivemos num país de 3o mundo. Feliz Natal!

    • yany gurgel do amaral

      27 de dezembro de 2013 at 11:02

      Pois fique por ai…. não esta fazendo falta nenhuma aqui.

    • Eliana Silva

      28 de dezembro de 2013 at 11:55

      Concordo 100% c vc Duvleard!!

      Este “escritor” é mimado e casou mal, além de não respeitar a cultura alheia e querer morar num outro país c as comodidades e costumes do seu próprio. E não sei onde ele morou, fico aqui só imaginando os lugares, pois onde moro ( sou brasileira e morei aqui a vida toda ), não convivo c pessoas do nível q ele descreveu. O Brasil tem problemas e não sou cega e nem pratico o patriotismo barato, porém esta lista foi feita por um garotinho mimado, mal amado, mal casado, q não gosta da família e anti social, imagino o nojo que ele é. Ele não pode sair de seu habitat natural, pois não sabe e nem quer viver diferente. Porém é um problema dele e não do país. Conheço vários países e já me deparei c culturas tão variadas q me enriqueceram e instruíram, p o bem ou p o mal. Na verdade, senti pena do sujeito, mais pobre e inculto que meus país.

    • Rosa

      6 de janeiro de 2014 at 11:08

      Isso, haters gonna hate, e eu que morei nos EUA por 5 anos poderia fazer uma lista talvez maior e ironicamente repetir várias críticas: a comida é horrível, as mulheres são obcecadas pela aparência e gastam fortunas com cosméticos e acessórios bizarros de estética, a cultura do adultério que atinge homens e mulheres… No entanto eu tinha amigos maravilhosos, adorava meu trabalho e morava num bairro fofo (apesar de meio sujo pros padrões de hollywood). Na Europa morei por 4 anos e amava várias coisas (foi o tempo em que comi a comida mais fresca de minha vida, apesar de uma burocracia infernal, só pra citar um exemplo). Li o original desta lista e continuo morta de pena da mulher e filhos dessa criatura tão infeliz.

    • Ana Zelande

      6 de janeiro de 2014 at 19:00

      Caro Rapaz…
      Sou brasileira,e como gostaria de contestar o seu falar….
      A cultura brasileira está sendo construída de forma lamentável,todas as coisas citadas,são verdadeiras, infelizmente.
      Quem sabe:só Deus. Um dia o Brasil vai acordar.

  28. Jadiel Steinmeyer

    19 de dezembro de 2013 at 10:23

    Um babaca americano vem aqui, mete o pau na gente, e o povo elogia….

    Menossss!!!!!!!

    Vai a merda esse americano

    • alex borghi

      20 de dezembro de 2013 at 23:57

      se vc nunca morou, nao estou falando de passear, em algum pais de primeiro mundo, vc nao tem conhecimento e nem base para comparar. concordo com tudo que o cara falou. o brasil em um pais vergonhoso.

  29. JUNIOR JBA

    19 de dezembro de 2013 at 10:29

    OS ESTADOS UNIDOS QUE MERDA O PAÍS IMBECIL ,MAIS HIPÓCRITA DA TERRA ,MALUCOS,SUICIDAS,IMBECIS QUE ADORAM GUERRA UM LUGAR CHEIO DE PRECONCEITOS,QUEM É ESSE BABACA PRA VIR FALAR MAL DO POVO DO BRASIL,PODE ATÉ FALAR DO GOVERNO QUE TODOS SABEMOS QUE É UMA M. MESMO,TEMOS PROBLEMAS COM O GOVERNO,COM A POLICIA SIM ,TEMOS MUITOS PROBLEMAS ,MAS TAMBÉM TEMOS MUITAS COISAS BOAS,PRECISAMOS VESTIR A CAMISA DO BRASIL E LUTAR POR UM GOVERNO MENOS CORRUPTO E MAIS JUSTO MENOS IMPOSTOS E MAIS EDUCAÇÃO,MAS DEVEMOS NOS LEMBRAR QUE SOMOS BRASILEIROS E SOMOS MAIORIA QUE MORAMOS AQUI,POR MIM NEM DEVIA EXISTIR FRONTEIRA,MAS JÁ QUE EXISTE ENTÃO VAMOS USAR A NOSSA BANDEIRA.

  30. Madalena

    19 de dezembro de 2013 at 10:33

    Se ele morrer eu n~ao vou no enterro dele….odeio gente ingrata

    • Rodrigo

      27 de janeiro de 2014 at 02:07

      Na verdade nem a mãe dele iria no enterro dele,nem mesmo familiares ou filhos,corno sem caráter.

  31. Jay Bauman

    19 de dezembro de 2013 at 10:44

    Sou americano, moro no Brasil por 4 anos. Não gostei essa lista. Acho desnecessário, com muitas generalizações.

    • Marcelli

      27 de dezembro de 2013 at 20:14

      Boa Jay! Concordo com você, muito generalista.
      Há coisas que realmente fazem sentido no quesito governo e autoridades, agora os outros itens poderiam ser relacionados a outros países tranquilamente, ele expôs uma questão de gosto apenas.

  32. Carlos

    19 de dezembro de 2013 at 11:17

    Brasileiro me impressiona mesmo. Não consegue ler a opinião de uma pessoa sem se ferir e ainda responde com acusações que na verdade não muda nossa situação. Os EUA também ser uma porcaria, como alguns disseram, não nos tira da condição de porcaria tb. A questão não é concordar ou discordar da pessoa e sim ver uma visão externa sobre nosso pais. Brasileiro tem mania de achar que aqui é o melhor pais do mundo só por que aqui tem carnaval. Quem já morou fora ou já passou algum tempo fora, sabe como nos estamos atrasados não apenas como pais, mas como sociedade também. E não apenas em relação a países ditos como desenvolvidos. É só dar um pulo no Chile ou na argentina para já notar a diferença. Descontando os aspectos relativos a nossa cultura, essa lista deveria servir como objeto de reflexão, até pq todos sabemos q eu temos muito a melhorar como sociedade (apesar de mtos não admitirem). Brasileiro tem essa mania irritante de se revoltar contra qq critica ao país. Um ufanismo tão ridículo quanto falso.

    • Antônio Lídio

      20 de dezembro de 2013 at 10:34

      Carlos, seu comentário foi lúcido e claro. Concordo em tudo com você.
      Críticas são sempre bem-vindas, mas desde que sejam construtivas. As críticas desse sujeito constroem alguma coisa? Elas servem para que? Só para depreciar uma sociedade, um povo, ou uma nação??
      Esse sujeito como objeto de “crítica”, deseja o que com tudo isso? Será que ele deseja o bem do Brasil e dos brasileiros? E se ele tivesse nascido aqui??? Será que ele se sente fora da CIVILIZAÇÃO TERRENA, ONDE TODOS NÓS, SEM EXCEÇÃO, FAZEMOS PARTE? (imaginemos uma hecatombe global… Esse sujeito também estará junto com toda “ralé brasileira”, não?)
      O duro, meu amigo, é como mudar TODO ESSE SISTEMA DE COISAS, (NOSSAS!)
      Como mudar as pessoas, os brasileiros, suas manias, seus defeitos… Como, amigo??
      Você sabe que desencarnaremos dessa matéria, e ninguém dará jeito ou consertará como num passe de mágica, um sistema viciado que tem mais de 500 anos! como mudar essa mentalidade tupiniquim se nem os “professores” brasileiros sabem diferenciar uma vírgula de um ponto?!?!?

    • Antônio Lídio

      20 de dezembro de 2013 at 10:44

      Amigos, aqui vejo comentários lúcidos, raivosos, irados, sensatos, serenos e realistas. Concordo que devemos estar sempre prontos para ouvir, ler e ver, até para nosso crescimento e evolução.
      Críticas são sempre bem-vindas, mas desde que sejam construtivas.
      As críticas desse sujeito constroem alguma coisa? Elas servem para que? Só para depreciar uma sociedade, um povo, ou uma nação??
      Esse sujeito como objeto de “crítica”, deseja o que com tudo isso? Será que ele deseja o bem do Brasil e dos brasileiros? E se ele tivesse nascido aqui??? Será que ele se sente fora da CIVILIZAÇÃO TERRENA, ONDE TODOS NÓS, SEM EXCEÇÃO, FAZEMOS PARTE? (imaginemos uma hecatombe global… Esse sujeito também não estaria junto com toda “ralé brasileira” e as demais “rales da humanidade”, não?)
      O duro, meus amigos, é como mudar TODO ESSE SISTEMA DE COISAS, (NOSSAS!)
      Como mudar as pessoas, os brasileiros, suas manias, seus defeitos… Como??
      Sabemos que ninguém dará jeito ou consertará como num passe de mágica, um sistema viciado que tem mais de 500 anos! Como mudar essa mentalidade tupiniquim se nem os “professores” brasileiros sabem diferenciar uma vírgula de um ponto?!?!? Como mudar toda essa estrutura perniciosa, se Educação no Brasil nunca foi prioridade??

      • wes

        21 de dezembro de 2013 at 15:22

        O brasileiro assim como voce tem uma falsa ideia de si mesmo e da importancia do Brasil no mundo. Primeiro venha morar noes EUA assim poderá julgar se o cara estava certo ou errado. Mas quem nasceu e viveu na fossa acha que cheiro de pum é ar puro.

        • Andre

          26 de dezembro de 2013 at 16:01

          Morei nos EUA 2 anos, morei na Europa 3, conheço 67 países no mundo e continuo te achando um baba ovo de americano.. Meu país tem muitos defeitos, mas esse cara é um mamão papaia de colherzinha de chá.. Um fraco, pede a conta e vaza.

    • Alves

      24 de dezembro de 2013 at 08:28

      Este é o caminho.

    • Angel

      4 de janeiro de 2014 at 22:10

      Concordo até na Argentina tem coisas que estão melhores que aqui: as ruas não tem buracos!!! Aqui é um rali dakar… e quem paga a conta, você brasileiro ufanista e alienado!

  33. obrasilfede

    19 de dezembro de 2013 at 11:54

    O Brasil e uma enorme lata de lixo. O povo so sabe tirar vantagem, nao sabe o significado do que e ordem e progresso, sao mal educados e so sabem fazer festa. Tudo e um descaso, desorganizado, mal administrado e ainda nao aceitam que nenhum estrangeiro fale a verdade.
    Your country sucks some major ass…

    • Nelson

      19 de dezembro de 2013 at 21:19

      § 7. O sentimento de solidariedade comunitária nos EUA

      Não é coincidência que o país onde mais se cultivou a liberdade dos indivíduos seja também aquele em que a participação em atividades comunitárias de índole caritativa e humanitária seja a maior do mundo. Este traço da vida americana é amplamente ignorado fora dos EUA (e totalmente ocultado pelo anti-americanismo militante de Hollywood), mas não vejo motivo para acreditar antes nas opiniões deformadas e fantasias odientas da indústria internacional de mídia do que naquilo que vejo com meus próprios olhos todos os dias e que pode ser confirmado a qualquer momento com dados quantitativos substanciais. Eis alguns: [10]

      1. Os americanos são o povo que mais contribui para obras de caridade no mundo.

      2. Os EUA são o único país do mundo onde as contribuições populares para obras de caridade superam o total da ajuda governamental.

      3. Entre os doze povos que mais doam em contribuições voluntárias – EUA, Reino Unido, Canadá, Austrália, África do Sul, República da Irlanda, Holanda, Singapura, Nova Zelândia, Turquia, Alemanha e França –, as contribuições americanas são mais que o dobro das do segundo colocado (Reino Unido). Se algum engraçadinho quiser depreciar a importância desse dado, alegando “Eles dão mais porque são mais ricos”, esqueça: as contribuições não estão aí classificadas em números absolutos, mas em porcentagem do PNB. Os americanos simplesmente arrancam mais do próprio bolso para socorrer pobres e doentes, mesmo em países inimigos. As solidaríssimas Rússia e China nem entram na lista dos contribuintes.

      4. Os americanos adotam mais crianças órfãs – inclusive de países inimigos – do que todos os outros povos do mundo somados.

      5. Os americanos são o único povo que, em cada guerra de que participam, reconstroem a economia do país derrotado, mesmo ao preço de fazer dele um concorrente comercial e um inimigo poderoso no campo diplomático. Comparem o que os EUA fizeram na França, na Itália, na Alemanha e no Japão com o que os chineses fizeram no Tibete ou a Rússia no Afeganistão (detalhes nas mensagens subseqüentes).

      6. Os americanos não oferecem aos pobres e necessitados somente o seu dinheiro. Dão-lhes o seu tempo de vida, sob a forma de trabalho voluntário. O trabalho voluntário é uma das mais velhas e sólidas instituições da América. Metade da população americana dedica o seu tempo a trabalhar de graça para hospitais, creches, orfanatos, presídios etc. Que outro povo, no mundo, fez da compaixão ativa um elemento essencial do seu estilo de existência?

      7. Mais ainda, o valor que a sociedade americana atribui às obras de generosidade e compaixão é tanta, que nenhum potentado das finanças ou da indústria pode se esquivar de fazer anualmente imensas contribuições a universidades, hospitais, etc., pois caso se recuse a fazê-lo será imediatamente rebaixado do estatuto de cidadão honrado ao de inimigo público.

      O prof. Duguin opõe o individualismo americano ao “holismo” russo-chinês. Diz que no primeiro as pessoas só agem segundo suas preferências individuais, enquanto no segundo elas se integram em objetivos maiores propostos pelo governo. Mas, com toda a evidência, os governos da Rússia e da China têm-lhes proposto antes matar os seus semelhantes do que socorrê-los: nenhuma obra caritativa, na Rússia e na China, jamais teve as dimensões, o custo, o poder e a importância social do Gulag, do Laogai e das polícias secretas, organizações tentaculares incumbidas de controlar todos os setores da vida social mediante a opressão e o terror.

      Em segundo lugar, é verdade que os americanos não fazem o bem porque a isso são forçados pelo governo, mas porque são estimulados a fazê-lo pelos valores cristãos em que acreditam. A liberdade de consciência, em vez de descambar em pura anarquia e luta de todos contra todos, é moderada e canalizada pela unidade da cultura cristã que, malgrado todos os esforços da elite globalista para marginalizá-la e destruí-la, ainda é hegemônica nos EUA. John Adams, o segundo presidente dos EUA, já dizia que uma Constituição como a americana, assegurando liberdade civil, econômica e política para todos, só servia para um povo moral e religioso e para nenhum outro. A prova de que tinha razão é que, tão logo os princípios da moral cristã começaram a ser corroídos desde cima, pela ação do governo aliado às forças globalistas e à esquerda internacional que o prof. Duguin tanto preza como reserva moral da humanidade, o ambiente de honestidade e rigidez puritana que prevalecia no mundo americano dos negócios cedeu lugar a uma epidemia de fraudes como nunca se vira antes na história do país. O fenômeno está amplamente documentado no livro de Tamar Frankel, Trust and Honesty: America’s Business Culture at a Crossroad (Oxford University Press, 2006).

      O que digo não se baseia só em estatísticas. Vivo há seis anos neste país e aqui sou tratado com um carinho e uma compreensão que nenhum brasileiro, russo, francês, alemão ou argentino (para não falar de cubanos ou chineses) desfrutou jamais na sua própria terra. Tão logo me instalei neste matagal da Virgínia, vieram vizinhos de todos os lados, trazendo doces e presentes, oferecendo-se para levar as crianças à escola, para nos apresentar à igreja da nossa preferência, para nos mostrar os lugares interessantes da região, para nos ajudar a resolver problemas burocráticos, e assim por diante. Good neighborhoord não é slogan de propaganda. É uma realidade viva. É uma instituição americana, não existe em nenhum outro lugar do mundo e não foi o governo que a criou. Vem desde os tempos da Colônia de Jamestown (1602). Embora eu e minha família sejamos católicos, o primeiro lugar que visitamos aqui foi a Igreja Metodista, a mais próxima da minha casa. Chegamos lá, e que estavam fazendo os crentes? Uma coleta de dinheiro para os meninos de rua… do Brasil! Coleta acompanhada de discursos e exortações de partir o coração. Senti vergonha de contar àquela gente que, segundo estudos oficiais, a maior parte dos “meninos de rua” brasileiros têm casa, pai e mãe, e só estão na rua porque gostam. A compaixão americana ignora a mentira e a safadeza de muitos de seus beneficiários estrangeiros: nasce da crença ingênua de que todos os filhos de Deus são, ao menos no fundo, fiéis ao Pai.

      Os americanos são tímidos e têm sempre a impressão de que estão incomodando. Logo após a recepção inicial, preferem manter distância, não se meter na sua vida. Só chegam perto se você os convida. “I don’t want to impose” é uma frase quase obrigatória quando visitam alguém. Mas tenha algum problema, sofra alguma dificuldade, e eles virão correndo para ajudá-lo, com a solicitude de velhos amigos. E isso não é só com os recém-chegados. Às vezes os próprios americanos, acostumados a ouvir falar mal do seu povo, se surpreendem ao descobrir a inesgotável reserva de bondade nos corações de seus compatriotas. Leiam este depoimento de Bruce Whitsitt, um campeão de artes marciais que de vez em quando escreve para o American Thinker:

      “Both before and after Dad died, good Samaritans came out of nowhere to offer aid and comfort. I discovered that my parents were surrounded by neighbors who had known them and cared about them for many years…

      After it was all over, I was struck by the unbelievable kindness of everyone who helped.

      At the end of the day, this tragedy reopened my eyes to the deep-running goodness of Americans. So many people in this country are decent and good simply because they have grown up in the United States of America, a society that encourages charity and neighborliness. Decency is not an accident; in countries such as the old Soviet Union, indifference was rampant and kindness rare because virtue was crushed at every turn. America, on the other hand, has cultivated freedom and virtuous behavior, which allows goodness to flourish. Even in Los Angeles – that city of fallen angels, the last place on earth where I would have expected it – I experienced compassionate goodness firsthand.

      Goodness is not something that a beneficent government can bestow; it flows from the hearts of free citizens reared in a tradition of morality, independence, and resourcefulness.” [11]

      A nação americana foi fundada na idéia de que o princípio unificador da sociedade não é o governo, a burocracia estatal armada, mas a própria sociedade, na sua cultura, na sua religião, nas suas tradições e nos seus valores morais. O prof. Duguin, que não parece conceber outro modelo de controle social senão a teocracia imperial russa, onde a polícia e a Igreja (mais tarde o Partido) agem de mãos dadas para acorrentar o povo, só pode mesmo imaginar os EUA como uma selva selvaggia de egoísmos em conflito, provando que nada sabe da vida americana.

      Não há talvez outro país no mundo onde o senso de comunidade solidária seja tão forte quanto nos EUA. Quem quer que tenha vivido aqui por algum tempo sabe disso, e no mínimo se surpreende ante a presunção de que a China ou a Rússia sejam, sob esse aspecto, modelos que os americanos devessem copiar.

      Também é certo que esse senso comunitário só pode florescer num ambiente de liberdade, onde o governo não imponha à sociedade nenhum modelo “holístico” de bondade oficial. A maior prova disso é o conflito aberto que hoje existe entre aquilo que Marvin Olasky, num livro clássico, chama de “compaixão antiga” e a caridade estatal que há quatro décadas vem tentando tomar o seu lugar. Onde quer que esta última tenha prevalecido, aumenta a criminalidade, as famílias se dissolvem e o individualismo egoísta sufoca o espírito de bondade inerente ao individualismo libertário tradicional. [12] Não foi só em livros como o de Olasky que aprendi isso. Vejo-o todos os dias com os meus próprios olhos. Na Virgínia, onde a população de negros é tão grande proporcionalmente quanto no Brasil, a diferença de conduta entre os negros velhos e os jovens dá na vista de cada visitante. Aqueles são as pessoas mais gentis do mundo, têm uma espécie de elegância natural que é o equilíbrio exato entre a humildade e a altivez. Os jovens são irritadiços, arrogantes, prontos a exibir uma superioridade que não existe, a sentir-se ofendidos por qualquer bobagem e a chamar os brancos para briga sem o menor motivo. De onde vem a diferença? Os velhos foram criados no ambiente da compaixão antiga, os jovens no do assistencialismo estatal que os envenena de ressentimento “politicamente correto”.

      A vida no interior dos EUA é a melhor prova de que a solidariedade comunitária tem nada a ver com coletivismo estatal e é mesmo o contrário dele. Quanto mais intervenção “holista” aparece, mais os laços naturais se desfazem, mais as pessoas se afastam umas das outras, mais a “sociedade de confiança” de que falava Alain Peyrefitte [13] se deixa substituir pela sociedade da suspeita, da hostilidade mútua, do ódio e do exclusivismo grupal. É o caminho que leva, em última instância, ao Estado Policial. O prof. Duguin sabe perfeitamente disso, tanto que sua defesa do “holismo” contra o “individualismo” culmina na apologia aberta e franca do regime ditatorial como modelo para o mundo inteiro.

      § 8. Maldades comparadas

      O prof. Duguin diz também que exponho suficientemente os pecados da KGB, do Partido Comunista e da Al-Qaeda, mas não menciono os crimes da América, como “a infantaria imperial, Hiroshima e Nagasaki, a ocupação do Iraque e do Afeganistão e o bombardeio da Sérvia”. Ele cobra de mim o que tenho a dizer sobre isso.

      Ora, o que tenho a dizer são duas coisas:

      Primeira: Faça as contas. – Segundo o prof. R. J. Rummel, que é provavelmente o mais respeitado estudioso da matéria, o número de vítimas somadas de todas as ações violentas em que o governo americano esteve envolvido de 1900 a 1987 é de 1.634.000 pessoas (isso inclui duas guerras mundiais, com Hiroshima e Nagasaki de quebra, mais a guerra do Vietnã e todas as intervenções militares no exterior). A URSS, num período menor, de 1917 a 1987, matou 61.911.000 pessoas, e a China, de 1949 a 1987 apenas, matou 76.702.000. É uma questão de aritmética elementar concluir que os individualistas americanos, na pior das hipóteses, são cem vezes menos assassinos do que os solidários russos e chineses. Nenhum cérebro humano em seu funcionamento normal pode julgar que os níveis de periculosidade sejam iguais de parte a parte. Na ordem das ameaças mortíferas que pesam sobre a espécie humana, a China vem em primeiro lugar, a Rússia em segundo, os EUA em centésimo. Quando a humanidade tiver se livrado de noventa e nove de seus inimigos armados, começarei a me preocupar com a tão propalada “agressividade americana”. O prof. Duguin busca atrair atenção para ela, inflando-a mediante palavras, para inverter a hierarquia das precauções razoáveis e tentar encobrir as ações dos verdadeiros genocidas, dos verdadeiros inimigos da espécie humana.

      Segunda: Olhe o mapa. – A totalidade das vítimas feitas pelos EUA constitui-se de estrangeiros, mortos em combate em solo inimigo. Na contagem das vítimas da China e da Rússia, excluí de propósito as baixas militares: são todas civis desarmados, assassinados em tempo de paz por seus próprios governos. Quando o governo dos EUA, em tempo de paz, começar a matar cidadãos americanos aos milhões, por motivo de mera discordância política, ficarei tão preocupado com isso quanto o prof. Duguin deveria estar agora com os tibetanos, assassinados a granel pelos chineses e proibidos de praticar livremente sua religião nacional.

      • wes

        21 de dezembro de 2013 at 15:24

        Ta certo, o Brasil tem que continuar a ser essa merda de país por que os EUA fazem guerra? Que argumento fraco. O Brasil tem que melhorar e pronto. Sem desculpas e dramas de vítima injustiçada.

      • Victor Aráoz

        22 de dezembro de 2013 at 19:06

        Nelson,
        Excelente sua análise. Estive 2 meses nos EU em 91. 8 dias em 98. Tenho os americanos como pessoas/espíritos superiores. Estive e UK sinto eles um pouco menos “gente” que os americanos, mas são excelentes. Infelizmente nos falta muito.

      • Helena de Troia

        27 de dezembro de 2013 at 00:31

        Nelson, achei sua descricao da obra solidaria nos EUA bastante fiel a realidade. Qual a fonte, por favor?

      • Ronaldo

        10 de junho de 2014 at 12:55

        Caro Nelson, ao contrário dos outros comentários, o seu acrescentou muita informação interessante. O povo e seu governo! (grato, valeu!)
        Para mim toda opinião é valida (boa ou má). Me preocupo com o fato de que “na internet todo tipo de pessoa tem acesso livre ao que publicamos”. É sempre importante darmos o nosso bom exemplo (seja ele qual for!). Acrescentei algo novo?

  34. obrasilfede

    19 de dezembro de 2013 at 11:55

    O Brasil e uma enorme lata de lixo. O povo so sabe tirar vantagem, nao sabe o significado do que e ordem e progresso, sao mal educados e so sabem fazer festa. Tudo e um descaso, desorganizado, mal administrado e ainda nao aceitam que nenhum estrangeiro fale a verdade.
    Your country sucks…

    • Marcia

      20 de dezembro de 2013 at 09:01

      A classe média fede.

      • André

        22 de dezembro de 2013 at 20:23

        Então Lula é o inimigo número 1 do Brasil pois foi em seu governo que a classe média mais cresceu.

  35. Robney

    19 de dezembro de 2013 at 12:01

    Vamos por ítens:1- ridícula a comparação, isso vem de berço, não é algo nato do “brasileiro”; 2 – Fato; 3 – Fato; 4- Fato; 5 – bacana é um país com 70% de obesos, se achando a cocada, prefiro nosso povo; 6 – Acho que o mais ridículo dos comentários, já vi merda escrita, mas esta extrapola….; 7 – Ridículo; 8 – Lamentavelmente tenho que concordar; 9 – Fato; 10 – Questão de costumes e não de falta de educação, somos um povo falante, alegre, para mim normal; 11 – bacana é nos EUA que todo ano morrem dezenas de pessoas assassinadas pq o cara derrubou café na bermuda, ridículo comentário, lembrando que estamos comparando com um país de primeiro mundo, ou seja, muito que se fala é só BOSTA AO QUADRADO, pq não se aplica a eles esta comparação e bajulá-los por elas é tão ridículo qt…. 12 – Fato; 13 – O ANIMAL QUE ESCREVEU O ARTIGO PULOU O 13, É ANALFABETO E EU PERDENDO MEU TEMPO, MAS VAMOS LÁ; 14 – Ridículo comentário; 15 – Dizer que o CENTRO GASTRONOMICO DO MUNDO é sem graça é falta de ter o que falar ou não, só disse bosta nisso, meu pai, perdi meu tempo aqui tb; 16 – Bom cheguei aonde queria, é um IDIOTA querendo que o mundo se curve a opinião dele, só pode, VAI SE TRATAR RECALCADO FDP; 17 – Isso é questão de cultura e não se aplica a todos vide Euzinho; 18 – Fato; 19 – O viado esta com medinho da agua? 20 – Questão de gosto é igual cu, cada um tem o seu. E POR FIM, PARA MIM ISSO É UM TREMENDO DE UM VBIADINHO QUETENDO GOZAR COM O PAU DOS OUTROS COM COMPARAÇÕES EXDRUXULAS, comparando um país do porte deles com o nosso. Vá visitar os barrinhos pobres deles e vejam exatamente como é NY. Se formos ver pelas manchetes americanas, assassinatos, estupros, roubos e por ai vai, nada ganhando dos nossos não oras, fato é que são mais desenvolvidos politica e economicamente, ou seja, BAITA COMPARAÇÃO ESCROTA DESTE FDP DE PLANTÃO AI!!!

    • Phaedra Phaedra

      21 de dezembro de 2013 at 18:47

      É a velha história, quem conta um conto, aumenta um ponto. Muitos foram aumentados na exposição desse blogueiro. Parece até que tem ódio no coração. Lamentável!

  36. itamar japa

    19 de dezembro de 2013 at 12:21

    Grandes bosta o que pensa um fdp que mora num país como os EUA, se você procurar se informar sobre a história econômica mundial vai perceber que muitos problemas que o meu país, assim como muitos outros tem, é devido a politica externa desse maldito país! foda-se os EUA, foda-se quem gosta dos EUA!!!! eu tenho uma lista com motivos porque eu não gosto daquele país, são fatos muito mais relevantes que esses…

    http://locomundojapa.blogspot.com.br/2009/12/comportamento-estados-unidos-paises.html

  37. AUGUSTO

    19 de dezembro de 2013 at 12:41

    GO HOME GRINGO

  38. Andrea

    19 de dezembro de 2013 at 12:53

    Cara, vc tem razão em algumas coisas, mas então faz um favor à vc e a nós: não volte mais!
    Já pensou se tivesse que começar uma lista dessas dos EUA???
    * é um povo preconceituoso
    * se mete em assuntos que não lhe dizem respeito
    * espiona a vida dos outros
    * não pensa na saúde das pessoas, com alimentos extremamente gordurosos
    Enfim…a lista seria grande….

    • John

      19 de dezembro de 2013 at 17:48

      * O povo do Brasil tbem é preconceituoso.
      * Quantas vezes vc parou para ouvir a conversa do lado?
      * Espionagem, não é o povo.
      * “não pensa na saúde do povo”? kkkk Aqui no Brasil que não temos pessoas (governantes) que não pensam na saúde do povo, e o que vc coloca na sua boca é um problema e escolha sua.

      Somente a minha opinião, concordo bastante com os itens que o sujeito colocou, já o pessoal do fórum eu não concordei.

  39. Roberto

    19 de dezembro de 2013 at 13:04

    O problema dos estrangeiros, e dos brasileiros também, é acreditar que o Brasil é um único país. A dimensão continental do Brasil é capaz de abrigar enormes diferenças culturais. O que ele fala é besteira, aspectos negativos gerais, e muitos deles herdamos das culturas que nos colonizaram, especialmente dos portugueses e italianos (em São Paulo). Aposto que ele não conheceu a receptividade mineira (ou caipira, do interior de São Paulo), a alegria nordestina e a polidez sulista. Esses também são aspectos gerais, mas competem em pé de igualdade com os comentários do norte-americano. De qualquer forma, faltou lucidez nas palavras dele, foi uma análise simplista e muitas vezes que reflete o próprio circulo de amizades que ele estava inserido. Podemos contra argumentar sobre cada uma das observações dele, indicando defeitos similares em várias culturas e sociedades do mundo, no entanto, cairíamos na mesma besteira. Esse tipo de observações, como fez também um francês que morou no Brasil, só serve para reforçar esteriótipos, praticar a xenofobia e exaltar os ânimos dos mais desinformados, que gritam “é isso mesmo, somos assim…” e etc. Construir uma sociedade mais igualitária através de idéias inovadoras, práticas saudáveis e atitudes sociais, ninguém quer. Afinal de contas, é mais fácil comprar as idéias dos outros e sonhar em morar no Canadá, Paris, Nova Iorque e etc (enquanto se protege nos shoppings centers e condomínios de semi-luxo) do que ter atitude e resolver nossas pendências.

  40. elisabete fidelcino

    19 de dezembro de 2013 at 13:15

    EU POR SER BRASILEIRA VOU FAZER UMA LISTA DE PESSOAS IDIOTAS E IGNORANTE QUE EU DETESTO 1 DA LISTA É AMERICANOS FEDORENTOS QUE NÃO GOSTAM DE TOMAR BANHO…. QUANDO FOR OFENDIDA POR MAIS IMBECIS QUE NEM DEVERIAM ACEITAR AQUI NO BRASIL EU VOLTO A COMENTAR…

  41. Rafael Poggi

    19 de dezembro de 2013 at 14:13

    Estava indo muito bem até que a partir do 14o item a coisa degringolou:

    14. como assim?! ele não entrou em lugar algum que tenha ar-condicionado???

    15. COMO ASSIM!??!?! Comida sem graça?? onde ele andou comendo? em lanchonetes fast foodamericanas?

    17. REALMENTE para eles, que EXPULSAM os filhos de casa aos 18 anos, entenderem isso é difícil…

    19. ELES não conhecem algo chamado FILTRO?

    25. ONDE??? SÃO PAULO? CUBATÃO? DUQUE DE CAXIAS?

    27. ISSO porque no primeiro vento as casas DE MADEIRA deles vão pelos ares….

    38. CERTAMENBTE andou conversando com as pessoas erradas

    40. ELE certamente não visitou todas as cidades do país… MAs está certo que noso urbanismo deixa a desejar. E infelizmente, sim, prédios histórios frequentemente vêm abaixo, mas não para construir estacionamentos (vejo que ele realmente não conhece nossas cidades), e sim mais prédios.

    • Maria Baitelli

      20 de dezembro de 2013 at 09:47

      Concordo. Para finalizar a questão – Esse blogueiro veio ao Brasil sem dinheiro no bolso, sem informação, visitou os lugares errados, andou de transporte público em horários errados,ficou hospedado em hotéis ou pensionatos de 5 categoria.Quer ter conforto, comer bem, viver bem?? Vai trabalhar duro, ganhar cultura e ganhar dinheiro antes de viajar caro blogueiro!!

    • Angel

      5 de janeiro de 2014 at 00:23

      Só um detalhe o “esperto” eles tem casas de madeira o “inteligência” por causa dos furacões…. imagina o concreto da sua casa na sua cabeça, morte de um idiota na certa! Vê se usa o cérebro!

  42. Mário Pravato Junior

    19 de dezembro de 2013 at 14:34

    Eu e minha esposa voltamos há 1 mês de Orlando, onde ficamos por 10 dias. Na volta comparamos várias coisas desta lista. Lógico que muitas coisas são pessoais e dizem respeito da cultura de quem escreveu, mas grande parte é a mais pura verdade. Queremos enganar quem? Esse papinho de país maravilhoso, cidade maravilhosa, povo feliz não cola para mim.

    • Assis

      22 de dezembro de 2013 at 19:40

      Mario, estive em Orlando e achei o tratamento uma coisa muito diferenciada. Mas como Orlando e so turismo acreditava ser uma necessidade para nao desistimular os visitantes. Este ano estive no interior de Massachussets. La sim americanos natos sem turismo (exceto loca , uma vez que foi em Plymouth que chegaram os desbravadores e criaram a New England , que engloba diversos estados. Lá fique com vergonha, tamanha é a educaçao do povo em todos sentidos. No trasito , nos locais públicos, restaurantes etc. A preocupação com o bem comum e uma coisa inerente deles. Como exemplo, estacionei meu carro em um lugar onde havia mais de 40 vagas e so tinha meu carro e mais dois estacionados. Um destes, estava usando parte da outra vaga. Estava ainda na calçada quando chegou um outro carro e estacionou e me chamou perguntando se o carro que comnia faixa era meu. Disse que não. Como não viu mais ninguem simplesmente ligou pro 911 e chamou a policia. Em menos de 15 minutos o carro estava rebocado. Conversei com ele e falei : Não havia necessidade pois ainda tinha mais de 40 vagas, ao que ele me disse: e se fosse voce o último a chegar onde estacionaria????

      • Angel

        5 de janeiro de 2014 at 00:26

        E aqui as pessoas não respeitam nada e o povo quando vê coisas erradas fica bem quietinho, afinal para o egoísta o problema não é meu né?

    • Nivaldo

      23 de dezembro de 2013 at 17:53

      Mário, concordo plenamente com você, o problema nosso é que a maioria de nós esta em sua zona de conforto e prefere criticar a postura do americano,o que não muda nada em nosso pais, aos invés de realmente aceitar que grande parte do que ele citou é verdade e buscar a união da sociedade para tomar uma ação em busca da correção destes problemas.
      Enquanto isto continuamos nesta situação, sem os direitos básicos que a constituição garante aos Brasileiros.

  43. luan scariot

    19 de dezembro de 2013 at 14:37

    cara vem fala de corrupção e levar vantagem, a historia dos estados unidos é baseada nisso.

    • Luiz

      23 de dezembro de 2013 at 19:41

      Corrupcao e levar vantagem que nem no Brasil ta dificil parceiro. A burocracia tambem mata. Corrupcao existe nos USA, mais se o cara nao fizer bem escondido para na cadeia mesmo. Aqui no Brasa a galera rouba na cara dura. Ve se ninguem mais fala em CPI da copa do mundo por exemplo.

  44. hugo Roberto Perez Filho

    19 de dezembro de 2013 at 14:45

    m uma e outra coisa ele tem total razão, mas ainda bem que esse cara voltou para a terra “sagrada” dele, na qual o Governo e a Iniciativa privada esgotaram com os recursos naturais do país, dizimou a população indígena, criou um sistema econômico brutal e egoísta que quebrou a economia no mundo e gerou mais pobreza ainda; que criou uma sociedade doente e armamentista sujeita diariamente a atentados de seu próprio cidadão contra seu povo, que manipulou a história da humanidade gerando guerras, matando milhões de pessoas em busca do LUCRO, que levantou barreiras comerciais deixando países menores entregues a própria sorte e pobreza por nao se curvarem a sua política econômica, que criou a comida transgênica cheia de venenos e hormônios prejudiciais à saúde, que tem o maior índice de obesos do mundo, na mesma proporção que sua população carcerária (composta na maioria por negros e hispanos); que teve seu ex-presidente enfiando o charuto onde nao deveria… Chega! GO HOME YANKEE!!! Olhe o seu próprio rabo mal lavado antes de falar dos demais com essa listinha ridícula!!! Vc ainda deu sorte de casar com uma brasileira, seu merda!!!

  45. Marcelli

    19 de dezembro de 2013 at 14:49

    Os brasileiros vírgula, tem muita cidade que não é suja, que não tem cheiro ruim e não são todas as pessoas que são assim. Isso é generalizar, o que, para mim, faz com que ele perca toda a razão.

    • Ricardo

      20 de dezembro de 2013 at 20:27

      Boa Noite,
      Gente, não podemos comparar o Brasil aos países desenvolvidos, temos que comparar com os países “praticamente” iguais, como China, Índia, México, Rússia, Turquia e África do Sul, em desenvolvimento, comparar tudo, modo de vida, qualidade de vida, IDH, economia etc…
      O Pior é que os “estrangeiros” veem até o Brasil e querem conhecer o Rio, Salvador, Recife e ficar hospedados em favelas, eles são tão ridículos, que não conhecem outras regiões do Brasil, como interior de SP, o sul do pais, Minas Gerais, Goias, Mato Grosso do Sul, Brasília e se surpreendem quando vem para o interior de SP e conhecem uma cidade média moderna, e dizem que não é Brasil.
      Eu conversei recentemente com um americano, da cidade de New Orleans, para quem não sabe, New Orleans é mais violenta do que SP E RJ.
      Más infelizmente em algum pontos ele tem razão principalmente no quesito respeito ao próximo.

      Grato.

      • sara

        21 de fevereiro de 2014 at 14:56

        O que chamamos de desenvolvido? um povo criado a base de hamburgueres, que não sabe nada acerca da cultura de outros países, que invade, mata e tortura em nome da soberania mundial, controle econômico e ideológico? um poco alienado que ainda pensam ser os melhores do mundo? acho bem relativa a noção de país de primeiro e terceiro mundo.

  46. Alex

    19 de dezembro de 2013 at 14:57

    Não acredito que os motivos 5, 6 e 7 (onde parei de ler) sejam motivos para uma pessoa odiar morar em um país. Estar forçado a morar em um lugar onde não se quer estar dentro de um relacionamento forçoso isso sim é motivo para não querer voltar. Discordo do generalismo. É isto.

  47. Patrícia

    19 de dezembro de 2013 at 14:57

    Concordo em gênero, número e grau!
    Pra quem acredita que se trata de uma opinião estrangeira, vale lembrar que os nossos defeitos não são justificados pelos dos outros. Quanto a restringir a região de observação, em verdade, não significa muita diferença. Moro em Porto Alegre e já fui a diversas cidades do RS e tb fui ao RJ, e essas características são verdadeiramente evidentes! Pode que em determinada cidade haja alguma variação, mas é compensada por outra contribuição, em sua maioria, negativa. Os brasileiros são mal educados por natureza; logo, trata-se de uma questão cultural. Se vc acredita que são críticas de estrangeiros, experimente buscar um conhecimento constante. Vai perceber que o seu círculo de amigos ou seu repertório de conversas é inversamente proporcional à quantidade de conhecimento que absorve. Até mesmo dentro de casa, vc vai perceber que, cada vez menos, conseguirá prolongar os mais simples assuntos, até que passará a n se sentir parte daquela realidade (Deixando bem claro que n estou dizendo que vc irá rejeitar aqueles que o amam, ok.). Antes que digam que sou mais uma burguesinha que se acha dona do mundo, informo-lhes que nasci e me criei dentro de uma vila! Morava com minha falecida mãe na casa da minha vó. E se hoje tenho essa opinião é pq segui o conselho q minha mãe sempre dizia: “seu futuro será proporcional a sua busca e disposição por novos conhecimentos!” Sendo assim, o dia em que todos os brasileiros buscarem esses novos aprendizados (q não é culpa deles n ter!), compreenderão o que a simples palavra EDUCAÇÃO significa verdadeiramente, tendo como resultado, mudanças no nosso comportamento cultural! Abraços

    • osmar

      19 de dezembro de 2013 at 16:57

      Estou contigo, Patrícia! Nosso sistema sócio-político conseguiu barbarizar e mediocrizar a Educação, e quando afirmo isso não pretendo me ater a qualquer segmento de nossa sociedade, não, pois este fenômeno é geral! Andando pelas ruas de minha Sampa chego em casa cada vez mais atordoado com a falta de educação que venho sentindo e enxergando num crescente assustador; é assustador, sim, pois percebo que as pessoas estão perdendo referenciais importantes relacionados à cidadania e à civilidade! É muito triste dizer isso, pois cresci e solidifiquei meu ser acreditando que este seria o país do futuro.

  48. osmar

    19 de dezembro de 2013 at 16:47

    Todos os povos têm seus problemas, com certeza. O grande problema no Brasil é a Educação – cada vez mais em baixa em todos os segmentos de nossa pirâmide social!!!

  49. Dener

    19 de dezembro de 2013 at 18:28

    Ridículo!Falo muita merda!VAPAPUTAQUITIPARIU!Lá com certeza vai ser bem melhor!

  50. Thiago Andrade

    19 de dezembro de 2013 at 18:46

    Também foi meio que ignorância da parte desse americano sair generalizando desse jeito. Ele foi conhecer Ouro Preto, Petrópolis, Paraty, São Caetano do Sul, Curitiba, Gramado, Blumenau…? Depois ainda enchem o peito pra se acharem “superiores”… Brasil é um país com milhares de cidades, 200 milhões de pessoas e diverso até no IDH, ele que foi burro em escolher morar em São Paulo sendo que existem cidades maravilhosas e tranquilas pra se morar no Sul do país e até mesmo dentro do estado de SP, com ótimos serviços, oportunidades, pessoas educadas, etc. Ele não passa de um arrogante de mente limitada, preso na própria arrogância que o faz ignorante, como a maioria desses norte-americanos que acham que Brasil se resume à Salvador-Rio-São Paulo, bundas, futebol, praias e prostitutas. Quem concorda com essas afirmações, é tão ignorante quanto esse americano, e pior por serem puxa-sacos mesmo.

  51. Ricardo

    19 de dezembro de 2013 at 19:24

    Sinceramente, reconheço muitos problemas do Brasil citados aí, mas o que eu acho mesmo é que ele falou tanto de traição que, para mim, ele levou foi um galho na cabeça e voltou pro país de origem muito revoltado. Ninguém foi até o seu país te forçar a vir morar aqui. Como costumam dizer, nossa população já é grande demais, mal nos comporta, então pra mim gente de fora nem é bem vinda, só ocupa mais um espaço que é nosso!

  52. Marcia

    19 de dezembro de 2013 at 19:29

    Go home, já vai tarde.

  53. Camila

    19 de dezembro de 2013 at 20:58

    Acredito que as pessoas que escreveram isso nunca foram para a Europa, os espanhóis são terrivelmente grossos e o europeu totalmente fechado.os trânsitos na Itália são os piores que já vi na minha vida, isso que sou de são Paulo, eles não tem a menor consideração pelos pedestres, e as pessoas fazem de tudo para furar qualquer fila, respeito não existe eles esbarram em você e te olham feio, corrupção existe em Todos lugares do mundo, a diferença é que a gente sabe. Os brasileiros tem mais que motivos para ter orgulho de seu país, moro na Europa e morro de saudades do meu Brasil, o brasileiro tem o dom de criticar seu país, eu sei Pq era uma dessas mas hoje tenho mais que orgulho de dizer que sou brasileira, e aí se um gringo vier me dizer algo, digo milhares de razões por nosso país ser melhor,começando pelo povo, não existe em nenhuma parte do mundo o povo brasileiro, amo meu país e não vejo a hora de voltar, mas é sempre bom viver fora e ver como tudo não é esse mar de rosas que as Pessoas pensam que é…

    • Angel

      5 de janeiro de 2014 at 00:30

      Faz um favor, sai da Europa, é um brasileiro porcaria a menos aqui!

  54. Luciano Garcia

    19 de dezembro de 2013 at 21:15

    Creio que nosso amigo norte americano tenha exagerado um pouco,mais não em tudo,não temos invernos tão rigorosos,tempestades violentas,desertos,áreas improdutivas,furacões,vulcões,maremotos,terremotos,etc…
    Quando se vê flagelos por enchentes secas ou outro motivo qualquer aqui no Brasil a parcela menor de culpa é do clima a grande parcela de culpa está na falta de investimentos,recursos bem direcionados e administração competente ou honesta,nossos recursos são infinitos,nossos impostos os mais altos,sendo assim é bem fácil concluir que somos governados por incompetentes,corruptos,pouco inteligentes,espertalhões,etc…
    É realmente um problema cultural e vicioso de mais de quinhentos anos,é uma pena porque poderíamos ser um país quase perfeito.

  55. Nelson

    19 de dezembro de 2013 at 21:18

    § 7. O sentimento de solidariedade comunitária nos EUA

    Não é coincidência que o país onde mais se cultivou a liberdade dos indivíduos seja também aquele em que a participação em atividades comunitárias de índole caritativa e humanitária seja a maior do mundo. Este traço da vida americana é amplamente ignorado fora dos EUA (e totalmente ocultado pelo anti-americanismo militante de Hollywood), mas não vejo motivo para acreditar antes nas opiniões deformadas e fantasias odientas da indústria internacional de mídia do que naquilo que vejo com meus próprios olhos todos os dias e que pode ser confirmado a qualquer momento com dados quantitativos substanciais. Eis alguns: [10]

    1. Os americanos são o povo que mais contribui para obras de caridade no mundo.

    2. Os EUA são o único país do mundo onde as contribuições populares para obras de caridade superam o total da ajuda governamental.

    3. Entre os doze povos que mais doam em contribuições voluntárias – EUA, Reino Unido, Canadá, Austrália, África do Sul, República da Irlanda, Holanda, Singapura, Nova Zelândia, Turquia, Alemanha e França –, as contribuições americanas são mais que o dobro das do segundo colocado (Reino Unido). Se algum engraçadinho quiser depreciar a importância desse dado, alegando “Eles dão mais porque são mais ricos”, esqueça: as contribuições não estão aí classificadas em números absolutos, mas em porcentagem do PNB. Os americanos simplesmente arrancam mais do próprio bolso para socorrer pobres e doentes, mesmo em países inimigos. As solidaríssimas Rússia e China nem entram na lista dos contribuintes.

    4. Os americanos adotam mais crianças órfãs – inclusive de países inimigos – do que todos os outros povos do mundo somados.

    5. Os americanos são o único povo que, em cada guerra de que participam, reconstroem a economia do país derrotado, mesmo ao preço de fazer dele um concorrente comercial e um inimigo poderoso no campo diplomático. Comparem o que os EUA fizeram na França, na Itália, na Alemanha e no Japão com o que os chineses fizeram no Tibete ou a Rússia no Afeganistão (detalhes nas mensagens subseqüentes).

    6. Os americanos não oferecem aos pobres e necessitados somente o seu dinheiro. Dão-lhes o seu tempo de vida, sob a forma de trabalho voluntário. O trabalho voluntário é uma das mais velhas e sólidas instituições da América. Metade da população americana dedica o seu tempo a trabalhar de graça para hospitais, creches, orfanatos, presídios etc. Que outro povo, no mundo, fez da compaixão ativa um elemento essencial do seu estilo de existência?

    7. Mais ainda, o valor que a sociedade americana atribui às obras de generosidade e compaixão é tanta, que nenhum potentado das finanças ou da indústria pode se esquivar de fazer anualmente imensas contribuições a universidades, hospitais, etc., pois caso se recuse a fazê-lo será imediatamente rebaixado do estatuto de cidadão honrado ao de inimigo público.

    O prof. Duguin opõe o individualismo americano ao “holismo” russo-chinês. Diz que no primeiro as pessoas só agem segundo suas preferências individuais, enquanto no segundo elas se integram em objetivos maiores propostos pelo governo. Mas, com toda a evidência, os governos da Rússia e da China têm-lhes proposto antes matar os seus semelhantes do que socorrê-los: nenhuma obra caritativa, na Rússia e na China, jamais teve as dimensões, o custo, o poder e a importância social do Gulag, do Laogai e das polícias secretas, organizações tentaculares incumbidas de controlar todos os setores da vida social mediante a opressão e o terror.

    Em segundo lugar, é verdade que os americanos não fazem o bem porque a isso são forçados pelo governo, mas porque são estimulados a fazê-lo pelos valores cristãos em que acreditam. A liberdade de consciência, em vez de descambar em pura anarquia e luta de todos contra todos, é moderada e canalizada pela unidade da cultura cristã que, malgrado todos os esforços da elite globalista para marginalizá-la e destruí-la, ainda é hegemônica nos EUA. John Adams, o segundo presidente dos EUA, já dizia que uma Constituição como a americana, assegurando liberdade civil, econômica e política para todos, só servia para um povo moral e religioso e para nenhum outro. A prova de que tinha razão é que, tão logo os princípios da moral cristã começaram a ser corroídos desde cima, pela ação do governo aliado às forças globalistas e à esquerda internacional que o prof. Duguin tanto preza como reserva moral da humanidade, o ambiente de honestidade e rigidez puritana que prevalecia no mundo americano dos negócios cedeu lugar a uma epidemia de fraudes como nunca se vira antes na história do país. O fenômeno está amplamente documentado no livro de Tamar Frankel, Trust and Honesty: America’s Business Culture at a Crossroad (Oxford University Press, 2006).

    O que digo não se baseia só em estatísticas. Vivo há seis anos neste país e aqui sou tratado com um carinho e uma compreensão que nenhum brasileiro, russo, francês, alemão ou argentino (para não falar de cubanos ou chineses) desfrutou jamais na sua própria terra. Tão logo me instalei neste matagal da Virgínia, vieram vizinhos de todos os lados, trazendo doces e presentes, oferecendo-se para levar as crianças à escola, para nos apresentar à igreja da nossa preferência, para nos mostrar os lugares interessantes da região, para nos ajudar a resolver problemas burocráticos, e assim por diante. Good neighborhoord não é slogan de propaganda. É uma realidade viva. É uma instituição americana, não existe em nenhum outro lugar do mundo e não foi o governo que a criou. Vem desde os tempos da Colônia de Jamestown (1602). Embora eu e minha família sejamos católicos, o primeiro lugar que visitamos aqui foi a Igreja Metodista, a mais próxima da minha casa. Chegamos lá, e que estavam fazendo os crentes? Uma coleta de dinheiro para os meninos de rua… do Brasil! Coleta acompanhada de discursos e exortações de partir o coração. Senti vergonha de contar àquela gente que, segundo estudos oficiais, a maior parte dos “meninos de rua” brasileiros têm casa, pai e mãe, e só estão na rua porque gostam. A compaixão americana ignora a mentira e a safadeza de muitos de seus beneficiários estrangeiros: nasce da crença ingênua de que todos os filhos de Deus são, ao menos no fundo, fiéis ao Pai.

    Os americanos são tímidos e têm sempre a impressão de que estão incomodando. Logo após a recepção inicial, preferem manter distância, não se meter na sua vida. Só chegam perto se você os convida. “I don’t want to impose” é uma frase quase obrigatória quando visitam alguém. Mas tenha algum problema, sofra alguma dificuldade, e eles virão correndo para ajudá-lo, com a solicitude de velhos amigos. E isso não é só com os recém-chegados. Às vezes os próprios americanos, acostumados a ouvir falar mal do seu povo, se surpreendem ao descobrir a inesgotável reserva de bondade nos corações de seus compatriotas. Leiam este depoimento de Bruce Whitsitt, um campeão de artes marciais que de vez em quando escreve para o American Thinker:

    “Both before and after Dad died, good Samaritans came out of nowhere to offer aid and comfort. I discovered that my parents were surrounded by neighbors who had known them and cared about them for many years…

    After it was all over, I was struck by the unbelievable kindness of everyone who helped.

    At the end of the day, this tragedy reopened my eyes to the deep-running goodness of Americans. So many people in this country are decent and good simply because they have grown up in the United States of America, a society that encourages charity and neighborliness. Decency is not an accident; in countries such as the old Soviet Union, indifference was rampant and kindness rare because virtue was crushed at every turn. America, on the other hand, has cultivated freedom and virtuous behavior, which allows goodness to flourish. Even in Los Angeles – that city of fallen angels, the last place on earth where I would have expected it – I experienced compassionate goodness firsthand.

    Goodness is not something that a beneficent government can bestow; it flows from the hearts of free citizens reared in a tradition of morality, independence, and resourcefulness.” [11]

    A nação americana foi fundada na idéia de que o princípio unificador da sociedade não é o governo, a burocracia estatal armada, mas a própria sociedade, na sua cultura, na sua religião, nas suas tradições e nos seus valores morais. O prof. Duguin, que não parece conceber outro modelo de controle social senão a teocracia imperial russa, onde a polícia e a Igreja (mais tarde o Partido) agem de mãos dadas para acorrentar o povo, só pode mesmo imaginar os EUA como uma selva selvaggia de egoísmos em conflito, provando que nada sabe da vida americana.

    Não há talvez outro país no mundo onde o senso de comunidade solidária seja tão forte quanto nos EUA. Quem quer que tenha vivido aqui por algum tempo sabe disso, e no mínimo se surpreende ante a presunção de que a China ou a Rússia sejam, sob esse aspecto, modelos que os americanos devessem copiar.

    Também é certo que esse senso comunitário só pode florescer num ambiente de liberdade, onde o governo não imponha à sociedade nenhum modelo “holístico” de bondade oficial. A maior prova disso é o conflito aberto que hoje existe entre aquilo que Marvin Olasky, num livro clássico, chama de “compaixão antiga” e a caridade estatal que há quatro décadas vem tentando tomar o seu lugar. Onde quer que esta última tenha prevalecido, aumenta a criminalidade, as famílias se dissolvem e o individualismo egoísta sufoca o espírito de bondade inerente ao individualismo libertário tradicional. [12] Não foi só em livros como o de Olasky que aprendi isso. Vejo-o todos os dias com os meus próprios olhos. Na Virgínia, onde a população de negros é tão grande proporcionalmente quanto no Brasil, a diferença de conduta entre os negros velhos e os jovens dá na vista de cada visitante. Aqueles são as pessoas mais gentis do mundo, têm uma espécie de elegância natural que é o equilíbrio exato entre a humildade e a altivez. Os jovens são irritadiços, arrogantes, prontos a exibir uma superioridade que não existe, a sentir-se ofendidos por qualquer bobagem e a chamar os brancos para briga sem o menor motivo. De onde vem a diferença? Os velhos foram criados no ambiente da compaixão antiga, os jovens no do assistencialismo estatal que os envenena de ressentimento “politicamente correto”.

    A vida no interior dos EUA é a melhor prova de que a solidariedade comunitária tem nada a ver com coletivismo estatal e é mesmo o contrário dele. Quanto mais intervenção “holista” aparece, mais os laços naturais se desfazem, mais as pessoas se afastam umas das outras, mais a “sociedade de confiança” de que falava Alain Peyrefitte [13] se deixa substituir pela sociedade da suspeita, da hostilidade mútua, do ódio e do exclusivismo grupal. É o caminho que leva, em última instância, ao Estado Policial. O prof. Duguin sabe perfeitamente disso, tanto que sua defesa do “holismo” contra o “individualismo” culmina na apologia aberta e franca do regime ditatorial como modelo para o mundo inteiro.

    § 8. Maldades comparadas

    O prof. Duguin diz também que exponho suficientemente os pecados da KGB, do Partido Comunista e da Al-Qaeda, mas não menciono os crimes da América, como “a infantaria imperial, Hiroshima e Nagasaki, a ocupação do Iraque e do Afeganistão e o bombardeio da Sérvia”. Ele cobra de mim o que tenho a dizer sobre isso.

    Ora, o que tenho a dizer são duas coisas:

    Primeira: Faça as contas. – Segundo o prof. R. J. Rummel, que é provavelmente o mais respeitado estudioso da matéria, o número de vítimas somadas de todas as ações violentas em que o governo americano esteve envolvido de 1900 a 1987 é de 1.634.000 pessoas (isso inclui duas guerras mundiais, com Hiroshima e Nagasaki de quebra, mais a guerra do Vietnã e todas as intervenções militares no exterior). A URSS, num período menor, de 1917 a 1987, matou 61.911.000 pessoas, e a China, de 1949 a 1987 apenas, matou 76.702.000. É uma questão de aritmética elementar concluir que os individualistas americanos, na pior das hipóteses, são cem vezes menos assassinos do que os solidários russos e chineses. Nenhum cérebro humano em seu funcionamento normal pode julgar que os níveis de periculosidade sejam iguais de parte a parte. Na ordem das ameaças mortíferas que pesam sobre a espécie humana, a China vem em primeiro lugar, a Rússia em segundo, os EUA em centésimo. Quando a humanidade tiver se livrado de noventa e nove de seus inimigos armados, começarei a me preocupar com a tão propalada “agressividade americana”. O prof. Duguin busca atrair atenção para ela, inflando-a mediante palavras, para inverter a hierarquia das precauções razoáveis e tentar encobrir as ações dos verdadeiros genocidas, dos verdadeiros inimigos da espécie humana.

    Segunda: Olhe o mapa. – A totalidade das vítimas feitas pelos EUA constitui-se de estrangeiros, mortos em combate em solo inimigo. Na contagem das vítimas da China e da Rússia, excluí de propósito as baixas militares: são todas civis desarmados, assassinados em tempo de paz por seus próprios governos. Quando o governo dos EUA, em tempo de paz, começar a matar cidadãos americanos aos milhões, por motivo de mera discordância política, ficarei tão preocupado com isso quanto o prof. Duguin deveria estar agora com os tibetanos, assassinados a granel pelos chineses e proibidos de praticar livremente sua religião nacional.

    • Virginia

      21 de dezembro de 2013 at 09:42

      Ótimas e verdadeiras ponderações. Temos uma parceria da nossa Igreja com a Igreja Presbiteriana dos EUA , e quando vamos visitá-los podemos notar as verdades ditas no seu texto. Infelizmente as pessoas são muito influenciadas com inverdades ditas sobre o povo americano . Admiro muito o modo de vida , a educação ,o amor pelo próximo e o respeito mutuo daquele sociedade . Parabéns.

  56. Ligia

    19 de dezembro de 2013 at 21:32

    Só li frescura. Aposto que ficaram apenas no Rio de Janeiro ( o resumo do Brasil pra quase todo estrangeiro) e enxergam aqui coisas que não vêem nos próprios países.
    Claro que tem coisas do tipo burocracia, trânsito, etc, que irrita até a nós. Mas porra, se irritar porque alguém te oferece comida ou quer almoçar com você? Se foder, é muito mimimi.

    • Gustavo Néri De Souza

      23 de dezembro de 2013 at 08:54

      Na vdd, Ligia ele se irritou pelo fato de oferecerem a comida e depois obrigarem ele a comer

  57. Marcela

    19 de dezembro de 2013 at 22:23

    Sinceramente eu me arrependi de ter lido esse lixo de texto, mas já que eu já li, vou deixá aqui um recado pro nosso amigo. Olha senhor Americano, espero que você fique bem no seu país das maravilhas perfeito com as suas comidas congeladas. Vê se nesse tempo, vai estudar um pouco sobre relações interculturais, porque pelo jeito você tá fraco no assunto. É, eu fiquei ofendida, porque faz parte da minha cultura se ofender com essas merdas que você falou. Lembre-se que a mudança começa pela gente mesmo, e que enquanto o dedo indicador aponta o defeito dos outros, tem outros 4 dedos apontando pra nós mesmos! Aproveite seus hambúrgueres variados, sua internet rápida e seu transporte de 1º mundo e não volte nunca mais para o Brasil seu pau no cú!! Porque de pessoas como você, aqui a gente não precisa!

  58. Reynaldo

    19 de dezembro de 2013 at 22:46

    Esse é o caso típico de americano que mora aqui obrigado, provavelmente está aqui po que a mulher foi deportada. Coitado , Pelourinho, ,, bonito ? Brasileiro inconveniente ? Esse cara é depressivo…

  59. Thiago de Andrade Alonso

    19 de dezembro de 2013 at 23:59

    Não nego que tenha muuuitas verdades, não sou nenhum pouco patriota, e quero futaramente morar em outro país.

    Mas tem coisas aí que são absurdas. Algumas coisas da lista são muito piores que nos EUA. É o país que mais polui no mundo, são os mais preconceituosos, são mais prepotentes que a grande maioria do mundo, o ensino escolar básico é absurdo, é só olhar a noção que eles tem de geografia (diferente das universidades que são boas). Traição não tem só no Brasil, sendo que lá até presidentes se envolvem nesse tipo de escândalo. O generalismo ao falar que todas as cidades são feias é banal, acho que ele não deve ter viajado muito, pq eu que fui pra pouquíssimas já vi cidades bonitas, fora que as grades cidades de lá são todas bem verticalizadas. Quanto ao povo, é bem 8 ou 80, ou é extremamente simpático e receptivo, ou são babacas ao extremo. Ahh, e comida né, como pode falar que não tem opção? Qualquer um que reclame da comida brasileira merece uma bica, pois o maior problema de sair daqui é pensar na alimentação de merda que vc vai ter. Salvo exceções

  60. José Reinaldo

    20 de dezembro de 2013 at 00:17

    É pura verdade não tiro nenhum item , sou Brasileiro, mas me vergonho de da falta de educação da maioria do povo Brasileiro, da corrupção que é uma praga,as familias estão sendo destruidas, não temos governo sério, etc etc

  61. H

    20 de dezembro de 2013 at 00:46

    Vai procurar uma lavagem de roupa…..

  62. Nicole

    20 de dezembro de 2013 at 00:48

    Sinceramente fiquei impressionada com tamanha falta de respeito e educação. Americano estúpido que apoia guerras e se orgulha de um País que polui mais que a metade do mundo todo.
    O Brasil tem diversos problemas, mas eu luto pra melhorar o meu país e nunca vou admitir um FDP Terrorista vir lá da puta que pariu falar mal da minha pátria.
    Não tem um mínimo de respeito por um povo inteiro.
    Se gaba de primeiro mundo, mas na verdade não tem nada que preste naquele pais. Só sabem tomar o que é dos outros.
    E ainda acham que tem algum direito sobre a Amazônia.
    Ainda bem que esse Alienado foi embora daqui

  63. Cezar magalhães

    20 de dezembro de 2013 at 01:08

    O texto do americano está repleto preconceito e falácia e também é perceptível o enorme choque cultural, no entanto, nós brasileiros temos muito o que aprender e mudar, devemos aprender a tirar algo bom das críticas, o desejo de melhorar, não para sermos semelhantes ao povo americano, pois os mesmos possuem defeitos de sobra, mas para nos tornarmos melhores como povo e como cidadãos, mais corteses e humanos.

  64. Andreh Guedes

    20 de dezembro de 2013 at 02:09

    Eu poderia falar muitas coisas sobre essa lista. Em parte esta correta sim. Somos um povo que temos TUDO pra sermos fantasticos mas a forma que agimos é bem mediocre, no geral. Somos mal educados,grosseiros, limitados a futebol e BBB. Somos acomodados com a corrupção e enquanto tiver Brasileirao, Carnaval e rede Globo, nossa mentalidade coletiva ira se manter nessa mesma merda. Ah, e falamos muito palavrao.
    Entretanto os americanos sao PIORES do que nos. Sao hipocritas, intolerantes, babacas, elitistas, se acham o Novo Imperio Romano.
    Acham que sao os juizes e senhores do planeta, impodo suas vontades, costumes e ideias ao planeta inteiro.
    Se esse caro senhor tem tantas reclamaçoes assim, que ele fique por seu pais e nunca mais retorne.
    Que ele apodreça na terrinha do Tio Sam.
    Ele so esqueceu de falar que com todos os problemas, toda a mediocridade, o povo brasileiro ‘e um povo, no geral, feliz. Rimos com coisas bestas. Vamos a praia ou ao parque nos fds.
    Trepamos muito bem.
    Nossas mulheres sao MARAVILHOSAS. Sao lindas e nunca vao as praias e piscinas desse pais usando um fraldao na bunda. Nao. Elas usam bikines.
    Toda mulher brasileira tem uma sensualidade que escapa na maioria das mulheres do planeta e falta muito nas americanas.
    Que so tem peitos.
    Entao a esse senhor, eu deixo o meu claro VAI SE FUDER INVEJOSO.

  65. Marco

    20 de dezembro de 2013 at 05:54

    Dos itens 1 ao 20, a mais absoluta verdade. O brasileiro típico é metido a esperto, mal educado e oportunista. Posso dizer isso porque moro em Paris atualmente. O francês é MUITO mais educado do que o brasileiro, e tem um nível cultural MUITO mais elevado.

    Agora não sei porque essa revolta toda com o comentário do estrangeiro. Será que é porque a verdade dói? Ou porque o brasileiro não gosta de ser criticado? Sou brasileiro e não me sinto nem um pouco ofendido, até porque só vi verdades na lista e também essa lista de aplica ao brasileiro típico, não a todos os brasileiros.

  66. William Biazoto

    20 de dezembro de 2013 at 06:42

    Que cara idiota.Mas sou obrigado a agradecer a propaganda negativa que ele fez daqui , porque pelo menos dai outros idiotas que nem ele não vão nem querer por os pés aqui , deixando esse Brasil lindo para as pessoas que sabem conviver né , veja bem , eu disse pra quem sabe conviver . Cara , esse bicho é muito boçal. No universo , você atrai sempre as coisas que estão alinhadas com você , então se você é alguém que foca em ver as coisas boas e tem respeito pelas outras pessoas , é isso que você vai ver .Agora se na sua vida você só vê com o perdão da expressão “bosta” , caso que parece ser desse americano aí , aí não tem remédio , só vai ver defeito mesmo.Grandes artistas , celebridades como o U2 , Paul McCartney , o próprio presidente dele , o Obama , cara todo mundo que vem aqui vê mais qualidade que defeitos no Brasil .E sempre exaltaram a fibra do povo brasileiro , o jeito alegre de ser .Esse cara não representa em nada a opinião da maioria dos estrangeiros em relação ao Brasil , pode ter certeza.

  67. Renato

    20 de dezembro de 2013 at 07:29

    Concordo com o que ele falou.
    foi uma crítica muito bem fundamentada.
    Para min ela é importante.
    Se ele morou no Rio, e foi assim…
    Moro no interior do Brasil, Goiás, isso constata, bem como minha realidade.

  68. Francisco De Souza

    20 de dezembro de 2013 at 07:38

    Devemos ter humildade para ouvir críticas de pessoas de fora, isso se chama maturidade, e coragem para poder fazer uma reflexão verdadeira dos nossos problemas e mais coragem ainda para modificá-los. O verdadeiro amigo não é aquele que bate nos seus ombros dizendo que todos os seus defeitos são corretos, e sim aquele que diz os seus defeitos no intuito de te fazer crescer.

    • FATIMA

      7 de janeiro de 2014 at 23:40

      Concordo Francisco e acho que o Americano apenas exagerou um pouco, mas nao mentiu, disse a mais pura verdade, neste momento estou em LA, costume ficar aqui meses, aqui tem pessoas que dormem ao relento, pobres mas ate nos mais pobres a educacao estah presente, quando falo nos mais pobres eh que suponho que eles nao tiveram uma boa escolaridade, no nosso Pais ha falta de educacao em todos os sentidos e supera a de muitos Paises que conheco e olha que conheco bem alguns.

  69. Atilio

    20 de dezembro de 2013 at 07:54

    No item 40 pq exceto Rio e Pelourinho … o Rio tem 5 ruas dai pra tras eh soh favela … 80 % da cidade eh favela e l Pelourinho soh tem ladrazinho que fica nas ruas te esperando passar. Fora o cheiro de mijo …. Lixo de pais

  70. Viviane

    20 de dezembro de 2013 at 08:05

    Evidente que tem uma série de obsevações que fazem sentidos… para mim, “nós” não temos respeito pelo proximo e “queremos” sim levar vantagem… Preguiça é outro ponto que ODEIO
    Mas nada se compara à “nossa” extrema passividade em relação à classe politica – alias, nada se compara à “nossa” extrema alienação quanto à ciencia politica… A maioria absoluta não entende porra nenhuma, e sai votando com a mesma responsabilidade que faz cocô.
    AGORA, ESSE CARA É UM IMBECIL! MAL AMADO ! ! !
    NÓS JÁ FOMOS ELEITOS “CAPITAL MUNDIAL DA GASTRONOMIA” E O CARA FALA QUE A COMIDA É CANSATIVA? A VARIEDADE PARA SE COMER É INCRÍVEL, E A RIQUEZA DE PRODUTOS DA TERRA IDEM (CERTAMENTE O COLESTEROL ALTO AÍ, GOSTARIA DE MAIS GORDURAAAA)- COME-SE CARNES COMO EM RAROS LUGARES DO MUNDO
    O CARA RECLAMA PQ A GENTE CONFRATERNIZA MUITO? GOSTO DE TER MEU ESPAÇO – MORRE QUE PASSA, QUERIDO.

  71. Lah

    20 de dezembro de 2013 at 08:12

    O Brasil,foi colonia de exploração portuguesa,e agora é colonia de exploração de quem tiver mais dinheiro,essa merda vai ser sempre a mesma!Se o cara do texto ta certo?Sim,e vários aspectos,se esta errado,ssim,em vários aspectos.Mas o país não vai mudar só pq quem chega aqui não gosta,se não está satisfeito não fique,tchau,bye,vá com Deus,essa merda ta cada vez mais cheia de gente mesmo,quanto menos melhor.

  72. Flávio

    20 de dezembro de 2013 at 08:18

    Os EUA tem oq de bom? Compras e Disney? Povo mega mal educado, preguiçoso a ponto de ir de carrinho elétrico no porta malas do carro pra fazer compras no supermercado. Te tratam como idiota e nem vamos falar na tal “tirar vantagem”, os caras metem o nariz nos problemas do mundo só pra poder tirar umas graninha extra.
    O Brasil tem sim um grande problema. A falta de patriotismo que faz com que as pessoas queriam sair daqui ao invés de tentarem melhorar alguma coisa. Pessoas que criticam mas não usam os bons exemplos como prática.

  73. Isabela

    20 de dezembro de 2013 at 08:19

    Vergonhoso mesmo é brasileiro não defender o Brasil. A ideia de Brasil dos ”gringos” vai mudar quando os brasileiros mudarem as suas opiniões e suas atitudes.

  74. Vanessa Suany

    20 de dezembro de 2013 at 09:12

    Concordo com alguns itens, não todos!
    Este cidadão tem todo direito de expressar sua impressão de nosso país, só não pode generalizar!
    Se ele conheceu apenas Rio, São Paulo e Salvador….me desculpe, ele não sabe o q é o Brasil!
    O Brasil é mais dos q essas capitais, que estão totalmente corrompidas pela violência, putaria e corrupção em todos os sentidos!
    Temos cidades e lugares maravilhosos!
    Quando lí sobre a qualidade do ar, fiquei chocada! Impossível ter qualidade de ar em São Paulo capital, mas no interior e em várias regiões do Brasil vc consegue!
    Concordo com alguns itens e discordo 200% em outros!
    Acho que p/ poder falar do Brasil, este cidadão deveria ter percorrido toda sua extensão territorial, conhecido seu povo e cultura diversa!
    Me orgulho de ser brasileira em primeiro lugar, mas me causa certo desconforto a forma com que lidamos com a política, educação, saúde e cultura!

  75. Luiz Carvalho

    20 de dezembro de 2013 at 09:12

    Gostei da opinião sobre a infidelidade do brasileiro. Como se nos Gordos Unidos não houvesse isso. Quando eu li, vi logo que o cara era crente. Opinião de crente, pensei. Lá embaixo confirmei! TSC.

  76. Erica

    20 de dezembro de 2013 at 09:15

    Que bom que você não gostou de morar no Brasil. Vá embora e que o diabo lhe carregue!

  77. Gloria

    20 de dezembro de 2013 at 09:16

    Eu concor4do plenamente, so faltou dizer que o brasileiro é super orgulhoso e nunca admite seu proprio erro. Somos um pais de gente desonesta, baguncenta, mal educada e muito, muito mais. morei 10 anos la e tinha vergonha de ser brasileira, house cleaning brasileira roubavam joias, tomavam banho nas banheiras dos patroes, fazem credito e dao golpe no cartao de credito quando voltam pro Brasil, se voce conhece alguem que morou la e trouxe container com mudança, voce pode ter certeza que deu golpe no cartao de credito. Eles nao sao muitos asseados em casa, mas a casa é deles e ninguem em nada com isto, eles nao saem jogando lixo na rua ou deixando lixos nas praias que fretquentam nao, isto é coisa de brasileiro.So tem uma coisa que discordei foi sobre a nossa comida,pois a comida brasileira é saborosa.

    • Antônio Lídio

      20 de dezembro de 2013 at 19:57

      Pois a senhora já errou grosseiramente ao generalizar os brasileiros como golpistas e desonestos Foi seu caso?

  78. Carlos Hills

    20 de dezembro de 2013 at 09:39

    triste e em muitos casos absolutamente verdadeiro, felizmente esta criatura infeliz voltou ao seu paraíso de origem…lá tudo é maravilhoso, bom e barato :D

  79. Ana Karoline

    20 de dezembro de 2013 at 10:14

    Esse artigo foi a coisa MAIS RÍDICULA que eu já vi. Esplicarei porque:
    1- Americanos não são nem um pouco conhecidos mundialmente por serem educados.
    2-Até onde eu sei americanos são o povo mais oportunista do planeta. Agressivos então… Nem se fala!!! Armas pra que te quero.
    3- Os americanos devastaram TUDO o que havia de natureza em seu país continente e vem falar de respeito ao meio ambiente. Fala Sério!!!
    4- Americanos elegem atores e atrizes pelo simples fato de serem bonitos e/ou atuarem bem e não tem absolutamente NADA a ver com ser político
    5-Quem já assistiu pequena mis sun shine? Saberá que lá com CERTEZA as mulheres começam a ser obsecadas pela beleza ainda na primeira infância.
    6-Bill Clinton?! Alguém lembra? Bom saber que os homens americanos são santos e não estão propensos a casos extra conjugais.
    7- Os americanos são altamente preocupados com sentimentos alheios… Prova disso são os casos de bullying e o sistema “de castas” existentes nas High School americana
    8-Os americanos que sempre acreditaram na teoria da “mão invisível” se deram mal e foram fortemente atingidos exatamente porque não tinham o amparo que temos devido ao nosso pagamento de impostos.
    9-Os ricos americanos querem mais é que o resto do mundo se exploda!!! Assim como os ricos dos demais países… Isso não é privilégio nosso
    10-Norte-americanos fingem ouvir os outros. Mas certamente ou ignoram, ou são tão limitados intelectualmente que não conseguem processar as informações repassadas.

    Continuaria rebatendo o restante mas acho sinceramente que um ser humano que escreve no tópico 15 que “A comida mais fresca e menos processada é sem graça e incoveniente.” Não merece mais que 5 minutos de minha atenção.

    • Ana ventura

      20 de dezembro de 2013 at 15:23

      Gente, minha mãe sempre me ensinou a não falar mal dos outros e olha que sou brasileira.
      Então vou falar coisas boas dos norte-americanos:

      1) Uai, gente, a comida deles é tão boa, tão boa, que lá todo mundo é gordinho. Coisas lindas! No Piauí quem é gordinho é fofo, tem dinheiro e posses. Cada programa que vejo dos gordinhos de lá tentando emagrecer…Porque ? O índice de obesidade é fato, mas é lindooooo!
      2) Gente, eles são ótimos na recepção com estrangeiros, especialmente latinos ! Tratam a gente com muito carinho: basta chegar no aeroporto! Que maravilha! Levam a gente para uma salinha, cheia de oficiais, para nossa segurança, revistam tudo, tudinho, com toda atenção, olhando as notinhas com cuidado para ver se não esquecemos de nada ! Ó como são carinhosos !
      3) Eles tem um dia especial de ação de graças para encontrar a família. Que coisa fofa! Igualzim no Brasil! A gente se encontra no Natal, no ano novo, na farofa da praia, todo mundo unido! Isso até parece coisa de filme americano, todo mundo dando graças!
      4) Gente, como eles tem as ruas limpinhas…Que gracinha! Gostaria tanto que viessem ao Brasil pegar nosso lixo para reaproveitar…ou, como são tão educadinhos, poderiam nos ensinar a cuidar de nosso planetinha, igual eles cuidaram do deles…deixaram tudo limpinho, uma belezura, sem árvores, sem índios…que coisa fofa, tudo limpinho!
      5) Ó como são bons patrões: tratam seus empregados com tanta cortesia. Lá não existe esse negócio de lucro não! Que isso menina!!! É tudo divididinho, nem parece país capitalista…ai, tudo tão baratinho!Dias desses vou lá comprar uns aparelhos eletrônicos…
      6) Ah, vc nem imagina: eles abrem as portas para os brasileiros! Adoram os brasileiros, quando vão às compras em Miami. Gente, até comunidade brasileira tem lá: ruas verde amarelas, sandálias havaianas ( adoram !) uma maravilha! Como tratam bem o brasileiro mais rico !
      7) Gente , tem tanta coisa para falar, mas, vcs sabem né? Brasileiro fala pouco dos outros, gosta mesmo é de sorrir, de brincar, de sacanear, de dançar samba , funk, axé ,,,mas vou contar para vcs : nossa melhor música eles adoram ! Pensa! Tem até grupo musical lá cantando mpb perfeitamente ! Eta povo bom!
      8) Agora, quanto à cerveja: meu bem, já ouviu falar que tem que botar água no feijão, por que tá chegando mais um ? Pois é, botamos água para ficar bem geladinha e servir tooodo mundo sem exceção, inclusive os americanos que moram aqui. Tem uns amorosos, que gostam tanto da nossa terrinha, a floresta, que até cercam ela para cuidar com tanto carinho !! 9) Ah, coitadinho dele…ele falou de futebol e BBB. Mas coitados, eles precisam entrar um pouquinho mais no nosso país, conhecer a Bahia, Fernando de Noronha, Minas Gerais ( eta povo que faz comida boa), minha rua que é toda limpinha e olha, ele precisa conhecer os pontos culturais. Tadinho, talvez ninguém levou….coitadinho, andava de ônibus, igual todo mundo…e o bichinho nem tava acostumado. Se quisesse podia andar de helicóptero já que ele é tão chique,,,mas não sabia que aqui tinha esse tipo de aeronave. Dá próxima anda na minha, tá benzinho ?
      10)Mas menino, a última coisa que vou falar. Eles gostam tanto de brasileiros que escolheram um presidente com uma carinha de brasileiro, não acham? Bichinho mirradinho ! Sorrisinho franco, magrinho…hum, sei não..no fundo , no fundo, como minha mãe diz: menina, quem fala mal é por que tem inveja, então , é melhor ficar calado, curtindo a vida!

    • Amanda

      20 de dezembro de 2013 at 16:32

      Concordo com todos os seus argumentos. Ao ler o tópico 15 comecei a rir,pois o indivíduo tem coragem de reclamar dos alimentos frescos do Brasil, e ainda fala que nossa culinária é sem graça, sendo que é uma das mais diversas que existe.

    • Luiz Fernando

      21 de dezembro de 2013 at 19:32

      Realmente, o 15 é de rir. Quem dera todos tivessem acesso a mais comida fresca…

  80. Pedro Brito

    20 de dezembro de 2013 at 11:00

    Sou brasileiro e paulistano de nascen

  81. PAULO

    20 de dezembro de 2013 at 16:25

    Send this motherfucker take it up the ass!

  82. Francisco Brito

    20 de dezembro de 2013 at 16:59

    Estranho, conheço muitos e já conheci dezenas de estrangeiros, europeus e americanos em sua maioria, que vivem ou viveram por aqui, e a impressão é sempre muito positiva, claro que há problemas, o nivel educacional e cultural médio é baixo, as consequencias aparecem em varios aspectos do dia-a-dia, mas no geral eles vivem muito melhor aqui do que em seus paises de origem, e a maioria acaba optando por ficar morando por aqui…

  83. renata barros

    20 de dezembro de 2013 at 17:12

    Sinceramente, um brasileiro concordar com as coisas que um americano criticou do Brasil é um absurdo.

    O cara exagerou defeitos e problemas que são inerentes a qualquer comunidade e descreveu como sendo problemas só do Brasil. As pessoas que concordam foram chamados de mal educados e curtiram.

    Com certeza a maioria que apoiou a lista tem um padrão de vida razoável, um bom salário, mora bem e se acham excluídos das críticas do “Tio Sam” que escreveu a lista, mas caso tenham esquecido: Somos todos brasileiros!

    Vou parafrasear algo que li no cardápio de um restarante em Fortaleza: “Críticas são bem vindas, desde que construtivas”.

    Falar mal é fácil, difícil é ver o lado bom das coisas e ajudar a melhorar o que é ruim.

    Vejo muitos brasileiros falando mal do Brasil, detonando a sua casa e pior ainda exaltando os EUA, inclusive brasileirinhos, crianças, que já crescem achando ruim o país que lhes dá uma situação de vida diferenciada da grande maioria mundial.

    Seria interessante se todos os brasileiros que menosprezam o Brasil fossem para outro país trabalhar: o Visto para trabalho é difícil, e se forem como ilegais só lhes resta trabalhos pesados, subempregos.

    Esses países, principalmente os EUA, nos querem como compradores, aí sim seremos bem vindos e só.

    Não é possível que tenham lido toda a lista sem se indignar com os exageros e absurdos. Se tem alguém invejoso nesse contexto é o americano que escreveu a lista. Invejoso e mal amado, porque perder tempo com isso realmente….aff! Ninguém merece!

    • JUNIOR JBA

      24 de dezembro de 2013 at 08:59

      concordo em tdo que vc disse amiga Renata,cara pelo menos uma pessoa coerente nesse site porque parece que só tem americano escrevendo esse monte de merda,aonde está o patriotismo de uma nação que espécie de brasileiro concorda com esse importado o cara é um doente mental generalizou ,mas o que mais me indigna é que tem muitos brasileiros que concordam com esse sujeito e ficam puxando o saco dos estados unidos,será que vem que não é desse jeito que vamos chegar no 1°mundo,vestindo essa bandeira de outro povo,vamos lutar pelo nosso país melhorar o que é preciso ,vc que é brasileiro por favor vamos apoiar as coisa daqui,vamos mudar o que há pra ser mudado e não desistir do nosso país porque se desistirmos com certeza os USA não desistirá,alias já estão invadindo a amazônia por essas e outras devemos usar a bandeira do Brasil e lutar por um país melhor pois somos brasileiros e não devemos desistir do que é nosso.

  84. Henrique Alexandre

    20 de dezembro de 2013 at 19:09

    Bom, tudo o que ele disse é verdade e realmente acontece, mas generalizar é demais!
    Tem muita coisa errada por aqui… como tem muita coisa errada por la também. Nem vou perder o meu tempo escrevendo uma bíblia sobre isso.
    De verdade, sou mil vezes ter todos esses problemas e viver no meio de um povo feliz, que sabe se divertir… do que no meio de um povo metido, infeliz, que se acham a elite do planeta, o que é piada.
    Ah e não acho que um americano criou essa lista, provavelmente foi algum brasileiro “americanalizado”, que simplesmente não vive bem aqui e que virou um fantoche dos nossos visinhos da America do Norte ;).

    • Mr. Dj

      21 de dezembro de 2013 at 02:15

      Pensei a mesma coisa, o texto tem elementos típicos de argumentos sempre repetidos por brasileiros que não valorizam nem respeitam o próprio país e vivem deslumbrados com os países chamados de “primeiro mundo”. Temos sim milhões de defeitos que podem até ser piores que os milhões de defeitos deles, mas muitos desses defeitos são gerados justamente porque as pessoas não respeitam o país nem seus conterrâneos.

  85. Paulo

    20 de dezembro de 2013 at 19:49

    Que eu saiba, o Brasil eh para os brasileiros nao? Quem escreveu isso e de onde? Parece critica americana? Se for o Brasil faz parte das Americas. Seria tambem a America para os americanos.??

  86. Talita

    20 de dezembro de 2013 at 20:31

    INFELIZMENTE grande maioria das coisas que foram observadas nesse texto são verdade. Nem perco meu tempo lendo os comentários previsíveis metendo o pau nos EUA, pq um revoltado que perde tempo pra vir falar sobre “intolerancia à cultura brasileira” náo percebeu que não se trata disso. O Brasil cresceu muito rapidamente, e com ele cresceu rapidamente também a ignorancia da população e deficiencia de serviços públicos. Tudo isso por falta de amor a nação e preocupação com o futuro que o brasileiro tem. Um exemplo é: assim que possível – principalmente pessoas mais humildes asfaltam por completo seus quintais sem deixar ao menos um canteiro para colocar plantas, pequenas que seja. É um pequeno exemplo que toma grandes proporções ao olharmos para as calçadas grandes e sem árvores da cidade. Praças imundas e desprezadas, que não tem o mínimo de valor pra grande parte da população. Posso, como brasileira, muito entristecida por ter me identificado com as críticas que encontrei nesse texto, incluindo a indignação com a falta de respeito à vida humana no trânsito aqui neste país que é lamentável. Posso, como cidadã nascida aqui e com orgulho, dizer oque tenho que aguentar ver e viver cada dia que saio de casa não é legal e me envergonho das atitudes de muitos que vejo por aí. Não tenho vontade nenhuma de ir aos Estados Unidos da América, não acho americanos interessantes, mas a maioria das coisas que foram ditas, tirando o mau gosto para comida e uma besteira ou outra, deveriam ser motivos para o brasileiro rever a conduta diária. Porque eu to de saco cheio das pessoas acharem super normal o contato físico com desconhecidos que somos obrigados a ter na espera de um vagão de metrô… Etc etc etc etc

    • Rubens

      20 de maio de 2014 at 10:14

      nada a ver vai cuidar dos defeitos do seu pais e deixa o nosso em pais idiota

  87. Stella Maria

    20 de dezembro de 2013 at 22:29

    Santo Deus, em que lugar do Brasil este americano idiota morou? Alguem aí de a ele um recado: está convidado a não voltar mais aqui. Esta análise que ele fez é típica de alguem arrogante, que não tem nenhum senso de procurar entender a cultura do outro. Ele tem razão em alguns itens? Tem. Só que quem tem telhado de vidro, como os americanos jamais deverá jogar pedra no telhado dos outros. A cultura americana fabricou uma nação tão “civilizada e mentalmente saudável” que volta e meia sai alguem matando meio mundo, sem mais nem menos.

  88. PINHERÃO

    20 de dezembro de 2013 at 23:21

    ISSO É SIMPLESMENTE QUESTÃO DE TELHADO DE VIDRO OU RABO DO MACACO,

    DE AMBAS AS PARTES.

  89. David Oliveira

    20 de dezembro de 2013 at 23:49

    Este gentil cavalheiro, disse muita coisa que eu concordo, mas é muito leviano em certas coisas que ele escreveu.Daí eu me pergunto…porquê ele se casou com uma brasileira?? ele poderia ter levado-a para morar na terra do Tio Sam, não poderia!? mas não, preferiu morar aqui, nesta terra atrasada e triste como dizia Odete Roittman. O nosso país é repleto de mazelas que muitas são sustentadas pela falta de educação, mas pertuba-me ver um país como os E.U.A atacar levianamente e abusadamente o Afeganistão com a desculpa de se defenderem de possíveis terroristas… choca-me ver adolescentes, homens feitos invadirem universidades renomadas e cometerem grandes Barbáries, espalhando medo e horror em campus universitários, não deixando nada a desejar as produções cinematográficas de filmes de terror, impactando tanto quanto ao nosso carnaval despudorado e do oba oba. Se esta crônica deste americano pertubado, fosse feita por um canadense ou até mesmo por um suíco ou até mesmo por um dinamarquês, eu iria compartilhar no meu facebook, mas se tratando de um americano arrogante… encerro o discurso!

  90. Luiz Pedro

    21 de dezembro de 2013 at 01:59

    Okay, vamos combinar que tem muita coisa sobre infraestrutura e política que é verdade.

    Quanto a falar dos brasileiros, achei a generalização INADEQUADA. Não são todos os brasileiros que se comportam dessa maneira.
    É verdade que é comum se deparar com situações de má educação aqui, mas nem todos são desse jeito.

    Engraçado que ele fala sobre o fato de brasileiros não se preocuparem com expressar suas opiniões negativas, entretanto ele escreve tópicos criticando brasileiros sem nem ter o cuidado de, no mínimo, não fazer generalizações.

    A #31, do fórum, pra mim foi falta de informação. Oferecemos mais de uma vez porque é comum que as pessoas tenham vergonha de aceitar o alimento oferecido de primeira ou mesmo façam isso por educação. É cortês da parte de quem oferece, oferecer uma segunda vez, certificando-se, assim, que a pessoa não está envergonhada e realmente não quer.

  91. Diego

    21 de dezembro de 2013 at 05:59

    Brasileiros toleram uma quantidade incrível de corrupção nos negócios e governo. Enquanto todos os governos têm funcionários corruptos, é mais comum e desenfreado no Brasil do que na maioria dos outros países, e ainda assim a população continua a reeleger as mesmas pessoas.

    a culpa de tudo ta ai !

  92. rb

    21 de dezembro de 2013 at 06:25

    Vc eh um otario maluco, so v coisa ruim ta fazendo oq ai entao?passou tanto tempo pq no brasil? vc um saco de merda um bosta q aceitou viver na merda e depois quer tentar ganhar fama escrevendo porcaria na net, oq um americano vem falar do brasil país de merda lotado de retardado população de simpsons

    • Dolly Machado

      22 de dezembro de 2013 at 06:32

      UAU…fiquei impressionadíssima com o conteúdo do seu comentário!!!É de brasileiros assim que o nosso país precisa!PARABÉNS!!!

  93. Elivio legyvaz filho

    21 de dezembro de 2013 at 06:37

    Eu particulamente não concordo com tudo,item 15,16,22,25,37,39,40… nos estados unidos e tudo de bom terrorista entram lá na cara deles sequestram aviões jogam em prédio matam centenas de pessoas e outra coisas tb…agora vem um americano de merda critica o nosso país …

  94. Romão Miranda Vidal

    21 de dezembro de 2013 at 06:56

    Gerou uma quantidade enorme de comentários sérios e bem elaborados, onde pessoas inteligentes expressaram democraticamente seus pontos de vista.Mas devido a quantidade enorme de posicionamentos, concluí que tais situações se agravaram há mais ou menos uns 10 anos. Portanto tudo é culpa de nós mesmos…votaram no PT…

    • Nivaldo

      24 de dezembro de 2013 at 08:17

      Romão, a verdade é que trocam os partidos no poder e a tributação sobre a população aumenta, a corrupção continua e os serviços básicos são péssimos.

  95. Charles Magno

    21 de dezembro de 2013 at 07:24

    Vá para cuba, rs.

    • Andrea Gonçalves Oliva Itacarambi

      21 de dezembro de 2013 at 12:46

      Brasil, comida ruim e repetitiva? Tá de brincadeira????? A comida mais rica e diversa é a brasileira!!!! Onde esse cara comia???? Jesus… Aff…. Pode se comer de tudo aqui e o prato básico do Brasil com seu arroz, feijão, carne e salada é um dos mais saudáveis (e gostosos) do mundo!! Comida americana??? Aquilo não é comida… quem vem pra os USA sempre reclama da comida deles, ninguém aguenta comer as mesmas coisas… processadas e ruins!!! No Brasil tem muita coisa ruim sim, mas aqui o povo é acolhedor… o americano é frio.. e necessariamente quer ficar sozinho… Outra coisa, discordo da informação de que todas as cidades são feias… fui a SP a pouco tempo e realmente não achei muito bonita, mas Goiânia por exemplo é LINDA!!! Cheia de parques, a maioria bem cuidados e floridos… acho minha cidade linda em relação a várias que vi… não vamos generalizar… outras que também achei bonitas foram Florianópolis e Brasília (em muitos trechos Brasília também é muito bonita)… enfim, esse texto embasa a opinião de uma só pessoa que pelo visto não gostava da família da esposa… Como tem estrangeiros que vivem até nas favelas por opção e amando o Brasil!!!

  96. Eliano

    21 de dezembro de 2013 at 09:49

    Concordo… É difícil admitir, mas tenho que concordar que a maior parte dos itens mencionados é a mais pura verdade. Descobrir também que não sou brasileiro … Kkkkk

  97. Davi

    21 de dezembro de 2013 at 10:40

    Have you been in Brasília? Brazil isn’t just São Paulo your stupid american.

  98. Fernando Acácio Batista

    21 de dezembro de 2013 at 10:43

    Realmente muitas das coisas são verdades… Porém se é que um Americano realmente escreveu isto, pois Brasileiro adora se rebaixar para os gringos, ainda bem que ele voltou para o País dele e lá vivera melhor claro. Já que os EUA são um País de pessoas independentes, quem matam milhões de pessoas por dinheiro e petróleo, matam animais a rodo quando alguém deles mordem alguém, tem as gangues mais perigosas da cidade e que estão também a solta realizando tráficos de drogas… Tem cidades lindas sim, mas que em um piscar de olhos são devastadas pelos furacões e espionam o Mundo todo achando que apenas eles são confiáveis, ou seja, cada um está acostumado com o seu País e eu acharia digno o Brasil ter um controle rigoroso de quem entra e sai daqui, já que para um Brasileiro morar fora é muito difícil e quando faz está ilegal e no Brasil a zona toda fica liberado. Enfim …

  99. Mirian Silva

    21 de dezembro de 2013 at 11:25

    Gringo falar de brasileiro e/ou do Brasil, ou até mesmo de qualquer outro país, é muito fácil. Tão fácil como para nós, BRASILEIROS, falarmos de outros povos e de outras culturas; até porque, quem faz o ambiente não é o lugar, e sim as pessoas que vivem nele. Agora; nós até temos o direito de reclamar da verdadeira máfia que governa o nosso país e, consequentemente, do descaso com que o governo brasileiro (há muito tempo) corrupto, vem tratando o seu povo; o que, comprovadamente, não levará à nada, uma vez que isso já ficou provado com a tentativa de se realizar manifestações por isso ou aquilo, onde a grande maioria ingênua e portanto manipulada, mal sabia porque estava lá. Saber que um americano abomina a união dos brasileiros, por se reunirem e comemorarem sempre que têem oportunidade, provavelmente para tentar aliviar um pouco o peso que carrega nos ombros nos dias comuns, onde lhe pesa tudo isso que foi declarado nos textos acima, tanto do americano, quanto do brasileiro que gostaria de ser americano, não me surpreende; porém, quando se trata de um brasileiro falando, me dá vontade de também mandar meu recado, que segue:

    Criticar é muito fácil, fazer algo para mudar é que é difícil, portanto, na minha opinião, quem consegue passar anos estudando nas melhores universidades, deveria fazer algo um pouco mais útil por seu país, que simplesmente criticar.

    Eu poderia dar uma resposta para cada ítem, porém, uma não seria muito diferente da outra.

    Na minha humilde opinião, o que falta para o Brasil ser um país completo, é termos como base a educação. Mas se o governo não nos proporciona isso, o que devemos fazer? Reclamar simplesmente? Protestar, esperando conseguir forçar uma situação, em vão? Será que o Brasil não seria melhor se, ao invés das poucas pessoas que aqui existem, com boa vontade, fazendo tudo o que podem para o maior número de pessoas possível (e que mesmo assim é muito pouco); fizéssemos um pouquinho mais; repassando um pouquinho do conhecimento que tivémos a oportunidade de receber ao longo de nossa vida acadêmica, à uma pessoa, que seja?

    A resposta é óbvia.

    Boas festas à todos!

  100. Julio Peixoto

    21 de dezembro de 2013 at 11:59

    E não é tem gente que contesta algo que ´é uma realidade. Por minha parte, deixo para os ufanista responderem.

  101. Patrick

    21 de dezembro de 2013 at 12:22

    Engraçado que só os Brasileiros são assim, a arrogância dos superiores americanos, pois é assim que eles se sentem, superiores aos Brasileiros e a todos os outros, ninguém fala né, a capacidade de sobreviver somente de guerras e mais nada, por que todos sabem que os nortes americanos vivem de guerra e mais nada, isso ninguém comenta ou menciona não, ao amigo que escreveu tudo isso aqui em cima, desculpe meu querido, mais ninguém te obrigou a vim morar aqui, ou obrigou que você casasse com uma Brasileira, já que as mulheres do nosso pais se acham as melhores, por que você casou com uma, criticar é fácil amigo, olha para o seu umbigo e coloca os defeitos do seu pais ai.

  102. Ricardo

    21 de dezembro de 2013 at 12:33

    Eu sou gaúcho e não brasileiro, e o melhor estado brasileiro é santa catarina, porque divide o Rio Grande do Sul do Brasil…

    • Alves

      22 de dezembro de 2013 at 14:28

      Separatista desgraçado!!!!!!!!! A bandeira que tremula mais alto onde eu moro é a mesma onde mora. Se quer deixar de ser brasileiro torne-se ápatrido porque gaúcho é brasileiro sim. #grandefdp!

  103. Gustavo Nicolleto

    21 de dezembro de 2013 at 13:39

    “A comida pode ser mais fresca, menos processada e, geralmente, mais saudável do que o alimento americano ou europeu, mas é sem graça, repetitivo e muito inconveniente.”

    Dizer que a culinária brasileira é repetitiva e sem graça revela um enorme desconhecimento sobre a nossa diversidade gastronômica.

  104. José

    21 de dezembro de 2013 at 14:01

    Pior que ler uma lista babaca dessas é ver um monte de gente com complexo de vira-latas concordando.

    Pqp né? Só uma pessoa sem paladar pra dizer que a comida brasileira é repetitiva e que a nossa cerveja é ruim. Se ele tomou mijo de cachorro por aí, sinto muito por ele. Mas generalizar é muito idiota.

    Além de que, um texto que chega e fala em “todas as cidades brasileiras” só pode ter sido escrito por alguém que só conheceu o eixo RJ SP. Um país do tamanho do Brasil é tudo, menos uniforme na arquitetura de suas cidades.

    Um babaca mimizendo que até falou algumas obviedades, mas colocou no meio um monte de inverdades ou coisas que podem ser observadas em qualquer metrópole do mundo pra chamar a atenção.

    • Nine

      24 de dezembro de 2013 at 13:26

      Concordo totalmente! Essa de que a comida é repetitiva doeu no coração… Não tem nem o que falar… Ficou com saudade de comer merda de fast-food, só pode…

  105. Karacter

    21 de dezembro de 2013 at 14:04

    “Take this mouth
    So quick to criticise
    Take this mouth, give it a kiss, yeah”

    Peace for all.

  106. Luana

    21 de dezembro de 2013 at 15:23

    Isso tudo saindo de um norte-americano, é um tanto quanto hipocrisia. Em questão de estrutura ele pode ter razão, mas criticar o povo daqui, é não enxergar o povo do próprio país.

  107. Rogerio Dehn Leite

    21 de dezembro de 2013 at 16:20

    Deveria ter mais uns 10 aviões derrubando torres nos EUA, para os americanos deixarem de se achar o donos e os melhores do mundo !!!!!
    E o que este cara nos diz a respeito de toda hora um adolescente entrar em uma escola e matar vários !!!!! será que estes acontecimentos são coisas de um povo exemplar meu amigo americano ????
    I am so sorry my American friend !!!!

  108. Pedro

    21 de dezembro de 2013 at 16:38

    Nao há como negar algumas verdades. Mas e os americanos? São os caras mais arrogantes do mundo. quem já trabalhou numa multinacional e teve que conviver com expatriados muito provavelmente deve ter convivido com os seres mais ARROGANTES do planeta.

  109. Dina

    21 de dezembro de 2013 at 17:23

    Adorei! Brasileiro e Brasil é tudo isso e mais um pouco.

  110. Maria Tailine

    21 de dezembro de 2013 at 17:46

    Infelizmente muitas das coisas ditas nesses tópicos são verdades. Liem alguns comentário que o Brasil é um país lindo, e que ele deveria ter conhecido melhor aqui antrs de falar… E realmente és um país lindo, porém, o que estraga o Brasil são as pessoas e não ele em si. Li também um comentário dizendo que NY, Canadá… tem sujeira também e blablabla queridos parem com isso, todo dia vejo nas redes sociais pessoas reclamando da sujeira, poluição, ai agora que vem alguém de fora fala na cara isso vocês se revoltam?! O caso aqui não é como eles tratam os lugares onde eles vivem (os americanos) e sim como o nosso país está. Praticamente tudo o qye falaram aqui é verdade… E em relação a mulher dele, ele pode ter a conhecido la e depois vindo morar aqui… e infelizmente essa visão que ele teve das mulheres é a que eles tem lá, por exemplo aquela tal de DJ sabrina boing boing( é esse o nome, né?) Foi pra la com umas roupas, se é que podemos dizer que ela estava de roupa, e segurando uma bandeira daqui… agora me diz aparece essas pessoas lá e não querem que pense besteira?! Não estou dizendo, claro, que as mulherea brasileiras são o que alguns americanos dizem que são. .. tem muitas que se salvam… enfim, só queria mostrar minha opinião, eu não fico irritada com o que esta escrito aqui, e sim magoada por que sei que 90% do que ta escrito esta certo. E não julguem esse tópicos como ofensas e sim como opiniões alheias, assim como temos opiniões sobre lá.

  111. Bruna

    21 de dezembro de 2013 at 17:49

    Eu concordo com você em vários pontos do seu texto.
    É bom para pensarmos um poco no que somos e fazemos com o País.
    Talvez ele tenha convivido com pessoas com essas características e ele tem total direito de escrever o que pensa sim.
    Afinal nosso país está longe de ser um bom lugar e exemplo pra alguém.

    Em qualquer país terá seus pontos positivos e negativos.
    Esse é o ponto de vista dele e duvido que alguém que tenha lido esse texto não tenha falado algo: -É REALMENTE É VERDADE….

    Parabéns pelo texto…gostei demais.
    Se aceita uma sugestão, conheça Curitiba…talvez algumas coisas lá melhorem seu ponto de vista.

    Abraços.
    Bruna

  112. Alexandre

    21 de dezembro de 2013 at 18:28

    Falta humildade no brasileiro.
    Não sabe receber críticas. Talvez por isso nossos serviços e produtos são tão ruins.
    A falta de educação é demonstrada pelos diversos xingamentos nos comentários.

    • Nivaldo

      24 de dezembro de 2013 at 07:58

      Concordo plenamente.

  113. Alencar

    21 de dezembro de 2013 at 18:36

    O Brasil é assim, porque o brasileiro nunca teve que se armar para defender o terreiro de sua casa. Os ‘estadunidenses’ tiveram várias guerras civis, gerra por direito civis, os negros tiveram que doar o seu sangue para serem considerados seres humanos. Eles tiveram que se formatar para aprender a viver em sociedade, tiveram que aprender a dividir cada metro quadrado do país. A pluralidade brasileira de nada beneficiou-nos, pois a medida que somos amigáveis para os outros verem, somos muitos egoístas particularmente, malandros, aproveitadores. Os nossos negros só deixaram de legado o carnaval e a macumba. Por que não lutar para capoeira se tornar um esporte olímpico? Por que tratar nosso indígena como um idiota, ao invés de ter profundo respeito por eles? Pra que tanta burocracia? Por que eleger os mesmos medíocres governantes, ou ainda, por que se corromper quando tem o poder nas mãos? Priorizar a educação significa que você tem que se educar, não é gastar seu suado dinheiro pragando escola particular para o seu filho e querer que ele se torne uma pessoa melhor que você. Você se torna melhor, educado, profissionalmente preparado, honesto, benevolente e enfrenta todo o restante da sociedade (por causa disso), e mostra a exemplo pro seu filho e para os seus vizinhos. Eduque-se, respeite-se, aceite as leis com seriedade e imponha-se aos ignorantes, analfabetos e malcheirosos donos de nossa sociedade.

  114. Thais

    21 de dezembro de 2013 at 20:19

    Do meu ponto de vista o brasileiro só consegue olha para seu proprio umbigo, ou seja, brasileiro acha que seu umbigo é o centro do universo. A cada dia que passa não consigo me conformar com a arrogancia desse povo.
    Nosso serviços tem valor de profissionais mas eles não chegam nem aos pés de amadores.

    • junior

      22 de dezembro de 2013 at 14:44

      Brasileiro??? Acho que você deveria conhecer os EUA e seu povo, ou ao menso ler, sinceramente

  115. Alexandre

    21 de dezembro de 2013 at 23:09

    Vcs sabiam que o Brasil é um dos únicos países que usa Cloro na água tratada? E isso é ruim! Pesquise sobre isso no Google.

  116. fernando

    21 de dezembro de 2013 at 23:29

    ESTE AMERICANO DEVE SER O PERFEITO, MOREI NOS ESTADOS UNIDOS, E HA LUGARES SUJOS, WHASHINGTON, QUANDO ESTIVE LA, TINHA MUITOS BURACOS EM UMA DAS AV PRINCIPAIS, ESSE CARA QUER COMPARAR A CULTURA AMERICANA SOLITARIA, COM A CULTURA BRASILEIRA QUE GOSTA DE VIVER UNIDOS.
    OS AMERICANOS NAO FAZEM FORÇA PARA ENTENDER O QUE VOCE ESTA FALANDO, POR NAO FALAR DIREITO A LINGUA, O BRASILEIRO FAZ DE TUDO PRA ENTENDE-LOS , ATE MESMO PARA APRENDER A LINGUA OU ACHA INTERESSANTE .
    METRO TODO PICHADO, PESSOAS COMEM DENTRO DOS VAGOES, SUJEIRA, OS CARROS DOS AMERICANOS SAO PORCOS, SUJOS.
    NA AREA DE VENDA, ATENDIMENTO, ELES NAO TE DAO ATENÇAO ATE TERMINAR COM O CLIENTE QUE CHEGOU PRIMEIRO, ATE AI TUDO BEM, MAS AS VEZES VC SO PRECISA SABER UMA INFORMAÇAO BASICA, RAPIDA.
    AMERICANO TEM NA CABEÇA MATAR AMIGOS, COLEGAS, PARENTES, CRIANÇAS, E OS ASSALTOS QUE CLARO Q NO BRASIL TEM MUITO, MAS UM PAIS QUE DA PRA GANHAR DINHEIRO FACIL PRECISA DE ROUBAR PARA SOBREVIVER?
    HA BAIRROS DE RAÇA AFRO QUE OS CARAS FICAM O DIA TODO NA RUA COM RADIO NO OUVIDO, FICAM EM GRUPOS TODOS ATOA, PQ O GOVERNO SUSTENTAM
    NO METRO, CADA UM COM FONE DE OUVIDO, OU LIVRO, NIMGUEM CONVERSA COM VC, NAO COMPRIMENTA.
    E POR AI VAI.

  117. Mariane

    22 de dezembro de 2013 at 01:07

    “40. Todas as cidades brasileiras (com exceção talvez do Rio e o antigo bairro do Pelourinho em Salvador), são feias, cheias de concreto, hiper-modernas e desprovidas de arquitetura, árvores ou charme. A maioria é monótona e completamente idênticas na aparência. Qualquer história colonial ou bela mansão antiga é rapidamente demolida para dar lugar a um estacionamento ou um shopping center.” Nota-se que essa pessoa, literalmente, não conhece o Brasil.

  118. Jay Bauman

    22 de dezembro de 2013 at 04:09

    Sou estrangeiro, Americano, há 4 anos eu moro no Brasil. Acho essa liste completamente desnecessário, cheia de generalizações. Eu não concordo com muitas coisas. Com certeza existe algumas verdades, mas listas como isso só promove “stereotypes” que não contribuem a diálogo. Eu sugiro que o autor, baseada no experiência dele bem limitada no Brasil, espere até ele tem 30 anos aqui antes de falar, ou pelos menos até ele sabe comunicar de uma forma melhor.

  119. Carlos Alberto Carneiro

    22 de dezembro de 2013 at 07:23

    Quanta babaquice e desocupados a comentar baboseiras de um idiota !

  120. Ronaldo

    22 de dezembro de 2013 at 08:46

    6 – Não dá pra generalizar.
    11 – O problema nem é a polícia, e sim a justiça.
    15 – Temos fartura de produtos, se ele não sabe cozinhar, tem que comer o que lhe dão e não reclamar
    16 – Questão de opinião, e opinião é que nem bunda.
    17 – Idem ao 16
    20 – Gringo bebe cerveja quente, tá reclamando do que?.
    25 – Vai morar ao lado do lixão, quer o que?
    26 – Quer de divertir de graça? Toque uma punheta
    27 – Vai morar no CDHU e quer luxo? E as nossas não desmancham com qualquer ventinho.
    31 – Só tive esse problema com um babaca dum gaúcho que ficou “putinha” e quis me dar lição de moral porque eu recusei chimarrão. Tive que ser mais claro e mandar ele enfiar naquele lugar.
    40 – Aí é questão de opinião, eu prefiro cidades modernas.

    • bomfabio@hotmail.com

      27 de dezembro de 2013 at 10:58

      Ronaldo parece piada, um estadunidense falando de comida, eles comem tanto lixo q sao o pais mais obeso do mundo.

  121. Paulo Pedreira

    22 de dezembro de 2013 at 09:22

    Impressionante como a pessoa que escreveu o texto está correta. Se voce não entendeu porque ele escreveu, leia os comentários. Verá que, em menos tempo do que imagina, voce concordará com o autor. IMPRESSIONANTE.

    • Ronaldo Kohn

      25 de dezembro de 2013 at 10:36

      Eu estava quase vomitando, até ler o seu comentário.
      Perfeito!

  122. Andre

    22 de dezembro de 2013 at 10:54

    Concordo em partes, pois houve generalizações e coisas que são especificas de algumas cidades. Sei, por exemplo, que em Belém, PA as pessoas ficam ofendidas quando se recusa comida, mas em cidades paulistas ou cariocas, no geral, não é ofensivo recusar. Também não é verdade que brasileiro só fala de futebol e Big Brother. Isso vai depender muito do meio que esta. Muitos até odeiam Big Brother e outros não são tão fanático por futebol(embora entenda alguma coisa). Ir a Shoppings e metrô lotado é coisas dos grandes centros Urbanos, mas dai esta excluindo a maioria das cidades pequenas e de médio porte, cujo lazer e transporte estão em outros patamares.

  123. marcos oliveira

    22 de dezembro de 2013 at 11:10

    Senhores (as)

    O que este gringo publicou é o retrato da cultura dos americanos que pensam que eles são os únicos certos e donos do mundo tentando como Xerife impor normalmente pela força seus princípios. Morei 6 anos lá onde fiz meu PhD. Qual a minha grande surpresa ao descobrir que americanos vão ao banheiro, sendo numero 1 ou 2, e não lavam as mãos. Bah me tapei de nojo e me mandei de volta para a minha amada Pindorama.
    M.Fabio

    • Marcos Bomfim

      22 de dezembro de 2013 at 22:49

      Seu comentario nao e apropiado e verdadeiro. Voce esta me dando a entender que voce fez seu PhD no banheiro.

  124. marce mauricio duarte ferreira

    22 de dezembro de 2013 at 11:44

    Rs, fez bem ter ido embora, brasileiros não saem promovendo guerras pelo mundo. Não soltam bombas nas cabeças dos outros. Eu nunca moraria no USA.

    • Joao Vitor

      23 de dezembro de 2013 at 08:51

      Péssimo comentário seu… Somos um país atrasado principalmente por essa falsa sensação de ser “patriota”. ninguem ode falar do nosso BRASIL, SIL, Sil…A maioria dos itens citados são verdades absolutas! Óbvio que há generalizações, mas a maioria das citações são verdades.
      Enquanto isso, nos EUA a justiça funciona corretamente, as leis são cumpridas, os impostos são justos e os preços tbm.
      Eles fazem guerra? Sim, mas no país do carnaval morre muito mais gente na guerra urbana diária!!!!
      Bombas? Leia os jornais que você verá que os bandidos estão mais bem armados que isso…

      • Luiz Guilherme Prats

        2 de maio de 2014 at 10:22

        Você deve se sentir uma pessa com inteligência e moral superior aos outros. Deve ser muito difícil para você morar em um país em que as pessoas não estão no patamar que você julga ideal.
        Você é um exilado em seu próprio país.
        Faça um favor a todos, caso more no Brasil, vá embora.
        Nós não merecemos você.

  125. Andre Feld

    22 de dezembro de 2013 at 12:05

    O item 32 não é só mentira como uma falta de respeito. o próprio autor se comporta de forma que condena em outros itens fazendo uma crítica tão vexaminoso, generalista sobre os Brasileiros.

    • Andre Feld

      22 de dezembro de 2013 at 12:06

      Item 38 alias. Não o 32

  126. Camilla

    22 de dezembro de 2013 at 12:19

    Eu hoje sou uma pessoa muito mais aberta para leituras e reflexões. Em expor certas coisas ele não necessariamente quis dizer que o americano não tem defeitos e etc. E eu, como Brasileira, residente em Salvador, posso dizer que concordo com tudo. Isso não quer dizer que eu odeie o Brasil, que eu cuspa na minha Pátria, que na Améria do Sul não tenha problemas, que eu queira necessariamente morar fora e outras coisas que as pessoas adoram deduzir após a leitura de um comentário, no qual é livre. E para quem xingou o cara e se ofendeu demais ele deve ter lido e pensado como muito do que ele falou estava sendo confirmado em comentários. Acho, como alguns colocaram, que é um texto muito enfático (seja lá a palavra certa ou não pra isso), mas que deve sim ser levado como reflexão!
    Primeiro passo para mudança? Assumir erros.

  127. Anne Kate Botelho

    22 de dezembro de 2013 at 12:39

    Eu concordo com tudo. Principalmente da parte que se não falar de futebol ou tv, não vai ter assunto.

  128. Yuri

    22 de dezembro de 2013 at 14:25

    Ele acha que todo o Brasil é como a cidade de São Paulo. É como se eu pensasse que todo americano é burro igual a ele.

    • Nigel

      23 de dezembro de 2013 at 17:08

      adorei sua resposta.. verdade e bom!

  129. Patricia

    22 de dezembro de 2013 at 14:31

    E nos Brasileiros temos mania de copiar Americano,vai ver que é por isso que ele não gostou.E se eu não estou enganada,Brasilia que é a capital do Brasil,foi tombada como patrimônio da humanidade exatamente por ter uma arquitetura moderna preservando o meio ambiente.Respeita-se a faixa de pedestre entre outras coisas.Ele também deve ter andado com com pessoas com pouca cultura.porque eu detesto BBB e não gosto muito de futebol.quanto a família eu sinto muito por eles pois no meu ponto de vista e horrível você ficar velho e jogado em um asilo como se fosse um copo descartável.já ver o natal com três gerações a mesa e todos se ajudando e se preocupando um com os outro,”isso não tem preço”.E se isso e ser brasileiro sou com muito orgulho.

  130. junior

    22 de dezembro de 2013 at 14:41

    Se não gosta daqui, porque estão aqui?
    Bando de Reacionário, só reclamam mas nada fazem para mudar o contexto em que vivem, alegando ser pessoas de “moral”.

    Como se esses problemas fossem exclusivamente do Brasil, e se os Estados Estados Unidos da américa fossem perfeito (aliás, parte desses problemas que apresentamos têm relação direta com eles).

    Por fim, se não gosta daqui, não fique aqui! O Brasil é grande demais para ter residentes tão pequenos quanto esse grupinho de reacionário

  131. luiz carlos

    22 de dezembro de 2013 at 14:56

    sou brasileiros e concordo com tudo que esse cara falou a respeito dos brasileiros.

  132. thomas de bruce

    22 de dezembro de 2013 at 15:03

    meu… quem postou esse lixo provavelmente é um brasileiro com o espírito da cueca de seda. ate concordo com o ponto de vista desta pessoa em alguns pontos, porem 90% é uma ilusão de um gay enrustido de que somente os brasileiros são os vilões do mundo e talvez esse mesmo gay nunca viajou nem pra cidade vizinha. me desculpe mas essa é minha opnião

  133. larissa

    22 de dezembro de 2013 at 15:43

    NAO PRECISAVA UMA LISTA TÃO GENERALIZADA! Existe muita coisa da lista sim, mas não são todos os Brasileiros que são mal educados assim, afinal ele casou-se com uma Brasileira. Ou será que ela é assim também?

  134. MARCELLO ARINS

    22 de dezembro de 2013 at 15:44

    Morei 33 anos na florida, voltei à um ano atrás para o Brasil. Faço parte de um grupo de mais de 200 americanos que vivem aqui em Florianópolis. Nós nos reunimos 2 vezes por semana em restaurantes. Nunca ouvi nenhuma reclamação deles. Todos adoram o Brasil. Talvez porque Floripa é uma das poucas cidades de 1º mundo no Brasil e também por ter sido eleita pela revista TRAVELLERS como a cidade mais amigável do mundo. Concordo com muitas coisas que o gringo falou e acho que tudo isso é fruto de um sistema educacional caótico. Mas apesar de tudo o Brasil é muito melhor. Eu poderia citar centenas de motivos mas para mim basta um: os EUA tem um número maior de pedófilos do que o Brasil tem de bandidos.

  135. Katty Mieles

    22 de dezembro de 2013 at 16:27

    Boa tarde!
    Eu também sou estrangeira e moro no Brasil há 5 anos. Concordo plenamente contigo em alguns pontos como por exemplo a má educação de você ser batido na rua e eles nem se incomodar em pedir desculpas. Mas isso não tem nada a ver com a integridade de um povo, você realmente é um analfabeta porque hiperbolizar e induzir q todo um gentilício (Brasileiros) pelo comportamento que você vi venceu de alguns brasileiros não te da direito a menosprezar e minimizar a todo um país. Você deveria estar grato por ter vivido a experiencia de morar no Brasil. É muito absurdo e pouco inteligente falar de um país quando você não o conhece. Eu já morei e viajei por mais de 30 cidades do Brasil e não notei nenhuma má vontade do povo brasileiro, pelo contrario, os brasileiros são as pessoas mais solicitas e prestativas quando de auxiliar a um estrangeiro se trata, até ingênuos diria eu. Meu caro amigo vou te presentear com uma turnê pelo Brasil, porque acho que você só ficou na comarca, nem deve conhecer o estado de São Paulo todo! Imagine eu morei com um norte-americano que nunca tomava banho nem lavava as roupas, comia alimentos podres, era bem mal educado, super promiscuo e era mão de vaca, além de super arrogante, então eu deveria inferir que TODOS os Norte-americanos são porcos, mesquinos, promíscuos, e mal educados???
    Eu já morei em 4 países da Europa, e nada se compara a este paraíso que é o Brasil… Pense duas vezes antes de falar tanta besteira,,,

  136. Sandra Mazzafera

    22 de dezembro de 2013 at 16:47

    Gozado é que todos ficam inconformados com o artigo mas na primeira oportunidade jogam lixo na rua, querem levar vantagem nas mais diversas situações e mostrar a falta de educação sempre que pode!

  137. Sergio Goncalves

    22 de dezembro de 2013 at 16:48

    Resposta do genial Tom Jobim quando um reporter lhe perguntou sobre Brasil x Estados Unidos (Brasil x Exterior)
    Morar nos Estados Unidos e bom mas e uma merda,morar no Brasil e uma merda mas e bom!
    Genial ne?

    • Angel

      5 de janeiro de 2014 at 11:00

      Então porque esse idiota morou lá, ficasse na merda que é boa que é o lugar dele!!!! Tom de Bosta!

  138. Luciana

    22 de dezembro de 2013 at 17:02

    Faltaram alguns itens nessa lista:
    – As emissoras de TV estão criando a “idiocracia” brasileira (quem assistiu ao filme Idiocracy vai entender)
    – Brasileiros em geral não gostam de estudar e acreditam que estudar não leva ninguém a lugar nenhum. As mães preferem incentivar seus filhos a se tornarem jogadores de futebol e suas filhas a se serem gostosas e famosas, porque isso sim “dá futuro”!

  139. Thiago

    22 de dezembro de 2013 at 17:24

    O mais legal de tudo, é ver o internauta brasileirinho, se contorcendo de ódio do fundo de seu lamaçal, simplesmente por ouvir algumas verdades rs.
    Se parar para prestar atenção nos mecanismos de defesa então, a situação é mais triste ainda… ‘ainnn ta genealizanduuu’ ‘estadus unidus é mauzão’ ‘braziu é maravilhosdu, soh us puliticu qui num prestam’.

    Definitivamente é um lugar que precisa ser re-colonizado e re-catequizado depois de mais de 500 anos. Grande parte dessa gente é absolutamente desprezível e só contribui mais e mais para o País ser tão emperrado da forma que é.

    • Angel

      5 de janeiro de 2014 at 10:59

      Fato!

  140. Robson

    22 de dezembro de 2013 at 17:57

    Faltou adicionar na lista que brasileiro não aceita ser criticado, principalmente por americanos.

    • Opa

      27 de dezembro de 2013 at 14:18

      Principalmente por argentinos

  141. Roberto

    22 de dezembro de 2013 at 18:33

    Eu concordo que o Brasil é envergonhoso de não ter a educação, disciplina, inteligência e sou contra os políticos por motivos de corrupção que ganham muito dinheiro e que só fazem o nosso país piorar em vez de melhorar!!! Eles não pensam nos seus filhos, não pensam nas estradas, não pensam no povo, não pensam da saúde e só pensam dinheiro, dinheiro e dinheiro!!! Eu conheci um rapaz que os pais dele são políticos e incrivelmente ele gasta de 2 a 4 mil reais em uma noite de festa, isso é alegria, felicidade, curtição? Pelo menos o cara tá bem de vida e muitas pessoas estão morrendo nos hospitais, estão pedindo ajudas pro governo e até mesmo nos hospitais particulares que estão precisando de médicos que os impostos estão muito alto!!!! Isso é um BRASIL SEM FUTURO!!!! Aumenta os salários e eles aumentam os impostos, então o que me tu me diz isso? Ninguém tem respeito porque o governo está nos deixando pior, está na hora de lutar contra os políticos para acabar com essa frescura!!!!

    Não é só pela educação…Existem muitas pessoas que precisam da saúde e o meu caso seria o aparelho auditivo que não tenho condições pra comprar um aparelho auditivo que custa R$ 4.500 reais… Existem muitos casos que as pessoas precisam da sua saúde urgência!!!

    A culpa não é do povo e sim do governo!!!!

    Nós pagamos mil impostos e o governo não é capaz de melhorar as sujeiras nas ruas, seguranças e etc… A CULPA É DELES!!!!!

    Nós somos um país mais rico que os EUA e eles tem uma vida melhor por nossa causa!!!!!

  142. Luiz DF

    22 de dezembro de 2013 at 18:55

    gracias. pero explicame

  143. Clodoaldo

    22 de dezembro de 2013 at 20:13

    Não concordei com toda essa lista, mas concordei com muitos itens aí. A bem da verdade é que o Brasil precisa evoluir muito para sair da merda. Então vamos deixar esse orgulho patriota cego de lado e trabalhar para melhorar esse país, a começar por nós mesmos.

  144. Marcos Bomfim

    22 de dezembro de 2013 at 22:46

    Adorei a material publicado tanto da lista do Americano como os comentarios. Eu penso que as pessoas estam perdendo uma tremenda oprotunidade de fazer uma refleccao da nossa cultura e pais. Quanto alguns comentarios so veio a confirmar o que o americano disse. Vamos abir as nossas mentes e aprender colocando nossas limitacoes, orgulho, inveja de lado. Vamos pesquisar e entender porque o americano se posicionou desta maneira.

  145. Luiz Fernando

    23 de dezembro de 2013 at 00:33

    Toda crítica pode servir para melhorarmos. Agora, de verdade, espero que esses americanos, que lamento terem sido infelizes no Brasil, encontrem um bom psicólogo em seu pais.

  146. Pingback: FÉRIAS! – Ressurgir.

  147. sandra

    23 de dezembro de 2013 at 04:49

    Barbaridade, nem terminei de ler esta lista preconceituosa e conservadora. Que sejam felizes lá no país dele, cada dia mais “maravilhoso”! nada mais a declarar!

  148. Joao Vitor

    23 de dezembro de 2013 at 09:01

    Eis uma das histórias que gostaria de ler esse defecho aqui no Brasil:
    Um amigo foi assaltado na cidade de Oakland, Califórnia nos EUA. Perdeu tudo que estava carregando: Documentos, celular, dinheiro, relógio. Acionou a polícia e registrou a ocorrência. Esse fato ocorreu no mês de Outubro. Agora no mês de Dezembro o cidadão já foi localizado, está preso e já passou pelo primeiro julgamento!! O juiz já o sentenciou em 10 anos de prisão. No entanto, o advogado dele recorreu e haverá um novo julgamento em Março de 2014. Nesse meio tempo a “cidade de Oakland” entrou em contato com esse meu amigo e solicitou a notificação de todos os itens e valores perdidos por ele nesse roubo pois a cidade o reembolsará!!!
    Por essas e outras que nunca seremos um país de 1º mundo…
    País rico é país sem o que mesmo???

    • osmar

      23 de dezembro de 2013 at 20:15

      …rs… num país rico, creio que pelo menos as camadas superiores usufruem do transporte público da mesma forma que as inferiores, em harmonia.

  149. dulcienne soares

    23 de dezembro de 2013 at 10:33

    gente, tudo bem, tem coisas reais, mas ele deveria colocar assim: NA CIDADE QUE MOREI, …EM SAO PAULO,AS PESSOAS…
    agora generalizar? NAOOOOOOOOOOOOOOOO, dizer q os brasileiros são assim, as brasileiras são assim..isso esta errado, coloca a todos numa mesma forma, não somos iguais,por isso não aceito esse tipo de critica.

  150. Levi

    23 de dezembro de 2013 at 10:42

    A verdade doi,continuamos cheios de desculpas, vitimas como esse governo corrpto, como vi em extensos comentarios AVESTRUZES.
    Ao inves de assumirem a responsabilidade das nossas mazelas ficam procurando as mazelas deles para defender as nossas, é exatamente isso que essa quadrilha no poder explora. VAMOS ASSUMIR QUE SOMOS MUITO DO QUE ESSE CARA ESCREVEU E COMEÇAR A FAZER DIFERENTE.
    Vamos parar com esse VITIMISMO RAMPEIRO DO pt.

  151. Thamiris

    23 de dezembro de 2013 at 12:00

    Realmente mts das coisinhas dessa lista sao verdade, mas me responde no pais dele é tudo perfeito ou se ele mora no paraiso rsrss. Nao acredito nas coisas boas q dizem sobre o States, a verdadeira situacao de la é relattadas naqueles filmes americanos meio fajutos. Tadinho, reclamou de uma vizinho w mandou ele se fu, mas quando vai em algum lugar dos states q tem gangues acha NATURAL E SUPER SOCIAL. Rss

  152. Claudia

    23 de dezembro de 2013 at 16:35

    Uma lista perfeita.. mas ele se esqueceu da saúde pública e educação. Hello Brasil !!

  153. Edmar

    23 de dezembro de 2013 at 16:56

    Um pessoa equivocada, não são todos que agem dessa maneira, precisamos mudar muita coisa sim, mas deixa ele com sua visão mediocre e mesquinha e que fique lá e não volte mais pra o Brasil, a propósito, o que ele veio fazer aqui mesmo??? O último lugar do mundo ao qual tenho vontade de ir, é para aquele país que ele acha soberano, e que matam por petróleo e poder…

  154. Nigel

    23 de dezembro de 2013 at 17:02

    ai ai… os gringos vao si fuder com esse comentario.. deve ter bastante Brasilieros ( acho que principalmente homens )que estao com super raiva da nada…e nao vao si encomedar a gritar si com respostas. So posso dizer que eles nao merecemater a responsibilidade de ser os guardas das amazonas. Quem deveria? Os alemaos que sao muito retentos anais!!!!!!!rsrsrrss..adorei e achei muito bom…

  155. Gustavo

    23 de dezembro de 2013 at 17:12

    Totalmente exagerado e generalizado. Em alguns pontos até concordo, mas está muito mal, intencionalmente, colocado.

    Da mesma forma que ele fala que o brasileiro é isso, é aquilo, o americano é um robô programado pra se enclausurar em suas casas, comer mc donalds e comprar coisas inúteis (aliás, BEM inúteis) em lojas de departamentos e guardar em suas garagens que não cabem mais nada.
    Cada um tem seu ponto de vista, esse é o meu.

    E afinal, se ele não gostou daqui, ninguém está pedindo para ele continuar morando no Brasil. Já fui conhecer o Estados Unidos, não gostei e nem por isso vim ficar falando mal de lá.

  156. roberval

    23 de dezembro de 2013 at 18:47

    Infelizmente sou obrigado a concordar com alguns pontos,como por exemplo a corrupçao da politica,a sujeira nas cidades,o pensamento de levar vantagem em tudo sem se importar com o proximo,o absurdo dos preços no brasil,a pouca importancia que a populaçao da a assuntos importantes e fala de futebol e big brother como se fosse a coisa mais importante.Moro fora do brasil pois quero uma vida melhor para meus filhos e realmente o brasil esta muito,mas muito atrasado em termos de saude,educaçao e segurança.Eu espero que mude um dia esta situaçao,mas somente morando em outros paises para ter uma noçao exata sobre o que o brasileiro passa,se voce é pobre fica cada vez mais pobre,pois os impostos te destroem o salario,que é uma miséria.Segurança é piada devido ao minimo valor que é dado a vida,pois voce morre por quase nada,a educaçao é horrivel e o professor é tratado como marginal.Somente quando o povo abrir os olhos a coisa muda,mas até isso acontecer,prefiro manter distancia e ir apenas passear no meu pais para rever os amigos.

  157. jeff

    23 de dezembro de 2013 at 19:24

    nao vi nada demais,pois nao somos o unico paises no mundo que tem esses defeitos,nao tem como falar que so tem no brasil,em todo canto do mundo vc vai encontrar esses defeitos,seja ela o minimo possivel

  158. Reynaldo

    23 de dezembro de 2013 at 21:38

    Meu país é o melhor do mundo, é invejado por todos os povos, pois somos um país onde o índice de criminalidade é menor do que o da Suecia e o índice de educação é o mais avançado do mundo, o povo é educado, não joga lixo pelas calçadas, nem pelas janelas dos veículos, disciplinado, dá preferência aos mais idosos, o motorista então é exemplar dando sempre preferencia ao pedestre, mesmo quando não há faixa de segurança, sempre dando seta de conversão tanto para esquerda quanto para a direita, não ultrapassa em acostamentos, respeitam sobremaneira aos ciclistas, quanto aos motoqueiros então nem se fala, sua conduta é copiada por países como a Alemanha, Suécia e os demais países nôrdicos, em razão da sua maneira exemplar de conduzir uma moto, a conservaçao de nossas calçadas são copiadas pelas principais capitais do mundo.
    Nosso povo então sem comentários, qualquer deslize de nosso govêrno ou de políticos êle revolta-se sobremaneira
    Não aceitando como verdadeiros carneirinhos como os europeus o são.
    Corrupção então sem comentários, não somos tais como são os europeus e os asiáticos os corruptos são julgados e e condenados Rapidamente.
    Detalhe o brasileiro aceita educadamente a ortografia BraZil, é mais sofisticado, o americano nunca aceitaria a
    Ortografia UZA pois é um povo indisciplinado inclusive dizem que o brasileiro que é fanático por alguns detalhes, como carnaval e futebol e o americano que é fanático por colocar bandeiras dos USA expostas do lado de fora
    Das casas. Mais detalhes são imprudentes não colocando cercas em volta de seus jardins, nem grades de proteção
    olha o perigo.
    Sugiro que o povo americano proponha uma troca de govêrno Democrata de Obama pelo govêrno Socialista do Pt
    De Dilma com o intuito de modificar o modo de vida do americano.
    Eu aceitaria com muito prazer porém não aceitaria devolução.

    • Angel

      5 de janeiro de 2014 at 10:58

      Nossa Reynaldo falou tudo… agora é só ver argumentos sem fundamentos dos bostilheiros semm noção!!!!!!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  159. Kenya

    23 de dezembro de 2013 at 22:16

    Infelizmente muitas são verdade, como a falta de cordialidade, outras, pura questão de gosto, como o caso da comida e outras ainda pura grosseria e falta de classe desses gringos que vem para o Brasil achando que são uma raça superior sem olhar para seus próprios umbigos. Podem sim nos criticar, mas devem também arrumar a sua própria casa, que a propósito, está uma bagunça!

  160. Mário Jorge

    23 de dezembro de 2013 at 23:07

    A verdade dói. Faltou dizer que os brasucas são puritanos e avarentos.

  161. Heitor

    23 de dezembro de 2013 at 23:22

    Dizer que os EUA é um País Limpo é piada né? As Ruas de Grandes Cidades lá são tão sujas ou piores do que no Brasil. Existem Lixeiras Empilhadas de Lixo que o caminhão sequer pega. Existem vielas que você nem pode passar de tanto lixo. Existem Hotéis que são verdadeiros cortiços. Aliás precisam lembrar que TUDO DE RUIM vem dos EUA E EUROPA. pois é Exportado da Cultura de Merda deles. Como Assassinatos, Psicopatas, Estrupadores, Terroristas… Dizer que Brasileiro é mau educado? Outra Piada, ouvir isso do País mais Criticado e Odiado do Mundo. Onde pessoas vendem pessoas, vendem seus próprios filhos, tios, tias, onde o Dóllar é mais importante que o ser humano.

    Mas é claro que existem lugares SUPER LIMPOS nos EUA. Exemplo: Laboratórios Secretos de Pesquisas Humanas, onde fazem experiências cruéis com seres humanos de baixa renda que não podem reclamar, laboratórios secretos onde fazem pesquisas com os pobres animais vítimas de todo tipo de crueldade… Tudo isso em Prol da Ciência não é mesmo, ou é a Ciência dos que Podem Pagar?

    Os EUA também mantém Super LIMPO suas Operações Sujas e Secretas em qualquer lugar do Mundo, afinal são exigentes em esconder a verdade, então sua Operação limpeza é Perfeita.

    Mas o resto? Lá tem ônibus que circulam com mais de 50 anos de fabricação, e diz que é perfeito? Mesmo quem nunca foi aos EUA mas tem uma TV em casa pode ver nos Filmes. Me diga se você vê nos Filmes as Ruas tão limpas como dizem ser? Ou os Lugares nos filmes policiais se são tão cor de rosa como falam… Me poupem né?

    O MUNDO é IMPERFEITO. Agora um americanozinho de MERDA, que acha que é alguma coisa, cheio de defeito de EGO se Sentindo o TAL o MAIORAL. Pois é um FRACOTE que se deu MAL aqui por ser um VIADINHO DE MERDA cheio de Lambe toque, onde um esbarrão na rua feriu sua dignidade, se não está preparado pra ser HOMEM, vai morar no meio do Oceano Pacífico, porque aqui no BRASIL até os BEBÊS são mais forte que você.

    A Natureza não é pra fracotes de merda como você. Sobrevive na Natureza quem é capaz. E reclamar da sua própria incapacidade de ser alguém na sociedade não vai te levar a lugar algum

  162. cristiano

    24 de dezembro de 2013 at 02:50

    Os americanos são os donos do universo! Eles sabem tudo! Uns semideuses!

  163. Diego

    24 de dezembro de 2013 at 03:58

    Talvez a comida da mulher dele seja ruim, os parentes colegas sejam mal educados, talvez não tenha ido a Ouro Preto, Mariana e outras tantas cidades com seu patrimônio histórico preservado, não conheça as belezas do Brasil, não tenha visto as manifestações deste ano para tentar mudar alguma coisa, talvez não tenha conhecido pessoas simples ou alguém que o perguntasse se precisaria de ajuda em determinado lugar ou então, segurasse sua bolsa em um ônibus lotado voltando do trabalho. Claro que é um choque de cultura, e sim no Brasil há muitos problemas quanto a governo burocracia, mas o brasileiro no geral é um povo acolhedor, que suja suas ruas por falta de educação, essa falta de educação que foi reprimida em outros países por multas mas ainda sim é um povo acolhedor e ao meu ver que procura ajudar que gosta de falar, e falar alto, discutir sobre vários assuntos não apenas futebol ou BBB e ainda que seja o que os norte americanos discutem morte de Ozama, ataques terroristas a bolsa de valores ?? Os assuntos são diversos de acordo com a pauta do dia do mês ou do ano. Enfim, sei que o Brasil não é um pais perfeito mas tenho amigos que odiaram morar no exterior, como os e não querem voltar para o Brasil. Ir para outro país conhecer novas culturas e conviver com elas é difícil e há quem goste e quem odeie. Enfim estou feliz com meu pais, tirando a burocracia e a corrupção é um bom lugar de se morar, e como ele mesmo disse como conseguimos viver com tanta corrupção, nós temos que mudar isso se quisermos um pais melhor e que os outros o vejam como tal.

  164. Fernando

    24 de dezembro de 2013 at 09:11

    Assumirei todas as observações como verdade e se todos o fizessem ao invés de achar que o americano esta nos denigrindo essa merda que temos hoje talvez pudesse ser chamada de nação, ai sim, talvez o americano perderia a razão, até lá engulam a seco e de preferência em silêncio, por que eu não tenho argumentos.

  165. juan

    24 de dezembro de 2013 at 10:02

    vivo no brasil a oito anos , sufro isso que o amricano dez todos os dias, e coisas piores

  166. kelma, Rondonia

    24 de dezembro de 2013 at 11:40

    Olha pessoal em parte eu concordo sim com o americano. É verdade que as coisas não funcionam bem aqui no Brasil, é verdade mesmo.

  167. Nine

    24 de dezembro de 2013 at 13:23

    Olha, primeiro que o mais triste é como essa lista foi escrita/traduzida. Deprimente. Não consegui nem ler até o final. Sobre o que eu tolerei ler, acho que ele não notou nada além do óbvio e falou coisas que estão presentes em todo lugar, inclusive no país “maravilhoso” dele. Além de tudo, o cara simplesmente não tem nenhuma sensibilidade cultural. Por exemplo, dizer que ninguém tem ar-condicionado. Não precisa ter ar-condicionado quando você está acostumado ao clima! Ou eu que sou louca??? Ridículo demais…

  168. jacqueline

    24 de dezembro de 2013 at 17:30

    Este infeliz não sabe de nada,sai do pais dele, vem ao Brasil é `bem recebido e sai falando merda.Americanos se acham,o raça maldita.

  169. Reynaldo

    24 de dezembro de 2013 at 19:36

    Meu comentário vai ficar aguardando o quê?

  170. Lima

    24 de dezembro de 2013 at 21:14

    Quanta idiotice…
    Vão todos para a África. Lá metade desses motivos deixam de existir

  171. Patty

    25 de dezembro de 2013 at 21:08

    Estamos de saco cheio desses gringos virem para o nosso país e fazerem e dizerem o que pensam a nosso respeito! Concordo com alguns itens sim, mas em se tratando do item 11, lá no país santinho deles, minha amiga acabou de voltar de Miami e foi furtada dentro do quarto de em um Hotel 5 estrelas deles,ela me disse que confiou tanto “neles” que acabou sendo roubada e que nem reclamou porque sendo brasileira não acreditariam nela, isso é um absurdo!

  172. led

    25 de dezembro de 2013 at 21:44

    1 O brasileiro é bom em sua essência é capaz de dividir seu alimento com um estranho mesmo sendo um americano 2 homens e mulheres latinas tem muito conteúdo e temperos não é a toa que americanos e americanas sempre estão a nossos pés 3 somos uma nação jovem culturalmente mas garanto que proporcionalmente erramos menos que europeus ou americanos 4 somos a utopia palpável de um futuro prospero em que o mundo nos apontara como exemplo a médio prazo 5 nossa evolução é rápida e nos comportamos como aqueles a quem acreditamos serem mais evoluídos talvez precisemos de exemplos a seguir que não seja de certos americanos 6 em nosso pais vc pode ser anti social em qualquer nível dane-se vamos falar mal de vc na porta do barzinho com cerveja super gelada depois de um árduo dia de trabalho pois uma coisa seja dita temos impostos injustos a serem pagos todo os dias por isso trabalhamos muito e ninguém na face da terra pode nos chamar de vagabundos 7 deus é sábio e pós nas mãos certas o melhor pais para o melhor povo ( geograficamente ) 8 oque seria do verde se todos gostassem só dos africanos 9 somos muitas vezes capaz de fazermos algo incrível a um desconhecido a um amigo 10 nem ele nem nós temos razão coisas que dizemos ou fazemos está ligada e influenciada por fatores sociais culturais espirituais genéticas e.t,c Mas somos um povo bom em sua maioria e não temos medo de evoluir e aprender temos uma alma coletiva que aquece o coração dos estrangeiros que em sua maioria nos ama e com o tempo é capaz de defende nossa pátria com sua vida e tenho dito!

  173. Brasileiro

    25 de dezembro de 2013 at 21:53

    KKKKK é muita onda, os Americanos são bem gentis….e lá não existe uma tal de Detroit que é um exemplo de cidade. Nós Brasileiro estamos na hora de darmos tratamentos iguas aos estrangeiros,

  174. Brasileiro

    25 de dezembro de 2013 at 21:59

    O cara deixa bem claro que não gosta de ficar próximo nem mesmo da própria mãe.

  175. ary

    25 de dezembro de 2013 at 23:35

    Não ponho nem tiro PERFEITO!

  176. ary

    25 de dezembro de 2013 at 23:37

    FALO SOBRE OS COMENTARIOS DO SENHOR LED !

  177. Jan

    26 de dezembro de 2013 at 07:25

    Posto que visto que o que esse fulano acrescentou aos Brasileiros!
    Nada
    A nAo ser que os americanos são extremamente individualistas
    Egocêntricos e intrometidos….

  178. led

    26 de dezembro de 2013 at 09:39

    Antonio B Lima Junior led

    25 de dezembro de 2013 at 21:44

    Your comment is awaiting moderation.

    1 O brasileiro é bom em sua essência é capaz de dividir seu alimento com um estranho mesmo sendo um americano 2 homens e mulheres latinas tem muito conteúdo e temperos não é a toa que americanos e americanas sempre estão a nossos pés 3 somos uma nação jovem culturalmente mas garanto que proporcionalmente erramos menos que europeus ou americanos 4 somos a utopia palpável de um futuro prospero em que o mundo nos apontara como exemplo a médio prazo 5 nossa evolução é rápida e nos comportamos como aqueles a quem acreditamos serem mais evoluídos talvez precisemos de exemplos a seguir que não seja de certos americanos 6 em nosso pais vc pode ser anti social em qualquer nível dane-se vamos falar mal de vc na porta do barzinho com cerveja super gelada depois de um árduo dia de trabalho pois uma coisa seja dita temos impostos injustos a serem pagos todo os dias por isso trabalhamos muito e ninguém na face da terra pode nos chamar de vagabundos 7 deus é sábio e pós nas mãos certas o melhor pais para o melhor povo ( geograficamente ) 8 oque seria do verde se todos gostassem só dos africanos 9 somos muitas vezes capaz de fazermos algo incrível a um desconhecido a um amigo 10 nem ele nem nós temos razão coisas que dizemos ou fazemos está ligada e influenciada por fatores sociais culturais espirituais genéticas e.t,c Mas somos um povo bom em sua maioria e não temos medo de evoluir e aprender temos uma alma coletiva que aquece o coração dos estrangeiros que em sua maioria nos ama e com o tempo é capaz de defende nossa pátria com sua vida e tenho dito!

  179. Anderson Daniel

    26 de dezembro de 2013 at 12:21

    Brazil um país de tolos !

    • Rubens

      20 de maio de 2014 at 10:13

      alem de escrever Brasil errado tem a coragem de chamar a gente de tolos pq não vai morar naquela bosta de estados unidos e ja aproveita e acha la uma escola para aprender como se escreve Brasil ignorante

  180. Marcia Luiza Winter

    26 de dezembro de 2013 at 19:58

    Só acho que ele não pode generalizar se não tiver conhecido o país todo…odiar o Brasil quando se conhece São Paulo e Rio é fácil principalmente se ele tiver vindo de uma cidadezinha do interior dos EUA…fale com propriedade quando conhecer o sul, norte e nordeste também!!!

  181. Rosangela

    26 de dezembro de 2013 at 22:09

    Concordo que o Brasil tem muito o que melhorar mesmo, mas também tem muita coisa boa! Se quiséssemos, também poderíamos fazer uma lista como a deles com problemas diferentes, afinal nenhum país atingiu a perfeição… ainda! Já visitei alguns países e realmente me encantei com algumas coisas, mas também me decepcionei com outras e no final das contas cheguei a conclusão que não troco meu país por nenhum outro que já conheci (EUA, FRANÇA, ITÁLIA, ARGENTINA, CHILE), mesmo com todas as mazelas o Brasil continua sendo o pais onde quero viver e acredito que o melhor do Brasil é o povo brasileiro!

  182. Fernanda

    27 de dezembro de 2013 at 10:37

    You are a huge ass hole!!!

  183. bomfabio@hotmail.com

    27 de dezembro de 2013 at 10:55

    Ele diz q o BR eh quente como o inferno.Obviamente q o nosso clima eh mais quente q o dos EUA, aqi se produz alimento durante o ano inteiro.Lah eu diria eh frio como o inferno.
    Vale lembrar q os Eua lançaram duas bombas atomicas sobre o Japao.
    Vale tambem mencionar q aquela sociedade perfeita parece criar seus insatisfeitos q vez por outra lançan mao de armas e matam em universidades e escolas.Cada um com seus problemas.

  184. yany gurgel do amaral

    27 de dezembro de 2013 at 10:57

    O bofe não teve a honradez de assinar o que escreveu?

    Podemos ter todos os defeitos… mas temos a mais linda das qualidades, somos humanos, não saimos por ai matando pessoas, destruindo paises ou espionando, por simplesmnete achar que são nossos inimigos. Prafalar mal dos brasileiros e do Brasil tem q

  185. yany gurgel do amaral

    27 de dezembro de 2013 at 10:59

    O bofe não teve a honradez de assinar o que escreveu?

    Podemos ter todos os defeitos… mas temos a mais linda das qualidades, somos humanos, não saimos por ai matando pessoas, destruindo paises ou espionando, por simplesmnete achar que são nossos inimigos. Pra falar mal dos brasileiros e do Brasil tem que, antes, escovar bem os dentes e a a língua.

  186. Sorriso

    27 de dezembro de 2013 at 12:32

    e a 13° seria o que ? escreve ai o que deveria ser ? ou o que deve ser !

  187. Andréa

    27 de dezembro de 2013 at 14:29

    Esse cara é um babaca. Tem coisas que até podemos considerar, mas outras mostram um tremendo desrespeito com os brasileiros e um senso de superioridade ridículo. Se o Brasil e, principalmente, o povo brasileiro são tão ruins assim, não entendo pq esse babaca morou aqui!! Por favor, faça um favor a nós, NÃO VOLTE NUNCA MAIS!!!!

  188. Ana

    27 de dezembro de 2013 at 17:49

    Quem publicou este texto me parece que só quis criar polêmica. Poderíamos também fazer uma lista das coisas que odiamos em outros países. Em todos os lugares do mundo, sem exceção, há aspectos bons e ruins. Tudo depende do ponto de vista de cada um, da sorte ou não que cada um teve, do que plantou e do que colheu. Opinião é própria, gosto é próprio.

  189. Ivan

    27 de dezembro de 2013 at 17:50

    Aonde será que ele conheceu esses idiotas pra falar assim? Tem muita coisa dita que concordo poder melhorar, mas nesse caso é melhor que ele tenha ido embora mesmo…

  190. Ronaldo Zini

    27 de dezembro de 2013 at 18:23

    Olá. Li e reli as questões levantadas pelo nobre «imigrante» trabalhador americano em solo brasileiro.
    Uma opinião nunca traduz a realidade social do país.
    Temos um país carente de valores sociais aceitáveis pelo mundo desenvolvido e “socialmente elevado”, acho que sim. Mas, esta critica de maneira nenhuma poderá reflectir uma nação ou mes o uma sociedade.
    Moro no continente europeu, e nem por isso estou livre de todas as mazelas mencionadas pelo nosso «nobre» americano.
    Poderia dizer que tenho também uma lista do que não gostei quando morei por lá. Não arriscaria, pois sou educado suficiente para perceber e respeitar as diferenças.

  191. Sheila

    27 de dezembro de 2013 at 19:31

    Primeiro lugar todos temos direito de nos expressar como queremos ou como convem. Eu como brasileira tbm tenho e sinceramente vejo tudo isso que li assim: Se esse moço for brasileiro (que pena) não aprendeu que as coisas e situaçoes nao podem ser generalizadas e cabe cada um de nos ( cidado de bem fazer sua parte) em um segundo cenario penso que ele seria mais feliz no EUA mas talvez não teve coragem de sair perto da familia ( como citou ) uma pena mesmo pq brasileiros sao guerreiros e felizes mesmo qdo tudo vai mal e o Brasil é que perde ter alguém tão triste como ele. Em uma segunda hipotese se nao for brasileiro melhor ainda otima oportunidade para voltar de onde nunca devia ter saido, tao simples qto isso!!!

  192. Fernando Galvão

    27 de dezembro de 2013 at 20:22

    Achei o texto, intrigante. A educação é algo contestável, assim co o no Brasil ou em qq outro lugar do planeta. De fato, os governantes são lastimáveis, aqui em em qq outro lugar do mundo. Porque ladrões tem em todo planeta. A poligamia, é inerente da cultura, se trata de uma característica masculina, seria surreal afirmar que os americanos são santos. Realmente, o ar de SP é poluído, mas faltou dólares para conhecer outros lugares do Brasil? Nos brasileiros, somes autênticos e não marionetes. Os americanos são por si só, arrogantes e se subjugam a supremacia da humanidade, então na cabe um americano reclamar de algo que envolvam esse contexto. È muito fácil e de profunda deselegância falar mal de um lugar que te acolheu por 2 anos, mas enfim, talvez seja essa a educação que vc se refere ser a correta. Fico feliz, só por alguma coisa, vc já voltou para seu país e desejo que seja muito feliz nos EUA. Certamente, se não foi acolhido, sendo essa uma das carateristas mas presentes na nossa população é pq boa coisa não devia ser. Espero que essa experiência faça este americano não voltar nunca mais. Viva no seu país, onde as gangs tomam conta de tudo, onde o sexo é iniciado na adolescência em ônibus escolares, onde os políticos acabaram por afundar a nação, onde uma pessoa pode morrer em uma calçada e ninguém fazer nada…..Os EUA é bom demais, não faço ideia do q fez sair dai!!!!!

  193. Daniela

    27 de dezembro de 2013 at 22:12

    Hahahahahahaha! Morei anos na Europa…. e, posso dizer, sem medo de errar: apesar de todos os problemas, o Brasil é muito bom! BRASILEIRO É BOA GENTE!!!!!!!!!! VIVA O BRASIL!!!! Recalque de americano é muito engraçado!!!

  194. rennan

    27 de dezembro de 2013 at 22:44

    eu quero é que esses gringo pau no cu se foda,
    que venhão para a copa e fique no meio do fogo crusado dos protesto
    se fode seus pau no cu.
    que passem o verão em suas praias geladas, seus ótarios.

  195. Bruno

    28 de dezembro de 2013 at 09:20

    pelo menos ninguém aqui compra AK 47 pelo correio e mata a galera da escola em peso … go home então

    • Angel

      5 de janeiro de 2014 at 10:54

      Aqui tem mais mortes por armas do que lá seu idiota!!!

      • Rosa

        6 de janeiro de 2014 at 11:30

        Só que não

      • SMITH WESLEY

        8 de janeiro de 2014 at 08:23

        AQUI TEM MORTES POR TRAFICO E BANDIDAGEM, LA MATA-SSE CRIANCINHAS INOCENTES NAS ESCOLAS..

        VAI MORAR LA E COLOCA TUA FILHA NAS ESCOLAS ALVOS…..

        • Angel

          21 de janeiro de 2014 at 00:07

          Aqui também… você é um ufanista alienado ao que parece!

  196. Rodrigo

    28 de dezembro de 2013 at 12:30

    Tem lá seu fundo de verdade, brasileiro consegue estragar muita coisa mesmo, mas as únicas pessoas que podem meter o pau no Brasil são os brasileiros…

    Simples assim… gringos vem aqui, comem nossas mulheres, tratam-nos como macacos e jogam oocacola no nosso arroz, querem ser tratados como reis?

    LIXOS.

  197. Monica Bittencourt França

    28 de dezembro de 2013 at 13:21

    Concordo 80%. Mas, há exceções. Esse americano deveria ter prestado atenção ao que ocorre durante tragédias. Os brasileiros são muito mais solidários do que a maioria, nessas ocasiões. E, nem todos são do jeito que ele descreve. Deveria tomar cuidado ao generalizar. Deveria ter dito “a maioria dos brasileiros”, pois, do mesmo modo, estive nos USA e vi, andando por NY e falando em Inglês intermediário (na época) que alguns americanos são grossos, frios e desconfiados. Só fui bem tratada nos Museus, pois lá todos tem treinamento para serem educados e gentis. Em lojas, bastava falar em Portuguê com minha mãe que começavam as piadinhas em Inglês,e, na hora que eu respondia em Inglês que a pessoa era grossa e queria ser atendida pelo gerente , que ela não ganharia mais comissão, a coisa mudava de figura, tipo, “sorry miss, you are completly right”, era dito a toda hora.
    Do mesmo modo, se formos generalizar, franceses são antipáticos e rudes, estive lá também e conferi isso de perto. Fui bem tratada apenas por alguns, que eram gentis mesmo odiando que eu estava falando em Inglês.
    Enfim, esse cidadão deveria pensar mil vezes antes de falar tão mal assim. Em relação a preços, burocracia, política, transporte, conservação das cidades e corrupção, assino embaixo. Mas, dizer que 100% de nós somos uns brutamontes, é ridículo. Como ele reagiria se eu listasse uns 10 motivos pelos quais não moraria lá? Povo ignorante, que não estuda sobre o país que visita, que acha que nossa capital é Buenos Aires. Cuidado americanos, vocês não estão mais com essa bola toda, afinal, a China vai acabar dominando o mundo, mais cedo ou mais tarde.

  198. marcelo

    28 de dezembro de 2013 at 13:28

    Volte pro seu país e fique lá seu preconceituoso, quer padronizar tudo, vários problemas sociais citados acontecem no mundo todo, alguns até mais intensos no lugar onde esse trouxa mora, só pq seu vizinho é sem educação não quer dizer que todos brasileiros sao assim, nao vem pra cá mais não fica lá.

  199. Auro

    28 de dezembro de 2013 at 16:32

    Perfeito em partes. Como brasileiro adora ser igual “Gringo”, que leiam e se toquem pq as vezes dizer um obrigado, um Me desculpe não ira matar ngm. Se o “ser” quiser melhorar como pessoa, deve escutar criticas e tentar melhorar, ao invés de retrucar com mais criticas.

  200. Raviane Coelho

    28 de dezembro de 2013 at 17:21

    Bem interessante…. Concordo com a maioria da lista. Engraçado são os comentários no final da publicação, falando que não é bem assim, e blá blá blá, que é um desrespeito essa visão gringa e em outros países tem muita coisa ruim. Desde quando isso é uma competição???? Ser patriota é reconhecer que realmente muita coisa não é bacana e possível de mudar, pois os resultados não serão pra “inglês ver”, e sim para nós brasileiros vivermos melhor…. Talvez um item foi esquecido no post: brasileiros não sabem receber crítica de uma forma positiva e construtiva.

    • Angel

      5 de janeiro de 2014 at 10:52

      E enquanto os revoltadinhos estão ofendidos.. o cara voltou pra terra dele e está bem melhor do que nós!!! CHUPAAAAAAAAAAAAA!

  201. Alexandre

    28 de dezembro de 2013 at 18:38

    Muitas verdades. só temos que nos lamentar; mas os americanos também poluem, são extremamente frios nas relações, gananciosos, matam e fazem guerras, tentam tirar vantagem em tudo de forma cruel pois sustentam o capitalismo… em fim, tudo que foi dito por este americano se aplica a eles também…

  202. Carol

    28 de dezembro de 2013 at 18:57

    Esse texto é fake. Isso nunca foi escrito por um americano, mas por uma mulher que adoraria morar nos EUA e odeia brasileiros.

  203. Leandro

    28 de dezembro de 2013 at 20:52

    Ai o americano de merda, você é persona non grata aqui.

  204. Karim

    29 de dezembro de 2013 at 00:05

    Fui a NY mês passado e realmente uma das coisas que mais me chamaram atenção, foi a educação das pessoas, o respeito pelo espaço do outro. Por exemplo, nas escadas rolantes as pessoas ficam do lado direito e deixam a passagem livre para quem está com mais pressa. Esperam as pessoas sairem dos vagões do metro antes de entrar. Pedem desculpa e com licença a todo momento. No Brasil isso é raridade, sempre tem alguém querendo tirar vantagem, furar fila, entrar nos lugares atropelando as outras pessoas. Se você aplica educação, não recebe de volta e é passado pra trás, por algum “espertinho de plantão”. Isso é fato! Temos que melhorar, e muito, nossa educação e respeito, principalmente no que diz respeito a viver em sociedade.

  205. Marcio

    29 de dezembro de 2013 at 01:35

    Concordo em tudo com ele, mas e daí eu amo meu Brasil e Pau no c… dos EUA!!!!

  206. Laís

    29 de dezembro de 2013 at 01:51

    Amigo.. Infelizmente vou ter que concordar com QUASE TUDO.
    Principalmente com a parte da política, da sujeira, do transporte público, das calçadas difíceis de andar… Só discordo de quanto somos chatos.. Na verdade acho q no geral (por que sempre há exceções,lógico ), somos bem legais. Mas sei que há gosto pra tudo e você deve ser um pouco mais serio.
    Você também foi logo conhecer o Rio/Sp .. Tinha que vir era pro meu Pará! Conhecer o paraíso (aviso logo que aqui também nao é muito limpo), aqui é bonito demais! Procura aí no Google ” Alter do chão ” ..

    Apesar de tudo achei interessante suas ponderações !

    Abraço !

  207. Andre

    29 de dezembro de 2013 at 08:28

    “31. A melhor maneira de inspirar ódio no Brasil? Educadamente recusar-se a comer alimentos oferecidos a você.”

    Isso porque ele não comentou que recusar bebida alcóolica numa festa, seja por qual motivo for, é motivo de chacota e pressão psicológica aqui no BrasiU.

    • Camilla

      30 de dezembro de 2013 at 13:42

      Fato, Andre! E quando vc é vegetariana? Meudeuuuuus.

  208. moacir lourenço

    29 de dezembro de 2013 at 09:57

    Concordo em alguns itens , transporte publico, a lei de levar vantagem mal educaçao no transito, estamos a caminho do primeiro mundo, porem se o gringo quiser perfeiçao vai morar na COREIA DO SUL , Singapura,Japao lá sim é perfeito, demais quer ver porquindade e mal educados vai a China India e visinhos, quer ver povo grosso mesmo vai a TURQUIA, acho que esse gringo é uma baichola.

  209. Lucas Piedra

    29 de dezembro de 2013 at 16:35

    Nossa, eu, como brasileiro, senti-me desrespeitado por essa lista. Além disso, muito irônico os primeiros itens, vindo de um país com uma politica exploratória e imperialista. Esse Americano deveria ter mais respeito ao publicar algo deste tipo – Mas ele é americano, ele é o melhor , ele pode, certo?. Achei ridículo alguns destes itens, olha a imagem que ele faz de todo o povo brasileiro postando isso.
    Mas claro que há alguns que estão corretos, acho que a falta de educação do país é um dos principais problemas, entretanto, isso só vai mudar se nós(BRASILEIROS) mudarmos, e não apensa ficar concordando e repetindo o discurso de um gringo, o qual entra na nossa patria e sai botando defeito, volta pros EUA então seu bosta. Vai tomar no **. Amo meu país, e esse gringo espero que fique lá na terra dele.

  210. villimcvils

    29 de dezembro de 2013 at 19:34

    cara esse ai tomara que não venha mais aqui nunca fez falta a ninguém é um zé ruela…kkkk

  211. hirani

    29 de dezembro de 2013 at 20:03

    Sinceramente, Graças a Deus esse fresco foi embora .Ja foi tarde, só toma cuidado para não levar um balaço de algum doido la na terra dele .

  212. luciene

    29 de dezembro de 2013 at 20:55

    se não gosta da nossa cultura tem mais e que ir embora.não e que eu não aceite criticas mas lendo esse texto na verdade isso e sim uma ofensa.

  213. Jackson

    29 de dezembro de 2013 at 23:13

    Shut the hell up man!
    You can’t judge the whole country only based on the bad experiences you’ve had with your wife and her crazy family and friends, this is called ignorance.
    BTW I’ve been in Canada as well as many states of USA and I can guarantee you one thing, All American cosines put together cannot be compared to Brazilian food, your food compared to ours is suck! And I’m so sorry if your wife doesn’t know how to cook.
    To sum up you’ve been saying a bunch of bulshit! The complexity of Brazilian culture and all its nuances cannot be measure by your little mind, by your narrow mind perspective.
    I hope you grow up and do me a favor if you ever come back to Brasil hang out with the right people ok
    damn

  214. eric

    30 de dezembro de 2013 at 04:14

    so pra constar pro que falam dos tiroteios nos eua:
    taxa de homicidios no Brasil: 25,7%
    Eua:4,7%

    homicidios anuais no Brasil: 50 mil
    Eua: 15 mil

    por armas de fogo no Brasil: 36 mil
    Eua: 9 mil

  215. CAJ

    30 de dezembro de 2013 at 09:25

    O texto mostra a visão de um estrangeiro que viu de acordo com sua cultura, inclui-se aí o preconceito americano ao brasileiro, o lado ruim de várias coisas que acontecem no nosso País. Mas, ao visitar vários países, com colegas, pelo mundo não encontrei nenhum perfeito. E tinha colegas que criticavam a cultura do lugar por não ser igual a nossa. Resumindo: o texto mostra coisas ruins, mas com uma pitada de intolerância a outra cultura.

  216. Fabio

    30 de dezembro de 2013 at 11:27

    Fuck You american !!!!
    Ja foi tarde e espero nunca mais ver voce aqui.
    Precisamos de pessoas que desejem o bem e que tenham vonatde de mudar o pais e nao gente como voce..

    • Reynaldo

      31 de dezembro de 2013 at 18:21

      Se vc for morar 3 anos nos Usa, vc vai voltar outra pessoa, educado, disciplinado, civilizado, patriota pois
      Irá pendurar uma bandeira brasileira em sua porta, não irá jogar detritos pela janela de seu carro, irá respeitar
      Pedestres, porém terá que aguentar um govêrno corrupto, e um povo cordeirinho que aceita de tudo, retornará para um país maravilhoso, que tem condições de se um país melhor ainda do que os Usa,
      Porém como dizia meu velho o Brasil é um país do futuro e “SEMPRE SERÁ”
      Vocês que aceitam de tudo e aceitam pacíficamente o que nos é imposto acorde enquanto é tempo, levante do
      Berço esplendido.

      • SMITH WESLEY

        8 de janeiro de 2014 at 08:17

        SE VOLTAR NE AMIGO?…KKK
        VC PODE MORRER NUM ATENTADO TERRORISTA PLANEJADO POR ELES MESMOS
        SEU FILHO PODE SER MOTOR NA ESCOLA POR UM MANIACO AMERICANO
        VAAI LA MORAR LA….KKKKK

        • Reynaldo

          2 de fevereiro de 2014 at 09:43

          Quem anda matando aqui são assassinos frios e impiedosos a trôco de um simples celular,

          Enquanto existir a lei que beneficia os “menores” não teremos sossêgo nem tranqüilidade!!!!!!!!!!

  217. kahira

    30 de dezembro de 2013 at 13:53

    concordo com 4, 9 e 12. e necessario ser honesto para fazer mudanca. claro que eua tambem precisar mudar muitas coisas.

  218. A B

    30 de dezembro de 2013 at 17:22

    Dava para ser um pouco mais generalista? Acho que não.. Eu sou brasileira com (não muito) orgulho, concordo com todos os aspectos sobre governo, impostos absurdos, má educação no transito, más condições de vida, ruas sujas, etc.. mas mesmo sendo do brasil, odeio big brother e outros reality shows (que são uma criação estadunidende por sinal) e não assisto futebol, tenho cultura e conhecimento suficiente para consersar sobre diversos assuntos, não jogo lixo nas ruas e sempre peço desculpas ao esbarrar em alguem. Só estou perdendo meu tempo comentando aqui, não por patriotismo vazio, mas porque muitos certos “posts” como “a ligação da familia” ou “TODAS as cidades do brasil sao feitas” ou “não há nada para conversar com um brasileiro” foram escritos sem respeitar na nossa cultura (por que em vez de criticar a ligacao etre parentes aqui, não critica as culturas que discriminam mulheres, ou quem sabe aqueles varios casos de americanos/europeus que prendem suas filhas em poroes por anos e as abusam sexualmente? Que tipo de ligação é essa?) e além disso, duvido muito que ele ja tenha ido pra natal, fernando de noronha, ilhabela, praias de sc, bonito (ms) e muitos outros lugares lindos no brasil, que não são selvas de concreto como foi dito. Também, aposto que há brasileiros muito mais brilhantes que muitos americanos, e se temos muitos analfabetos/ignorantes é pelo deficiencia do governo que não proporciona educação igual a todos. Informe-se antes de generalizar tanto em um texto desses.

  219. Luci

    31 de dezembro de 2013 at 00:39

    Eu detesto esses pré-conceitos. Problemas existem e muitos, mas não adianta generalizar, falta educação pra alguns, maaaas nem todos brasileiros são assim, pq se fossem o autor nem teria se casado com uma brasileira. GENERALIZAR É BURRICE! Eu posso ser sonhadora mas acredito que tem salvação pro Brasil, pq eu conheço pessoas que tem educação e respeito e são brasileiras, poucas é verdade, mas todas as mudanças começam com poucas pessoas. Se estrangeiros quiserem criticar tudo bem, tem esse direito, mas não ofendam quem não é assim, ser injusto é um dos piores defeitos que alguém pode ter!

  220. Antonio Vilson Gomes

    31 de dezembro de 2013 at 01:32

    Deveria ter visto na primeira semana. Porque morou aqui? Vai se f… gringo babaca.

  221. Sidneia Ramos

    31 de dezembro de 2013 at 11:14

    K kkkkkkkkkkkkkkk, parece piada tudo isso que eu li.
    Como brasileira, me acho no direito de achar que esse cara é mais um americano babaca e oportunista.
    Não vou discordar de algumas coisas pois de verdade ele tem razão, mas dizer que todo brasileiro é igual…De onde ele tirou isso?
    Nem que ele viva mil anos, ele nunca vai saber quem é quem.
    Cada brasileiro é e age do seu jeito.
    Se for pensar a grosso modo eu acho os americanos são bem mais mal intensionados do que os brasileiros…! Claro, toda regra tem a sua excessão e me parece que ele não sabe o que é isso.
    Conheco poucos americanos e dos poucos que eu conheci, nem eles suprotavam o sistema do seu próprio país…e vem esse aí pra criticar o meu país, o meu povo. que merda é essa???
    Ele nao tem esse direito.
    Adimito sim que alguns brasileiros não respeitam o seu próximo, que alguns só pensam em levar vantagem, que muitos jogam sugeira no chão, mas dizer que todos fazem isso! Esse cara deve ser processado por injuria e difamação.
    Eu acho ironico ele falar tantos absurdos, mas ele sendo americano, considerado de primeiro mundo…,ele se esqueceu de dizer as atrocidades que a mentalidade de muitos americanos tem contra o estrangeiro, as armas que eles constroem para impor forcas e limites. Isso pra mim não é coisa de primeiro mundo, mas sim de mentes insanas.
    Sou brasileira sim e tenho razão de fazer algumas críticas contra o meu país; contra o sistema pol=itico, enfim…Mesmo que eu viva mil anos, eu também nao conhecerei todo povo do meu país.
    Este cara esqueceu ou nunca ouviu falar em regra e excesão.
    Em todo lugar do mundo tem gente ruim e gente do bem.
    Ele tem que catar coco e não meter o bico onde não é chamado.

    • Luiz

      2 de janeiro de 2014 at 20:48

      Tontinha. Quem nasceu e viveu por muito tempo num mesmo pais não consegue perceber muitas coisas por comodismo. Vc já percebeu por exemplo que os países atrasados como o nosso tem tantos vira-latas de rua? Cardadores de papel? Ausência de calçadas? Falta de transporte público? Violência banalizada por questões materiais? mendigos? Asfalto de péssima qualidade? Corrupção extrema? Educação sucateira?violência banalizada? Admiração pela riqueza fácil? Finalmente, nenhum prêmio Nobel? As vezes quem está de fora consegue enxergar o que que, está dentro prefere não notar.

  222. Nykolas

    31 de dezembro de 2013 at 18:16

    Ele pode até estar certo em alguns pontos como a educação em geral, mas exagera em muitos outros.
    Vale lembrar que eles têm a tradição de criticar qualquer tipo de povo, principalmente se não falar a sua língua, portanto nunca esperem algo bom vindo de um americano; claro que não vou generalizar.
    Agora porque ele não falou os defeitos de seu povo?

  223. Santos

    1 de janeiro de 2014 at 12:45

    GENERALIZOU, NÃO PODE GENERALIZAR.
    Todos os países do Mundo passam por problemas, uns diferentes do outro, mas passam.
    Alguns americanos dizimaram os índios de seu Pais, acabaram com suas florestas e matas.
    Estão com olhos fixos no Estado do Amazonas em especifico na Amazônia, preocupados com a conservação? o cacete! Eles querem sugar os seus recursos naturais e a sua biodiversidade.
    Constroem carros(banheiras)bebedores de combustível com seus motores big block de mais de 7 ou 8 litros de cilindrada e depois fabricam guerras se auto intitulando “Policia do Mundo” com intuito de tornar a opinião pública sempre a favor de seus interesses mesquinhos, e vão roubar o petróleo de outro País, por exemplo Iraque e etc.
    Algumas destas Bestas deveriam aprender a fabricar carros com os europeus.
    Não me enquadro no que este cara disse.
    Se você fosse praticar a justiça em um País onde legisla a pena de morte, e executasse mil pessoas e dentre estes houvesse um inocente, você já não praticou mais a justiça e sim a injustiça.
    Este cara deveria ter aprendido que não se caga no prato em que se come.
    Quando no Brasil, houve a holding Auto-Latina, porque vocês acham que não deu certo?.
    Alguns americanos dão com uma mão, para depois tirar com quatro. Alguns americanos não são todos, lembre-se de não generalizar, apenas 99% são perversos, frios.
    basta olhar para o número de xaropes que sempre de vez em sempre se tornam franco atiradores e executam crianças, jovens, estudantes e idosos, com o “tiro ao pato”.
    Nas lojas podem se comprar metralhadoras, Magnum 3.57, Fuzil Ak, como se compra uma lata de sardinhas.
    Eu não tenho motivos para mudar do Brasil, apesar de todos os problemas que enfrentamos.
    Muito menos interesse em conhecer países estrangeiros e depois ficar falando mal de toda a sua gente.
    ESSE CARA PRECISA NA VERDADE É DE UM MARIDO PRA CHAMAR DE SEU!

  224. Pingback: A vaca pode não ser a sua mãe. | ABRINDO A MOCHILA

  225. Camilo

    1 de janeiro de 2014 at 18:45

    O Brasil, com seus 26 estados + Distrito Federal, possui uma imensa diferença de cultura na maioria destes. Imagina então o país sem nome (Estados Unidos da América), que é composto de 50 estados, e cada um deles é praticamente um país, com suas leis específicas.. Além disso, o cidadão morou / mora em São Paulo, não sendo justo achar que todo o Brasil é da mesma forma em toda a sua extensão.. Mesmo assim, concordo com alguns itens. Há duas semanas, por exemplo, fui chamado de idiota por uma mulher que furou a fila da lotérica. Segundo a própria, idiota não por que reclamei do ato dela, mas por que não fiz como esta, que passou na frente de todos, assim que teve uma oportunidade.

    • jussara

      7 de janeiro de 2014 at 13:47

      E vc não fez nada, arrancava ela da fila…

  226. Anderson Takakura

    2 de janeiro de 2014 at 10:55

    É bem isso, penso que a solução é incentivar todos a serem ricos; Ricos e não cheios de grana.

  227. Fábio

    2 de janeiro de 2014 at 22:10

    Passei duas semana em Orlando, que não é o melhor exemplo, já que lá tem muitos imigrantes, e digo que voltei uma pessoa melhor.

    Não tem como discordar dele. Quem me dera seu eu pudesse ir para ficar.

    • SMITH WESLEY

      8 de janeiro de 2014 at 08:13

      VAI PRA LA MORRER EM ATAQUES TERRORISTA PLANEJADOS POR ELES MESMOS.
      VAI PRA TEU FILHO MORRER NUMA ESCOLA POR UM MANIACO AMERICANO QUE ENTRA ATIRANDO E MATANDO CRIANCINHAS.
      VAI LA CARA…

  228. Aline

    3 de janeiro de 2014 at 10:09

    Responder um a um deixaria meu comentário tão chato quanto o texto, mas pra começar, tenho visto o pior tipo de gente quando viajo pra fora: Brasileiros que não conseguiram ganhar grana aqui e hoje recolhem impostos pros EUA e se acham o máximo por isso! Não é o caso do autor, mas esses que eu citei conseguem ser piores que ele. Esquecem que estamos hoje entre a 6ª e a 8ª economia do Planeta; não somos mais de 3º mundo; os EUA são o principal país produtor de lixo no mundo e não o descartam na rua, mas no mundo inteiro (existe uma ilha de plástico aproximadamente do tamanho dos EUA//recentemente foram apreendidas cargas de lixo hospitalar remetidos pelos EUA); os EUA se especializaram em resolver problemas-combo. Se o seu é uma situação específica o problema é todo seu; aeroportos naquele país falam por si: pessoal destreinado, sem educação e que não conseguem resolver problemas com passagens NA ERA DA COMUNICAÇÃO – sim, aconteceu comigo! E até aceito que preferimos nos manter próximos aos nossos genitores, mas porque, culturalmente, preferimos cuidar dos nossos na velhice, e não renegá-los aos cuidados do Estado (na maioria das vezes, é claro!) Ah, e tudo isso sem falar no sistema de saúde de vcs que é péssimo. Pra quem não assistiu, por favor, S.O.S Saúde. o Nosso está longe do indicado, mas os EUA é patético. Por fim, achei a crítica raza. Não se comparam culturas! Mas também não espero senso crítico de uma população que sequer conhece o tamanho do seu mapa.

  229. Pingback: « Mundo Nerd Mundo Nerd

  230. Sergio

    3 de janeiro de 2014 at 18:08

    Bye, Bye Gringo, como diz o ditado: “a Porta da rua é a serventia da casa”. Já foi tarde!!!

  231. Joao Vitor

    3 de janeiro de 2014 at 18:31

    O gringo tem toda a razao do mundo. Ningem vai negar que o Brasil tem suas coisas que atraim turistas, etc. Praias bonitas, etc. Mas o Brasileiro simplesmente e praticamente capaz de destriu toda a beleza do pais. O povo e grosseirissimo. Nao tem respeito a ningem. Crime acontence e nao da em nada. O Brasil e uma ‘fantasia’. E uma merda. A porque o Brasileiro e um povo ‘feliz’. Pode ate ser. E sem duvida o gringo e um povo seco e chato. Moro a muitos anos nos EUA. Mas o EUA funciona. Tem uma hora que esse jeitinho Brasileiro tem e que parar. Ate la … o Brasil continua … uma grande illusao. Uma grande merda!

  232. Joao Vitor

    3 de janeiro de 2014 at 18:36

    Outra coisa … simplesmente responder o gringo com ‘a mas nos EUA tambem tem isso e isso, etc.’ nao muda o brasil. O Brasil tem que esquecer o resto do mundo e ter vergonha na cara. O Brasileiro NAO SABE SE COMPORTAR. E um pais de muleque. Bebem demais e dirigem. Sai em briga nas ruas. Tem furtos toda hora. Corrupcao fora do normal. Carnaval virou uma coisa de bicho. Todo mundo mijando na rua. Parece Africa. Antes de criticar os outros … (sim .. EUA quer fazer guerra com todo mundo, etc.) pense e faca o pais melhor. O Brasil certinho, direitinho, deveria ser o MELHOR LUGAR NO MUNDO de morrar. Tem TUDO JA. Nao tem inimigo. Nao tem terremoto. Nao tem furacao. Tem dinheiro. Mas o Brasileiro e BURRO. E um pais de Carnaval, futebol e Big Brother. Nao sai disso infelizemente.

    • jussara

      7 de janeiro de 2014 at 13:52

      Também acho João.

  233. Joao Vitor

    3 de janeiro de 2014 at 18:41

    agora ele comentar que a cozinha Americana e melhor que a Brasileira? Ai ele virou Animal. Vai criticar a mulher Brasileira por fazer ginastica? As Americanas sao todas obesas. Vai comer hambuger idiot!

  234. silas

    3 de janeiro de 2014 at 21:57

    O que mais odeio é o famigerado jeitinho brasileiro. È uma cultura de desonestidade,trapaça e velhaquice e que a mídia exalta orgulhosamente. Nessa cultura, o honesto é bobo,mané…Somos inpertinentes e enxeridos. Não respeitamos o espaço psicológico do próximo muito menos o espaço físico.Somos barulhentos e mal comportados.Pensamos no nosso direito e esquecemos do dever… Falta a cultura do bom senso.Podem pensar que sou anti-social…Prefiro ficar em casa,no meu cantinho.

  235. Felipe

    4 de janeiro de 2014 at 09:29

    Muito bem escrito. Pena que pouca gente tem a capacidade de aprender com o texto e prefere ficar apontando o dedo em vez de resolver os problemas relatados. Acordem povo, pagamos impostos para que políticos e funcionários públicos defendam nossos interesses e não os próprios.

  236. daniel

    4 de janeiro de 2014 at 12:36

    Malandro nao tem vez pra mim, já vi muita gente furar as filas, já que tenho uma boa memória visual, tem muito cara e moça que consegui emprego na empresa e prestador de serviço que perdeu negocio. O mesmo ocorre para empresas, festas, bares que adoram ter fila para colocar os atendentes a 200%. Tambem nao gosto de atendente golcate, sorri demais e nao resolve nada, e dalhe fila em cima do pessoal serio.

  237. daniel

    4 de janeiro de 2014 at 12:38

    Corrigindo, nao consegui emprego

  238. Alex

    4 de janeiro de 2014 at 14:27

    Eu não discordo dos itens listados pelos norte-americanos mas isso não quer dizer que vou assentir com eles também. Moro ao sul do país, no Rio Grande do Sul, e posso afirmar que não faz parte da minha realidade a maioria das questões levantados acima. Não estou dizendo que não são verdades mas penso que, antes de falar do Brasil como um todo, eles precisam analisar melhor a questão. É lógico que em cidades maiores e mais populosas vá também existir maiores problemas e dificuldades, mas isso não lhes dá o direito de criticar os brasileiros.
    Provavelmente se eu for para os EUA também vou encontrar dificuldades em morar lá, isso é automático porque estou saindo da minha zona de conforto. Nova cultura, novos costumes, novo sistema. E sou eu que devo me adaptar.
    Agora, o governo norte-americano pratica espionagem no mundo todo e nós, os brasileiros, somos os mal-educados? As pessoas de lá se consideram um povo superior e nós, os brasileiros, somos os egoístas? E ainda vem me falar de lixo? Quando os EUA está na lista dos maiores poluidores do mundo… E outra, não fale em corrupção porque vocês, os norte-americanos, não tem moral nenhuma em criticar os outros nesse quesito, é só voltar pouco tempo atrás e ver os grandes escândalos.
    Por isso, melhor ficar em silêncio quando não se há o que fazer.

  239. Rogerio Mario Koerich

    4 de janeiro de 2014 at 14:44

    Gente, será porque os Estados Unidos são tão odiados? Prepotentes, autosuficientes, orgulhosos e principalmente dominadores. Porque será que há tantos casos de terrorismo na terra de tio Sam? Será porque todo o ano há um terrível noticiário de que em algum lugar lançaram uma bomba? Agora mesmo, de quem foi o foco daqueles que espionaram vários países? O Brasíl não foi, foram os americanos, com a desculpa de anteverem algum prícipio de terror contra eles. Nós, com todos os nossos defeitos, somos ainda muito superiores em carinho, solidariedade e atenção aos estrangeiros. Vai reclamar de tua terra, otário.

  240. claudemiro rosa

    4 de janeiro de 2014 at 17:05

    Bom galera….o que ele fala em parte é verdade mesmo…digo em parte…mas me apontem um país 100% perfeito. Digam para esse americano que ele vai andar em calçadas apertadas, mas não vai levar um soco na cara e virar estatística do nocaute, um jogo que é feito na terra dele para angariar pontos, ou seja, se voce estiver caminhando tranquilamente por lá, chega um sujeito, te dá um socão na cara, voce desmaia e ele vai lá e marca um ponto no jogo dele. Para não falar dos assassinatos nas escolas de lá..tem sempre um maluco trucidando alguém…então tá bom…me obriguem a comer uma picanha ao invés de socar a minha cara…rsrsrsrs

  241. Henrique Torres

    4 de janeiro de 2014 at 19:02

    Eu acho que ele pode achar o que ele quiser, foi a impressão dele enquanto estava aqui. Não é uma regra definindo um povo, mas a impressão de alguém de outra cultura que morou aqui.

    As pessoas se incomodam tanto quando apontam para nossos defeitos, mas esquecem como criticam e apontam os defeitos dos outros também.

    Para mim, e posso achar o que eu quiser também, as características destacadas são humanas, não específicas do brasileiro, o nosso problema é que vivemos em um país onde é favorável para sermos assim.

    Se na China onde a corrupção é punida com a morte e as pessoas ainda fazem imagina aqui onde ela é praticamente premiado por isso!

  242. Thales

    4 de janeiro de 2014 at 20:48

    CONCORDO COM TUDO! ODEIO BRASILEIROS!!! .

    • jussara

      7 de janeiro de 2014 at 13:55

      Nossa odiar é uma palavra forte. O texto fala que ele odiou morar no Brasil.

    • SMITH WESLEY

      8 de janeiro de 2014 at 08:11

      PULA DA PONTE RIO-NITEROI CARA…KKKK

    • antonio

      8 de janeiro de 2014 at 17:12

      suck my dick!

  243. Pingback: odiou-ter-morado-no-brasil | ^v

  244. adilson paulino

    5 de janeiro de 2014 at 09:15

    bem se considerarmos que 1º não temos saúde publica ,não temos transporte publico , não temos lei que sejam para ricos e pobres , não temos salários digno não temos moradias dignas por falta de salários dignos , educação , o que é isso? olhem jamais imaginei que chegaria aos 50 anos e o meu país seria esta merda , aos brasileiros e brasileiras que acham que o brasil esta ótimo , sugestão vão a uma consulta no *sus* peguem um circular em sampa ou o trenzinho em horário de ir para o trabalho ; lamento muito ter que ser humilhado por qualquer estrangeiro que aqui venham , mas é a pura verdade , e se vocês jovens não mudarem isto ainda sera pior; e olhem eu não falei dos arrastões, da polícia que barbariza quando te pega a noite em uma blits e por ai vai; não falem que o cara esta dispeitado pois ele nasceu e foi educado de uma forma a ser justo com os demais e ter uma perspectiva de futuro ,já nós , o que posso dizer , lamento muito tudo isso ser verdade lamento.

  245. Douglas Gregorio

    5 de janeiro de 2014 at 10:51

    OLHA AQUI – uma outra lista, de uma AMERICANA, essa sim identificada e com link para quem quiser conferir – nada de anonimato – suas impressões, suas críticas, coisas que gostou, coisas que achou esquisitas e coisas que não gostou – VEJAM SÓ A DIFERENÇA!
    http://opiniaoenoticia.com.br/internacional/15-habitos-brasileiros-que-encantam-turistas/#.UslV_SMzxe0.facebook

  246. Débora

    5 de janeiro de 2014 at 11:26

    Não quero defender o Brasil e nem questionar se foi ou não escrito por um americano. Para mim o fato é que o texto traz algumas verdades de nossa cultura que agridem a nós mesmos. As vezes até para um turista de outro estado é difícil a adaptação , quem dirá morar em um estado diferente.
    Para mim cabe a reflexão … No que podemos melhorar pAra tornar nosso pais melhor para nós mesmos ?

  247. Edison

    5 de janeiro de 2014 at 16:49

    O cara escolheu logo a pior cidade pra viver! O que ele esperava encontrar na cidade de São Paulo?

  248. Doido

    5 de janeiro de 2014 at 20:39

    Kkkkkkkkkkk……vai no mercado amanhã o seu Americano, compra uma pistola e se mata! Mas não faça como sua cultura ensina não! Não saia matando dezenas nas escolas!o Brasil e outros países tentam crescer mas o seu país de merda não deixa esses se desenvolverem! Fck U donkey!

  249. Katherine

    5 de janeiro de 2014 at 23:05

    O Gringo esqueceu falar sobre o sistema de saúde que é miserável, um dos piores do mundo. Esqueceu de falar de educaçao… Nesse estudo que fizeram em 40 paises do mundo, o Brasil ficou em penúltimo lugar … Nunca vamos deixar de pertencer ao terceiro mundo…

  250. edson

    5 de janeiro de 2014 at 23:30

    Um desabafo e como tal, traz exageros , excessos e percepções à partir das duras e tristes experiências do autor, claro…se é assim, tudo tem sua e no que de fato é, todos sabemos o somos e temos.

    Claro, no que diz respeito a lugares, instituições, serviços, governos, estruturas etc…temos muito que melhorar, mas não para generalizar, sugiro que o autor considere que este país é muito grande para se considerá-lo todo ruim, há lugares e pessoas que ainda prezam pela honestidade e não se utilizam da falsa lei de levar vantagem em tudo etc…

    Já estive nos Estados Unidos e apreciei muito o que vi e confesso fiquei envergonhado do que temos no Brasil em muitos aspectos conforme o autor relata, mas não posso generalizar a excelente experiência e impressão que tive para todo a América do Norte.

    Afinal , todos temos problemas, é claro que também todos precisamos de ajuda e de mudança. Amo o Brasil e aos Estados Unidos também, gostaria até mesmo de residir lá…confesso.

    Mas, fico pensando que o maior problema, seja aqui ou lá, é que as pessoas são egoístas, o ser humano é assim, tão intenso isso que perdemos a sensibilidade do outro, vivemos um tipo de eucentrismo.

    Na verdade, o próprio Deus quando olha para nós em sua correta e justa avaliação, diz que não existe ninguém de fato bom, ninguém que faça o bem, que busque a justiça, que O busque de verdade, todos estão longe e distantes de Deus, precisam de ajuda urgente. por isso Jesus Cristo veio…pra consertar a nossa vida e história e isso nada tem a ver com religião, não precisamos de religião ( o mundo já tem um monte ) mas sim de uma relação com nosso Criador e Deus.

  251. tete

    6 de janeiro de 2014 at 08:02

    Muitos dos comentarios sao exagerados mas infelizmente a maioria ‘e verdade.
    Burocracia, infidelidade, corrupcao, falta de educacao, classe media arrogante e etc.

  252. Lia Mendes

    6 de janeiro de 2014 at 11:32

    Não posso falar sobre a sociedade, a vida, costumes e tudo mais sobre os EUA pq nunca vivi lá. O que vejo em noticiários e documentários não me agradam mt, mas devo confessar que concordo com o que foi escrito, com excessão dos itens 15, 16 e 17. O resto, assino embaixo. Porém isso não significa que a vida nos EUA seja um mar de rosas, que o governo seja perfeito, que o cidadão seja exemplo.
    Não podemos generalizar, haja visto que mts aqui condenaram a lista, afinal o mesmo tipo de gente que tem aqui, tem lá tb.
    Espero que ele tenha encontrado um país melhor quando retornou pra terra natal…

  253. Verdade

    6 de janeiro de 2014 at 12:01

    os brasileiros são tão ruim na visão desse gringo que só não entendo por que ele preferiu casar com uma brasileira em vez de uma americana…deve ser por que o galho ia ser bem grande kkkkkkkk

  254. Adenor

    6 de janeiro de 2014 at 21:36

    O Brasil realmente tem muito a melhorar..Morei por lá 10 anos..tem muita diferença em algumas coisas..mas vai para Nova York pra ver.. tem muita sujeira na periferia,bandido,travesti na rua aos montes..droga..engarrafamento na I-95..muita neve..muito frio..comidinha ruim..não sei até hoje o nome dos meus vizinhos do prédio.. e por aí vai…

  255. Thiago

    7 de janeiro de 2014 at 09:07

    concordo em algumas coisas mas descordo em outras!!!!

  256. Paulo

    7 de janeiro de 2014 at 12:16

    O Gi Joe falou mal da nossa breja e ninguém falou nada?

  257. jussara

    7 de janeiro de 2014 at 13:44

    Eu concordo com 95 do que ele escreveu, mas todas as cidades são sujas é mentira. Eu moro em Brasília é é uma das cidades mais limpas e arborizadas. Se ele não conhece não generaliza, isto é burrice. Ar condicionado quase todo mundo tem em casa e nos carros. Ainda mais em São Paulo, também não sei que bairro ele morou, que deve ser muito ruim. Porque se fosse nos Jardins, ou outros de níveis altos, com certeza ele não veria casas mal feitas… Mas ele tem razões em outros itens sim. O nosso País é horrível(saúde, educação, segurança, corrupção, violência) e ninguém faz nada.

    • hapepi

      10 de janeiro de 2014 at 00:17

      Joao Pessoa (PB) eh a segunda cidade mais verde do planeta!
      eu concordo com muitas coisas que ele cita, realmente eh uma vergonha a LEI DE GERSON (o brasileiro quer levar vantagem em tudo) O problema eh generalizar, como se ele conhecesse cada cantinho do nosso Pais. Eu bem sei o quanto os EUA sao campeoes no DESPERDICIO… a Prostituicao tb nao eh para ele censurar – quem nao conhece aquelas “festas” publicas na Georgia??? os encontros de Motos em Miami??? e muito mais! a Prostituicao infelizmente eh o pecado que toma conta do mundo, “desde que mundo eh mundo”! eu amo os EUA… mas nao concordo com essa banalizacao como ele trata nosso Brasil, principalmente com relacao as nossas Policias. Nohs temos uma Policia “LIGADA” QUE TRABALHA, eh HONRADA! O problema estah nas nossas obsoletas leis… Na verdade, eu vejo que ele nao tem subsidios, firmeza, algo muito concreto para malhar tanto assim. Qdo comecei a ler, pensei que ele falaria menos. Na minha percepcao, ele deve ter problemas pessoais de INTOLERANCIA…Sorry!

  258. SMITH WESLEY

    7 de janeiro de 2014 at 14:42

    OLA GALERA..

    O ” AMERICANO DOENTINHO ” TEM VARIOS MOTIVOS PARA NÃO GOSTAR DO BRASIL.

    EU TENHO APENAS 4 MOTIVOS PARA NÃO QUERER NUNCA IR AOS ESTADO UNIDOS.

    1. PLANEJAM OS ATAQUES TERRORISTAS EM SEU PROPRIO PAIS E MATAM SEU PROPRIO POVO, CULPANDO PESSOAS E PAISES INOCENTES…

    2. SE ACHAM OS DONOS DO MUNDO E AMEAÇA POVOS E NAÇÕES.

    3. SÃO PREGUIÇOSOS E NÃO QUEREM APRENDER OUTRA LINGUA, POVO SEM CULTURA.

    4. SÃO COMEDORES DE HAMBURGUER SEM GRAÇA, GORDOS E FEDORENTOS..

    TENHO DITO!!!!

  259. Pingback: 20 péssimas impressões que o povo Brasileiro passa a quem visita nosso país e não se pode discordar! | Absurdamente

  260. leandro

    7 de janeiro de 2014 at 15:33

    Brasil é sujo? dá uma olhada no metro do NY (só não tirei foto dos ratos hehe)
    Isso acontece em TODAS as estações.

    http://cl.ly/image/423s1I2Y0A3a
    http://cl.ly/image/3B3J3P3G1l0F
    http://cl.ly/image/1n1a1D2x2b0V
    (estas fotos foram tiradas em estações diferentes).

    Escada rolante? Elevador? não existe, se vc é cadeirante, grávida ou idoso, vc não vai ter fila preferencial em nenhum lugar, mas se vc for cliente “premium”, aí sim vc vai.

  261. Vilmar

    7 de janeiro de 2014 at 22:10

    Eu fico indignado com um cara desse. Ele vive num Países que invade outros países para explorar os recursos naturais com desculpas de combate ao terrorismo, sem falar que eles são o país que mas polui no mundo. Além disso dizimou todos os Índios do seu território e outra coisas mais.

  262. Elizabete

    8 de janeiro de 2014 at 10:48

    “Aqui no Brasil, o brasileiros acreditam pouco no Brasil. As coisas não podem funcionar totalmente ou dar certo, porque aqui, é assim, é Brasil. Tem um sentimento geral de inferioridade que é gritante. Principalmente a respeito dos Estados Unidos. To esperando o dia quando o Brasil vai abrir seus olhos.”
    ( http://olivierdobrasil.blogspot.com.br/2013/04/curiosidades-brasileiras.html)

    sem comentarios…

  263. Gustavo

    8 de janeiro de 2014 at 13:12

    Esteriótipo dos Brasileiros por um “gringo” infeliz… Thanks for leaving Brazil… É facil falar de problemas sem antes pensar porque eles acontecem verdade!? Ja pensou como seria o esteriótipo dos “donos do mundo”… Falemos da “segurança” de Chicago, o “Awesome” sistema de saude da America do Norte… Destruir nações em troca de algo que ninguem esta seguro do que seja…. Ufa pelo menos “não” tem corrupção… Patético

  264. Guto

    8 de janeiro de 2014 at 16:19

    Concordo com muitas coisas que ele falou. Temos particularidades de nossa cultura mas esse e-mail seria melhor escrito se fosse um britânico, ou alemão….Um europeu nÊ?! EU já conhecí vários americanos, aquele seriado Jackaa’s fala exatamente como é o americano,também “O American Pie”, aquele lance de fazer coisas ridículas, mijar em qualquer lugar, arrotar enquanto algumas pessoas estão comendo, jogar cerveja nos outros, as mulheres mostrarem os seios, mulheres loucas que saem transando com todo mundo. EU nunca fui no EUA mas pelas pessoas que conhecí desse país, é um espaço aéreo que eu não tenho nem vontade de sobrevoar.

  265. Diogo Bonito

    8 de janeiro de 2014 at 17:02

    Achei meio falta de respeito julgar alguns casos como a “cultura brasileira” e quem escreveu obviamente só conheceu as cidades turísticas. Inclusive achei as 3 primeiras realmente absurdas! Se é pra generalizar, o que é o oportunismo de furar fila no ônibus ou a falta de respeito com o som alto perto da quantidade de multinacionais que vem pra cá aproveitar de mão de obra barata? Quem escreveu isso está pagando de civilizado, mas é hipócrita! Com a fortuna que está acumulada no país dele é possível acabar com a fome no mundo e eles gastam em guerra! E falar em desperdício é o cúmulo! Para manter a economia girando eles geram um desperdício absurdo (vide documentário Surplus).

  266. José

    8 de janeiro de 2014 at 18:12

    Todos as críticas estão absolutamente corretas. Concordo 100%. O povo brasileiro em sua grande maioria é um babaca que acha que é esperto.

  267. paulo lemos

    8 de janeiro de 2014 at 18:46

    Concordo com o americano e discordo do americano. Concordo quando diz que o brasileiro é isto e aquilo. Discordo quando acha que é só o brasileiro isto e aquilo. Todos os povos, sem excessão, são istos e aquilos, o que muda é apenas a cultura. Desde tempos imemoriais, desde templos bíblicos, numa família de dois irmãos, caim assassinou abel. Atire a primeira pedra aquele que nunca pecou, mentiu, roubou, se embriagou, sujou suas ruas, tem país considerado desenvolvido que crianças saem matando, cidadãos vestem fardas e saem pelo mundo também matanmdo (principalmente inocentes) como no Vietnam, no Iraque, etc. Então, eu não gosto de brasileiros se “são isto e aquilo” mas também não gosto de americanos, europeus, asiáticos e africanos que são isto e aquilo. O resto, bem o resto, é papo furado! Dom paulone.

    • MARCO MALAVAZZI

      9 de janeiro de 2014 at 00:52

      OLA: COM A MINHA EXPERIENCIA QUE JA MOREI NA EUROPA E NOS EUA…. EU GARANTO QUE TD QUE O AMERICANO FALOU SIM É VERDADE .. MAIS LA FORA AS COISAS NAO SAO TAO BELAS NAO…. MAIS DE FATO QUE FALTA EDUCACAO AKI NESSE PAIS FALTA SIM…. GRATOOOO.SO NAO EXISTE A COMPARACAO DE PAISES AINDA MAIS OS EUA QUE ‘TEM UMA QUALIDADE DE VIDA FINANCIERA OTIMA, ENTAO FICA FACIL CRITICAR..ISSO NAO SIGNIFICA QUE DESCORDO MUITO GRATO.

  268. Fernando Makoto Fucamizu

    8 de janeiro de 2014 at 22:16

    O gringo tá certo! Já morei no Japão por seis anos, e conheço a maior parte do país. No Brasil também. O fato é que a maioria das opiniões vem de pessoas mais abastadas de camadas sociais privilegiadas, não conhecem por onde o povão passa, vive e depende de serviços públicos.

  269. Pedrina

    9 de janeiro de 2014 at 05:31

    Verdades foram ditas, mas nem tudo o que foi dito é verdade.
    Cerca de 60% do texto é de certa forma aplicável sim, mas muito mais me pareceu como um retrato de Sao Paulo. Nem toda cidade é assim. Moro em Natal e acho que muito dos tópicos apontados não se aplicam aqui. Outra coisa, com relação a falar só de big brother brasil e futebol, pelo visto vc não andou com as melhores companias e. talvés, dái tirado essas conclusões. O brasil é muito mais que isso. basta abrir os olhos para o horizonte. se for para listar os defeitos, entao teremos só isso, defeitos. Sempre há os dois lados da balança e, mesmo eu tendo vivido nos EUA, num troco o Brasil com todos os seus problemas pelo jeito frio e intimista dos EUA.

  270. Mateus Machado

    9 de janeiro de 2014 at 08:28

    Concordo com quase todos os pontos. Principalmente sobre a situação crítica dos serviços e falta de educação no Brasil.

  271. michel de souza

    9 de janeiro de 2014 at 09:31

    sim….kkkkk, se fosse listar o do americano affff daria uns 750 mais ou menos, para neh bando de medilcres.

  272. michel de souza

    9 de janeiro de 2014 at 09:31

    sim….kkkkk, se fosse listar o do americano affff daria uns 750 mais ou menos, para neh bando de medilcres.

  273. Roberto

    9 de janeiro de 2014 at 10:18

    Brasileiro é mau educado e tudo que brasileiro faz ele tem que cagar em cima para melhorar. Não sei por que tem estrangeiros que vem de suas terras civilizadas para um pais seboso desse.

  274. Fhilipe

    9 de janeiro de 2014 at 11:29

    De verdade o que esse merda veio fazer no Brasil? A cidade dele deve ser perfeita. Cara babaca! Vai morar na lua animal!

  275. Eduardo

    9 de janeiro de 2014 at 12:06

    Desde quando um publicitário Americano tem gabarito para analisar um país? kkkk, me ajuda ai, porém várias observações estão corretas sim, principalmente a respeito de impostos e serviços públicos, o restante o sujeito não tem capacidade de compreender, creio que nosso amigo tem um casamento frustado e vive demais atras dos teclados…

    Eduardo F. L. Advogado.

  276. erick

    9 de janeiro de 2014 at 13:17

    O grande problema é que a visão de estrangeiros em relação ao Brasil é limitadas ao Rio e São Paulo. Isso é influência da mídia por achar que o Brasil gira em torno de Rio – São Paulo. O Brasil é muito mais que as duas metrópoles. Algumas coisas são veridícas realmente. Morar na terra da garoa deve ser um pesadelo, ou no Rio com suas temperaturas dignas do Planeta mercúrio. Ele deveria conhecer Curitba, que tem problemas sim como qualquer outra cidade, mas ainda é o primeiro mundo no Brasil.

  277. Paula

    9 de janeiro de 2014 at 13:41

    um texto realmente ruim, e o autor interpreta uma região do Brasil como todas! nossa comida é repetitiva? repetitiva é esse texto que começa quase todas as frases com: “os brasileiros”. Não acho q as mulheres são obcecadas por seus corpos só querem estar bonitas, e não comer um McDonald’s todos os dias no almoço! Muitos pontos são verdades, como termos q cercar as casas com muros, e políticos corruptos,e o lixo. sobre não gostarmos de ficar sozinhos não creio que seja tipico de todos os brasileiros, pois minha família por exemplo, muitos adoram ficar sozinhos, inclusive eu!

  278. Pingback: Americano cria lista dos motivos pelo qual odiou ter morado no Brasil! | Maldita Insônia - A arte de dormir ao contrário...

  279. Josecij Pereira

    9 de janeiro de 2014 at 18:10

    Eu já tinha visto essa lista quando ela foi criada na página do gringoes, muita coisa que ele fala, por mais que fira o orgulho e amor a pátria, é verdade, gente ruim existe em todo lugar, mas em algumas coisas que ele citou, são mais comuns sim no Brasil. Apesar de que, também não concordo com muitas coisas que ele citou, pois dá pra perceber nitidamente que ele generaliza por possíveis situações pessoais e se contradiz em alguns momentos, é muito interessante ler este artigo publicado por uma americana que vive no Brasil respondendo a esse cara que ‘odeia o brasil':

    http://rachelsrantings.com/?p=3621

  280. Silene

    9 de janeiro de 2014 at 21:21

    Infelizmente o cara tem razão, so quem foi aos EUA sabe o que é o Brasil, eu senti isso no aeroporto em Dallas na hora do embarque para o Brasil, somente os brasileiros empurravam na fila, falavam alto, fizeram bagunça no avião e jogando pacotes de bolacha para o amigo que estava sentado mais distante. E verdade mesmo tudo o que ele disse, pois nesse mesmo voo me senti envergonhada por ser brasileira, enquanto outros passageiros ( que nao eram brasileiros) se acomodavam em suas poltronas educadamente, outros lendo livros, falavam baixo e tinham postura. Esse pais e mediocre mesmo, sujo, a maior parte da população e omissa a tudo, falta gentileza, educação, respeito nas pessoas e pelo meio ambiente sim , sem contar que é o imposto mais caro do mundo e não se vê o retorno desse dinheiro em Nada, um pais que quer assediar uma copa e nem estrutura para seu povo dá, enfim, vou ficar escrevendo aqui paginas e paginas, os ofendidos que me desculpem, mas esse tb e um problema do brasileiro, nao respeitam as opiniões alheias e ja vem com palavroes e xingamentos, ja começa no proprio tratamento que damos uns aous outros. Infelizmente a escoria mora aqui!!!! Fato..

  281. ANA CLARA

    9 de janeiro de 2014 at 22:45

    SE VC NAO GOSTO DO PAÍS ERA PRA TE IDO EMBORA NO MESMO DIA Q CHEGP

  282. Stephanie Biage

    9 de janeiro de 2014 at 23:08

    Concordo com a maioria das coisas que foram citadas, Independente do cara ser Americano ou não!!! A energia e alegria do povo Brasileiro não tem comparação com outros povos e isso é da nossa cultura e os outros podem não gostar mas devem respeitar.

    Mas em relação a nossa Política, governo, impostos, serviços prestados, a sujeira, a desorganização do País, fora a falta de escolas, hospitais, taxas de impostos altíssimas e sem retorno algum. Isso tem que ser dito mesmo. Não precisava ser um Americano para falar isso…. Nós vemos isso piorar a cada dia. Os índices de violência só aumentam, falta de segurança em qualquer lugar que você vá. Você se mata trabalhando o dia todo e quando chega em casa, liga a TV e só v a corrupção dos políticos, pessoas que perdem a vida por nada e no fim do mês tem tantos descontos de impostos que você fica desmotivado. Leis tem mas não são cumpridas. Muita coisa tem que mudar!!!

  283. Geandra

    10 de janeiro de 2014 at 00:04

    ta… mas não me diga que no pais onde esse gringo mora nao existe nada disso que ele falou…. pra começar a lista dele… a minha vizinha fazia altas festas durante as madrugada e fui falar com eles diversas vezes e ela nunca me pediu desculpas… outra… o povo gringo tb sao porcalhões… vi diversas vezes o povo daqui jogando o lixo todo misturado e ainda escutei falando que aqui em Québec – CA nao fazem reciclagem de plastico pq nao da lucro… ou seja… continuam poluindo a natureza…aiaiaiaia… acho que educação não vem de pais e sim de berço.. se tu é gringo e sua família não te educou vc vai ser um mal educado.

  284. Marlon

    10 de janeiro de 2014 at 07:18

    Nossa, mudou minha vida saber que um gringo não gostou do Brasil…
    Mas na hora que estava esquentando o rabo branco nas praias tava bom…
    Mesmo assim passou 03 anos aqui… Voltou tarde p/ EUA seu FDP…

    Brasil é minha vida…

  285. odhay

    10 de janeiro de 2014 at 09:45

    Interessante como muitos das pessoa possa aceitar a critica e outros não!

    Mas enfim tenho que concordar em numero e grau um povo que elege os bandidos mais de uma vez como deve ser considerado?

  286. Flavio Cremonezi

    10 de janeiro de 2014 at 11:19

    FUCKING AMERICAN CUNT!!!!! BASTARD…. ALL AMERICAN PPL IS A BIG FUCKING SHIT CUNT!!! THAT’S IT!!!!! FUCK U AMERICAN PPL!!!!

  287. Raquel

    10 de janeiro de 2014 at 11:56

    UALLLLL ERA TAO RUIM QUE FICOU MORANDO 3 ANOS AQUI…
    VAI LA MORAR NO GELO CRIATURA
    NOSSO BRASIL É UM MUNDO DENTRO DE UM PAIS
    ESSE CARA É UM PANACA..PORQUE ELE FALA DO PAIS DELE..QUE É O MAXIMO QUE ESPIONA A VIDA DE TODO MUNDO…SAI FORA

  288. marcia

    10 de janeiro de 2014 at 12:40

    Gostaria de saber desse individuo, qual e o pais onde existe pessoas q nao queiram se dar bem? Que sejam 100% educados? Que nao tenham problemas? Nao sei por onde esse homem andou, ou melhor, morou, pois por tudo q ele falou, deve ter morado em alguma favela. Nao e demse admirar, visto que a maioria, nao todos, dos estrangeiros que vem ao Brasil, procuram as favelas do Rio ou de Sao Paulo e os guetos da Bahia e acham q conhecem o brasileiro. Nao discordo com tudo, de fato nosso povo e um povo bastante expressivo, muitas vezes exagerado, principalmente quando quer agradar, concordo que muitos de nos, mas nao sao todos, gostam de dar uma de eaperto. No entanto, fico pensando, o q uma pessoa que veio ao Brasil, viu tudo isso, ainda assim quis morar aqui e pior, casou-se com uma brasileira e depois sai por ai postando o que ele nao gostou. Podendo e com certeza tendo muito mais motivos para falar bem, pois se nao fosse assim, nao teria passado tres anoa. Mas parto do principio de que a gente so da o que tem. E com certeza isso que ele fez mostra claramente o que ele tem pra oferecer. Parabens pra vc, vc definiu o Brasil como poucos brasileiros o fariam, pena que mesmo sendo verdadeiras algumas coisas, vc so mostrou pra mim, pelo menos, que sou brasileira, mas q ja morei fora, em um pais de primeiro mundo, que educacao nao depende so da escola, independente de onde seja, mas principalmente, que educacao vem do seio familiar, algo que vc nao deve ter tido, ja que seus lacos familiares sao tao ou quase inexistentes e por isso nao sabe o que e ser bem recebido, nao entende o quanto podemos gostar de ser como somos, simplesmente porque temos o que vc talvez nao tenha tido, amor. Pois se soubesse o que e isso e o que significa, nao falaria do modo como falou de como nossa cultura familiar de sempre estarmosmpertos daqueles que fizeram tudo por nos. Pena que vc nao deve saber disso e exatamente por isso mostra o que vc tem no caracao falando mal de que te recebeu com certeza com muito respeito e admiracao. Gratidao e uma virtude, mas acho que vc nem mesmo deve conhecer essa palavra. Passar bem. Ah! E seja bem vindo ao Brasil.

  289. Luisa

    10 de janeiro de 2014 at 14:02

    Não desrespeito a opinião dele, porque bom, cada um tem a sua. Concordo que a infraestrutura,a saúde, educação, sujeira nas cidades, e claro, a corrupção desenfreada dos nosso políticos são problemas realmente graves que o nosso país enfrenta. Todavia, a certos tópicos que ele foi errôneo. Da onde a comida Brasileira é sem graça? O Brasil é um dos países onde em qualquer canto você acha todo tipo diferente de comida. E são alimentos deliciosos, saborosos e muito nutritivos ( coisa que nos EUA, considerados um dos países com maior índice de pessoas obesas, a uma grave falta destes tipos de comidas.) Outra coisa, apesar de que ele escreveu que isso não é uma “má qualidade”, qual o problema de morar perto dos familiares ou almoçar final de semana na casa dos pais? Isso são valores culturais passados para nós! Isso só mostra como é forte a individualidade e talvez, o egoísmo? em alguns americanos. Mostra como um país que entre a década de 90 e os anos 2000, já invadiram e bombardearam mais de 149 países, sendo este total, maior do que o numero de países que eles ainda não invadiram. Sim, somos muito apegados aos nossos familiares, e sim, não cortamos o cordão tão facilmente, mas e daí? Acho que a pessoa que escreveu este texto, generalizou todas as pessoas que ela teve convívio, para todos os Brasileiros. Me pergunto se ele, nestes três anos que morou no Brasil, por acaso visitou estados como Santa Catarina, Rio Grande do Sul, onde as pessoas são muito educadas, estados do Norte do país onde a cultura, o povo são muito receptivos.
    Não concordo com muita coisa que acontece no Brasil, mas qual país que não enfrena problemas? É muito feio sair apontando o defeito dos outros, e é engraçado ele falar em educação, já que não mostrou o mínimo respeito ao apontar o dedo e criticar. Porque então, não escreveu um texto indicando soluções para os nossos problemas? Isso sim seria de grande ajuda, muito obrigada.

  290. Jainice

    10 de janeiro de 2014 at 14:55

    EEUU é que não tem problema nenhum. Intolerância de todos os tipos. Atentados terroristas. produção irresponsável de lixo de toda especie. e degradação ambiental vergonhosa. Banditismo e assalto internacional e tão especializado que usam cifras astronômicas e butim a economias de países e nações inteiras. Belicosidade e arrogância com povos e culturas nos quatros quadrantes do planeta. Presunção de senhores absolutos. Ainda acha uma brasileira idiota para abrir as pernas, acolhê-lo aqui por décadas e depois sair falando do nosso chão. Paciência viu????!!!!

  291. ANDREIA

    10 de janeiro de 2014 at 15:12

    Anti social…kkkkkkkkkkkkkkkkk

  292. Cris

    10 de janeiro de 2014 at 15:30

    Ele nunca veio pra Curitiba sentir 9 meses de frio :)

  293. Felipe Calore

    10 de janeiro de 2014 at 15:40

    Mais ridículo ainda são os comentários revoltados contra a lista… que nada faz além de pontuar com EXTREMA PRECISÃO algumas das mazelas terríveis do Brasil. Acredito que são em grande parte consequência de uma ditadura seguida de alienação midiática somadas a uma ridícula educação pública. O sistema brasileiro é realmente terrível e o povo é manipulado totalmente. Nada funciona, e embora existam muitas pessoas de bem e elas têm sim grande mérito, não dá pra ter nada de orgulho daqui, só de ser uma pessoa batalhadora, porque pra (sobre)viver aqui tem que matar um leão por dia!

    • Robson

      17 de janeiro de 2014 at 11:18

      Obrigado Felipe Calore! =D

      Você me poupou de escrever algo nessa linha! Perfeito! =)

      Só não sumi dessa buraco porque não tive oportunidade nem guia de Deus…
      Porque no meu ponto de vista vai muuuito tempo pra isso aqui ficar decente; isso, depoooois que for decidido por quem de “direito” que este país passará a ser sério.

  294. Emanuela

    10 de janeiro de 2014 at 19:00

    Até parece que isso só acontece no Brasil..

  295. Daiana

    10 de janeiro de 2014 at 19:43

    Concordo 1001%, pra todos os brasileiros que descordam de alguma coisa eh porque nunca moraram fora do Brasil . Eh exatamente como eu penso e mais algumas coisas. Infelizmente eh a mais pura verdade dessa realidade brasileira .

  296. Rubão

    10 de janeiro de 2014 at 23:48

    A verdade não merece castigo !

  297. Ana

    13 de janeiro de 2014 at 11:17

    Eu acho que a sogra desse cara deve ser a responsável por todo esse “ódio pelo Brasil”!

  298. Leila Hasan

    13 de janeiro de 2014 at 12:13

    que vergonha publicarem esse texto, isso e falta de respeito de um americanozinho que pensa que eles sao os donos do mundo, os good boy e o resto do mundo the bad boy, que nem nos filminhos deles.
    Morei quase toda minha vida no Brasil, e sei que nao e bem assim, pode ter ate algumas coisas certas, mas que pais no mundo nao tem problemas?
    E o Brasil e lindo, se ele so conheceu uma metropole moderna e nao viu o resto do Brasil, ainda vem criticar??

  299. Roberto Bezerra

    13 de janeiro de 2014 at 14:17

    Gringo despeitado e liso. Esqueça o Brasil seu bosta.

  300. Pingback: Americano cria lista de motivos pelos quais odiou ter morado no Brasil | My crazy madness

  301. Jay Cee R.

    14 de janeiro de 2014 at 15:30

    Como um americano vivendo no Brasil há quase onze anos, concordo com muito do que foi dito, mas tenho algumas ressalvas importantes a fazer:

    1- O autor faz uso indiscriminado das palavras ‘todos’ e ‘todas’. Generalizações são injustas e não refletem a realidade como um todo;

    2- Poucas reflexões positivas. O autor poderia ter também elaborado uma lista das coisas boas de se morar no Brasil. Isso faria do texto menos tendencioso e mais receptivo aos olhos dos leitores;

    3- É dificil fazer uma pessoa refletir quando a mesma se sente culturalmente agredida. A tendência é entrar no tal ‘modo de sobrevivência’ que o próprio autor citou no texto;

    4- Muito fácil dizer o que está errrado, muito mais difícil elaborar soluções eficazes;

    Enfim, o texto, mesmo que obtuso e tendencioso com relação aos aspectos culturais, é um desabafo bem elaborado e focado nas diferenças que dificultam a integração de um americano no Brasil. Eu sei disso, pois vivencio diariamente algumas dessas mesmas frustrações.

    Porém, quando estamos insatisfeitos com o lugar onde vivemos, temos três opções: fazemos a nossa parte para melhorá-lo, nos calamos coniventes, ou nos mudamos para outro país / voltamos para o nosso país de origem (no caso dos estrangeiros).

    Todo povo vive como quer. Se o brasileiro está feliz com seu páis do jeito que está, nada vai mudar, mas deixe-o em paz. Se estiver infeliz, tem as três opções que citei anteriormente.

    Como dizia o meu sábio pai: “Nada é tão bom que não possa melhorar, ou tão ruim que não possa piorar, portanto cuide de tudo aquilo que é seu, e mais ainda daquilo que é de todos.”

    Um grande abraço a todos,

    Jay Cee R.

  302. carla de oliveira

    14 de janeiro de 2014 at 21:26

    AINDA FALOU POUCO ESSA BOSTA DE POVO JUNTO E MISTURADO É MUITO PIOR QUE ISTO. ESTA BOSTA DOMINADA PELA FAMOSA COMUNIDADE QUE NÃO PRECISA DIZER QUAL É .NUNCA CHEGARÁ A LUGAR NENHUM.

  303. sergio carlos de souza

    14 de janeiro de 2014 at 22:02

    E ele morou em São que mais organizado e limpo que o rio aqui o cheiro de xixi e coco é de “gente” mesmo , e o lixo nem se fala, o rio parece ser a latrina do Br. e do Mundo , tem coisa muito pior do que ele falou , so estou neste coco porque sou func. publico.Estou doido para aposentar para ir para um lugar de gente.

  304. Pukpen

    14 de janeiro de 2014 at 22:07

    Nao sei se chamo de inocente quem realmente acredita que foi um americano quem escreveu isso. huiHAe.. cara sério, na boa.

  305. Daniel

    14 de janeiro de 2014 at 22:08

    Tenho plena certeza,que esse Americano,não conhece o Brasil e nem muito menos a sua própria terra,pois todos itens que ele relatou aqui acontece no país dele,tem itens que e pior no país dele do que no nosso.

  306. Rossana

    15 de janeiro de 2014 at 12:09

    Acho lamentavel a primeira parte da te Americano, pricipalmente por ser verdade nosso pais tem problemas serios e cronicos nossos governantes estao preocupados em enrriquicer sem muito esforço realmente nao temos ensino publico de gualidade se quizermos dar um enssino melhorzinho para nossos filhos temos que pagar e sobre este pagamento pagamos mais impostos; o professor nao é devidamente valorizado e respeitado quando ninguem fica sem passar por eles, resultado poucos proficionais de boa qualidade, os melhores estudantes deveriam estar na carreira academica e neste pais nao e assim. Nossa saude publica e caotica temos que ter planos de saude para nao cairmos no SUS em um caso grave e mais imposto sobre as mensalidades, o indice de criminalidade é alto temos que viver presos em condominios vigiados por cameras e pagar seguros residencial e de automovel mais alto por conta do alto indice de sinistro ha e mais imposto em cima do seguro tambem que nosso querido governo taxa como operaçao financeira cobrando 7,38% de IOF quanto mais caro o seguro melhor para eles maior a arrecadacao. A infraestrutura das cidades é realmente ruim nao condizem na sua maioria com o indice populacional, as soluções quando surgem sao demoradas pois a propina rola solta o que encarece e muito qualquer obra. A economia esta em decadencia e a arrecadação do governo é recorde ano a ano. As leis sao complexas morosas, não existe a liberdade de se fazer um contrato bilateral o governo e sindicatos(segunda praga deste pais) estao sempre envolvidos interferindo nas relacoes, os trabalhadores tem “direitos”fiscalizados pelos sindicatos e governo que buscam engoradar ainda mais suas receitas, o empresario empregador é o bandido vilao que fatalmente recebera uma açao trabalhista sem chansse alguma de ganhar alguma causa independente do nivel de serviço e qualidade do trabalho contratado; ao contratar um funcionario temos que fazer a pupança dele e ele nao pode movimenta-la so em alguns casos, voce para fazer uma planilha de custo de uma empresa ou produto tem que ter um grande conhecimento contabil e fiscal e ainda assim voce nao tera uma planilha precisa entao o empresario calcula um alta margem de erro encarecendo mais ainda os produtos e serviços e se nao fizer isso ele quebra em um ano.
    Quanto a estrutura familiar, alimentaçao, temperatura etc. é muito pessoal, acho muito importante esta uniao familiar no Japão, que é pais de primeiro mundo, a relação familiar é muito forte os idosos sao altamente respeitados. Alimentação é habito pessoalmente gosto de nossa comida não acho sem graça mas a considero muito cara; clima nosso territorio tem sua maior area em regiao de clima estavel e tropical faz muito calor mesmo alguns estados do sul tem periodos de friozinho no inverno, quem gostar de frio neve nao deve vir para ca mesmo; nosso povo é alegre exatamente por isso tem muito sol muita luz em nosso pais. realmente temos muitos recursos naturais e belezas tambem, mas creio de cada lugar neste mundo tem sua beleza seu charme pena que nos brasileiros nao temos muitas condiçoes de esplorar e conhecer todas estas belezas nem principalmente as do nosso pais ja que moramos em um dos paizes mais caro do mundo.
    descupem pelos erros de portugues tive um ensino fraco como a maioria de meus compatriotas.

  307. master

    15 de janeiro de 2014 at 12:32

    como se americano fosse a melhor coisa, são os que mais menosprezam todas as pessoas que não sejam americanas se acham superiores pelo poder bélico,ignorantes,mal educados, ….. onde tem um monte de serial killer, loucos por guerra, la nos EUA são todos santinhos ?? a va…. corja americana

  308. Pingback: AMERICANA DIVULGA LISTA DOS MOTIVOS PORQUE ODIOU MORAR NO BRASIL | Portal PM Brasil – PEC 300

  309. Pingback: ESTA É SENSACIONAL….VEJA SE VOCÊ SE ENQUADRA NUM ITEM DESTES….. | Dr. Lineu Tomass

  310. Victor Bitencourt Arossi

    16 de janeiro de 2014 at 13:08

    Acho ridículo esses estrangeiros que vem morar aqui no Brasil e adoram criticar e ressaltar nossos defeitos, um bando de ignorantes e de mente fechada.

    Por exemplo aquele Frances que fez uma lista dessa sobre o Brasil em 20 dias deu pra elencar mais de 50 defeitos dos Franceses e sem ir aos EUA já da pra tem 200 razões para odiar os estadunidenses e seu país.

    Por exemplo, com 30min em Paris eu já percebi que 90% da população fede, fede mesmo. São podres, parecem que estão mortos e em decomposição.

    – Não são gentis. Não dão informações nem te ajudam com nada mesmo vendo que você é turista e está perdido ou passando por apuros.

    – O metrô de lá faz você vomitar de tão fedorento que é.

    – Quando você pede uma carne bem passada ela vem queimada por fora e crua por dentro, tipo um sushi de boi.

    – Os doces são horríveis e gordurosos e sem açúcar. Além da “comida”(carne processada com batata frita) ser sem sal algum.

    – As cidades não tem acessibilidade, é impossível um cadeirante ou deficiente visual sair de casa sozinho.

    Agora os estadunidenses:

    – Se acham os donos do mundo e principalmente das Américas.

    – Adoram criar uma guerra em países do oriente médio para obter controle do local e dizimar a população.

    – Vem pro Brasil e acham que todo mundo é obrigado a falar inglês com eles mas não falam português com brasileiros que vão para lá.

    – Ah, e acham que são donos do mundo e adoram criar uma guerra.

    Entre tantas outras coisas…

    Gringos, se o Brasil é tão ruim assim fiquem por aí. É uma favor que fazem aos brasileiros.

  311. Halle

    16 de janeiro de 2014 at 16:53

    Esse Americano e um falso, como pode ele falar tao mal de um lugar que agora ele aproveita o idioma que aprendeu la para ganhar dinheiro? E porque ele nao fala para seus “Americanos” alunos, tudo que ele falou mal do Brasil? (http://pab8.com/)Aqui o link dele dizendo que e professor de portugues para gringos hahaha! Ele e um super “MORON”!!! Conheco varios Americanos que moraram no Brasil, eles simplesmente amam a comida e o Brasil, eles conhecem Sao Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Florianopolis, Amazonia… todos amam… todos desejam ter uma casa la para tirar ferias em Jurere Internacional por exemplo. Esse cara nao conhece o Brasil, nao deve ter se relacionado bem la. Ele nao deve ter tido muitos amigos e oportunidades no Brasil, por isso sua revolta. Gente ruim e mal educada tem em todos os paises, infelizmente foi nesse ambiente que ele conviveu… Uma pena ele nao ter conhecido o que todos os Americanos daqui que gostam do pais conheceram… gente maravilhosa, alegre, hospitaleira, comidas maravilhosas, restaurants lindos, elegantes do mundo todo que tem em Sao Paulo, imagina ele dizer que nao tem comida la? Ou as comidas nativas… que temos por todo o Brasil com uma riquesa de sabores diferentes em todos os Estados? Ele nem viajou e conheceu nada do Brasil – por certo a mulher largou dele, quem sabe era um mala hahaha, por isso a revolta com o lugar.

    A proposito, eu amo os EUA vivo aqui ha anos e amo o Brasil para sempre a terra de minhas raizes, deixei tantos e muitos lugares todos os Americanos que eu conheco aqui sao pessoas maravilhosas, nao imagino nehum deles falando tanta indelicadeza de um paiz como esse cara fez… ele sim e mal educado, morou num pais por tres anos e escreve um artigo desses! Conheco Americanos educadissimos, milionarios, que moram na Africa, fazem voluntariado em varios paizes do mundo e nunca ouvi sequer um comentario desairoso, indelicado dos lugares que estiveram, andaram por muitos lugares do mundo e nunca falam mal de lugar algum… muito menos das pessoas, nao podemos pensar que todos os Americanos sao assim aqui.Gracas a Deus todos os que eu me relaciono por aqui sao maravilhosos e educados… esse e um revoltado com o Brasil por motivos que nos nao sabemos. De certo ele nao estava rezando o tempo todo quando morou no Brasil…

  312. Halle

    16 de janeiro de 2014 at 17:14

    Esse americano e um falso, como pode ele falar tao mal de um lugar que agora ele aproveita o portugues que aprendeu la para ganhar dinheiro? E porque ele nao fala para seus “americanos” alunos, tudo que ele falou mal do Brasil? (http://pab8.com/)Aqui o link dele dizendo que e professor de portugues para gringos hahaha! Ele e um super “MORON”!!! Conheco varios americanos que moraram no Brasil, eles simplesmente amam a comida e o Brasil, eles conhecem Sao Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Florianopolis, Amazonia… todos amam… todos desejam ter uma casa la para tirar ferias em Jurere Internacional por exemplo. Esse cara nao conhece o Brasil, nao deve ter se relacionado bem la. Ele nao deve ter tido muitos amigos e oportunidades no Brasil, por isso sua revolta. Gente ruim e mal educada tem em todos os paises, infelizmente foi nesse ambiente que ele conviveu… Uma pena ele nao ter conhecido o que todos os americanos daqui, que gostam do pais conheceram… gente maravilhosa, alegre, hospitaleira, comidas maravilhosas, restaurantes lindos, elegantes do mundo todo que tem em Sao Paulo, imagina ele dizer que nao tem comida diferente la? Ou as comidas nativas… que temos por todo o Brasil, com uma riqueza de sabores diferentes em todos os Estados? Ele nem viajou e conheceu nada do Brasil – por certo a mulher largou dele, quem sabe era um mala, por isso a revolta com o lugar. E se ele se portava assim, um “espirito de porco” no Brasil, e claro que nao poderia ser bem tratado. Brasileiro nao e falso nao!

    A proposito, eu amo o Brasil e eu amo os EUA tambem – vivo aqui ha anos e todos os americanos que eu conheco aqui sao pessoas maravilhosas, nao imagino nehum deles falando tanta indelicadeza de um pais como esse cara fez… ou falando mal de de brasileiros pelas costas, ele sim e mal educado, morou num pais por tres anos e escreve um artigo desses? Conheco americanos educadissimos, milionarios ou nao, que moram na Africa, Etiopia, Haiti… fazem voluntariado em varios paises subdesenvolvidos do mundo e nunca ouvi sequer um comentario desairoso, indelicado dos lugares que estiveram, andaram por muitos lugares do mundo e nunca falam mal de lugares… muito menos das pessoas, nao podemos pensar que todos os Americanos sao assim aqui. Gracas a Deus todos os que eu me relaciono por aqui sao maravilhosos, gentis e educados, os que eu conheco aqui sao mais felizes… nem acredito que ele e um americano legitimo, esse e um revoltado com o Brasil por motivos que nos nao sabemos. De certo ele nao estava rezando o tempo todo quando morou no Brasil…

    • Mag

      20 de janeiro de 2014 at 20:33

      Boa.

  313. Carina

    16 de janeiro de 2014 at 23:08

    Ele está coberto de razão. Este povo não tem pátria. Uma cambada de puxa-saco, gente mal educada, quer passar a frente de todos, não tem educação, acha que o metro é a casa da mãe joana, não pede licença, grita no seu ouvido, ouve funk a qualquer hora, coloca o som do carro em alto volume conclusão: quer que todo mundo se F>>>>>>>>>>>>>

  314. Carina

    16 de janeiro de 2014 at 23:08

    Ele está coberto de razão. Este povo não tem pátria. Uma cambada de puxa-saco, gente mal educada, quer passar a frente de todos, não tem educação, acha que o metro é a casa da mãe joana, não pede licença, grita no seu ouvido, ouve funk a qualquer hora, coloca o som do carro em alto volume conclusão: quer que todo mundo se F>>>>>>>>>>>>>

  315. Luana da Silva

    16 de janeiro de 2014 at 23:11

    O cara ta certo, porra. Este povo nao tem patria: joga lixo no chão, mija no chão, fura a fila do quentão, ouve musica no metro, não pede licença, faz miseria no onibus, quer se dar bem a todo custo, alem de ser puxa saco do patrão, no fim todo mundo tem que se FFFFFFFFFFFFFF

  316. JB

    17 de janeiro de 2014 at 08:13

    Imbecilidades americanizadas e exageradas.
    É claro que existem sim problemas sociais por aqui e são muitos, mas isto ai não passa de sensacionalismo barato.
    Questionar e reclamar do que é ruim é natural, agora criticar e reclamar da quilo que é bom é falta de bom senso.

  317. Antonio Thadeu

    17 de janeiro de 2014 at 17:57

    Tudo perfeitamente colocado, quem tentar contradizê-lo provavelmente foi enquadrado em algum item.

  318. Lilian Amorim

    17 de janeiro de 2014 at 21:44

    A grama do vizinho é mais verde e bonita que a minha será?

    Todo País tem suas qualidades e defeitos, não vamos ser arrogantes e cuspirmos na terra que nascemos, mas sim fazer e acreditar que a diferença entre bons modos e costumes existem. Resposta a um americano que criou uma lista de motivos pra odiar o Brasil.

    “Achei muita arrogância deste homem. E sinto muito, mas já viajei pelo país quase todo, e existem lugares com sua beleza própria contando com arquitetura e cultura. Aqui em nosso país, temos praias paradisíacas, com temperatura agradável, só saem daqui quem quer conhecer de fato outras praias pelo mundo, pois não tem necessidade. Existe tanta beleza no nordeste, dunas incríveis, culinária riquíssima nos mais diferentes restaurantes. Vejo o povo solidário na estrada que presta ajuda aos outros, vejo e vi pessoas que ficam sim no seu pé pra você comer feijão e carne, pra ficar forte. Já morei em São Paulo, e existe sim uma arquitetura escondida dentre os prédios pichados e ruas sujas, mas a beleza tá lá, basta você abrir os olhos e ver. Usei transporte público o tempo todo, ficava em torno de 5 horas ao total no ir e vir do trabalho até chegar em casa, e vi homens se levantando pra mulheres se sentarem, pessoas se oferecendo pra segurar sacolas e bolsas em horário de pico, vi e fiz isso varias vezes, oferecendo meu lugar pra idosos, ou pessoas que necessitavam mais do que eu do meu assento no metrô ou ônibus. Conheço a beleza do Sul, as praias e também suas dunas!, sua comida meio européia, praças, parques e ruas encantadoras. Moro em Brasília, que é um lugar condenado pois “aqui só mora ladrão”, esta é a visão do Brasil em relação a Brasília, pois digo, aqui não tem só ladrão, aqui tem gente que se encontra pro churrasco, pra passear pelo Plano Piloto e ver o pôr-do-sol que é de arrasar. Temos arquitetura própria e Tombada pela Unesco, assim como existem varias obras de arquitetura Tombada pela Unesco em Minas Gerais, Rio de Janeiro… Enfim, o povo brasileiro, sofre pela falta de educação escolar e familiar, mas somos o melhor povo do mundo, acolhemos todas raças de gente, aqui tem lugar pra todo mundo, até para os chineses que não tem vergonha de trabalhar na rua vendendo guarda-chuva e depois o negócio melhora e vai vender celular. Ser brasileiro é ser abençoado, pois acordamos sem terremotos, furações e maremotos. Temos a liberdade de ir e vir. Temos a liberdade religiosa, Temos a vontade de sermos melhores e crescermos. Gente mal educada, rude, ranzinza, porca, existe em qualquer lugar. Lugar perfeito? Só a Nova Jerusalém, aquela cidade que Jesus foi preparar pra nós. E enquanto este dia da mudança de cidade não chega, que tal, educarmos nossos filhos que nos empurram e fazem birra onde querem e pra quem quer ver? que tal, sermos honestos sempre desde as pequenas coisas a grandes coisas. Que tal, sermos caridosos não só em campanhas de alta escala, mas sermos caridosos com nosso parente e vizinho que de fato precisa de leite e feijão no dia a dia? Que tal, abraçarmos nossos pais e avós e tios, primos, enquanto os temos? Sou Brasileira e gosto de ser e estar aqui.” Lilian Roque

  319. Rodrigo

    18 de janeiro de 2014 at 16:53

    Concordo com algumas opiniões do americano em especial aquela sobre o jeitinho brasileiro. Esse jeitinho brasileiro muitas vezes não são utilizados para tornarem processos mais práticos, menos burocratizados mas sim para tirar vantagens. Em ano de Copa do Mundo é certeza que muitos serviços terão seus valores bastante inflacionados principalmente para os estrangeiros e turistas. É impressionante como em alguns lugares existe essa cultura arraigada de tirar vantagem, cobrar um valor maior pelo préstimo de serviços a turistas principalmente estrangeiros, como se todos fossem ricos e pudussem pagar mais em relação àqueles que não são turistas. Só que permita-me contar um detalhe. Esse turista, mesmo que estrangeiro pode se comunicar com aqueles que não são turistas e descobrirem que pagaram um valor muito maior por produtos e serviços. Se um turista descobrir que foi enganado na compra de um produto ou serviço em um estabelecimento, alguém acha que ele vai voltar ao mesmo? Grande esperteza!! Até podem levar vantagem uma vez mas podem ter perdido um cliente e vários potenciais clientes para sempre… Que esperteza!!

  320. Mag

    20 de janeiro de 2014 at 20:30

    Coitado deste gringo, foi morar onde??? O que não faz uma bela bunda brasileira, hein. Kkkkkkkkk

  321. Patricia

    20 de janeiro de 2014 at 21:51

    Entrei no fórum americano e lá é um antro nazista, não vale a pena dar moral para isso nao, perdi meu tempo aqui e lá.

  322. Aleckx

    21 de janeiro de 2014 at 17:21

    se fosse um vietnamita, indiano ou angolano lista 40 motivos para odiar o Brasil será que teria a mesma reação? O Brasil so não é um país de primeiro mundo por causa de muitas das coisas que o nosso amigo colocou.

    Mas ao mesmo tempo é a opinião dele, eu acho tudo no Estados Unidos tão plástico, tão irreal, as pessoas almoçam McDonalds e Coca Cola! Tomam Budweiser Lite! e assistem futebol americano.

    A culinária americana é horrível, eu como carne, peixe, saladas, frutas e suco natural. Eles comem hamburguer, Mcfish e coca cola. Gosto do queijo minas e muitas outras especiaria brasileiras, eu tomo água mineral eles tomam água da onde? do rio hudson em New York.

    Gosto da música e da cultura americana, mas quando assisto um filme parece que todo mundo no filme está me vendendo algo. Se ele acha o pelorinho bonito deve ter um problema sem contar que lá fede a bosta humana e mijo.

    O dia em que ele conhecer o Rio Grande do Sul, Santa Catarina, os lenções maranhenses, as praias do nordeste, os lagos e rios do pantanal e as belezas naturais e animais da amazônia, consumir o suco de açai direto da fonte, comer caju direto do pé ele vai entender o Brasil, turista que visita a favela da rocinha e são Paulo não conhece o Brasil.

  323. samya ataide

    22 de janeiro de 2014 at 10:09

    verdade pura . o Brasil é um pais absurdamente ridiculo, nao investe em cultura, saude e educacao, lazer muito menos, as autoridades sao insanamente incopetentes um exemplo disso é a copa do mundo que o país vai “sediar” esse ano e nao possuo estrutura alguma. enquanto gastam dinheiro com futebol e carnaval, a populacao ta morrendo nos hospitais com o descaso na saude publica, brasileiro ja segue o dilema: caiu no SUS ta morto.
    transporte publico deveria se chamar simulador de tortura, esse país é totalmente desorganizado muito burocratico e iletrado de certa forma. ate me envergonho de ser brasileira principalmente quando o assunto é justiça um mal elemento pode matar uma familia e continuar “cumprindo pena em liberdade” se pagar fiança ou seja os brasileiros que controlam esse sistema so pensam em dinheiro. nem a igreja é mais confiavel pq ate os pastores desviam quantidades enormes de dinheiro! o Brasil esta longe de ser o mundo maravilhoso que o planeta acha

  324. Angelo Veríssimo

    22 de janeiro de 2014 at 10:17

    Esse cara foi um Corno!!e pra se desiludir decidiu criticar o nosso maravilhoso pais!!as demasiadas críticas não se generaliza!!!claro que há verdade em quase todas!!mas tem toda razão para refletirmos, MAS ISSO VINDO DE AMERICANO NO MINIMO SOA COMO CINISMO, pois eles invadem os países, definem o que pode e o que não pode, ESPIONAM (sob pretexto de terrorismo) a tecnologia alheia AFIM DE ROUBAR; são os “salvadores do mundo” (vivem em guerra desde a segunda grande guerra) Tratam os árabes e muçulmanos como seres de 2ª classe; A AFRICA so existe para caçar leão; apregoam a democracia – não a Grega – mas a redefinida por eles que submetem os outros ao seu imperiali$mo; definem os governos (VAMOS FAZER UMA RELEITURA DOS GOLPES DE ESTADO NAS DECADAS DE 60/70 NA AMERICA DO SUL – BRAZIL, ARGENTINA, CHILE…..). Mas quero dizer que mesmo com tudo isso não sou pro esquerda, castrista, chavistas, tcheguevarista, nem petista, nem comunista, nem tenho xenofobia contra americanos. Porém acredito que eles devem continuar colhendo o que tem plantado como nação: Para eles, um feliz natal e prospero ano novo de 2014! NÃO DESEJO, MAS ESPERO PARA ELES um ano com muitas bombas, atentados terroristas, e sangue…………..é lamentável, mas ELES NÃO TEM AUTOCRITICA, APENAS SABEM CRITICAR OS OUTROS……………………reflita!!!!

  325. PEDRO

    25 de janeiro de 2014 at 16:07

    O Brasil é um Fracasso!fuja quem puder!
    http://www.pedropilar.wordpress.com
    Se você é otimista ou está aqui só por motivação política (criticar ou defender governo X ou Y), nem perca seu tempo com esse texto. Provavelmente você vai achar que é “chorume”, afinal chamar algo de “chorume” é uma espécie de Lei de Godwin das redes sociais: serve pra designar muita coisa ruim, mas também é uma forma de encerrar discussões que incomodam sem dar margem para argumentações.

    Em resumo: o Brasil é um país que fracassou. Fracassou por diversos motivos, e cada pequena atitude de qualquer ator político só me fazem ter certeza de que o país é um completo fracasso. E não por causa de um ou outro governo, mas por causa de todos os governos que passaram por aqui durante a história, alguns mais, outros menos.

    Então convém enumerar os motivos:

    1) O Brasil não tem uma identidade nacional e não existe um projeto de país.

    Você pode achar o contrário, especialmente em épocas de ufanismo coletivo, como em Copas do Mundo. Mas o Brasil não tem nenhuma identidade nacional e a necessidade do ufanismo coletivo em momentos específicos é um sintoma emblemático disso.

    Quem é o brasileiro hoje? O homem cordial, de Sérgio Buarque de Hollanda? A imagem que se vende para o exterior do estereótipo de brasileiro que é o mesmo desde Carmen Miranda e Zé Carioca? O brasileiro não é nada disso. Mesmo porque não há um tipo de brasileiro. Existem vários Brasis dentro do país. O Brasil vive de políticas top-down (feitas de cima pra baixo) desde a época da colonização. E não há sinais de mudanças reais, nem mesmo com as várias manifestações que pararam o país no mês de junho.

    Quando o país se tornou independente, o imperador daqui acabou sendo o filho do Rei de Portugal. Que, além de declarar uma independência combatida de forma indolente, conseguiu “manter o país unido”. Você consegue imaginar isso acontecendo em outro país? Em qualquer um deles? Independência é necessariamente um rompimento com a colônia, definitivo, sem volta. Nem mesmo as colônias espanholas, que tiveram o mesmo modelo de colonização daqui, tiveram algo parecido.

    Desde essa época, tudo começou a ser resolvido na base dos panos quentes, do jeitinho, dos acordos de fachada . Foram sufocados alguns movimentos de independência, pois as identidades regionais sempre se sobrepujaram às identidades nacionais por aqui. E o problema não foi resolvido. Empurra-se com a barriga até hoje. Não há um projeto de país unificado. Não apenas pela questão das regionalidades (explícita em casos como o dos royalties do pré-sal), mas também porque nossos políticos tem a maturidade de alunos da 5ª série, sendo absolutamente incapazes de formular projetos conjuntos e de longo prazo. O pensamento é apenas na próxima eleição.

    2) O Brasil empurra tudo com a barriga, toda solução é paliativa

    O Brasil é um fracasso como país porque não sabe resolver seus problemas: apenas empurra-os. Toda solução é paliativa, pensando, no máximo, no próximo ciclo eleitoral. Aliás, tudo o que os políticos fazem não é pensando no futuro do país, mas no seu futuro pessoal na política.

    Há problemas no transporte público revoltando a população? Formula-se uma resposta rápida e paliativa, não importando os efeitos dela a longo prazo. Enquanto isso, os que ganham às custas do Estado com as concessões de transporte público não perdem um centavo de seus ganhos.

    Há problemas na saúde pública? Contrata-se médicos de fora, obriga-se os formandos a atuar na rede pública. Todas elas soluções paliativas, que não mexem com quem mais explora a saúde, prejudicando governos e médicos: os convênios, que recebem bilhões de reais anualmente dos cofres públicos.

    Há problemas na educação: adotam-se soluções paliativas: vagas pagas pelo governo em escolas privadas, financiamento estudantil. E os donos de grandes corporações particulares, que contam com mais de 700 mil alunos cada, pagando por um nível deplorável de ensino, recebem incentivos governamentais para continuar inflando estatísticas na educação.

    O que convênios médicos, empresas de transportes e donos de faculdades particulares tem em comum? Todos eles, invariavelmente, GANHAM com a precarização do serviço público. Quanto mais o serviço público estiver ruim, mais eles lucrarão. As empresas de transporte público, por investirem menos. Os convênios e escolas, por prestarem um serviço muito ruim e ainda serem vistos pela sociedade como algo “melhor” que o serviço público.

    E isso tudo por que? Porque o Brasil, como “país”, sempre foi dividido.

    3) O Brasil sempre teve desigualdades sociais. Mas a elite econômica só pensa em si mesma

    Não pense que as desigualdades sociais no Brasil vieram de hoje. Estão aqui desde a colonização, com o modelo de latifúndios baseados no trabalho escravo. A dualidade entre a parcela favorecida e a desfavorecida da sociedade brasileira adquire contornos dramáticos, a ponto de nossas principais cidades serem quase todas segregadas, com cinturões de pobreza cercando áreas ricas e contribuindo para problemas que vão desde a mobilidade urbana até a violência nas periferias.

    Só que nossa elite aprendeu, como poucas no mundo, a se eternizar no poder. Quando não elegendo presidentes diretamente, através de lobbies e da associação com a elite estrangeira. São os casos de setores diversos da economia: empreiteiras, montadoras, bancos, convênios médicos, setor de edução, mídia, agronegócio, e outros diversos pedaços da economia que contam com forte influência junto ao Legislativo e aos Ministérios para fazer valer suas vontades. E esses setores não estão nem aí para a população em geral. O máximo que eles vêem é o povo como “mercado consumidor”. E, como um mercado consumidor que merece os piores produtos possíveis aos maiores preços possíveis.

    Esse grupo não é empreendedor, porque acha que novos personagens no mercado vão escancarar a incompetência desses donos do poder. Esse grupo tenta burlar a lei e se favorecer das benesses do Estado em todo momento. Esse é um dos grandes motivos de termos um quadro de políticos repletos de privilégios, propensos à corrupção e que se aproveitam do Estado. Mas, antes de tudo, é necessário entender que esses grupos refletem o caráter de boa parte do povo brasileiro, e isso é a certeza de nosso fracasso como país.

    Conclusão: o Brasil, um fracasso

    Quando você pergunta para alguém “o que você faria na política?”, a maior parte das respostas tem a ver com os benefícios individuais. “Ficar rico”, “roubar quanto der”, “fazer o pé de meia”, todas essas respostas são muito comuns. O brasileiro médio tem a visão deturpada de que o Estado existe não para você ZELAR por ele, mas para você SE APROVEITAR dele. E quando o brasileiro médio se escandaliza com o deputado que anda em jato da FAB para fins particulares, não é porque ele tem um padrão moral elevado e gostaria de um país mais justo: é porque ele gostaria de estar no lugar do deputado.

    O Brasil é um fracasso porque o brasileiro nasceu, se criou e cresceu como um sujeito individualista. Mas não como um sujeito individualista empreendedor, e sim como um sujeito individualista aproveitador, que usa jeitinhos para favorecer os amigos, que usa a lei para barrar os inimigos, que compete sem limites para se colocar em uma posição social privilegiada. O Brasil é o país dos opressores, mas também é o país dos oprimidos que querem melhorar sua condição social apenas para que possam oprimir alguém.

    Querem provas disso? Não há um modelo de filantropia razoável por aqui, uma cultura de doações. Existem FRAUDES em casas filantrópicas aqui, apenas porque essas casas filantrópicas recebem isenção de impostos. As pessoas boas são minoria, infelizmente.

    Não somos sequer uma República Federativa, como nosso nome fala. Não há de fato autonomia aos Estados. Temos um tradição de governos centralizadores, que só refletem o individualismo histórico do brasileiro. E mudar governos não adianta: toda a estrutura de poder está corrompida por pessoas que querem levar vantagens enquanto uma minoria tenta fazer coisas boas e não tem poder para tal.

    Não há reformas estruturais. Não se combate o interesse daqueles que se beneficiam indevidamente do Estado. Não é de interesse de ninguém mudar o país. Talvez seja de meu interesse. Se você leu o texto até aqui, talvez seja de seu interesse. Mas somos minoria. Não há multidão nas ruas que me faça pensar o contrário. Mesmo porque não investimos para educar essa multidão, e até ela, nas ruas, está militando por seus interesses individuais.

    Somos poucos. Vivemos cercados de pessoas individualistas, capazes de fazer qualquer coisa para levar vantagem. Pode ser um fenômeno global? Pode. Pode acontecer só em alguns lugares? Pode. Mas conforme-se: o Brasil é assim. E não somos nós, uma minoria de loucos sonhadores, que vamos mudar isso.

  326. gasolina

    26 de janeiro de 2014 at 20:15

    Gostaria de poder discordar a respeito dessa postagem, me sentiria orgulhoso de ser brasileiro em poder dizer que isso tudo são apenas calúnias, mas infelizmente não posso.
    Sintia muita vergonha quando eu vivia no exterior, quando esse tipo de notícias do brasil eram mostradas na tv , pessoas do meu trabalho perguntavam para mim se no brasil existia escola, ou se só os ricos podiam estudar.
    Brasileiro não respeita nada nem ninguém.
    Som alto, falam alto tarde da noite na frente da sua casa, dirigem alcoolizados ou drogados em alta velocidade, por vezes sem habilitação ou carros em condições precárias, cnh obtidas de formas ilegais, desrespeito para com o professor e com o próximo, vandalismo com muita violência quando em manifestos que deveriam ser pacíficos, permitem que seus governos hajam com extrema corrupção…enfim, ACHO QUE O BRASIL DEVERIA SER GOVERNADO PELOS EUA OU JAPÃO…………………………………………………….

  327. Rafaella

    28 de janeiro de 2014 at 19:40

    O último item so me faz pensar, foi um americano que escreveu isso? Pois la só tem prédios e não tantos monumentos históricos. Precisa conhecer bem mais o Brasil e algumas coisas negativas que colocou cabe aos dois países. A verdade é que cada país com seus defeitos e cada pessoa que é de fora que mora em um país que não é o seu, sente mais do que as pessoas do próprio país… Agora temos sim é que aprender a respeitar a cultura do país que estamos.

  328. luciane

    3 de fevereiro de 2014 at 17:16

    se é assim então porque eles vêm tanto do Brasil , o Brasil é amado pelos outros países , varias pessoa vêm pra ca , agora reclamam , vão cuidar do país de vocês , e parem de reclamar do nosso.

  329. Temístocles Castro

    4 de fevereiro de 2014 at 19:38

    Concordo com o cara. Isso aki é uma zona. Tente ser atendido com privacidade numa loja… logo vem um outro cliente e lhe rouba o vendedor (a). O barulho dos ambientes públicos… mas tbém não gosto muito das caras dos americanos, boiando no espaço, quando em restaurantes bares etc… nem da dos franceses mexendo no nariz,nem da d
    os ingleses sugando seu prato ( talvez melhor que os fish and fries que sempre comem)… assim, não quero voltar pressa merda de mundo e tenho pavor a essa coisa de budismo, espiritismo etc, isso de reencarnar. Já pensou nascer na periferia de Smithland? Fui

  330. alex

    5 de fevereiro de 2014 at 11:38

    Parabéns para o americano que casou com uma brasileira. Levou um pouco de tudo que ele odeia para dentro da própria casa.

    Inocência nossa achar que americanos e europeus não tem o mesmo sentimento latente que os brasileiros.

  331. Elpídio

    5 de fevereiro de 2014 at 13:28

    Brasileiros não matam iraquianos para roubar petróleo, não ficam bisbilhotando o celular alheio, não impedem as nações pobres de se desenvolver e não são arrogantes. Sugiro ao Mr. Assface, fazer as malas e voltar para a terra dele.

  332. Pedro

    5 de fevereiro de 2014 at 16:26

    Esse americano é um babaca!

  333. Pingback: Opinião de um norte-americano que não gostou do Brasil | Inglês para LeigosInglês para Leigos

  334. Antonio Costa

    9 de fevereiro de 2014 at 12:38

    Bom falar que o Brasil esta bem ,não esta os culpados somos nós mesmos que colocamos os caras errados no comandos, mas não é só aqui pois o cara fala de umas verdades ele fala, as coisas lá também não anda as mil maravilhas, mas é fácil falar dos outros, ele casa com uma brasileira acho que vai babá o casamento dele se já não babou foi escolher a esposa sem cultura eu só não sei entre os 40 itens qual ela vai se encaixar, sobre educação meu pai sempre disse quando você for a casa de alguém bata na porta antes de entrar, peque que o mundo eles tem o costume de entrar pelo fundos sem pedir licença vasculha tudo e todos, fazem mesmo com os que eles chamam de aliados e parceiros, então não sei onde esta esta aliança, metem o dedo na vida de todos, não é coisa de um povo bem educado como ele se acha, já aprontaram muito pelo mundo se bem por aqui não vivemos em pé de guerra com ninguém, apesar dos corruptos e safadezas eu aqui quando eu olho para o céu é para ver se vai chover e esta azul, não é para ver vai cair uma titica de pomba, para não ser mais preciso. falei ……

  335. Lucy

    12 de fevereiro de 2014 at 17:57

    Ele disse muitas verdades, mas também mostrou ser uma pessoa com já alguma dificuldade de relacionamento e baixa tolerância. É uma pessoa infeliz no geral. Agora também depende de onde ele morou: “falta ar-condicionado, acabamento ruim das casas, má qualidade do ar, cidades feias”. Ele só conheceu o cinza. Ou realidades mais locais. Faltou conhecer “os Brasis”. Enfim, ele generalizou muita coisa.

  336. Maria do bastiao

    13 de fevereiro de 2014 at 13:02

    Eu morei no usa gostei muito do paiz o governo è excellent , mas voces os americanos Sao um bando de sem educacao nao tem respeito con estrangeiro rotam e peidao na hora da comida Sao preguicosos por isso os estrangeiros fazem um bom dinheiro ai compra carro novo emguanto Vcs mal consegue por gasoline nos pau velhos que possuem ,muitas coisas que nao vou falar o paiz è bom mas Vcs americanos Sao idiotas stupdus etc.

  337. Fernanda

    13 de fevereiro de 2014 at 20:16

    Se aconteceu tudo isso de ruim com ele deve ser por que é um ranzinza, mau-humorado e reclamão! Moro há mais de 20 anos aqui e não me aconteceu nem 1/3 disso!

  338. andre migotto

    13 de fevereiro de 2014 at 20:59

    O cara não disse nenhuma mentira..é tudo verdade!